Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h-1

3° dia do XXII Simpósio de Produção Científica, XXI Seminário de Iniciação Científica e I Seminário de Inovação Tecnológica

Por Vitor Gaspar

Na manhã desta sexta-feira (11), aconteceu o 3º dia de atividades dos eventos integrados XXII Simpósio de Produção Científica, XXI Seminário de Iniciação Científica e I Seminário de Inovação Tecnológica, no auditório da Faculdade de Ciências Médicas (FACIME) da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) com transmissão ao vivo pelo canal da instituição no Youtube.

Público no auditório da FACIME/ Foto: Anny Santos

Na primeira parte do encontro houve uma palestra com o tema “Reflexões sobre a prática de escrita no contexto da iniciação científica”, com a participação da Profa. Dra. Bárbara Melo, diretora do Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (NUCEPE), a docente agradece a participação e ressalva a importância das práticas de escrita e leitura no ambiente acadêmico.

“No contexto da iniciação científica, que acredito que tenhamos um número significativo de alunos envolvidos, percebo a angústia e a dificuldade deles na hora de produzirem o relatório final. Ele é um texto produzido de forma mais restrita e que circula apenas dentro do contexto do sistema da Universidade, e alguém já se preocupou em ensinar como se escreve o relatório final?”, indaga a professora.

Palestra da Professora Bárbara Melo/ Foto: Anny Santos

A palestra sobre Bits e Neurônios: Conexões que afetam o nosso mundo foi ministrada pelo Prof. Dr. Thiago Assunção. Ele comenta que essa palestra foi idealizada em função de uma virada de chave do pesquisador. “Às vezes você começa pesquisando uma coisa e chega o tempo que você simplesmente muda e se apaixona por outro segmento. Nesse sentido eu venho fazendo um trabalho sobre como manifestam as causas materiais dos nossos comportamentos de consumo”, encerra.

Palestra do Professor Thiago Assunção/ Foto: Anny Santos

O encontro desta manhã marcou o encerramento do evento, organizado pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação (PROP) e contemplou as áreas do conhecimento de Ciências Humanas, Linguística, Letras e Artes, além de Ciências Sociais Aplicadas.

Para falar sobre Oportunidades de Internacionalização na Pesquisa e Inovação Tecnológica na UESPI.  O Professor do Curso de Jornalismo e Diretor de Relações Internacionais da Instituição, Prof. Dr. Orlando Berti explicou o que é internacionalização, os seus desafios, as vantagens e perspectivas. “Falar de internacionalização não significa somente você sair, pode ser também quando você traz essas pessoas com outras visões e outras perspectivas, quando a gente abre intercâmbios para que colegas possam intercambiar com vocês”, explica.

Palestra do Professor Orlando Berti / Foto: Anny Santos

Apresentações de pesquisas

Dentre as apresentações de pesquisas enquadradas na área do conhecimento do dia, tivemos estava o projeto “Rede Piauí sem Covid” após a segunda onda da pandemia. O trabalho é um estudo quantitativo dos impactos no Instagram em tentar conscientizar e refletir sobre a Covid-19, produzida pela aluna do 5º bloco do curso de Jornalismo Maria Clara Guimarães e orientada pelo Prof. Dr. Orlando Berti, a estudante conta que sua pesquisa foca na repercussão na rede social Instagram durante a 2ª onda da Covid.

“O meu artigo fala sobre o impacto da rede, entrando em um contexto geral do Instagram como uma fonte de combate à desinformação durante a pandemia, principalmente voltada a Rede Piauí sem Covid. Além disso, também temos uma parte que trata sobre fake news, vimos também que houve muita intolerância nos próprios comentários da página, ou seja, fizemos uma análise por completa, onde percebemos também que quando a Covid estava em alta a própria rede estava em alta”, explica a jornalista.

A estudante de Jornalismo e bolsista do PIBIC, Maria Clara Guimarães

A aluna de Licenciatura Plena em Pedagogia, do 8º Bloco, Lizane da Silva, esteve com uma pesquisa sobre o desenvolvimento da capoeira em Teresina. A pesquisa consiste em evidenciar sobre como começou a história social da capoeira na cidade de Teresina. Ela comenta que a fonte de pesquisa é o Instagram de um mestre de capoeira que  fez uma sequência de post sobre as primeiras rodas de capoeira na cidade de Teresina nos anos de 1980 até 1999.

