Fonte: Ascom – Uespi

UESPI retoma reuniões com comissões locais do PDI

De 17 a 23 de agosto a Comissão do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), da Universidade Estadual do Piauí, retomou as reuniões virtuais com os representantes das comissões locais acerca do processo de elaboração do plano para o período de 2022-2026.

Reunião com represenntes dos territórios Entre Rios: campus Poeta Torquato Neto e Clóvis Moura

Reunião com represenntes dos territórios Entre Rios: campus Poeta Torquato Neto e Clóvis Moura

Nos encontros foram apresentados sugestões, dificuldades, críticas a respeito do PDI 2022-2026, além do calendário anual e definições para as próximas etapas. O material que está sendo discutido por representantes da comunidade acadêmica determina e revela o propósito organizacional em termos de valores, missão, objetivos, estratégias, metas e ações, delimita os domínios de atuação da Instituição e descreve as condições internas de resposta ao ambiente externo e a forma de modificá-las, com vistas ao fortalecimento da Instituição.

Segundo a coordenadora do PDI 2022-2026 e Pró-reitora Adjunta da Proplan, Joseane Leão, o objetivo das reuniões foi de levantar discussões para elaboração do plano com as comissões locais. “Debatemos as percepções das comissões acerca do processo de elaboração do PDI, as sugestões e metas. Assim como ideias de metas para colocarmos na elaboração do próximo PDI. Além disso, avaliamos o sistema que foi desenvolvido. Então, eles deram sugestões para melhorar o sistema em alguns aspectos, bem como outras dúvidas que eles tinham em relação a utilização, foram colocadas durante a reunião”, explicou.

Sistema

O documento que tem como fundamental pilar a participação de toda comunidade, é feito com o envolvimento de representantes dos 12 campi da UESPI presentes nas cidades de Bom Jesus, Campo Maior, Corrente, Floriano, Oeiras, Parnaíba, Piripiri, Picos, São Raimundo Nonato, Teresina e Uruçuí. Para gerir melhor os processos de forma on-line, um sistema de coleta de informações sobre o PDI será usado para que as comissões locais possam inserir os dados a respeito de cada campi. Esse sistema foi criado pelo Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (DTIC) da UESPI.

Comissões

As comissões locais são compostas por coordenadores, professores, alunos, técnicos administrativos e membros da sociedade civil.

Confira as comissões locais de cada território que participa das discussões do PDI 2022-2026:

-TERRITÓRIO ENTRE RIOS: Campus Poeta Torquato Neto, Campus Clóvis Moura.

– TERRITÓRIO PLANÍCIE LITORÂNEA: Campus: Professor Alexandre Alves de Oliveira em Parnaíba.

– TERRITÓRIO DOS COCAIS: Campus: Antônio Giovani Alves de Sousa em Piripiri.

– TERRITÓRIO DOS CARNAÚBAIS: Campus: Heróis do Jenipapo em Campo Maior – E Rio Marataoan em Barras.

– TERRITÓRIO VALE DO RIO GUARIBAS: Campus: Professor Barros Araújo em Picos – Piauí.

– TERRITÓRIO VALE DOS RIOS SAMBITO E CANINDÉ: Campus: Professor Possidônio Queiroz em Oeiras.

– TERRITÓRIO DOS RIOS PIAUÍ E ITAUEIRA: Campus: Doutora Josefina Demes em Floriano

– TERRITÓRIO SERRA DA CAPIVARA: Campus: Ariston Dias Lima em São Raimundo Nonato

– TERRITÓRIO TABULEIROS DO ALTO PARNAÍBA: Campus da UESPI em Uruçuí

– TERRITÓRIO CHAPADA DAS MANGABEIRAS: Campus: Dom José Vasquez Diaz em Bom Jesus e Campus Deputado Jesualdo Cavalcante em Corrente.

PREX divulga resultado final da seleção de estágio obrigatório do curso de Arquitetura e Urbanismo

A Universidade Estadual do Piauí, por meio da Pró-Reitoria de Extensão, Assuntos Estudantis e Comunitários – PREX e do Departamento de Assuntos Estudantis e Comunitários – DAEC, torna público o resultado final do Processo Seletivo para Estágio Não Obrigatório do Curso de Arquitetura e Urbanismo, para lotação no Departamento de Engenharia e Arquitetura, Campus Poeta Torquato Neto, Teresina – PI, conforme Edital PREX/DAEC nº 25/2021.

Confira:

resultado final DENG

Programa de Pós-graduação de Letras divulga edital para alunos especiais

A Coordenação Programa de Pós-graduação em Letras, da Universidade Estadual do Piauí – UESPI – PPGL/UESPI, comunica a abertura de inscrições para a seleção de alunos especiais para cursar disciplinas no segundo semestre letivo de 2021.

A seleção visa o preenchimento de até 04 (quatro) vagas para as disciplinas não obrigatórias ofertadas pelo curso na Área de Concentração: Literatura e Cultura e Linguagem e Cultura.

Podem candidatar-se profissionais portadores de diplomas de curso de graduação plena em áreas do conhecimento que tenham afinidade de interesse com o conteúdo do PPGL/UESPI, e que cumpram todas as exigências das disciplinas ofertadas.

Inscrições

As inscrições deverão ser enviadas para o e-mail do PPGL/UESPI mestradoemletras@prop.uespi.br, no período de 26 a 27 de agosto de 2021. O assunto do e-mail deve ser “INSCRIÇÃO ALUNO ESPECIAL”.

Os documentos para inscrição deverão ser enviados em PDF, arquivo único, obedecendo a seguinte sequência:
1- Formulário (Anexo 2);
2- Diploma de curso de graduação;
3- Histórico do curso de graduação;
2- Cópia de RG;
3- Cópia do CPF;
6 – Comprovante de Matrícula (para alunos matriculados em outros programas de Pósgraduação stricto sensu).

Cada candidato só pode solicitar inscrição para 1 (uma) disciplina.
Os documentos em vários arquivos separados NÃO serão avaliados.

Confira o edital e anexos:

Edital Aluno especial 2021.02 PPGL-UESPI

CFAF retorna de período letivo 2021.2 remoto

Colaboração: Paulo Ricardo/ Supervisão: Sammara Jericó

O Centro de Formação Antonino Freire (CFAF) está retornando o período letivo 2021.2 remoto a partir dessa segunda-feira (23), com cursos gratuitos nas áreas de Idiomas, Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, Informática e Tecnologias e Gestão Pedagógica e Administrativa.

