Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h-1

Curso de Direito realiza o IV Seminário de Direito Civil Constitucional

Por Giovana Andrade

O IV Seminário de Direito Civil Constitucional, coordenado pela professora Auricelia do Nascimento Melo, contou com a presença de 150 alunos, entre discentes do Curso de Direito da Uespi e alunos de outras IES. O evento foi organizado pela ConectJus (Empresa júnior jurídica do curso de direito da Uespi) e aconteceu nos dias 19 e 20 janeiro.

Discentes participando do IV Seminário de Direito Civil Constitucional

O seminário acontece anualmente e é idealizado para oferecer aos alunos de Direito o melhor e mais atualizado debate jurídico sobre matérias de relevância e inovação no campo do Direito Civil, com as interligações ocasionadas após a Constituição de 1988, que concedeu novos contornos à área de estudo, suavizando a visão patrimonialista e individual.

Isabelly Machado, discente do 8°bloco, é a Presidente da ConectJus, ela explica que desde a primeira edição do Seminário de Direito Civil-Constitucional teve a oportunidade de organizar, vendo desde muito cedo as interligações entre as matérias e se interessando pela pesquisa e pela extensão.

“Participar desde a primeira edição fez com que eu me interessasse ainda mais pela área, inclusive, com desejos de levar adiante o estudo para o exercício profissional. Além disso, o evento me ajudou a alinhar ideias e pensamentos e iniciar a produção científica durante a graduação, pois os professores palestrantes me incentivaram a escrever e me estimularam a me debruçar sobre o Direito Civil-Constitucional”.

Na ação, temáticas importantes foram debatidas como: A importância da conciliação familiar para a construção da parentalidade responsável; Direito e Tecnologia: novas habilidades para o advogado do futuro; Responsabilidade Civil dos Hospitais; A importância da pesquisa no curso de Direito, entre outros.  Todos os temas partiram da análise teórica e trataram sobre a resolução de casos concretos.

Segundo a Profª. Auricelia Nascimento eventos como esse enriquecem a formação acadêmica dos discentes. “A relevância acadêmica  do evento foi, sem dúvida, proporcionar aos discentes uma visão atual sobre os principais temas do Direito Civil Constitucional, assunto que repercute em todas as áreas jurídicas. Com embasamento teórico e aprofundado para motivar as demandas jurídicas”.

Profª. Auricelia Nascimento ao lado do Pró-reitor da PROP, Prof. Rauyres Alencar.

 

Confira mais fotos do evento:

UESPI promove I Seminário de Coordenadores no Ensino Superior

Por João Fernandes

O “I Seminário de Coordenadores no Ensino Superior” tem como objetivo oportunizar aos novos coordenadores dos cursos atualizações e discussões acerca da organização didática-pedagógica, administrativa e acadêmica da UESPI.

 

O evento é promovido pela Pró-reitoria de Ensino e Graduação (PREG) e acontece nesta quarta-feira (25). 

Toda a programação irá acontecer de forma híbrida, sendo presencial, no (Auditório do NEAD), a partir das 8h, para coordenadores dos cursos de graduação dos Campus Poeta Torquato Neto e Clóvis Moura, em Teresina, e transmitido ao vivo através do Canal Mais Educação para os demais campi.

A Pró-reitora Adjunta, Prof. Dra. Josiane Silva, explica que o Seminário vai proporcionar um diálogo cheio de informações com todos os coordenadores e ela espera que isso possa auxiliar o trabalho de cada coordenação no dia a dia.  “A PREG teve esta iniciativa com o intuito de proporcionar ao novos coordenadores uma atualização, tal como, um momento para discussão, com o intuito aprimorar o fazer pedagógico e a gestão do ensino superior”.

Parte da programação esclarecerá o uso do EAD nas disciplinas, como é feito  o Sistema de Avaliação dos Cursos de Graduação – ENADE e Experiência de Avaliação da UESPI.

Segundo a Pró-reitora da PREG, Profa. Mônica Gentil, o encontro vai apresentar as principais recomendações para os novos gestores, além disso, serão colocadas as atividades desempenhadas pela PREG no âmbito de cada departamento da Pró-reitoria.

“A ação é uma forma de recepcionar os novos coordenadores e orientá-los sobre os trabalhos a serem feitos estando à frente dos cursos de graduação da UESPI. Para aqueles que já estão na função, o encontro será uma excelente oportunidade para o aprimoramento das funcionalidades práticas da gestão, vamos propor reflexões sobre teoria e prática da organização institucional ”, destaca a pró-reitora. 

Confira a programação

Dia: 25/01/2023

8h – ABERTURA

Prof. Dr. Evandro Alberto de Sousa – Magnífico Reitor da UESPI

Profa. Dra. Mônica Maria Feitosa Braga Gentil – PREG

Profa. Dra. Josiane Silva Araújo – PREG

Profa. Dra. Fábia de Kássia Mendes Viana Buenos Aires – PRAD.

Dra. Ivoneide Pereira de Alencar. 

8h30min – Pró-Reitoria de Ensino de Graduação – PREG 

Encargos Docentes

Uso do EaD nas disciplinas

Concurso / Professores Substitutos

Programas e Projetos Educacionais Especiais

9h – Departamento de Assuntos Pedagógicos – DAP

Monitoria

Estágio Supervisionado Obrigatório

Reconhecimento de Cursos e PPC

9h30min – Departamento de Assuntos Acadêmicos – DAA 

Matrículas e Diplomação

10h – Comissão Própria de Avaliação – CPA

Sistema de Avaliação dos Cursos de Graduação – ENADE

Sistema E-Mec

Experiência de Avaliação da UESPI.

10h30min – Diretoria de Tecnologia da Informação e Comissão – DTIC

Sistema Acadêmico

Encerramento

O Seminário é uma realização da UESPI, através da Pró-reitora de Pesquisa e Graduação (PREG) e do Departamento de Assuntos Pedagógicos (DAPP).

Campus de Picos: Turma do terceiro bloco de Licenciatura em Pedagogia promove o I Seminário de Didática da UESPI

Por Giovana Andrade

Turma do terceiro bloco de Licenciatura em Pedagogia, do campus de Picos, promove o I Seminário de Didática da UESPI com a temática Didática e formação docente: “Um dedo de prosa sobre a educação básica e superior”. O evento acontece em dois momentos, no dia 07 de fevereiro de forma remota com transmissão pelo canal da UESPI no Youtube a partir das 19:30h. E no dia 08 de fevereiro será ofertado oficinas presenciais no próprio campus com as seguintes temáticas: O planejamento escolar, Os métodos de ensino, Avaliação escolar, A relação professor aluno.