“A importância da nossa pesquisa para produção científica se consolida por buscar novas formas de estudo dentro da academia e nos atentar para a história social dos sujeitos culturais da nossa cidade, nos atentando as suas memórias e vivências. Na minha formação enquanto estudante de pedagogia, estudar um assunto como a Capoeira, serve para consolidar ainda mais a necessidade de expansão sobre assuntos diversos que podemos englobar dentro da educação. Capoeira é uma formação cultural e história de um povo que lutou e luta muito no Brasil. Não é apenas uma dança, é uma representação e ação pedagógica nas rodas e nas ruas”, encerra a estudante.

Segundo dia do XXII Simpósio de Produção Científica, o XXI Seminário de Iniciação Científica e o I seminário de Inovação Tecnológica

Por Giovana Andrade

Nesta quinta-feira (10), o XXII Simpósio de Produção Científica, o XXI Seminário de Iniciação Científica e o I seminário de Inovação Tecnológica continuou suas atividades com a apresentação de projetos nas áreas da Ciências da saúde, Ciências biológicas e Multidisciplinar. O evento que começou na quarta-feira (09) conta com programações hibridas: palestras, apresentações de pôsteres e de vídeo-pôsteres. Neste ano, cerca de 750 pessoas realizaram a inscrição.

O SPC, SIC e SIT tem como objetivo divulgar as pesquisas científicas desenvolvidas na UESPI através do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI); bem como proporcionar a iniciação do discente na participação de eventos científicos, bem como promover a socialização de pesquisas de estudantes, professores e profissionais de outras IES.

Segundo o Pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP), Prof. Dr. Rauirys Alencar, o segundo dia do evento contou com palestra, mesa redonda e apresentações de projetos dos discentes. “Hoje teremos palestra com o professor Helano Diógenes falando sobre o tema Propriedade Intelectual, Inovação e Empreendedorismo e Mesa redonda falando sobre Empreender na Universidade: caso do projeto NUFPERPI,  serão momentos enriquecedores para a formação a acadêmica dos alunos”.

Palestrante Helano Diógenes

O evento está sendo transmitido no canal da UESPI Oficial, confira:

Participação dos discentes

Além das apresentações, o encontro também oportuniza a publicização dos trabalhos dos alunos. Ícaro Emanoel, discente do terceiro bloco de Medicina, destaca que seu projeto de pesquisa teve como tema: A potencialização do número de casos de herpes zóster durante a pandemia. A doença popularmente conhecida como “cobreiro” trás grandes prejuízos neurológicos se não for tratada com urgência e com a pandemia que afetou o sistema imunológico a doença aumentou o número de casos.

“O principal alvo da doença é a população idosa e aqui no Brasil estamos com um aumento no envelhecimento populacional, mas para além disso é valido destacar que devido a Covid-19 muitos jovens também foram afetados por conta da baixa imunidade que o vírus causou. Então é importante ficar atento em relação a herpes zóster e os prejuízos que ela pode causar”.

Ele destacou ainda que o evento trás grandes oportunidade de passar e adquirir conhecimentos que contribuem ricamente para sua formação acadêmica

” É uma oportunidade de mostrar o meu trabalho não somente para pessoas estão ligadas a saúde mas , também, para a população em geral dos outros cursos e comunidade adjacente, pra que elas possam ter conhecimento desse  tipo de conteúdo que é uma coisa que não deve ser dissociado”.

Discente Ícaro Emanuel

Juliana Sousa, aluna do nono período do curso de Enfermagem, destaca seu projeto “Dificuldades no enfretamento da Hanseníase no tratamento e pós alta” que tem como objetivo elencar essas dificuldades tanto para tratamento e pós alta, além de levantar o pedido epidemiológico.

“Esse é meu terceiro ano participando do evento e é sempre um prazer poder compartilhar meus projetos e também poder contemplar as demais apresentações, pois me ajuda refletir e ampliar ainda mais a rede de conhecimento. Além da oportunidade de conhecer novas pessoas e ficar por dentro das pesquisas que estão sendo feitas na universidade”.

Ela finaliza ressaltando das pesquisas estarem avançando, a hanseníase ainda é uma doença negligenciada e assola majoritariamente pessoas de perfil sociodemográfico mais baixo.