Ao todo, são mais de 40 cursos gratuitos oferecidos pelo CFAF, destinados aos professores da educação básica, servidores públicos do Estado e comunidade em geral. Devido a pandemia da Covid-19, as aulas acontecerão de maneira remota assim como os demais eventos do semestre.

As matrículas para os cursos que ainda possuem vagas remanescentes podem ser realizadas através do Catálogo de Cursos de Eventos 2021.2. Os links para inscrição estão disponibilizados nas páginas dos cursos.

Confira abaixo o arquivo correspondente ao Catálogo de Cursos de Eventos 2021.2:

Catálogo

Alunas da UESPI apresentam pauta sobre a fome e conquistam o 13º Prêmio Jovem Jornalista

Por Liane Cardoso

Três estudantes do curso de Jornalismo da Universidade Estadual do Piauí, campus Torquato Neto, conquistaram o 13º Prêmio Jovem Jornalista – PPJ – Fernando Pacheco Jordão, do Instituto Vladimir Herzog. O PPJ é uma oportunidade para acadêmicos de jornalismo desenvolverem um trabalho prático desde a criação da pauta até a reportagem final. Amanda Bonfim, Mara Gislianne e Isabella Monteiro, discentes do 4º período, elaboraram uma pauta sobre “O rosto da fome“.

Amanda Bonfim revela que o tema da pauta foi escolhido pela relevância e foi elaborada de forma detalhada e extensa. “Nossa intenção é “dar um rosto” para a fome, mostrando a realidade de famílias que passam por dificuldades em mater refeições diárias, gerando um quadro de insegurança alimentar grave”, explicou Isabella Monteiro sobre o conteúdo da pauta classificada.

As pautas premiadas abordavam sobre a realidade da sociedade

Processo de produção

O primeiro passo para participar do seletivo era a produção de um texto escrito. Após a avaliação das redações, os inscritos seriam selecionados para a produção de um vídeo ou gravação de um Podcast sobre a temática escolhida. Como o resultado das produções escritas foram divulgadas na última sexta-feira (20), as estudantes da UESPI se preparam agora para a pŕoxima etapa – produção do vídeo-reportagem. “Dia 04 de setembro vamos ter um encontro virtual para pactuação e apresentação dos mentores, aonde receberemos as orientações básicas para o início dos trabalhos”, disse Mara Gislianne.

O professor Orlando Berti foi convidado para orientar as jovens discentes neste trabalho. Ele destaca que o trabalho delas está entre os 04 do nordeste que foram selecionados, o que reforça a competência do alunado da UESPI. “O prêmio representa a qualidade dos estudantes da UESPI. As alunas apresentaram boas ideias e obtiveram essa conquista através das experimentações jornalísticas. Isso demonstra a dedicação delas e também que estão atentas a realidade”, disse o docente.

Como irão iniciar o processo de produção do vídeo, as alunas ainda não receberam a premiação. Contudo, foram contempladas com bolsa-auxílio para a produção audiovisual nos próximos meses.

#ContaPraGente: estudante fala sobre ações de voluntariado na UNICEF

Por Liane Cardoso

O estudante Carmo dos Santos, discente do curso de Jornalismo na Universidade Estadual do Piauí, campus de Picos, e vencedor do concurso internacional de vídeos da Organização das Nações Unidas (ONU), estará na próxima edição do #ContaPraGente, no canal do Youtube: UESPIOficial. A Live acontecerá nesta quarta-feira (25), a partir das 13h.

Além da premiação no concurso da ONU, o acadêmico de jornalismo também foi selecionado para integrar o programa de voluntariado do Fundo das Nações Unidas para Infância (UNICEF) no Brasil. Atualmente Carmo Silva é produtor audiovisual em um projeto social voluntário que busca democratizar o acesso a oportunidades acadêmicas e extracurriculares para jovens brasileiros; e também participa de um projeto que ajuda estudantes brasileiros de baixa renda que querem se graduar nos EUA.

Mesmo ainda sendo estudante do segundo período de Jornalismo, o aluno revela que sempre foi fascinado pela comunicação. “A oportunidade de se comunicar, contar histórias e compartilhar conhecimento por meio da informação é algo extraordinário”, enfatizou Carmo.Na live, ele contará mais detalhes sobre suas experiências enquanto acadêmico de Jornalismo e também sobre as ações comunitárias que desempenha.

Confira também: Aluno de jornalismo do campus de Picos vence concurso internacional de vídeo da ONU

PREX divulga aditivo III do Edital PIBEU 018/2020

A Universidade Estadual do Piauí(UESPI), através da Pró-Reitoria de Extensão, Assuntos Estudantis e Comunitários (PREX), torna público o Aditivo III ao Edital PREX/PIBEU nº 018/2020, referente à alteração do cronograma de eventos do referido Edital – PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA – PIBEU.
A alteração trata da reabertura de prazo para envio do MEMORIAL PARCIAL DE ATIVIDADES DE AÇÃO EXTENSIONISTA, anexo I. O envio deve ocorrer por meio do Sistema Eletrônico de Informação (SEI), em processo especifico que trata da notificação por descumprimento ao Edital PREX/PIBEU Nº 018/2020, já encaminhado àquele que deixou de cumprir no prazo previsto no cronograma.
É estritamente obrigatório a observância aos termos descritos na notificação que consta no supracitado processo

Confira:

ADITIVO III AO EDITAL PREXPIBEU Nº 018-2020

UESPI participa do Workshop Piauí Solar nesta quinta-feira (19)

Por Liane Cardoso

A quarta edição do Workshop Piauí Solar acontece nesta quinta-feira (19) em parceria com o Núcleo de Formação e Pesquisa em Energias Renováveis do Piauí (NUFPERPI) da Universidade estadual do Piauí. O evento está sendo organizado pelo Grupo Interdisciplinar de Pesquisa em Energia Solar do Piauí (GIPES / UFPI), pela Liga Acadêmica de Energia Solar Fotovoltaica (LASOL) e também pelo Instituto Federal do Piauí.

O professor Juan de Aguiar, docente do curso de Engenharia Elétrica da UESPI, estará mediando uma mesa redonda sobre Energia solar no Piauí, que será transmitida hoje a partir das 14h no canal do Youtube GIPES PI. Este momento contará com a participação da Superintendente Estadual do Programa de Parcerias e Concessões (SUPARC) no Governo do Estado do Piauí, Viviane Moura, e também com a presença do Presidente da Câmara Setorial de Energias Renováveis do Piauí, Felipe Lima Riedel.