Ação foi idealizada a partir da disciplina de Didática ministrada pela professora Fabrícia Gomes junto com o monitor Agenor Sousa. O seminário tem como objetivo sistematizar discursões e reflexões sobre a didática na educação básica e superior, socializar praticas favoráveis para o processo de ensino e aprendizagem, Além de possibilitar diálogos sobre as praticas pedagógicas e os elementos que constituem o pensar didático como por exemplo os objetivos, os conteúdos e as metodologia.

Agenor Sousa, discente do nono bloco e monitor da disciplina, destaca que estão sendo planejados momentos de compartilhamento de saberes e experiências que agreguem e estimulem um fazer docente criativo e significativo. ” Será um evento que irá proporcionar bastante conhecimentos práticos, além de promover aos discentes uma participação mais ativa, favorecendo a sua construção profissional e pessoal”.

Inscrições:

As inscrições acontecem através do preenchimento do formulário online até o dia 23 de janeiro. O público alvo é discentes e docentes do curso de pedagogia, mas também de outros cursos da uespi e comunidade externa. O evento emitirá um certificado de 10h.

Programação:

Terça-Feira (07/02) Conferência de abertura:

(Transmissão: Canal da Uespi Oficial no Youtube)

19:30- Palestrante: Ozeane Pinto da Silva

Quarta-Feira (08/02 ) 

Oficinas de forma presencial

Local: Uespi Campus Professor Barros Araújo/Picos

Horário: 14:30 as 16:30

 

 

Confira participação da UESPI no I Seminário internacional de educação com mediação tecnológica do Piauí

Por Giovana Andrade e Clara Monte

Começou ontem (12) de forma hibrida o I Seminário internacional de educação com mediação tecnológica do Piauí- I SIMEDTEC. O evento inclui palestras e apresentações de experiências exitosas, em âmbito nacional e internacional, com análises de estudiosos da temática, professores, coordenadores e gestores em geral.

O Seminário é promovido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), e tem como objetivo socializar as experiências de ensino mediado por tecnologia ao longo dos últimos 10 anos, além de refletir sobre as estratégias de ensino e aprendizagem adotadas pelas escolas durante o cenário isolamento social, devido à pandemia da Covid-19.

Na oportunidade, o Reitor, Prof.Dr. Evandro Alberto, esteve presente destacando sobre Pandemia e tecnologias da educação, para ele, a pandemia do novo Coronavírus mudou a forma como o sistema educacional funcionava e adiantou processos que antes ainda estavam sendo planejado.” Hoje conversamos com cerca de mil pessoas que estavam representando a educação do estado do Piauí, de várias partes, de vários territórios, que vieram para conhecer um pouco desses processos, processos de inovação tecnológica na educação, o programa Universidade Aberta do Piauí (UAPI) e sobretudo a inserção da tecnologia na educação”.

Reitor, Prof.Dr. Evandro Alberto

Lourdes Lopes, superintendente de ensino superior da SEDUC, explica que o seminário é uma culminância de 10 anos que a secretaria de educação implantou a mediação tecnológica. ” Antes era um projeto simples, pequeno, mas em 2015 ele tomou uma proporção maior , onde conseguimos atingir a maior parte do ensino, e em 2017 iniciou com o ensino superior. Então, isso nos mostra que o Piauí está avançando em passos largos no âmbito da educação mediada, ou seja, da educação com tecnologia, e hoje estamos em nono lugar da educação do ensino médio.”

Lourdes Lopes, superintendente de ensino superior da SEDUC ao lado do Reitor, Prof.Dr Evandro Alberto

Programação:

Dia 13 de Dezembro 

08h00 – Solenidade de abertura do 2º de dia do evento.
08h10 – Apresentação Cultural Surdos
08h40 – Palestra: Desafios da Educação em tempos de pandemia: como conectar professores e alunos?

O Seminário é promovido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), e tem como objetivo socializar as experiências de ensino mediado por tecnologia ao longo dos últimos 10 anos, além de refletir sobre as estratégias de ensino e aprendizagem adotadas pelas escolas durante o cenário isolamento social, devido à pandemia da Covid-19.

Universidade Aberta do Piauí

A Universidade Aberta do Piauí – UAPI, criada através de Decreto nº 16.933 de 16 de dezembro de 2016 e, posteriormente, pela Lei Nº 7.443 de 08 de janeiro de 2021, sendo um programa de ensino voltado para o desenvolvimento da modalidade de educação à distância com a finalidade de expandir e interiorizar a oferta de cursos e programas de educação superior no Estado do Piauí, por meio de estratégias de inovação tecnológica, abrangendo atualmente 183 municípios do estado.

A UAPI, na sua primeira etapa, ofereceu 3.000 vagas para o curso superior de Bacharelado em Administração na modalidade semipresencial por mediação tecnológica para 60 municípios, distribuídos nos 12 territórios de desenvolvimento do Piauí. A segunda etapa, ofereceu mais 3.000 vagas. Já na terceira etapa, a UAPI ofereceu 3.150 vagas, sendo esse total de 9.150 vagas distribuídas em 183 polos/municípios do Piauí, sendo o primeiro estado do Brasil em que o ensino superior está presente em todos os 224 municípios, por meio da UAPI e também da Universidade Aberta do Brasil (UAB) e das demais Instituições de Ensino Superior (IES) públicas, universalizando a oferta do Ensino Superior em todo o Piauí.

Confira a programação: UESPI realiza III Seminário Didático-Pedagógico do CCHL

Por João Fernandes

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI) realiza entre os dias 13 e 15 de dezembro, o III Seminário Didático-Pedagógico do CCHL, o evento acontece no Campus Poeta Torquato Neto com transmissão online. Este ano a programação do evento conta com mesas redonda, rodas de conversa e palestras de professores da UESPI e de instituições convidadas.

O evento é uma ação conjunta da Comissão Didático-Pedagógica do CCHL e das coordenações dos cursos de Licenciatura Plena que pertencem a este centro. O evento trará justamente na sua abertura uma roda de conversa entre autoridades da UESPI e CCHL.

Nos dias seguintes, os participantes acompanharão trocas de experiências entre alunos, professores e técnicos, oportunizando os docentes avaliarem suas práticas pedagógicas e aos graduandos a possibilidade de refletir sobre sua futura ação docente. Participam do evento professores renomados como o prof. Msc. Josinaldo Oliveira, prof. Dra. Tatiana Poliana Pinto de Lima, prof. Diniz Lopes dos Santos e prof. Dra. Mônica Maria Feitosa Braga Gentil.

O Seminário Didático-Pedagógico do CCHL é uma ação periódica, com frequência bienal, que pretende avaliar o desempenho das disciplinas pedagógicas, quanto de ampliar debates específicos à área de formação dos cursos. 

Inscrições

As inscrições para submissão e apresentação de trabalhos no III Seminário Didático -Pedagógico do CCHL foram prorrogadas e seguem abertas até (07) de dezembro. Sendo realizadas através preenchimento do formulário eletrônico. Sem apresentação de trabalhos até dia (10) de dezembro. Mais informações no site do evento.