“Eu a minha orientadora prof. Sandra Mariana pensamos em realizar a pesquisa para servir como embasamento, inclusive para realização de políticas públicas que agilizem o diagnóstico e tratamento da patologia, minimizando a ocorrência de sequelas e incapacidades”.

Discente Juliana Sousa

 Alexia Dayene e Jardel Gomes, discentes do quinto bloco de Fisioterapia, irão apresentar seus trabalhos hoje a tarde com os temas: O cuidado de si no processo de envelhecimento e Analise comparativa do sono de acadêmicos de fisioterapia antes e durante o distanciamento social, respectivamente.

“Este é o nosso primeiro ano participando do evento, e esta sendo um momento muito especial em nossas formações, pois estamos tendo a oportunidade de mostrar nossas pesquisas para outras pessoas, além de conhecer a dos outros alunos.”

Discentes de Fisioterapia Alexia Dayene e Jardel Gomes

Luís Fernando, discente do nono período de Enfermagem, expõe a pesquisa: ” O panorama das internações que ocorreram por Diabetes Mellitus na região nordeste, uma doença crônica de aspecto pandêmico no Brasil e no Mundo. “ que tem como foco avaliar essas internações quanto a distribuição entre os estados, analisar aspectos epidemiológicos com a incidência e prevalência,  as mortes por tratamento e os valores repassados aos estados.

” O desenvolvimento desse projeto teve como finalidade responder questões anteriormente realizadas após a finalização do meu primeiro projeto de Pesquisa, desenvolvido através do ciclo 2021-2022 do programa de Bolsas de Iniciação Científica da universidade. É meu terceiro ano participando do evento e tem sido um importante alicerce no aprofundamento dos meus conhecimentos na graduação, em especial no pensar científico, desde a identificação de problemas atuais, a compreensão de eventos e na busca de intervenções para os mesmos”.

Discente Luís Fernando

Amanhã as atividades continuam e a programação contempla debates e discussões importantes sobre Ciências Humanas, Linguística, Letras e Artes e Ciências Sociais Aplicadas. 

Professores participam de palestra sobre Inovação e Tecnologia no auditório da FACIME

Por Vitor Gaspar

Professores da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) irão  participar de uma palestra intitulada de “Inovação na Universidade: cases de sucesso”, no dia 09/11 de 15h30 às 16h30, no Auditório do Centro de Ciências da Saúde (CCS) – FACIME, em Teresina.

A palestra acontece dentro do XXII Simpósio de Produção Científica, o XXI Seminário de Iniciação Científica e o I seminário de Inovação Tecnológica, que irá reunir docentes da UESPI para uma debate quanto as pesquisas e questões voltadas a inovação e empreendedorismo.

Case sobre registro de patente

O Vice-Reitor da UESPI, Prof. Dr Jesus Abreu, destaca que a UESPI procura sempre dar o incentivo necessário aos seus pesquisadores. Sobre o registro de patentes, o Prof. Jesus explica o esclarecimento sobre o tema é fundamental.

“O registro de patente se configura como uma busca que precisa ser o mais próximo possível de cada atividade profissional e diária, essa é uma atividade simples, diferente do que muitas pessoas acreditam. Vou apresentar a minha experiência, pois nós já ganhamos prêmios em Congresso Internacional de patentes, que foi justamente na descoberta de um aparelho em minha atividade cotidiana dentro da minha especialidade de cirurgia vascular”.

Case sobre transferência de tecnologia

Para falar sobre o case transferência de tecnologia, a Prof. Dra. Artemaria Andrade vai trazer uma apresentação de um trabalho desenvolvido juntamente com o Prof. Dr. Constantino sobre um documento da Engenharia, que funciona como um contrato de responsabilidade. Ela  ressalta  que existe, no Brasil, um grande problema do preenchimento equivocado desse documento, nascendo assim uma parceria com o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA).

“Nós verificamos junto a um ex-aluno nosso, que era funcionário do CREA, que detectou que algo em torno de 30% desses documentos não estavam preenchidos corretamente e, a partir disso, ele teve uma ideia de aplicar isso dentro das Universidades para que os alunos saiam de seus cursos sabendo preencher essa ARTs. É muito importante para a gente estar ajudando a colocar profissionais para atuar com esse sistema, antecipando um pouco as ações do profissional para a academia, além de permite a minimização dessas falhas”, encerra a professora.