O professor Juan também participará como palestrante no evento. No evento, o docente vai expor sobre o funcionamento e ações do Núcleo de Formação e Pesquisa em Energias Renováveis do Piauí (NUFPERPI). “Exploraremos questões como: o que é o núcleo, quais são suas atribuições, além da interdisciplinaridade das ações”, disse o docente.

Ele ainda enfatiza que este evento apresenta temática importante, pois aborda um segmento de mercado bastante relevante: a energia solar. A quarta edição do Workshop acontece hoje (19) e amanhã (20), e conta com transmissão gratuita pelo canal do Youtube GIPES PI.

 

 

 

 

#ContaPraGente: alunos destacam a importância da pesquisa sobre o Cerrado Piauiense

Por Liane Cardoso

A edição do #ContaPraGente desta quarta-feira (18) abordou sobre as  experiências do grupo de Pesquisa Desenvolvimento sustentável do Cerrado Piauiense, do campus de Uruçuí. O aluno Isaltino Pereira, do curso de Agronomia foi o representante do grupo na live.

O acadêmico de agronomia destacou que o grupo contribui significativamente para a formação profissional dos discentes. “Hoje, as empresas não procuram só pessoas que saibam trabalhar no campo, mas profissionais que saibam também desenvolver pesquisas na área”, disse.

O #ContaPraGente acontece toda quarta-feira no canal do Youtube da UESPI

Com o grupo de estudos, novas possibilidades podem ser encontradas. “Esse grupo nos possibilita ter mais conhecimento e vivência nas propriedades rurais, além de aliar teoria e prática com o intuito de haver um equilíbrio entre esses dois conhecimentos”, ressaltou o aluno durante a Live.

A aluna Thalita Alves também teve uma breve interação na transmissão sobre o trabalho que desenvolve no campus de Uruçuí.

Assista a Live completa no canal do Youtube UESPI Oficial.

 

Oportunidade: UESPI divulga edital do Programa de Mobilidade Virtual da Abruem

A Universidade Estadual do Piauí divulga uma oportunidade da Câmara de EaD/UAB da Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (Abruem) para a chamada do Programa de Mobilidade Acadêmica Virtual, que oferta aos estudantes de graduação vagas em disciplinas EaD de cursos superiores.

Ao todo são oferecidas 1.376 vagas em 296 disciplinas distribuídas entre 17 universidades filiadas à Abruem que aderiram ao edital.

Podem participar do Programa estudantes de graduação de IES filiadas à Abruem que já integralizaram 20% da grade curricular de seus cursos.

As inscrições estão abertas até o próximo dia 27 de agosto.

Acesse o edital em www.abruem.org.br 

Como se inscrever

Para se inscrever, o estudante deve preencher a ficha que consta do Apêndice B do edital de Mobilidade Acadêmica Virtual e solicitar autorização da coordenação de seu curso de graduação para a participação no edital. Após a anuência do coordenador, o discente deve realizar a inscrição pelo link ou pelo e-mail disponibilizado pela instituição escolhida.

Cabe a cada uma das IES ofertantes de vagas analisar as inscrições e encaminhar ao discente, com cópia ao coordenador de EaD da instituição do candidato, a declaração de aceite ou de recusa. Caso o estudante seja aceito, também serão encaminhadas orientações quanto aos procedimentos de matrícula e sobre o início das aulas referentes à mobilidade.

Os documentos necessários para a inscrição que constam no edital são: formulário de requerimento de inscrição no processo seletivo do Programa de Mobilidade Acadêmica Virtual (Apêndice B), devidamente preenchido e assinado pelo estudante; cópia do documento de RG e CPF; e comprovante de matrícula atualizado, emitido pelo setor responsável na IES do candidato.

Todas as informações podem ser conferidas no www.abruem.org.br

Dúvidas podem ser enviadas para o e-mail abruem.mobilidade@gmail.com.

Podcast #74: Saiba os procedimentos necessários para uso da Pista de Atletismo da UESPI

No episódio #74 conversamos com o Coordenador da área de esportes da Pista de Atletismo e professor do curso de Educação Física da UESPI e professor do curso de Educação Física da UESPI, Moisés Mendes, sobre as normativas de uso do Complexo Esportivo da Pista de Atletismo do campus Poeta Torquato Neto – Teresina.

Você pode escutar o podcast no aplicativo/site de sua preferência. Procure por “UESPI podcast” no buscador.

  1. Spotify 
  2. Breaker
  3. Podcasts do Google
  4. Pocket Casts
  5. RadioPublic
  6. Podcast da Apple

Veja também em nosso canal do Youtube:

 

Prazo para submissão de trabalhos na 37º Reunião Nordestina de Botânica encerra dia 31 de agosto

Por Liane Cardoso

Entre os dias 08 e 11 de novembro a Universidade Estadual do Piauí, campus Heróis do Jenipapo, sediará virtualmente a 37º Reunião Nordestina de Botânica. As inscrições estão disponíveis e o prazo para submissão de trabalhos é até o dia 31 de agosto. O evento traz como tema A Botânica em Tempos de Crise: do ensino remoto à produção de fármacos.

A Professora Josiane Silva Araújo, docente do curso de Ciências Biológicas na UESPI e diretora da regional Nordeste da Sociedade Botânica do Brasil, destaca que o objetivo do evento é aprimorar os conhecimentos sobre a temática. Ela revela que mesmo sendo um evento de nível regional, pessoas de todo o Brasil também estão se inscrevendo.

“Esperamos que os estudantes da UESPI possam aproveitar a oportunidade de participar desse evento, tendo em vista que a nossa instituição está sediando o evento e por isso nossos estudantes possuem condições especiais para participar”, enfatizou a bióloga Josiane Silva.

Programação

Serão ofertados seis minicursos, seis mesas redondas e uma assembleia geral da Sociedade Botânica do Brasil. Além dessas atividades, no evento serão apresentados os trabalhos submetidos e também a divulgação do vencedor do concurso de fotografia.

Disponibilidade dos minicursos

As inscrições e submissão de trabalhos são realizadas através do site do evento. Na página do Instagram (@37reuniaonordestina) é possível obter mais detalhes sobre a proposta e informações relacionadas a botânica.

Inscrições do edital de Auxílio Alimentação Estudantil são prorrogadas até dia 20 de agosto

A Universidade Estadual do Piauí, por meio da Pró-Reitoria de Extensão, Assuntos Estudantis e Comunitários (PREX) e do Departamento de Assuntos Estudantis e Comunitários – DAEC, torna público o Aditivo I ao Edital UESPI/PREX/DAEC nº 27/2021 Auxílio Alimentação Estudantil, com alteração no cronograma do Edital de seleção.

