Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

Docente do CFAF/UESPI é selecionado para intercâmbio nos EUA

Giovana Andrade

O Professor Raimundo Nonato Sousa, Formador institucional do Centro de Formação Antonino Freire (CFAF-UESPI) foi selecionado para participar do Programa de Desenvolvimento Profissional para Professores de Língua Inglesa nos Estados Unidos –PDPI(CAPES/FULBRIGHT).

PDPI é desenvolvido em parceria com a embaixada americana e com a Comissão Fulbright, do governo dos EUA. A iniciativa oferece a professores de língua inglesa da educação básica, em exercício na rede pública de ensino brasileira, a oportunidade de um curso intensivo de seis semanas em universidade nos Estados Unidos, com estudo e prática da língua inglesa na metodologia de ensino de inglês como língua estrangeira, bem como exposição à cultura e sociedade dos EUA.

O resultado final foi divulgado pelo CAPES com relação de 371 educadores de língua inglesa que participarão do Programa. A relação faz parte do Edital n° 30/2019, retomado pela CAPES em abril deste ano, após ficar suspenso devido a pandemia de COVID-19.

As atividades acadêmicas nos EUA estão previstas para acontecer entre 16 de janeiro e 24 de fevereiro de 2023.

O docente destaca está muito empolgado para participar do terceiro nível do programa, que é a ultima etapa de um conjunto de três, intermediário, I e II e avançado. ” Em 2013, participei do programa no nível intermediário II. Nesta etapa se estuda Metodologias de ensino em TESOL e EFL, Cultura Norte Americana por meio de seminários e viagens”.

Ele afirma ainda que esta capacitação se reveste de um significado muito particular para ele que atua como professor formador de professores de inglês, cujo público são docentes da Rede Estadual de ensino do Piauí. “Está buscando novas Metodologias, em especial as metodologias ativas, irão impactar minha prática de professor e de Formador, até porque professor Formador é algo se faz por meio das práticas e nisso, eu acredito que me ajudará a aumentar a minha capacidade de atuação em serviço”.

Programa de Desenvolvimento Profissional para Professores de Língua Inglesa nos Estados Unidos –PDPI

O programa é financiado pelo Ministério da Educação – MEC , por intermédio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES, administrado pela Comissão para o Intercâmbio Educacional entre os Estados Unidos da América e o Brasil (Comissão Fulbright), e conta ainda com o apoio do Conselho Nacional de Secretários da Educação – CONSED

 

Parcerias: Cônsul dos EUA no Nordeste faz visita à UESPI

O representante do Consulado dos Estados Unidos no Nordeste, o Cônsul Jeffrey Lodermeier, fez uma visita, hoje a tarde, à Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e foi recebido pelo o Vice-Reitor, Prof. Doutor Jesus Abreu. O objetivo do encontro foi estreitar as relações entre Piauí e EUA, entre UESPI e Consulado para futuras parcerias e intercâmbios.

Encontro na Reitoria visando novas parcerias internacionais

O encontro foi promovido por um grupo de professoras da Universidade Federal do Piauí, que já tem uma parceria com o Consulado americano. Para a Professora Doutora Patrícia Lucas, Coordenadora do Curso de Letras Estrangeiras da UFPI, além de promover o encontro, outra finalidade é abrir o diálogo para uma parceria entre a UFPI e a UESPI na promoção de cursos de língua estrangeira, como o inglês. A docente da UFPI explicou que essas parcerias trazem melhorias para quem faz o curso e também, de forma geral, para a Educação de todo o Estado.

 

A Coordenação de Relações Internacionais (CRI) da UESPI também se fez presente. O Coordenador, Professor Doutor Orlando Berti, destacou que a nossa Universidade tem mais de 30 parcerias com instituições de ensino em vários países. Além de aprender um idioma, o Docente destacou a possibilidade do universitário ter uma vivência prática também na área que busca uma formação. A CRI tem como objetivo articular relações internacionais e promover acordos internacionais por meio de intercâmbios para a comunidade uespiana.

A CRI é o departamento que busca as parcerias internacionais para a UESPI

É a primeira vez que o Cônsul americano, Jeffrey Lodermeier, vem ao Piauí, mas explicou que as relações do Consulado com o Brasil são antigas e que começou pelo Nordeste, em Recife. Ele destacou que o Brasil tem uma parceria ativa e duradoura com os EUA, como por exemplo o programa de “Jovens Embaixadores”, que tem 20 anos de existência no nosso País. Na visita do Cônsul à UESPI, estavam presente duas Embaixadores, que são estudantes piauienses. A Jovem Embaixadora do ano de 2021, Ana Maria Furtado; e a de 2022, Elizabete da Natividade Fernandes, que foi acompanhada dos pais, Dona Erislene da Natividade Rocha e seu Marcos Antônio Fernandes Ferreira. O Cônsul americano parabenizou os pais pela conquista da filha e também pontuou o empenho da jovem aluna piauiense para a conquista do título.