Confira a programação completa

 

Curso de Pedagogia promove seminário sobre a influência do movimento negro brasileiro

Por João Fernandes

O curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), campus Poeta Torquato Neto, promove o segundo seminário sobre a Influência do movimento negro brasileiro na construção e promoção de uma educação multicultural no pais. O evento acontece no dia 12 de dezembro e busca discutir as relações entre a educação e movimentos sociais brasileiros.

A ação integra à disciplina Educação e Movimentos Sociais do curso e vai trazer para os alunos duas palestras ministradas por profissionais especializados e uma apresentação cultural.

A professora Lucineide Barros, ministrante da disciplina e uma das organizadoras do evento, destaca que as ações promovidas pelo seminário são de suma importância para inserir os discentes no âmbito da importância dos movimentos coletivos junto aos organismos educacionais.

“As palestras têm papel fundamental para colocar no contexto inicial da graduação a compreensão sobre a importância dos movimentos sócias como sujeitos coletivos de mudança e também como sujeito de educadores da própria sociedade”, finaliza a professora.

O evento acontece dia 12 de dezembro. às 18:30. No Laboratório de Arte Poeta Torquato Neto.

Começa amanhã(25) o I Seminário Nacional de Gênero e Direitos Humanos

Por Giovana Andrade

Começa amanhã (25) o I Seminário Nacional de Gênero e Direitos Humanos com o tema “Os fundamentos, as perspectivas e as experiências contemporâneas”, organizado pelo  grupo de Pesquisa em História, Cultura e Gênero, da Universidade Estadual do Piauí (UESPI). O evento já conta com cerca de 500 inscritos.

A atividade seguirá pelos dias 05,06 e 07 de dezembro na modalidade virtual, com transmissão pelo Canal generouespi no Youtube. A ação tem uma programação variada de atividades que contemplam 40h , com realização de conferências, mesas-redondas (com transmissão pelo Canal Gênero UESPI no Youtube), simpósios temáticos (via Google Meet). O objetivo é debater as potencialidades de diálogos entre Gênero e Direitos Humanos.

O professor Ruan Nunes , um dos organizadoras do evento, destaca que todos estão bastante animados para o inicio do evento embora os dias que antecedem eventos sempre sejam corridos. “A ideia é conseguir oferecer um espaço seguro para os trabalhos serem apresentados e que as pessoas se sintam à vontade para contribuir e discutir”.

Nos quatro dias de evento participarão das palestras e das mesas-redondas renomados profissionais de diversas áreas do conhecimento: História, Direito, Sociologia, Jornalismo, Pedagogia, Letras e Serviço Social.

Confira a Programação completa 

 

3° dia do XXII Simpósio de Produção Científica, XXI Seminário de Iniciação Científica e I Seminário de Inovação Tecnológica

Por Vitor Gaspar

Na manhã desta sexta-feira (11), aconteceu o 3º dia de atividades dos eventos integrados XXII Simpósio de Produção Científica, XXI Seminário de Iniciação Científica e I Seminário de Inovação Tecnológica, no auditório da Faculdade de Ciências Médicas (FACIME) da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) com transmissão ao vivo pelo canal da instituição no Youtube.

Público no auditório da FACIME/ Foto: Anny Santos

Na primeira parte do encontro houve uma palestra com o tema “Reflexões sobre a prática de escrita no contexto da iniciação científica”, com a participação da Profa. Dra. Bárbara Melo, diretora do Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (NUCEPE), a docente agradece a participação e ressalva a importância das práticas de escrita e leitura no ambiente acadêmico.

“No contexto da iniciação científica, que acredito que tenhamos um número significativo de alunos envolvidos, percebo a angústia e a dificuldade deles na hora de produzirem o relatório final. Ele é um texto produzido de forma mais restrita e que circula apenas dentro do contexto do sistema da Universidade, e alguém já se preocupou em ensinar como se escreve o relatório final?”, indaga a professora.

Palestra da Professora Bárbara Melo/ Foto: Anny Santos

A palestra sobre Bits e Neurônios: Conexões que afetam o nosso mundo foi ministrada pelo Prof. Dr. Thiago Assunção. Ele comenta que essa palestra foi idealizada em função de uma virada de chave do pesquisador. “Às vezes você começa pesquisando uma coisa e chega o tempo que você simplesmente muda e se apaixona por outro segmento. Nesse sentido eu venho fazendo um trabalho sobre como manifestam as causas materiais dos nossos comportamentos de consumo”, encerra.

Palestra do Professor Thiago Assunção/ Foto: Anny Santos

O encontro desta manhã marcou o encerramento do evento, organizado pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação (PROP) e contemplou as áreas do conhecimento de Ciências Humanas, Linguística, Letras e Artes, além de Ciências Sociais Aplicadas.

Para falar sobre Oportunidades de Internacionalização na Pesquisa e Inovação Tecnológica na UESPI.  O Professor do Curso de Jornalismo e Diretor de Relações Internacionais da Instituição, Prof. Dr. Orlando Berti explicou o que é internacionalização, os seus desafios, as vantagens e perspectivas. “Falar de internacionalização não significa somente você sair, pode ser também quando você traz essas pessoas com outras visões e outras perspectivas, quando a gente abre intercâmbios para que colegas possam intercambiar com vocês”, explica.

Palestra do Professor Orlando Berti / Foto: Anny Santos

Apresentações de pesquisas

Dentre as apresentações de pesquisas enquadradas na área do conhecimento do dia, tivemos estava o projeto “Rede Piauí sem Covid” após a segunda onda da pandemia. O trabalho é um estudo quantitativo dos impactos no Instagram em tentar conscientizar e refletir sobre a Covid-19, produzida pela aluna do 5º bloco do curso de Jornalismo Maria Clara Guimarães e orientada pelo Prof. Dr. Orlando Berti, a estudante conta que sua pesquisa foca na repercussão na rede social Instagram durante a 2ª onda da Covid.

“O meu artigo fala sobre o impacto da rede, entrando em um contexto geral do Instagram como uma fonte de combate à desinformação durante a pandemia, principalmente voltada a Rede Piauí sem Covid. Além disso, também temos uma parte que trata sobre fake news, vimos também que houve muita intolerância nos próprios comentários da página, ou seja, fizemos uma análise por completa, onde percebemos também que quando a Covid estava em alta a própria rede estava em alta”, explica a jornalista.

A estudante de Jornalismo e bolsista do PIBIC, Maria Clara Guimarães

A aluna de Licenciatura Plena em Pedagogia, do 8º Bloco, Lizane da Silva, esteve com uma pesquisa sobre o desenvolvimento da capoeira em Teresina. A pesquisa consiste em evidenciar sobre como começou a história social da capoeira na cidade de Teresina. Ela comenta que a fonte de pesquisa é o Instagram de um mestre de capoeira que  fez uma sequência de post sobre as primeiras rodas de capoeira na cidade de Teresina nos anos de 1980 até 1999.