As inscrições para o Auxílio Alimentação Estudantil serão realizadas até o dia 20 de agosto através do  FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO ONLINE  

São 2.431 vagas, destinados para alunos da graduação na modalidade presencial, que estejam regularmente matriculados, que se encontram em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Confira o aditivo:

SEI_GOV-PI – 2158077 – Termo Aditivo

O valor do auxílio é de R$ 200,00 mensais durante 6 meses, podendo ser prorrogável por igual período. O discente pode acumular esse auxílio com outros benefícios da universidade. 

Os alunos que podem participar do edital são:

a) Aluno regularmente matriculado em cursos presenciais de graduação da UESPI e frequentando as aulas;
b) Aluno em situação de vulnerabilidade socioeconômica que dificulte sua permanência na graduação, comprovada conforme documentação exigida no edital;
c) Possuir renda per capita mensal de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos, com base no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico, regulamentado pelo Decreto nº 6.135, de 26 de junho de 2007.

Para tirar dúvidas sobre o processo de inscrição envie email para: auxilioalimentacao@prex.uespi.br.

Confira:

 Edital Auxílio Alimentação Estudantil

Anexos Edital Auxilio Alimentação

Faça sua inscrição:  FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO ONLINE  

 

 

Campus de Oeiras recebe cessão de uso do Memorial 24 de Janeiro e do Monumento de Visconde da Parnaíba

A cidade de Oeiras e o campus da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) ficaram movimentos nesta sexta-feira, dia 13 de agosto. A cidade e o campus ganharam um novo espaço para aliar turismo, história, memória e educação.

Estiverem presentes os representantes do Estado, em especial, o Governador Wellington Dias; e representantes da Administração Superior da UESPI, em destaque o Magnífico Reitor, prof. Doutor Evandro Alberto, para juntamente com suas equipes (diretores, secretários, assessores) realizarem uma visita a obra do novo campus Possidônio Queiroz e proceder a entrega à cidade e sob os cuidados da Universidade o Memorial 24 de Janeiro e o Monumento de Visconde da Parnaíba.

CAMPUS DA UESPI EM OEIRAS

A obra do novo campus da UESPI, em Oeiras, já está com 71,54% executada. A visita pelo Governador e sua comitiva é também para tratar sobre a finalização da obra prevista para o final deste ano. O campus contará com guarita, estacionamento, áreas administrativa e de convivência, blocos 1 e 2 de salas de aula, auditório, biblioteca, laboratórios, área administrativa, banheiros.

O Governador afirmou que continuará investindo em educação e por isso ele acredita que o novo campus de Oeiras vai ser um exemplo e que terá condições de receber ate mais um curso superior.

 

 

Para Reitor, Prof. Doutor Evandro Alberto, o campus de Oeiras, que está com mais de 70% já construído,  vai ser um centro moderno e bem equipado para receber sua comunidade acadêmica e para o desenvolvimento das atividades. O reitor também destacou  a Cessão do Monumento e do Memorial para a Universidade, que vai permitir novas práticas ligadas ao ensino, pesquisa e extensão.

 

ÁUDIO DO REITOR

 

MEMORIAL 24 DE JANEIRO E MONUMENTO DE VISCONDE DA PARNAÍBA

Logo na entrada da cidade de Oeiras, primeira capital do Piauí, foi construído um monumento em homenagem a Manuel de Sousa Martins, depois ficou conhecido como Visconde da Parnaíba que, em 24 de janeiro de 1823, declarou a adesão do Piauí à independência do Brasil e tornou-se Presidente da Junta de Governo do Estado.

Além do Monumento, o Governo do Estado entregou o Memorial 24 de Janeiro que reúne documentos que dizem respeito à história da independência do Piauí e também sobre a Batalha de Jenipapo. O espaço, que foi construído e reformado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult), que tem a frente o Dep. Fábio Novo, conta com praça, o obelisco de 22 metros, museu, parte administrativa e uma lanchonete.

Em ato simbólico dentro do Museu, o Governador Wellington Dias, juntamente com o Secretário de Fazenda, Rafael Fonteles e Sec. da Cultura, Dep. Fábio Novo,  assinaram o Ato de Cessão com a UESPI para  “a finalidade de estabelecer e regular a parceria interinstitucional visando garantir a cessão de uso do Memorial 24 de Janeiro e do monumento em homenagem ao Visconde de Parnaiba, bem como a administração e o desenvolvimento de atividades de ensino, pesquisa e extensão”.

O Diretor do Campus, Prof. Harlon Lacerda, explicou que a administração do espaço (Memorial e Monumento) ficará com a UESPI para o desenvolvimento de atividades de extensão e pesquisa que tenham a ver com a história e memória da cidade e do Estado.

O Reitor estava acompanhado de sua equipe de Teresina e do campus de Oeiras

 

ÁUDIO DO PROF. HARLON

 

IMAGENS DO CAMPUS DA UESPI

 

 

 

IMAGENS DO MEMORIAL E MONUMENTO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PREX divulga o cronograma de entrevistas para seleção de estágio do curso de Arquitetura e Urbanismo

A Universidade Estadual do Piauí, por meio da Pró-Reitoria de Extensão, Assuntos Estudantis e Comunitários – PREX e do Departamento de Assuntos Estudantis e Comunitários – DAEC, torna público o cronograma de entrevistas do Processo Seletivo para Estágio Não Obrigatório do Curso de Arquitetura e Urbanismo, para lotação no Departamento de Engenharia e Arquitetura, Campus Poeta Torquato Neto, conforme Edital PREX/DAEC no 25/2021.

Confira:

CRONOGRAMA DE ENTREVISTAS DENG

Teresina 169 anos: Pesquisas da UESPI retratam a história da capital e de seus moradores

Por Arnaldo Alves

Teresina completa 169 anos nesta segunda-feira (16) e a Universidade Estadual do Piauí (UESPI) é um importante capítulo da bela trajetória da capital piauiense.

Ao longo de mais de três décadas de Ensino, Pesquisa e Extensão, a instituição vem contribuindo com a formação do teresinense e com desenvolvimento da cidade. São vários os estudos e os projetos da UESPI desenvolvidos nos campus Poeta Torquato Neto – Pirajá e Clóvis Moura – Dirceu, que mostram os laços de afeto e memória da cidade banhada pelos Rios Poty e Parnaíba.