Estes eventos têm como foco principal divulgar os resultados das pesquisas e inovações desenvolvidas pelos docentes, discentes e técnicos da UESPI vinculados ao Programa de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI), além de proporcionar a iniciação do discente na participação de eventos científicos, bem como promover a socialização de pesquisas de estudantes, professores e profissionais de outras IES.

Case sobre SourceTech Química & LTDA

O Prof. Dr. Francisco das Chagas está selecionado a falar sobre o convênio com a SourceTech Química & LTDA. Ele conta que essa parceria surgiu no início de 2021, quando o grupo de pesquisa de química quântica computacional e planejamento de fármaco da UESPI apresentou dois artigos científicos publicados sobre a Covid-19.

“Encontramos moléculas em substâncias nativas do Piauí e fizemos o teste para saber se as moléculas poderiam ou não inibir o vírus da Covid, no caso com as moléculas do Buriti e do Jaborandi. No primeiro trabalho, identificamos quatro moléculas com esse potencial e, no segundo trabalho, identificamos três com potencial para inibir o vírus, ou seja, imobilizar e impedir que ele penetre na barreira celular, reproduza, estoure a célula e contamine o indíviduo”, finaliza o Professor.

SAIBA COMO PARTICIPAR DO EVENTO

PROP: divulga a lista dos trabalhos e outras orientações para os eventos científicos

A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP) da Universidade Estadual do Piauí (UESPI)  divulga a relação dos trabalhos que farão as apresentações no XXII Simpósio de Produção Científica, o XXI Seminário de Iniciação Científica e o I seminário de Inovação Tecnológica.

Os eventos serão realizados nos dias 09  a 11 de novembro no auditório do Centro de Ciências da Saúde (CCS) e também de forma remota pelo canal do YouTube da Uespi Oficial.

PROGRAMAÇÃO_SIC_SPC_SIT_2022_VF

De acordo com o Prof. Dr. Gustavo Gusmão, Diretor de Pesquisa da PROP, os trabalhos que serão presenteadas na modalidade das Comunicações Orais devem observar algumas orientações. O Diretor explica também que os discentes que são dos campi de Teresina, (Torquato Neto, Clóvis Moura e CCS) e que irão apresentar na modalidade de pôster “farão de forma presencial, enquanto aqueles que são de outras unidades da UESPI farão por meio de video-pôster. Estes devem entrar no dia e horário no Google Meet para responderem aos questionamentos de alguma avaliador. Quem vai fazer por Comunicação Oral, de acordo com o Edital, tinha que ser presencialmente, mas em virtude de alguns trabalhos serem de campi fora de Teresina, então a Comissão optou por ser por vídeo conferência”.
COMUNICAÇÃO ORAL SIC_ORIENTAÇÕES

Trabalhos_Orais_e _Poster_SIC_SPC_SIT

 

PROP realizou bate-papo para tirar dúvidas sobre Simpósio de Produção Científica e Seminário de Iniciação Científica

Por Giovana Andrade

A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP) da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) promoveu um bate-papo, nesta quinta-feira (27). O objetivo foi tirar todas as dúvidas sobre os eventos concomitantes XXII Simpósio de Produção Científica, o XXI Seminário de Iniciação Científica e o I seminário de Inovação Tecnológica. A conversa está disponível no canal do Youtube UespiOficial

O Pró-reitor da PROP, Prof. Rauirys Alencar, destaca que estes eventos têm como foco principal divulgar os resultados das pesquisas e inovações desenvolvidas pelos docentes, discentes e técnicos da UESPI, vinculados ao Programa de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI), além de proporcionar a iniciação do discente na participação de eventos científicos, bem como promover a socialização de pesquisas de estudantes, professores e profissionais de outras IES.

” Esse ano, teremos três eventos em um, com a temática voltada para inovação da tecnologia. Tema esse que a PROP está sensível em estimular dentro da Universidade, para que juntos possamos desenvolver pesquisas aplicadas, pesquisas voltadas a resolver problemas e gerar produtos. Produtos esses que vão além de uma publicação em uma revista, mas que gere uma nova tecnologia, para que beneficie a toda comunidade”.

Na ocasião, o Diretor de Pesquisa, prof. Gustavo Gusmão, também esteve presente tirando dúvidas sobre as inscrições e prorrogações de prazos.