“A importância da nossa pesquisa para produção científica se consolida por buscar novas formas de estudo dentro da academia e nos atentar para a história social dos sujeitos culturais da nossa cidade, nos atentando as suas memórias e vivências. Na minha formação enquanto estudante de pedagogia, estudar um assunto como a Capoeira, serve para consolidar ainda mais a necessidade de expansão sobre assuntos diversos que podemos englobar dentro da educação. Capoeira é uma formação cultural e história de um povo que lutou e luta muito no Brasil. Não é apenas uma dança, é uma representação e ação pedagógica nas rodas e nas ruas”, encerra a estudante.

Campus de Campo Maior realiza I Seminário de Ensino de História Local em Campo Maior

Por João Fernandes

O Curso de História da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), campus de Campo Maior promove, de 07 a 11 de novembro, o “I Seminário de Ensino de História Local”. O evento acontece em parceria com a Academia de História dos Municípios Originários de Campo Maior (AHMOCAMP).

A abertura do evento aconteceu presencialmente no auditório do campus e contou com a presença de alunos e docentes. Ao longo da semana, as apresentações devem refletir sobre experiências de Ensino de História Local por meio da implementação ou adoção de conteúdos em livros didáticos de educação básica do município.  

O objetivo é inspirar projetos e iniciativas educacionais em Campo Maior, sobretudo contribuir para a implementação da Lei Municipal, que desde 1990, estipula através do artigo 123°, que História, Geografia e Meio-Ambiente seja obrigatório nas escolas. Segundo o Professor Edmundo Ximenes Rodrigues Neto, professor do curso de História e um dos organizadores do evento, os encontros visam fornecer subsídios para a formação de educadores de História local em todo o território dos carnaubais, bem como o conhecimento sobre a importância no desenvolvimento e implementação curricular a partir das reflexões sobre como a história está sendo ensinada em algumas cidades do Piauí, Maranhão e Ceará.

“Este evento visa divulgar e refletir sobre as experiências no domínio da teoria-prática aproveitando o que funciona bem, estimulando ideias e novas perspectivas sobre o ensino de História, na Cidade de Campo Maior, além disso trata de experiências de implementação de recursos em livros didáticos da educação municipal”, declarou o professor.

O primeiro dia de evento contou com a palestra do Dr. Felipe Augusto da UESPI de Parnaíba e do programa de Mestrado Profissional em Ensino de História, na ocasião, o professor fez reflexões sobre o ensino de História local e produção de materiais didáticos.

A programação do I Seminário de Ensino continua ao longo desta semana e segue até o dia 11 de novembro. Confira a programação: PROGRAMAÇÃO OFICIAL A.pdf – Google Drive 

PROP realizou bate-papo para tirar dúvidas sobre Simpósio de Produção Científica e Seminário de Iniciação Científica

Por Giovana Andrade

A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP) da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) promoveu um bate-papo, nesta quinta-feira (27). O objetivo foi tirar todas as dúvidas sobre os eventos concomitantes XXII Simpósio de Produção Científica, o XXI Seminário de Iniciação Científica e o I seminário de Inovação Tecnológica. A conversa está disponível no canal do Youtube UespiOficial

O Pró-reitor da PROP, Prof. Rauirys Alencar, destaca que estes eventos têm como foco principal divulgar os resultados das pesquisas e inovações desenvolvidas pelos docentes, discentes e técnicos da UESPI, vinculados ao Programa de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI), além de proporcionar a iniciação do discente na participação de eventos científicos, bem como promover a socialização de pesquisas de estudantes, professores e profissionais de outras IES.

” Esse ano, teremos três eventos em um, com a temática voltada para inovação da tecnologia. Tema esse que a PROP está sensível em estimular dentro da Universidade, para que juntos possamos desenvolver pesquisas aplicadas, pesquisas voltadas a resolver problemas e gerar produtos. Produtos esses que vão além de uma publicação em uma revista, mas que gere uma nova tecnologia, para que beneficie a toda comunidade”.

Na ocasião, o Diretor de Pesquisa, prof. Gustavo Gusmão, também esteve presente tirando dúvidas sobre as inscrições e prorrogações de prazos.

” Os discentes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBIC/PIBITI) terão suas inscrições efetuadas automaticamente (gratuitamente). E para participar do XXII Simpósio de Produção Científica e o I Seminário de Inovação Tecnológica é preciso acessar o site oficial do evento para realizar a matricula que teve o prazo prorrogado até o dia 31 de outubro (segunda-feira)”.

Inscrições:

inscrições para o XXII Simpósio de Produção Científica e no I Seminário de Inovação seguem até 31 de outubro, exclusivamente no site do evento.

Inscrições para Ouvintes : até 05 de novembro, através do site do evento.

Inscrições para o XXI Seminário de Iniciação Científica: Os discentes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBIC/PIBITI) terão suas inscrições efetuadas automaticamente (gratuitamente), ao enviar o relatório final, referente ao PIBIC 2021-2022 no Sistema de Gerenciamento de Projetos de Pesquisa da UESPI– SIGPROP.

Confira o edital completo:

https://uespi.br/wp-content/uploads/2022/10/Edital-SICSPCSIT_2022_.pdf

Uespi realiza o XXII Simpósio de Produção Científica, o XXI Seminário de Iniciação Científica e o I seminário de Inovação Tecnológica

Por Giovana Andrade

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI), organiza o XXII Simpósio de Produção Científica, o XXI Seminário de Iniciação Científica e o I seminário de Inovação Tecnológica. O evento acontece nos dias 09 a 11 de novembro de 2022 de forma hibrida e será transmitido pelo canal oficial da UESPI no YouTube . 

Ação têm como foco principal divulgar os resultados das pesquisas e inovações desenvolvidas pelos docentes, discentes e técnicos da UESPI, vinculados ao Programa de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI), além de proporcionar a iniciação do discente na participação de eventos científicos, bem como promover a socialização de pesquisas de estudantes, professores e profissionais de outras IES.

O coordenador do evento e Diretor do Departamento de Pesquisa da PROP, Prof. Gustavo Gusmão, ressalta que esse evento é o maior da UESPI ligado à pesquisa e tem como principal objetivo dar visibilidade aos resultados obtidos pelas pesquisas ligadas ao Programa de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI).

O evento vai conceder certificado de participação de 40 horas para aqueles que obtiverem frequência igual ou superior a 75% nas atividades.

O local será divulgado em breve no site oficial do evento.

Inscrições:

inscrições para o XXII Simpósio de Produção Científica e no I Seminário de Inovação seguem até 21 de outubro, exclusivamente no site do evento.

Inscrições para Ouvintes : até 05 de novembro, através do site do evento.