Veja alguns exemplos:

Periferia em Festa

As festas em bairros populares de Teresina é a mais nova pesquisa do professor do curso de História, Marcelo de Sousa Neto, com o aluno bolsista do PIBIC, Jair Andrade. O estudo aponta a formação histórica, o cotidiano e as formas de festejar dos primeiros moradores do bairro Itararé, localizado na região do Grande Dirceu.

Vista aérea da Unidade Escolar Embaixador Expedido Resende (Fundação Bradesco), 1985

De acordo com o orientador da proposta, professor Marcelo de Sousa Neto, o interesse em estudar o bairro Itararé decorre do envolvimento histórico, profissional e afetivo com a região. Ex-morador do bairro e atual docente do campus Clóvis Moura, o professor Marcelo destaca que as formas de lazer e cultura dos moradores da época representa a história e a memória do bairro.

“Nascido a partir de um conjunto popular, o bairro teria surgido, como destacado por Manoel Medeiros, da necessidade de afastar os pobres das áreas nobres da capital. Com o intuito de compreender a realidade dos moradores da época, vamos investigar as diversas formas de sociabilidade e, em especial, as formas de acesso ao lazer e a cultura dos moradores. Isso representa a história e memória deste povo, destacando os desafios enfrentados e o cotidiano dos moradores no novo conjunto habitacional, que segregava de forma velada parte da população empobrecida da cidade das regiões mais centrais e valorizadas da cidade”, explica.

Crismandos no antigo Cruzeiro da Igreja São Francisco de Assis, 1989

 

Também participam do trabalho os professores colaboradores Pedro Pio (UESPI) e Claudia Cristina (UFPI).

O professor Marcelo possui diversas pesquisas sobre a temática. Entre elas, o trabalho Educação e Resistência: instituições escolares no conjunto habitacional Dirceu Arcoverde (Teresina, 1978-1985). No texto é feito uma análise sobre o ensino, o cotidiano e as lutas do bairro mais populoso de Teresina.

Em 2017, escreveu o livro: Nasce um bairro, renasce a esperança: história e memória de moradores do Conjunto Habitacional Dirceu Arcoverde, em parceria com a professora Cláudia Fontineles.

 

O professor também coordena um projeto de extensão voltado para a divulgação de pesquisas, jornais e imagens sobre a região do Grande Dirceu, contando com trabalho de outro de seus orientados, Mário de Sousa Oliveira, estudante do curso de História do campus Clóvis Moura. Para conferir o acervo completo basta acessar o site Hemeroteca Itararé.

Ponte Estaiada

Inaugurada no dia 30 de março de 2010, a ponte Estaiada Mestre João Isidoro França é considerada um dos principais pontos da cidade, arquitetada por necessidades urbanísticas e por conta do enorme fluxo de automóveis que diariamente cruzam o Rio Poty.

Além disso, segundo a professora do curso de História e responsável por uma série de artigos e projetos sobre o assunto, Viviane Pedrazani, a Ponte vive um processo de construção enquanto patrimônio cultural de Teresina.

“Desde sua inauguração a ponte se transformou numa espécie de frisson urbano. Virou cartão-postal, símbolo da Prefeitura de Teresina e de diversas empresas para propagandas midiáticas. Além de um espaço cultural, onde são realizadas shows, apresentações, exposições; campanhas de saúde e publicitárias, palco de manifestações políticas, eventos esportivos; local para noivos encenarem suas fotos; encontros, práticas esportivas, como rapel, entre outras atividades. Ao conjunto dos elementos físicos que formam a ponte, estão agregadas teias de significados por meio de diferentes usos e práticas de diversos atores. Esse universo cultural compartilhado coletivamente, ladeia a ponte e a desenha como um patrimônio cultural de Teresina”, aponta a docente.

A Ponte Estaiada fica localizada entre a zona norte e zona leste de Teresina |foto: Arnaldo Alves

Os trabalhos da professora Viviane também discutem a escolha do nome da ponte, que faz referência ao mestre de obras João Isidoro França, responsável pela construção da cidade de Teresina a mando do Conselheiro Saraiva, à época governador da Província.

“A nossa Universidade tem um repertório de pesquisas que tratam de Teresina em múltiplos aspectos. Muitos são os trabalhos que buscam iluminar os sujeitos, suas vivências, as sociabilidades, a cultura, a economia, a política da cidade desde sua fundação em meados do século XIX. Pesquisas que permitem descortinar a história de Teresina, valorizando-a, contribuindo para a construção de uma identidade, assim como agregando a ela um valor afetivo”, relata.

Praças da Zona Norte

Com mais de 30 trabalhos em destaque, a professora Roselis Machado é uma das referências quando o assunto envolve paisagens urbanas em Teresina.

Em um dos seus mais recentes estudos com a discente Edislane Nadine, é feito uma análise sobre as praças Princesa Isabel, Maria do Carmo Rodrigues, Cristina Leite, Joana D’arc e Marquês de Paranaguá, localizadas na Zona Norte da capital.

Praça do Marquês, uma das praças analisadas na pesquisa

 

De acordo com a coordenadora do Grupo de Pesquisa em Meio Ambiente e Paisagismo – NUPEMAP / UESPI, Roselis Machado, a paisagem de cada praça foi avaliada conforme os critérios de uso e percepção dos pesquisadores, além da análise dos elementos naturais, constitutivos e históricos.

“Estudo as paisagens urbanas como linha de pesquisa, pois acredito ser de grande interesse o melhor entendimento das paisagens das cidades com muitas ações antrópicas, para que possamos encontrar melhorias para a qualidade de vida do cidadão urbano, e aproximá-lo mais da natureza”, ressalta.

Estudo sobre a memória de Teresina

A dissertação de Mestrado em Antropologia na Universidade Federal do Piauí (UFPI) da Professora Sammara Jericó, do curso de Jornalismo da UESPI (campus Poeta Torquato Neto) buscou identificar que tipo de memória foi construída pelo jornal Diário do Povo no aniversário da cidade, especialmente, no caderno especial produzido para comemorar os anos de vida de Teresina.

O trabalho, agora publicado como livro pela Editora da UESPI, é intitulado de “Teresina: Memória da Cidade dos Sonhos”.

A docente Sammara Jericó fala sobre como foi produzida sua pesquisa:

 

Passarela central da avenida Frei Serafim, uma das principais avenidas da capital do Piauí |foto: Arnaldo Alves

As pesquisas dos professores da universidade buscam compreender, valorizar e discutir melhorias para a cidade de Teresina.

Dos seus 169 de existência há 35 a comunidade uespiana tem trabalhado na formação dos teresinenses através do ensino, da pesquisa e extensão.

Parabéns, Teresina!!