” Os discentes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBIC/PIBITI) terão suas inscrições efetuadas automaticamente (gratuitamente). E para participar do XXII Simpósio de Produção Científica e o I Seminário de Inovação Tecnológica é preciso acessar o site oficial do evento para realizar a matricula que teve o prazo prorrogado até o dia 31 de outubro (segunda-feira)”.

Inscrições:

inscrições para o XXII Simpósio de Produção Científica e no I Seminário de Inovação seguem até 31 de outubro, exclusivamente no site do evento.

Inscrições para Ouvintes : até 05 de novembro, através do site do evento.

Inscrições para o XXI Seminário de Iniciação Científica: Os discentes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBIC/PIBITI) terão suas inscrições efetuadas automaticamente (gratuitamente), ao enviar o relatório final, referente ao PIBIC 2021-2022 no Sistema de Gerenciamento de Projetos de Pesquisa da UESPI– SIGPROP.

Confira o edital completo:

https://uespi.br/wp-content/uploads/2022/10/Edital-SICSPCSIT_2022_.pdf

Uespi realiza o XXII Simpósio de Produção Científica, o XXI Seminário de Iniciação Científica e o I seminário de Inovação Tecnológica

Por Giovana Andrade

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI), organiza o XXII Simpósio de Produção Científica, o XXI Seminário de Iniciação Científica e o I seminário de Inovação Tecnológica. O evento acontece nos dias 09 a 11 de novembro de 2022 de forma hibrida e será transmitido pelo canal oficial da UESPI no YouTube . 

Ação têm como foco principal divulgar os resultados das pesquisas e inovações desenvolvidas pelos docentes, discentes e técnicos da UESPI, vinculados ao Programa de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI), além de proporcionar a iniciação do discente na participação de eventos científicos, bem como promover a socialização de pesquisas de estudantes, professores e profissionais de outras IES.

O coordenador do evento e Diretor do Departamento de Pesquisa da PROP, Prof. Gustavo Gusmão, ressalta que esse evento é o maior da UESPI ligado à pesquisa e tem como principal objetivo dar visibilidade aos resultados obtidos pelas pesquisas ligadas ao Programa de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI).

O evento vai conceder certificado de participação de 40 horas para aqueles que obtiverem frequência igual ou superior a 75% nas atividades.

O local será divulgado em breve no site oficial do evento.

Inscrições:

inscrições para o XXII Simpósio de Produção Científica e no I Seminário de Inovação seguem até 21 de outubro, exclusivamente no site do evento.

Inscrições para Ouvintes : até 05 de novembro, através do site do evento.

Inscrições para o XXI Seminário de Iniciação Científica: Os discentes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBIC/PIBITI) terão suas inscrições efetuadas automaticamente (gratuitamente), ao enviar o relatório final, referente ao PIBIC 2021-2022 no Sistema de Gerenciamento de Projetos de Pesquisa da UESPI– SIGPROP.

Confira o edital completo:

https://uespi.br/wp-content/uploads/2022/10/Edital-SICSPCSIT_2022_.pdf

XXII Simpósio de Produção Científica e XXI Seminário de Iniciação Científica

A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Estadual do Piauí torna pública a abertura de inscrições para participação no XXII Simpósio de Produção Científica e XXI Seminário de Iniciação Científica, que serão realizados de 09 a 11 de novembro de 2022.
Neste ano, as atividades do XXII Simpósio de Produção Científica do XXI Seminário de Iniciação Científica e do I seminário de Inovação Tecnológica ocorrerão no formato híbrido.

As palestras presenciais também serão transmitidas pelo canal do YouTube da Universidade Estadual do Piauí.

OBJETIVO

Estes eventos têm como foco principal divulgar os resultados das pesquisas e inovações desenvolvidas pelos docentes, discentes e técnicos da UESPI, vinculados ao Programa de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI).

Confira mais informações no documento abaixo:

Edital SIC&SPC&SIT_2022_

Alunos e egressos de enfermagem participam do VI Simpósio Brasileiro de Estomoterapia Norte-Nordeste

Por Giovana Andrade

Alunos, egressos e coordenadora da Especialização em Estomaterapia da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), participaram do VI Simpósio Brasileiro de Estomoterapia Norte-Nordeste, realizado no Gran Hotel Stella Maris, em Salvador nos dia 24 a 26 de setembro.