Inscrições para o XXI Seminário de Iniciação Científica: Os discentes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBIC/PIBITI) terão suas inscrições efetuadas automaticamente (gratuitamente), ao enviar o relatório final, referente ao PIBIC 2021-2022 no Sistema de Gerenciamento de Projetos de Pesquisa da UESPI– SIGPROP.

Confira o edital completo:

https://uespi.br/wp-content/uploads/2022/10/Edital-SICSPCSIT_2022_.pdf

Campus de Floriano organiza o 1° Seminário de Sociologia Jurídica

Por Giovana Andrade

O campus Josefina Demes, em Floriano, da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), organiza o 1° Seminário de Sociologia Jurídica em parceria com Pró-Reitoria de Extensão, Assuntos Estudantis e Comunitários – PREX. O evento acontece nos dias 26 de outubro a 14 de dezembro, no auditório da Uespi no campus. As inscrições devem ser realizadas no período de 04 a 21 de outubro, através do formulário.

O evento objetiva aprofundar discussões de temas contemporâneos da sociologia jurídica, permitindo o desenvolvimento de competências que capacitarão os cursistas para articular o conhecimento teórico com a resolução de problemas, aperfeiçoar a comunicação com precisão, aceitar a diversidade e o pluralismo cultural, desenvolver perspectivas transversais sobre direitos humanos e relações étnico-raciais e desenvolver a capacidade de trabalhar em grupo. O público-alvo do Seminário compreende estudantes e servidores técnicos administrativos da Uespi, além de integrantes da comunidade externa que tenham interesse na temática.

O curso adotará como metodologias: mesas quinzenais com participação de até três palestrantes e um mediador, e espaço para diálogo entre palestrantes e ouvintes. O professor e coordenador do curso de Direito, Iago Masciel Vanderlei, destaca que o seminário surgiu da necessidade de aprofundar e difundir as discussões iniciadas na disciplina de Sociologia Geral e Jurídica do Curso de Direito, ministrada no semestre 2021.2.

“A atividades buscajm estimular os estudantes da disciplina de Sociologia Jurídica (2021.2) a continuarem suas reflexões desenvolvidas durante a disciplina, com o diálogo direto com autores(as) dos textos trabalhados no componente curricular, compartilhar as reflexões das disciplinas de Sociologia Jurídica (2021.2) com a comunidade interna e externa da UESPI, além de fomentar a compreensão da sociologia como ferramenta hermenêutica crítica da sociedade”.

Os participantes ganharão certificado  de 14h de carga horária podendo ser utilizado como Atividade extra curricular.

Confira a programação:

Mesa 1 | Socioambientalismo

26 de outubro de 2022

Moderador: Raylson Barreto da Cunha (Discente UESPI)

Palestrantes: Natasha Karenina de Sousa Rego (UESPI) – confirmada
Natanael Alencar Santos (PPGS/UFSCar) – confirmado

Mesa 2 | Direitos Indígenas

09 de novembro de 2022

Moderadora: Laysa Beatriz Lobo (Discente UESPI)

Palestrantes: Samara Pataxó (APIB; PPGD/UnB) – confirmada
Felipe Milanez (UFBA) – confirmado

Mesa 3 | Direito e Relações Raciais

23 de novembro de 2022

Moderador: Alancelio Costa Sousa (Discente UESPI)

Palestrantes: Robison Raimundo Silva Pereira (UESPI) – confirmado
Rodrigo Portela Gomes (IDP) – confirmado

Mesa 4 | Criminologia e Processo Penal

30 de novembro de 2022

Moderadora: Cecylia Pinto Sousa (Discente UESPI)

Palestrantes:  Alekssandro Souza Libério (URSA) – confirmado
Carolina Costa Ferreira (IDP) – confirmada
Jardel de Carvalho Costa (UESPI) – confirmado

Mesa 5 | Profissões Jurídicas

14 de dezembro de 2022

Moderador: Jose Vinicius de Sousa (Discente UESPI)

Palestrante: Maria da Gloria Bonelli (UFSCar) – confirmada
Raíza Feitosa Gomes (Aedas/MG) – confirmada

Para mais informações: https://flicker-scaffold-971.notion.site/Evento-Semin-rio-de-Sociologia-Jur-dica-b3344a7e1bf444778712b119555f1e61

UESPI promove o II Seminário de Curricularização nesta quarta-feira, 28

Por Vitor Gaspar

Nesta quarta-feira (28), acontece o II Seminário de Curricularização da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) de 14h até 18h de forma on-line com transmissão do canal do Youtube UespiOficial.

Promovido pela Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis e Comunitários (PREX) e pela Pró-Reitoria de Ensino e Graduação (PREG), o seminário conta com discussões importantes sobre Atividades Curriculares de Extensões dentro do Ensino Superior e a sua importância. O principal objetivo do encontro virtual é fornecer informações, esclarecer dúvidas e outros fatores importantes relacionados ao tema, de forma que toda a comunidade acadêmica possa ter acesso.

Segundo a Diretora do Departamento de Programas e Projetos de Extensão (DAP), setor vinculado a PREG, Roselis Machado, a realização do Seminário tem sido muito solicitada pelos Núcleos de Docentes Estruturantes (NDE) de cada curso que estão trabalhando atualmente na reformulação dos Projetos Pedagógicos de Curso. Ela ressalva que uma das grande novidades nesse processo, é a inserção das Atividades de Curricularização da Extensão (ACE).

“Agora esse processo é obrigatório. 10% da carga horária de todos os cursos devem corresponder a Atividade Curricular de Extensão, então é necessário que possamos discutir mais sobre como implantar da forma mais conveniente e mais correta, dentro desses novos currículos. Percebemos durante o decorrer de todo o ano, os NDEs vem nos trazendo indagações a respeito, sobre qual a melhor forma de fazer, o que é permitido, e dessa forma vimos que agora esse é um momento de generalizar mais, para termos uma conversa mais ampla, com todos os cursos ao mesmo tempo”, encerra.

Estão convidados a participar do encontro como palestrantes, professores e representantes de outras instituições de Ensino Superior para falar sobre a experiência do programa aplicado em suas respectivas Universidades.

A Curricularização é o processo de inclusão de atividades de extensão no currículo dos Cursos, considerando a união do ensino e da pesquisa. Também pode ser chamada de integralização da Extensão. Segundo a Prof.Dra. Ivoneide Alencar, titular da PREX, o Seminário visa atender a necessidade de alguns professores que tenham dúvidas sobre todos os procedimentos, estando convidados representantes que possam dar essa experiência da aplicação do programa em outras instituições. A Pró-Reitora ressalta que todo o processo acontece junto a PREG, e essa parceria precisa estar afinada para que tudo se desenvolva da melhor forma.