#ContaPraGente: conheça pesquisas e ações desenvolvidas na agricultura do Cerrado Piauiense

Por Liane Cardoso

O grupo de pesquisa Desenvolvimento sustentável no Cerrado Piauiense, do curso de Agronomia da Universidade Estadual do Piauí, campus Uruçuí, promove ações que visam melhorar a agricultura local e estadual. Para entender melhor como funciona o projeto e como seus estudos auxiliam a comunidade, convidamos dois discentes que participam do grupo, Isaltino Pereira e Jaildo Júnior, para a Live do #ContaPraGente, que acontece nesta quarta-feira (18), a partir das 13h, no canal do Youtube: UESPI Oficial.

 

O objetivo do grupo é pesquisar sobre as culturas cultivadas na região, verificando aspectos como o solo, irrigação, produção, dentre outros. Para tornar pública as ações e os resultados, os integrantes criaram um canal no Youtube para divulgarem as pesquisas realizadas: coordenação agronomia.

O aluno Isaltino Pereira, estudante do 6º bloco de agronomia, explica que o grupo trabalha em parceria com fazendas da região para realizar as ações. “Nós (alunos) juntamente com os professores, desenvolvemos um trabalho de pesquisa tanto na área de Nutrição como na área de avaliação de produtividade”, pontuou.

Veja também: Pesquisadores estudam sobre o desenvolvimento agrícola no Cerrado Piauiense

#ContaPraGente: conheça pesquisas e ações desenvolvidas na agricultura do Cerrado Piauiense

Por Liane Cardoso

O grupo de pesquisa Desenvolvimento sustentável no Cerrado Piauiense, do curso de Agronomia da Universidade Estadual do Piauí, campus Uruçuí, promove ações que visam melhorar a agricultura local e estadual. Para entender melhor como funciona o projeto e como seus estudos auxiliam a comunidade, convidamos dois discentes que participam do grupo, Isaltino Pereira e Jaildo Júnior, para a Live do #ContaPraGente, que acontece nesta quarta-feira (18), a partir das 13h, no canal do Youtube: UESPI Oficial.

O objetivo do grupo é pesquisar sobre as culturas cultivadas na região, verificando aspectos como o solo, irrigação, produção, dentre outros. Para tornar pública as ações e os resultados, os integrantes criaram um canal no Youtube para divulgarem as pesquisas realizadas: coordenação agronomia.

O aluno Isaltino Pereira, estudante do 6º bloco de agronomia, explica que o grupo trabalha em parceria com fazendas da região para realizar as ações. “Nós (alunos) juntamente com os professores, desenvolvemos um trabalho de pesquisa tanto na área de Nutrição como na área de avaliação de produtividade”, pontuou.

Veja também: Pesquisadores estudam sobre o desenvolvimento agrícola no Cerrado Piauiense

PREX divulga o cronograma de entrevistas para seleção de estágio do curso de Arquitetura e Urbanismo

A Universidade Estadual do Piauí, por meio da Pró-Reitoria de Extensão, Assuntos Estudantis e Comunitários – PREX e do Departamento de Assuntos Estudantis e Comunitários – DAEC, torna público o cronograma de entrevistas do Processo Seletivo para Estágio Não Obrigatório do Curso de Arquitetura e Urbanismo, para lotação no Departamento de Engenharia e Arquitetura, Campus Poeta Torquato Neto, conforme Edital PREX/DAEC no 25/2021.

Confira:

CRONOGRAMA DE ENTREVISTAS DENG

NUCEPE divulga retificações do edital do seletivo de professor substituto da UESPI

O Núcleo de Concursos e Promoções de Eventos divulga o termo de retificação do edital Edital nº 11/2021 do seletivo de professor substituto da UESPI, o resultado do recurso do edital e o edital retificado.

No concurso, são 190 vagas a serem distribuídas pelos 12 campi da universidade. As vagas são divididas em 59 para 20 horas e 131 para 40 horas.

Áreas contempladas

As vagas são distribuídas de acordo com a necessidade de cada campi. As áreas abrangidas são Direito, Letras-Português, Inglês e Espanhol, Pedagogia, Ciências Biológicas, Geografia, História, Libras, Agronomia, Zootecnia, Administração, Ciências Contábeis, Ciências da Computação, Educação Física, Enfermagem, Matemática, Ciências Sociais, Filosofia, Comunicação Social, Odontologia, Física, Química, Medicina, Psicologia, Biblioteconomia, Turismo, Engenharia Civil, Elétrica e Mecânica.

Inscrições

As inscrições serão realizadas, exclusivamente, no site da NUCEPE do dia 24/08/21 a 02/09/21. Os candidatos deverão preencher o formulário eletrônico acompanhado dos documentos listados nos subitens abaixo, em um ÚNICO ARQUIVO, no formato PDF, respeitando a ordem dos mesmos:

Confira:

TERMO_DE_RETIFICACAO_01_PREG_susbtituto_N_11_2021

resultado_recurso_edital_PREG_susbtituto_N_11_2021

Edital_Retificado_prof_susbtituto_N_11_2021

2ª edição do RodaCom discute Comunicação Popular e Tecnologias da Comunicação

O projeto de extensão Roda Com, do curso de Jornalismo, campus Poeta Torquato Neto, realiza o segundo encontro com o tema: Comunicação Popular e Tecnologias da Comunicação. O evento acontece no dia 18 de agosto, das 18h às 20h, pelo canal do Youtube da Uespioficial.
O evento, coordenado pelas docentes Clarissa Carvalho e Samária Andrade, é gratuito e aberto à comunidade interna e externa da UESPI.
Esta edição recebe como palestrantes o professor David Nemer da University of Virginia (EUA) do Departamento de Estudos de Mídias (Media Studies) e do programa de Estudos Latino Americanos, e Jessé Barbosa, Jornalista e Radialista, com pós-graduação em Radiodramaturgia (Deutsche Welle Akademie – Alemanha) e mestrando em Ciências da Comunicação pela Universidade Fernando Pessoa em Portugal.
A mediação do RodaCom será feita pela Jornalista Eulália Teixeira de Vasconcelos, graduada pela Universidade Federal do Piauí  e com mestrado pela Universidade de Nagoya em Desenvolvimento Internacional com foco em Desenvolvimento Social e Humano.

Segundo a organizadora do evento, Clarissa Carvalho, o tema é bem importante, uma vez que as tecnologias da comunicação alteraram a forma como se consome  informação, e, do ponto de vista da comunicação comunitária, como se pensa a comunicação popular no cenário de comunicações digitais, como, por exemplo, no terceiro setor e nos movimentos sociais.