A Jovem Embaixadora, Elizabete da Natividade Fernandes, recebeu um presente do Cônsul pela conquista. Ao lado dela, os pais, que demonstraram muito orgulho da conquista da filha

O Vice-reitor destacou que a UESPI faz um trabalho sólido quanto ao ensino de línguas estrangeiras e citou o trabalho do Departamento de Línguas da Pró-Reitoria de Extensão, Assuntos Estudantis e Comunitários (PREX), que abriu 686 vagas em 10 cursos de línguas (Espanhol, Inglês, Francês, Português e Libras) tanto para a comunidade interna, como também para a sociedade em geral.  As inscrições são gratuitas e acontecerão de forma online para ambas comunidades. O Vice-reitor também demonstrou o interesse da UESPI em fazer mais uma parceria visando intercâmbios para a comunidade interna e justificou que essa modalidade de parceria traz grandes resultados para quem participa, como também para a própria Universidade, que pode trocar conhecimentos e projetos visando um ensino ainda mais forte e competente.

 

 

Além de representantes da Administração Superior da UESPI, Docentes da UFPI, estiveram presentes a Profa Lina Maria Santana, Docente aposentada da UESPI e professora do Instituto Federal do Piauí (IFPI), juntamente com as Embaixadoras e mais um aluno que será candidato na próxima seleção do Consulado, a Profa. Josélia Batista  Santos, Coord. do Centro de Línguas, e o Professor do Centro de Formação Antonino Freire (CFAF/UESPI), Raimundo Sousa.

Confira outras imagens da reunião:

 

 

 

 

Aluno da UESPI é aprovado em um dos intercâmbios mais concorridos do mundo

Por Liane Cardoso

O acadêmico Raian Mateus Castelo Branco, estudante do 6º período do curso de Direito na Universidade Estadual do Piauí, está entre os quatro brasileiros aprovados no Intercâmbio do Programa de Fortalecimento da Função Pública na América Latina, da Fundação Botín. O universitário concorreu com quase 10 mil alunos e obteve destaque com a apresentação de sua proposta.

O Programa de Fortalecimento da Função Pública na América Latina surgiu em 2010 como uma iniciativa da Fundação Botín para garantir que os melhores estudantes universitários da América Latina decidam se comprometer com suas sociedades a partir do serviço público. Neste ano, foi realizada a XII edição do programa e pela primeira vez um piauiense foi aprovado.

Raian Mateus foi aprovado em um dos intercâmbios mais concorridos do mundo

Proposta

Durante o processo de seleção, os participantes encaminharam vídeos com apresentações de projetos. Raian Mateus propôs uma simulação virtual das Nações Unidas, a qual foi realizada com alunos de uma escola da rede privada de Teresina. Na simulação, os estudantes assumiam o papel de diplomata, ou seja, representavam países e discutiam soluções para determinado tema.

“Esse é um exercício de protagonismo e atuação pública, pois os discentes passam a ter posição de líder mundial. Muitas vezes, dentro dos comitês, os alunos têm ideias melhores que os próprios líderes e gestores”, enfatizou o jovem.

Intercâmbio

“O intercâmbio da Fundação Botín é um dos mais concorridos do mundo”, afirma o coordenador de Relações Internacionais da UESPI, professor Orlando Berti. Ele ressalta que essa conquista revela o potencial dos alunos da Universidade Estadual do Piauí. “Para a UESPI representa um marco, de muitos, sobre a internacionalização de nossa instituição. Atualmente a internacionalização tem proporcionado a troca de experiências e é isso que o nosso aluno vai fazer quando retornar do intercâmbio”, disse o professor.

O processo de treinamento começará em 24 de outubro de 2021 na Universidad de los Andes em Bogotá, Colômbia. Terá uma etapa de formação na Espanha (Madrid, Santander, Caminho de Santiago e Salamanca), e posteriormente outra etapa na Fundação Getúlio Vargas (FGV) no Rio de Janeiro, Brasil; onde se prevê o encerramento do Programa no dia 2 de dezembro de 2021. Além disso, os selecionados participarão de um módulo de formação à distância antes do início do Programa.

“O programa vai me conectar com pessoas que possuem vivência com o serviço público, assim como me trará novas perspectivas, a partir da América Latina. Ter uma visão ampliada será transformador”, contou o Rain Mateus, empolgado com a oportunidade.

Contribuição

Para o aluno, o intercâmbio será fundamental para adquirir experiência e decidir a área que deseja atuar como profissional. “Passei um período desenvolvendo atividades em um escritório de advocacia, o que fez com que eu adquirisse experiência no setor privado, e agora comecei a estagiar no setor público. Tem sido uma experiência bastante válida perceber essa vocação para a atuação pública”, expressou o estudante.

 

UESPI divulga resultado final de intercâmbio da Fundação Botín

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI), através da Coordenação de Relações Internacionais (CRI), divulga o resultado final da seleção do XII Programa para el Fortalecimiento de la Función Pública en América Latina do Programa de Fortalecimento Botín – 2021.

O estudante Raian Mateus Castelo Branco Costa, do 6º período do curso de Direito da UESPI, campus Pirajá, foi um dos 32 jovens da América Latina selecionados.

O Programa terá início no dia 18 de outubro com um treinamento online e levará os jovens participantes à Espanha (Santander, Galiza e Madrid) de 25 de outubro a 26 de novembro, após o qual seguirão para Bogotá, Colômbia, para um treinamento ciclo ministrado pela Universidad de los Andes, onde o programa está programado para encerrar em 2 de dezembro.

Confira o resultado final.