“Essa parceria veio diante de uma necessidade de uma realidade do Brasil. A PREX é responsável pela homologação dos Projetos de Extensão, que são os professores que precisam fazer e cadastrar, para depois, partimos para o outro momento que é a questão da certificação, nós temos como premissa o recebimento desses cursos de extensão, que serão inseridos nos Projetos Pedagógicos do Curso e nas disciplinas dos professores, nos quais foram escolhidos nos campi, junto a coordenação”, finaliza.

Acompanhe através do link:

Encerramento do I Seminário Interdisciplinar em Sociedade e Cultura e o Seminário Internacional Independências dos Brasis

Por Giovana Andrade

Encerra hoje o evento I Seminário Interdisciplinar em Sociedade e Cultura e o Seminário Internacional Independências dos Brasis, que acontece de forma hibrida. As conferências e mesas redondas presenciais serão transmitidas pelo canal NEHST UESPI no Youtube e os simpósios temáticos, minicursos e oficinas de forma remota, via Google Meet. Desde o dia 10 de agosto, os participantes contam com importantes discussões sobre Sociedade e Cultura.

 

Os seminários são uma iniciativa do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Sociedade e Cultura da Universidade Estadual do Piauí PPGSC/UESPI, do Centro de História da Universidade de Lisboa, do PPGHIST/UEMA, do PPHIST/UFPA e UFPI.

O objetivo é propor debates em torno do projeto de Independência dos Brasis, com ênfase nas questões relacionadas à construção de territórios e fronteiras regionais, as independências do mundo atlântico, portuguesa, espanhola e francesa, escravização e liberdade. Os artigos apresentados nas Comunicações Orais serão publicados posteriormente em um Ebook.

José Damião, docente do Centro de História da Universidade de Lisboa, e da comissão organizadora do evento, destaca que a realização do Seminário Internacional Independências dos Brasis foi uma excelente demonstração de como as parcerias institucionais e a colaboração científica permitem concretizar eventos que são da maior importância para a revisão dos conhecimentos e o diálogo entre especialistas.” É este diálogo que permite identificar os temas que necessitam de um maior aprofundamento e pensar a possibilidade de novos projetos. O Seminário Internacional foi, deste ponto de vista, um sucesso e de certo que esta colaboração será consolidada no futuro. Da parte da Área de História da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa existe todo o interesse em manter e ampliar as parcerias com as instituições académicas do Brasil, neste caso sobretudo do Norte e Nordeste, em torno de temas e problemas que são manifestamente de grande atualidade”.

O prof. Me. Daniel Solon , que também é um dos organizadores do seminário, ressalta que  foi um sucesso, visto que ainda estamos vivendo em tempo de pandemia, mas que foram tomada todas as medidas sanitárias . “O evento foi uma retomada das atividades presencial, com trocas de conhecimento, perspectivas teóricas, metodológicas das pesquisa, dentre outros. Foi um seminário que abriu com chave de ouro as discursões inclusive do estado do Piauí relacionado a questão dos duzentos anos de independência”.

Confira a programação de encerramento e fotos do evento:

Livro lançado no evento

Livro lançado no evento

– 12 de Agosto, Sexta-Feira

8h00 às 12h00 – Simpósios Temáticos (Google Meet)

8h00 às 12h00 – Minicursos/Oficinas (Google Meet)

Todos os Minicursos/Oficinas.

Eixo 4: Terra e Liberdade: as experiências históricas no Norte e Nordeste do Brasil

14h00 – Mesa V: Terra e Liberdade: as experiências históricas no Norte e Nordeste do Brasil

Antônio Alexandre Isídio Cardoso (UFMA, PPGSC/UESPI)

Francivaldo Alves Nunes (PPHIST/UFPA)

Marcelo Domingos Sampaio Carneiro (DESOC/CCH/UFMA)

Márcia Milena Galdez Ferreira (PPGHIST/UEMA)

15h30 – Mesa VI: Povos indígenas: experiências nos Brasis

Carmen Lúcia Silva Lima (PPGANT/UFPI)

João Paulo Peixoto Costa (IFPI, ProfHistória/UESPI)

Soraia Sales Dornelles (PPGHIST/UFMA)

17h00 – Apresentação Cultural

18h00 – Conferência de Encerramento:

“Independências: entre revolução e reação”

Francisco Carlos Teixeira da Silva (UFRJ/UFJF)

Confira a matéria completa

O grupo de teatro da UESPI participa do “II ENREFAEB NORDESTE 2022 e II SEMINÁRIO DA FAEB”

Por Giovana Andrade

O Grupo de Teatro Estudantil  da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), o “Kahuaham”, Coordenador pelo Professor Moisés Chaves,  participa pela segunda vez do “II ENREFAEB NORDESTE 2022 e II SEMINÁRIO DA FAEB”.

As inscrições devem ser feitas a partir do dia 10 de julho até o dia 10 de agosto, através de formulário online. O seminário acontece no dia 15 a 18 de agosto, de forma híbrida.

O evento tem como objetivo divulgar experiências de discentes, em formação inicial, de ações pedagógicas na Educação Infantil, no Ensino Fundamental, Ensino Médio e de Pesquisas em andamento ou concluídas, contribuindo, assim, para a construção coletiva da reflexão a respeito da Arte no Currículo enquanto área de conhecimento, campo de ensino e de aprendizagem na Educação Escolarizada, na Formação Docente e na Pesquisa Acadêmica e/ou Profissional sob as dimensões epistemológicas, pedagógicas e metodológicas em Artes Visuais, Dança, Música e Teatro.

O professor Moisés Chaves destaca a importância da participação do grupo de teatro no evento e a honra em representar a universidade para além dos muros.  “Eu vejo com muita alegria esse encontro, pois trás uma maior visibilidade para o grupo de teatro , além do reconhecimento do trabalho que desenvolvemos dentro da instituição, por isso ficamos honrado em participar desse momento com outros estados do nordeste”, destaca.