“Queremos discutir como a gente comunica e utiliza dessas ferramentas nesse novo contexto de comunicação em rede, de comunicação um para um para um e não para muitos, como nas mídias de massa. Então, pensar comunicação comunitária não a partir das mídias de massa, mas a partir desse cenário comunicacional em rede”, explica.

Programação
Inscrições

Os interessados devem realizar a inscrição através do FORMULÁRIO ONLINE.

Todos os participantes recebem certificado de participação pela PREX (Pró-reitoria de Ensino e Extensão).

Edital do PPGL é lançado com mais de 40 vagas

A Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação e a Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Letras – PPGL, da Universidade Estadual do Piauí – UESPI, lança a seleção de candidatos para a décima segunda turma do Curso de Mestrado em Letras. Os aprovados ingressarão no primeiro período letivo de 2022.

Requisitos de participação

Podem candidatar-se portadores de Diploma de Curso de Graduação plena em áreas do conhecimento que tenham afinidade com a temática central das áreas de concentração.

Confira as linhas de pesquisa:

1) Literatura e outros Sistemas Semióticos: Estudos teóricos e críticos de produções literárias e culturais, suas relações com outros sistemas estéticos, midiáticos e culturais;
2) Literatura, Historiografia e Memória Cultural: Estudo da produção e recepção literária, ficção e história, das relações de gênero e de etnia, com ênfase no contexto regional;
3) Estudos da Linguagem: descrição e ensino: Estudos teóricos e empíricos de fenômenos da linguagem a partir de toda a sua complexidade como fenômeno de natureza sociocultural e histórica e sob diversas perspectivas teórico-metodológicas e diferentes aspectos (fonético-fonológico, morfológicos, sintáticos, semânticos, lexicais, pragmáticos e discursivos), além de suas relações com o ensino de línguas.

Vagas

Para este edital estão previsto o preenchimento de até 46 (quarenta e seis) vagas, distribuídas da seguinte forma:
a) Até 09 (nove) vagas para a linha de pesquisa Literatura e Outros Sistemas Semióticos, dessas, até 4 (quatro) vagas para ampla concorrência; até 03(três) vagas para autodeclarados negros, quilombolas e indígenas; até 01 (uma) vaga para pessoas com deficiência e até 01(uma) vaga para servidor efetivo da Universidade Estadual do Piauí, seja no cargo de professor efetivo ou técnico efetivo.
b) Até 17 (dezessete) vagas para a linha de pesquisa Literatura, Historiografia e Memória Cultural, dessas, até 8(oito) vagas para ampla concorrência; até 5 (cinco) vagas para autodeclarados negros, quilombolas e indígenas; até 02 (duas) vagas para pessoas com deficiência e até 02(duas) vagas destinadas a servidores efetivos da Universidade Estadual do Piauí, seja no cargo de professor efetivo ou técnico efetivo da UESPI.
c) Até 20(vinte) vagas para a linha de pesquisa Estudos da Linguagem: descrição e ensino, dessas, até 10 (dez) vagas para ampla concorrência; até 06(seis) vagas para autodeclarados negros, quilombolas e indígenas; até 02(duas) vagas para pessoas com deficiência e até 02(duas) vagas destinadas a servidores efetivos da Universidade Estadual do Piauí, seja no cargo de professor efetivo ou técnico efetivo da UESPI.

Inscrição

Período de inscrições: das 09h00 do dia 20/08/ 2021 até às 23h59 do dia 09/09/2021 (horário oficial de Teresina- Piauí). A inscrição e o acompanhamento de todas as etapas previstas nesta seleção serão por meio do site https://nucepe.uespi.br/

Seleção

O edital é composto por cinco etapas: a primeira é de inscrição, a segunda etapa a análise documental, a terceira  análise do pré-projeto de pesquisa, a quarta etapa é a arguição e a quinta a prova de títulos.

Edital

O edital que estava previsto para ser lançado em 13 de setembro no calendário acadêmico foi antecipado pela coordenação do programa.

Confira o EDITAL COMPLETO

ENADE: Cursos de Licenciatura e bacharelados em Ed. física, Ciências Biológicas e da Computação realizarão o exame em 2021

Por Liane Cardoso

Na edição do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) 2021, os alunos concluintes da Universidade Estadual do Piauí dos cursos de licenciaturas, e os que fazem bacharelado nas áreas de Educação física, Ciências Biológicas e Ciências da Computação, estão aptos para realizar a prova.

O Enade é um exame obrigatório que avalia o rendimento dos alunos dos cursos de graduação. Os resultados do exame, aliados às respostas do Questionário do Estudante, são insumos para o cálculo dos Indicadores de Qualidade da Educação Superior.

Quem são os estudantes aptos a fazerem o Enade?

Os alunos aptos a fazer a prova do Enade são os concluintes inscritos com previsão de término do curso no período de julho de 2022. Os concluintes são notificados pelas coordenações de curso sobre os procedimentos do exame.

Os alunos ingressantes do ano de 2020 e do primeiro período de 2021 são inscritos apenas para enviar ao INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) a previsão da edição no exame de 2024. Segundo o edital,  os estudantes ingressantes habilitados, devidamente inscritos pelas IES, ficarão dispensados da participação no Enade 2021, tendo sua situação de regularidade atribuída pelo Inep.

Prazos e datas

A etapa de inscrição dos estudantes ingressantes e concludentes já foi realizada pelos coordenadores de curso da UESPI, agora os alunos concluintes inscritos (aqueles com previsão de término do curso no período de 2020.2) devem atentar-se para o preenchimento do cadastro – página do ENADE – até o dia 13 de novembro. Após isso, responder o Questionário do Estudante, instrumento de caráter obrigatório, que deverá ser preenchido completamente pelos estudantes concluintes inscritos, exclusivamente no Sistema Enade, disponível no endereço: enade.inep.gov.br

As respostas ao Questionário do Estudante serão analisadas pelo Inep e agregadas por curso de graduação, preservando-se o sigilo da identidade dos respondentes.

A aplicação da prova do Enade acontece dia 14 de novembro. O estudante concluinte habilitado devidamente inscrito pela IES, vinculado a curso oferecido na modalidade presencial, realizará a prova no município de funcionamento do curso. O local de prova do estudante será informado no Cartão de Confirmação da Inscrição, que será disponibilizado no endereço: enade.inep.gov.br  a partir do dia 1º de novembro de 2021.

 

acesse o site do ENADE

Por que fazer o ENADE?