O Simpósio Brasileiro de Estomaterapia Norte-Nordeste é um evento anual, com duração de 2 dias, que acontece na região norte-nordeste com o objetivo de difundir o conhecimento na área de estomias, feridas, incontinências para profissionais de saúde de diferentes regiões do país. O tema central desse ano foi empreendedorismo na estomoterapia.

A coordenadora de Pós-graduação em estomoterapia ,Prof. Dra. Sandra Marina, destaca que foi um encontro de 30 anos da Sociedade Brasileira de Estomoterapia (SOBEST), da qual é membro da diretoria.

” No evento participaram em torno de 29 alunos da UESPI alguns de forma presencial e outros no formato online, pois o evento era hibrido. Esse encontro é de grande importância pois trata das novas tecnologias e nós que trabalhamos prestando assistência precisamos sempre está por dentro. Além disso é fundamental para os alunos essa integração com os pesquisadores de renomes nacionais”.

Comemoração dos 30 anos

Diretoria da Associação Brasileira de Estomaterapia (SOBEST)

Ela ainda ressalta um momento histórico no evento. ” Antigamente tínhamos 15 seções na sociedade e era uma meta antiga que nós tivéssemos a seção Piauí. O pré- requisito pra se ter uma sessão Piauí é que a pessoa que fez a especialização seja titulada pela sociedade, até então eu era a única titulada,  e nesse ano com muito orgulho a nossa egressa Raquel Santos foi titulada e conseguiu abrir a seção Piauí, com isso, teremos muitas atividades e  na próxima semana já vamos ter reunião para que tenhamos muitos eventos científicos e capacitações”.

Raquel Santos, egressa da primeira turma de Estomaterapia da UESPI, conta como foi o processo para conseguir o titulo. “Em julho de 2022, recebi presencialmente no Congresso Paulista de Estomaterapia. E agora em agosto reunimos os estomaterapeutas que tinham critérios para fazer a composição, enviamos a documentação solicitada para sede da SOBEST em São Paulo e no dia 25 de setembro foi a abertura da sessão e foi aprovada por unanimidade em assembleia. Eu fui eleita presidente da seção SOBEST PI juntamente com um time de egressos. Josiane Santos, Secretaria da seção, Elaine Carininy e Sheyla Gomes integrantes da Comissão cientifica “.

Egressa Raquel Santos

Edimária Carvalho, egressa também do curso de enfermagem, participou do evento e salienta que desde acadêmica foi estimulada pela professora e orientadora Sandra Marina a participar de eventos como esse.” O VI Simpósio de Estomaterapia que ocorreu em Salvador, foi um momento de muita agregação. No sentido de conhecer as últimas tecnologias disponíveis na área, conhecer pessoas de todos os estados e as grandes referências da especialidade no Brasil. Tive a oportunidade também de submeter meu trabalho de conclusão de curso, pra apresentação na modalidade e-pôster. Um momento único, que não tem preço”.

Edimária Carvalho ao lado da Professora Sandra Marina

Trabalho apresentado pela Edimária Carvalho e colegas

Juliana Nascimento, aluna do nono período de enfermagem, na oportunidade mandou seu trabalho pela orientadora para que fosse apresentado, o tema foi USO DA TERAPIA FOTODINÂMICA EM FERIDA COMPLEXA: estudo de caso.”O tema apresentado em nosso trabalho foi resultado de uma iniciação científica e esteve relacionado a terapia fotodinamica em uma ferida complexa atendida em um hospital público. Tratamento esse que foi super eficaz, visto que anteriormente a paciente tinha indicação de amputação e após a realização da terapia fotodinâmica e dos curativos a ferida cicatrizou”.

Trabalho feito por  Juliana Nascimento e colegas de turma

 

 

 

 

Campus Parnaíba: V Semana de História e o I Simpósio Regional do PROFHISTÓRIA acontece entre os dias 13/10 e 16/10

Por Vitor Manoel

O Curso de Mestrado Profissional em Ensino de História (PROFHISTÓRIA) e o Curso de Licenciatura Plena em História, da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), realizam a V Semana de História e o I Simpósio Regional do PROFHISTÓRIA da UESPI – Ensino de História e Direitos Humanos.

A ação acontece no campus Prof. Alexandre Alves de Oliveira em Parnaíba, entre os dias 13 e 16 de outubro, com o prazo final para o envio das propostas do minicurso até 31 de agosto. As inscrições já estão abertas e os interessados podem realizar se inscrever de forma on-line através do site do evento.

