Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

Alunas da UESPI apresentam pauta sobre a fome e conquistam o 13º Prêmio Jovem Jornalista

Por Liane Cardoso

Três estudantes do curso de Jornalismo da Universidade Estadual do Piauí, campus Torquato Neto, conquistaram o 13º Prêmio Jovem Jornalista – PPJ – Fernando Pacheco Jordão, do Instituto Vladimir Herzog. O PPJ é uma oportunidade para acadêmicos de jornalismo desenvolverem um trabalho prático desde a criação da pauta até a reportagem final. Amanda Bonfim, Mara Gislianne e Isabella Monteiro, discentes do 4º período, elaboraram uma pauta sobre “O rosto da fome“.

Amanda Bonfim revela que o tema da pauta foi escolhido pela relevância e foi elaborada de forma detalhada e extensa. “Nossa intenção é “dar um rosto” para a fome, mostrando a realidade de famílias que passam por dificuldades em mater refeições diárias, gerando um quadro de insegurança alimentar grave”, explicou Isabella Monteiro sobre o conteúdo da pauta classificada.

As pautas premiadas abordavam sobre a realidade da sociedade

Processo de produção

O primeiro passo para participar do seletivo era a produção de um texto escrito. Após a avaliação das redações, os inscritos seriam selecionados para a produção de um vídeo ou gravação de um Podcast sobre a temática escolhida. Como o resultado das produções escritas foram divulgadas na última sexta-feira (20), as estudantes da UESPI se preparam agora para a pŕoxima etapa – produção do vídeo-reportagem. “Dia 04 de setembro vamos ter um encontro virtual para pactuação e apresentação dos mentores, aonde receberemos as orientações básicas para o início dos trabalhos”, disse Mara Gislianne.

O professor Orlando Berti foi convidado para orientar as jovens discentes neste trabalho. Ele destaca que o trabalho delas está entre os 04 do nordeste que foram selecionados, o que reforça a competência do alunado da UESPI. “O prêmio representa a qualidade dos estudantes da UESPI. As alunas apresentaram boas ideias e obtiveram essa conquista através das experimentações jornalísticas. Isso demonstra a dedicação delas e também que estão atentas a realidade”, disse o docente.

Como irão iniciar o processo de produção do vídeo, as alunas ainda não receberam a premiação. Contudo, foram contempladas com bolsa-auxílio para a produção audiovisual nos próximos meses.