Rosário Batista, Procuradora Institucional da UESPI junto ao MEC, esclarece que o ENADE é um dos parâmetros para indicar a qualidade do curso. “O aluno que não participa do ENADE deixa de ser um aluno habilitado a concluir seu curso, pois o exame é um componente curricular obrigatório. Assim, o estudante não tem como colar grau e consequentemente não recebe seu diploma”, explicou.

Ela ainda reforça que a nota obtida servirá de referência para os futuros de ingressantes da instituição. “Gostaria de contar com o empenho dos estudantes que estão habilitados para o exame, pois a nota refletirá como parâmetro para os futuros alunos da UESPI, visto que estes pesquisam sobre o desempenho e nota do curso que almejam”, finalizou a procuradora.

Confira o EDITAL ENADE 2021

Live Edital Ideiaz: saiba como transformar projetos em negócios

Por Liane Cardoso

Nesta quarta-feira (11) aconteceu a apresentação do Edital Ideiaz, no canal do Youtube da UESPI. O objetivo da transmissão era esclarecer sobre as principais abordagens do edital, bem como responder as principais dúvidas relacionadas aos projetos e ideias. O professor Rodrigo Baluz mediou a live, que contou com a presença da professora Vanessa Alencar, diretora do Núcleo de Inovação Tecnológica da Universidade Estadual do Piauí, e da gerente de projetos da ANPROTEC, Ana Roberta.

“O NIT tem também a função de promover e difundir o empreendedorismo e a inovação dentro da comunidade acadêmica, por isso apoiamos iniciativas como essa”, disse a prof.ª Vanessa na abertura da Live.

A live aconteceu na tarde desta quarta-feira (11)

Programa 

O Programa Ideiaz é realizado pela Anprotec, Sebrae e Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME), e visa atender com abrangência nacional, ideias e projetos de negócios inovadores em estágio inicial de todas as regiões do país.

A gerente de projetos da Anprotec explicou que o programa que acontecerá 100% online e atenderá todas as regiões do país. “Serão atendidas mais de 1000 ideias e projetos inovadores neste ano e durante 10 semanas estes empreendimentos receberão 25 horas de apoio”, destacou Ana Roberta.

Critérios e requisitos

Para participar do edital é necessário apresentar uma ideia inovadora ou um projeto de impacto socioambiental, que esteja na fase de criação ou ideação, ou seja, não pode ter sido executado ou comercializado. Também deve ter fins lucrativos.

Como se inscrever

A Equipe deve ter pelo menos 02 pessoas e no máximo 05 para a execução da proposta. Para realizar a inscrição, os candidatos devem acessar a plataforma, preencher o formulário e gravar um vídeo de 03 minutos explicando a proposta submetida.

Em caso de dúvidas, envie um e-mail para: ideiaz@anprotec.org.br

Assista a live completa:

 

Comissão do concurso de professor efetivo divulga resultado de prova de título

A Comissão Geral do Concurso para Docente Efetivo da UESPI/2017, Edital Nº 01/2017, em conformidade com a Decisão Judicial nº 0820034-26.2018.8.18.0140, torna público o RESULTADO DA PROVA TÍTULO da candidata LUANA ARAÚJO MATOS, da área de Administração (ASSISTENTE 40h), conforme avaliação da Banca Examinadora designada pela Portaria nº 0447, de 20 de julho de 2021.

Confira:

Título_Administracao_Assistente_40h (SUB JUDICE) LUANA ARAÚJO MATOS

Aluno da UESPI é aprovado em um dos intercâmbios mais concorridos do mundo

Por Liane Cardoso

O acadêmico Raian Mateus Castelo Branco, estudante do 6º período do curso de Direito na Universidade Estadual do Piauí, está entre os quatro brasileiros aprovados no Intercâmbio do Programa de Fortalecimento da Função Pública na América Latina, da Fundação Botín. O universitário concorreu com quase 10 mil alunos e obteve destaque com a apresentação de sua proposta.

O Programa de Fortalecimento da Função Pública na América Latina surgiu em 2010 como uma iniciativa da Fundação Botín para garantir que os melhores estudantes universitários da América Latina decidam se comprometer com suas sociedades a partir do serviço público. Neste ano, foi realizada a XII edição do programa e pela primeira vez um piauiense foi aprovado.

Raian Mateus foi aprovado em um dos intercâmbios mais concorridos do mundo

Proposta

Durante o processo de seleção, os participantes encaminharam vídeos com apresentações de projetos. Raian Mateus propôs uma simulação virtual das Nações Unidas, a qual foi realizada com alunos de uma escola da rede privada de Teresina. Na simulação, os estudantes assumiam o papel de diplomata, ou seja, representavam países e discutiam soluções para determinado tema.

“Esse é um exercício de protagonismo e atuação pública, pois os discentes passam a ter posição de líder mundial. Muitas vezes, dentro dos comitês, os alunos têm ideias melhores que os próprios líderes e gestores”, enfatizou o jovem.

Intercâmbio

“O intercâmbio da Fundação Botín é um dos mais concorridos do mundo”, afirma o coordenador de Relações Internacionais da UESPI, professor Orlando Berti. Ele ressalta que essa conquista revela o potencial dos alunos da Universidade Estadual do Piauí. “Para a UESPI representa um marco, de muitos, sobre a internacionalização de nossa instituição. Atualmente a internacionalização tem proporcionado a troca de experiências e é isso que o nosso aluno vai fazer quando retornar do intercâmbio”, disse o professor.

O processo de treinamento começará em 24 de outubro de 2021 na Universidad de los Andes em Bogotá, Colômbia. Terá uma etapa de formação na Espanha (Madrid, Santander, Caminho de Santiago e Salamanca), e posteriormente outra etapa na Fundação Getúlio Vargas (FGV) no Rio de Janeiro, Brasil; onde se prevê o encerramento do Programa no dia 2 de dezembro de 2021. Além disso, os selecionados participarão de um módulo de formação à distância antes do início do Programa.

“O programa vai me conectar com pessoas que possuem vivência com o serviço público, assim como me trará novas perspectivas, a partir da América Latina. Ter uma visão ampliada será transformador”, contou o Rain Mateus, empolgado com a oportunidade.

Contribuição

Para o aluno, o intercâmbio será fundamental para adquirir experiência e decidir a área que deseja atuar como profissional. “Passei um período desenvolvendo atividades em um escritório de advocacia, o que fez com que eu adquirisse experiência no setor privado, e agora comecei a estagiar no setor público. Tem sido uma experiência bastante válida perceber essa vocação para a atuação pública”, expressou o estudante.