Programação:

-15 de agosto

08:00- 9:45 – MESADEABERTURA REGIONAL :A Arte no currículo: Questões de
Formação Docente e Políticas Públicas. Exibição pelo canal do youtube AMAEMA.
Dr.Arão Parananguá/PI/MA( Mediador)
Dra. FabianaVidal/ PE
Dr. LúizRicardo/PR
Me. Thaís deBrito/MA
Dr.JefersonAlves/RN

-17 de agosto

8:00 – 8:30 -ABERTURA- Piauí/Credenciamento.
Local: Pátio da Escola Técnica de Teatro Professor José Gomes
Campos
8:3o – 10:30 – COMUNICAÇÕES CIENTÍFICAS/ RELATOS DE EXPERIÊNCIAS.
Formato RODA DE CONVERSAS( Por eixos e áreas )
Local: Salas da Escola Gomes Campos
Comissão Científica/PI
Prof.Dr.Roberto Freitas-Dança
Prof. Me.Raquel Rocha- UFPI-Artes Visuais
Prof. MeRodrigo Alves de Melo- IFPI- Música
Prof. Especialista Jesus Viana- Secult/RPV

10:30- 12:30 – OFICINAS EWORKSHOPS( Teatro, Dança,
Musica)
Local: Salas da Escola Gomes Campos
“Práticas Teatrais no Ambiente Educacional”
Professora Aretha Sammia
Público Alvo: Estudantes e Estagiários de Teatro
“Danças Livres”
Professor Leo Barbosa
Público Alvo : Adolescentes e Adultos
“Expressão Corporal”
Professora Lyvia Moura
Público Alvo: Estudantes de Artes Cênicas ,Atores, Bailarinos,
Modelos, Cantores e Circenses.
“Produção Cultural”
Professor Aci Campelo
“Processos Criativos dos Fanzines:
Da Marginalidade à Sala de Aula”
Professora Ioneide santos Nascimento
Público Alvo: Professores e Estudantes( Ensino Médio e Superior)
“Corpo, Voz e Performance Musical”
Professora Andressa Pierote
Público Alvo: A partir de 13 anos

19:30– LIVE MOSTRA DE ARTE- EDUCADORES E ARTISTAS
EDUCADORESDO PIAUÍ.
Local: Theatro 4 de Setembro
PROCESSO DE CRIAÇÃO DOSARTE-EDUCADORES
Apresentadores :Débora Santos e Junior Marks

TEATRO-Aretha Sammia Mourão -” Flict´s “- Ziraldo
( Grupo de Teatro da APAE)
TEATRO-Moises Chaves – “Santo Inquérito”
( Grupo De Teatro da UESPI)
TEATRO- Marina Marques – ” Tribo do Tempo”-Ari Veras
(Escola Técnica de Teatro Gomes Campos)
TEATRO- Claudia Amorim- “Lenços e Ventos e outras Histórias”
( Grupo Experimental de Montagem da Escola Técnica de Teatro
Gomes Campos)
TEATRO- Tcheska Valetim- “Paraneia”-Afonso Nilson
( Escola Técnica de Teatro Gomes Campos)
DANÇA-Lyvia Moura- Performance :”Desiludidos”
DANÇA-Dedé- “#Provoca”
( Escola Técnica de Teatro Gomes Campos)

Performance -Alunos da UFPI
DANÇA-Elizabeth Báttali- Performance: “Cinco Mil e Catorze”
(Secult/NAIDIRCEU)
CANTO/MÚSICA- Claudia Simone
( Secult/CEC/Escola Técnica de Teatro Gomes Campos)
CANTO/MÚSICA-Abdala e Johnny Ricky- “Sonhos”- Peninha
( Escola Técnica de Teatro Gomes Campos)
CANTO/MÚSICA-Katia Goldinho e Marlon- “O amor vem pra cada um ” e
“Ilusão(Zizi Possi/Katia Goldinho ) –
( Escola Técnica de Teatro Gomes Campos)
CANTO/MUSICA-VagnerRibeiro- Pe. Mestre Ibiapina ” O Profeta do
Baião do Piauí” (CEC)

Transmissão : Tv garrincha

-18 de agosto

18: 00-19:00 -INAUGURAÇÃO : SALADE LEITURAS
INTERATIVAS/BIBLIOTECA- TARCÍSO PRADO
Local: Escola Técnica de Teatro Professor José Gomes Campos
Espetáculo ” Sociedade dos Poetas Trágicos”
-Baseado no Livro de Zózimo Tavares Com dramaturgia e direção de Aci Campelo .
Realização A&C Promoções Culturais.

19:30 -20:30 – MESADE ENCERRAMENTO:A Arte no currículo: Questões
de Formação Docente e Políticas Públicas( Conclusões e Proposições).
Exibição pelo canal do youtube AMAEMA.
“O Sol há de brilhar mais uma vez:
A arte no currículo,(e) eterno movimento”:
Formação de Professores e Mercado de Trabalho em Artes.
Rafaela Cristina/MA
Rafella Mélo/PE
Covidado( Mediador)
Augustoneto/PI
Adeilza Gomes/RN
LilianeAlves/PR

PARA MAIS INFORMAÇÕES:
https://escoladeteatrogc.wixsite.com/teatro
(86)3029-1745

UESPI promove o I Seminário Interdisciplinar em Sociedade e Cultura e Seminário Internacional Independências dos Brasis

Por Giovana Andrade

O I Seminário Interdisciplinar em Sociedade e Cultura e o Seminário Internacional Independências dos Brasis serão realizados nos dias 10, 11 e 12 de agosto de 2022 em Teresina-PI. Os eventos simultâneos ocorrem de forma semipresencial, sendo as conferências e mesas redondas presenciais com transmissão pelo canal NEHST UESPI no Youtube e os simpósios temáticos, minicursos e oficinas de forma remota, via Google Meet, que ocorrerão no segundo e terceiro dia do evento.

Os seminários são uma iniciativa do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Sociedade e Cultura da Universidade Estadual do Piauí PPGSC/UESPI, do Centro de História da Universidade de Lisboa, do PPGHIST/UEMA, do PPHIST/UFPA e UFPI.

O objetivo é propor debates em torno do projeto de Independência dos Brasis, com ênfase nas questões relacionadas à construção de territórios e fronteiras regionais, as independências do mundo atlântico, portuguesa, espanhola e francesa, escravização e liberdade. Os artigos apresentados nas Comunicações Orais serão publicados posteriormente em um Ebook.

O acontecimento estará integrado ao Calendário de Comemoração do Trincentésimo aniversário da Capitania do Piauí e Duocentenário da Adesão do Piauí à Independência do Brasil.

O prof. Me. Daniel Solon , que também é um dos organizadores do seminário, relata que o evento visa discutir não apenas os 200 anos de independência do Brasil, mas ampliar a discursão a partir de diversos olhares e temporalidades. “A ideia é fazer com que o Brasil de ontem e hoje sejam colocados em debate, a partir de pesquisas que extrapolam diversas fronteiras”, destaca.

As mesas-redondas e conferências acontecerão no Teatro Torquato Neto (Centro Cultural Clube dos Diários): Rua Álvaro Mendes, 1270, Centro (Sul), Teresina-PI.