O tema central do encontro é voltado a reflexão das interfaces entre o ensino de história e os direitos humanos, ofertando uma discussão que envolva a comunidade acadêmica, os professores da Educação Básica e a comunidade externa. A finalidade das atividades é proporcionar a reflexão sobre como o ensino de história praticado na graduação e na pós-graduação pode fortalecer uma formação crítica, atualizada e consequente a cada discente dos respectivos cursos, particularmente ao fornecer novos horizontes relativos ao debate sobre ensino de história e direitos humanos em suas múltiplas interfaces.

O evento acontece de modo presencial, com conferências, mesas-redondas, grupos de trabalho, minicursos, atividades culturais, visitas técnicas, lançamentos de livros e autoavaliação junto aos alunos e professores. Para Danilo Bezerra, coordenador do ProfHistória da UESPI, o Simpósio oferta aos participantes uma formação crítica e atualizada relativa ao ensino de história e aos direitos humanos, de modo que esse saber possa ser instrumentalizado na vida cotidiana, na atuação em sala de aula e nas pesquisas acadêmicas.

“A importância dos temas debatidos vai ao encontro das demandas do tempo presente na medida em que os Direitos Humanos são um tema candente no debate social contemporâneo. Do mesmo modo, além de fornecer uma discussão qualificação para discentes em formação buscamos atrair um público maior e que está além dos muros da universidade. Nesse sentido, as discussões têm condições de percorrer caminhos diversos na sociedade piauiense: do discente em formação à professora que está em sala de aula; do professor que busca uma ampliação dos seus horizontes de conhecimento às lideranças sociais locais que têm empreendido um trabalho de longa data na defesa dos Direitos Humanos de população vulnerabilizadas”. finaliza.

Cronograma do evento:

Até 31/08: Envio das propostas de Minicursos (MC)

Até 10/09: Divulgação do resultado das avaliações das propostas de minicurso enviadas

Até 10/09: Inscrição e Envio dos trabalhos a serem apresentados nos GTs.

Até 25/09: Divulgação dos trabalhos aprovados e programação completa dos GTs.

Até 10/10: Inscrições nos minicursos

Até 13/10: Inscrições de ouvintes

Link para inscrições: https://www.even3.com.br/isrdpu2022/

PROFHISTÓRIA

O ProfHistória é um programa de pós-graduação stricto sensu reconhecido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) do Ministério da Educação (MEC), oferecimento em Rede Nacional. Liderado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o Programa tem como objetivo proporcionar formação continuada aos docentes de História da Educação Básica, com o objetivo de dar qualificação certificada para o exercício da profissão, contribuindo para a melhoria da qualidade do ensino.

X Congresso Internacional de Línguas e Literatura acontecerá nos dias 25,26 e 27 de agosto

Por Liane Cardoso

O Núcleo de Estudos hispânicos da Universidade Estadual do Piauí está promovendo o X Congresso Internacional de Línguas e Literatura, que abrange também o VI Colóquio do Núcleo de Estudos Hispânicos do CCHL – UESPI e o V Seminário de Prática Docente – Chão da Escola. O evento acontecerá de forma online nos dias 25, 26 e 27 de agosto.

O tema central deste ano é “Literatura & Linguística: Tendências em Pesquisa e Inovações no século XXI”. Essa abordagem tem como intuito reunir os principais cientistas acadêmicos, pesquisadores e estudantes, visando à troca de experiências e publicações de pesquisas em todos os aspectos da Literatura e Linguística.

Conheça o site do evento e saiba mais detalhes

Na solenidade de abertura o evento contará com a presença do Professor Dr. Alfredo Adolfo Cordiviola, da Universidade Federal de Pernambuco, e na conferência de encerramento estará presente a Profa. Dra. Carmen Elena Bastida Briceño, da Universidad Miguel Cervantes – Chile. Também acontecerão conferências, palestras, mesas-redondas, minicursos e apresentações de trabalhos científicos em simpósios temáticos.

As inscrições estão abertas e ficarão disponíveis até o dia 22 de agosto de 2021, através do endereço eletrônico: www.congressolinguas.com.br. As submissões de artigos científicos para Anais do congresso podem ser feitas até o dia 12 de julho de 2021 e as submissões para e-book podem ser enviadas até o dia 30 de julho de 2021.