Confira a programação:

– 10 de Agosto, Quarta-feira:

8h30 – Mesa de Abertura

Palavras Iniciais da Comissão Organizadora

Eixo 1: Províncias do Norte: Territórios e Fronteiras

9h00 – Mesa I: Capitanias e Províncias do Norte: territórios e fronteiras

Helidacy Maria Muniz Corrêa (PPGHIST/UEMA)

Mairton Celestino da Silva (UFPI)

Rafael Chambouleyron (PPHIST/UFPA)

11h00 – Palestra

“O ‘Burlamaquismo’: a suspensão de D. José Tomás de Meneses e a extinção do Estado do Maranhão e Piauí”

Fabiano Vilaça dos Santos (PPGH/UERJ)

Eixo 2: “Independências”, Mundo Atlântico e suas reflexões nas Américas

15h00 – Mesa II: “Independências”, Mundo Atlântico e suas reflexões nas Américas

Marcelo Cheche Galves (PPGHIST/UEMA)

Adilson Junior Ishihara Brito (ProfHistória/UFPA)

Marcelo de Sousa Neto (ProfHistória/UESPI)

Alcebíades Costa Filho (PPGSC/UESPI) 

17h00 – Coffee Break

18h00 – Conferência de Abertura

“O território do Brasil na Independência”

María Verónica Secreto de Ferreras (PPGH/UFF)

– 11 de Agosto, Quinta-feira

8h00 às 12h00 – Simpósios Temáticos (Google Meet)

Todos os Simpósios Temáticos.

Eixo 3: Escravidão e Liberdade: experiências dos Brasis

14h00 – Mesa III: Escravidão e Pós-abolição: experiências dos Brasis

Cláudia Cristina Azeredo Atallah (UFF, PPGHS/UERJ)

Francisca Raquel da Costa (ProfEPT/IFPI)

Solimar Oliveira Lima (UFPI)

15h30 – Mesa IV: Literatura e Cultura Afro-brasileira e Indígena

Assunção de Maria Sousa e Silva (PPGSC/UESPI)

Graça Graúna (UPE)

Tatiana Raquel Reis Silva (PPGHIST/UEMA)

17h00 – Lançamento de Livros

18h00 – Conferência

“Entre o global e o global: futuros possíveis no Atlântico luso-brasileiro em 1820-1823”

José Manuel Damião Soares Rodrigues (Centro de História / Universidade de Lisboa)

– 12 de Agosto, Sexta-Feira

8h00 às 12h00 – Simpósios Temáticos (Google Meet)

8h00 às 12h00 – Minicursos/Oficinas (Google Meet)

Todos os Minicursos/Oficinas.

Eixo 4: Terra e Liberdade: as experiências históricas no Norte e Nordeste do Brasil

14h00 – Mesa V: Terra e Liberdade: as experiências históricas no Norte e Nordeste do Brasil

Antônio Alexandre Isídio Cardoso (UFMA, PPGSC/UESPI)

Francivaldo Alves Nunes (PPHIST/UFPA)

Marcelo Domingos Sampaio Carneiro (DESOC/CCH/UFMA)

Márcia Milena Galdez Ferreira (PPGHIST/UEMA)

15h30 – Mesa VI: Povos indígenas: experiências nos Brasis

Carmen Lúcia Silva Lima (PPGANT/UFPI)

João Paulo Peixoto Costa (IFPI, ProfHistória/UESPI)

Soraia Sales Dornelles (PPGHIST/UFMA)

17h00 – Apresentação Cultural

18h00 – Conferência de Encerramento:

“Independências: entre revolução e reação”

Francisco Carlos Teixeira da Silva (UFRJ/UFJF)

 

Seminário Internacional Independências dos Brasis e I Seminário Interdisciplinar em Sociedade e Cultura

Por Leonardo Dias

Acontece nos dias 10, 11 e 12 de agosto o Seminário Internacional Independências dos Brasis e o I Seminário Interdisciplinar em Sociedade e Cultura realizado pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI), PPGSC/UESPI, do Centro de História da Universidade de Lisboa, do PPGHIST/UEMA, do PPHIST/UFPA e UFPI, na cidade de Teresina, na modalidade semipresencia.

As conferências e mesas redondas serão presenciais com transmissão pelo Youtube e os simpósios temáticos de forma remota, via Google Meet, que ocorrerão no segundo e terceiro dia do evento. Os artigos apresentados nas Comunicações Orais serão publicados posteriormente em um Ebook.

Participaram profissionais de diversas áreas de conhecimento como História, Sociologia e Literatura, onde iram se reunir durante os dois primeiros dias e abordarão o tema do bicentenário da Independência do Brasil sob diferentes aspectos e com olhar atento para as construções do Brasil, questões políticas, culturais.

O objetivo do Seminário é propor debates em torno do projeto de Independência dos Brasis, com ênfase nas questões relacionadas à construção de territórios e fronteiras regionais, as independências do mundo atlântico, portuguesa, espanhola e francesa, escravização e liberdade.

O evento estará integrado ao Calendário de Comemoração do Trincentésimo aniversário da Capitania do Piauí e Duocentenário da Adesão do Piauí à Independência do Brasil.

A professora Cristiana Costa, que também é uma das organizadores do evento, relata que existirá dentro dos debates uma interface entre o passado e o presente  com relação ao próprio Brasil, com discursos que iram responder questões urgentes da própria historia, principalmente como foram relatados documentadamente e definidos enquanto nação.

“Em termos práticos o Seminário ele nos coloca desafios para pensar sobre o Brasil, entre o passado histórico caminhando para o processo de independência como também a contemporaneidade, é um evento que possibilitara esse debate amplo que contempla investigações sobre o passado, mais também sobre o presente e que nos aponte obviamente uma discursão sobre o caminho da sociedade. Existirá simpósios que retrataram o passado escravocrata do presente que submete homens livres a condição de trabalho degradante ou escravo, racismo, fronteiras e dos sertões”, explica.

Programação

10 de Agosto

Mesa de Abertura

  • Eixo 1: Províncias do Norte: Territórios e Fronteiras

Mesa I: Capitanias e Províncias do Norte: territórios e fronteiras

Conferência I – Tema: Câmaras Municipais

  • Eixo 2: “Independências”, Mundo Atlântico e suas reflexões nas Américas

Mesa II: “Independências”, Mundo Atlântico e suas reflexões nas Américas

Conferência de Abertura “Independências na América Latina”

11 de Agosto

  • Eixo 3: Escravidão e Liberdade: experiências dos Brasis

Mesa III: Escravidão e Pós-abolição: experiências dos Brasis

Mesa IV: Literatura e Cultura Afro-brasileira e Indígena

Simpósios Temáticos (Google Meet)

Conferência II – Clément Thibaud (École des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris)

12 de Agosto

  • Eixo 4:

Mesa V: Terra e Liberdade: as experiências históricas no Norte e Nordeste do Brasil

Mesa VI:

Simpósios Temáticos (Google Meet)

Conferência de Encerramento (a definir)

Apresentação Cultural

Inscrições

Estão abertas as inscrições para os Simpósios temáticos. Serão ofertados 17 STs em diversas áreas.

Para se escrever basta preencher o formulário disponibilizado pela coordenação do evento no Site PPG Sociedade e Cultura.

Mais informações enviar sua duvida para o e-mail da coordenação: nhst@prop.uespi.br