Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h-1

Parte VI da série: “A Educação que transforma”: “A Universidade Aberta do Piauí, através da UESPI, veio para realizar meu sonho”

Por Ana Raquel Costa

Realização de um sonho: este é um tema comum nas falas de discentes em diferentes fases da execução das etapas do programa Universidade Aberta do Piauí (UAPI), através da Universidade Estadual do Piauí (UESPI). Com 183 polos espalhados por todo o Estado, com cobertura nos 224 municípios, a UAPI tem sido agente de transformação na vida de muitos piauienses através do acesso à Educação para aqueles que não podem se deslocar para outras cidades para cursar o ensino superior por diversos motivos.

Com o objetivo de expandir e interiorizar a educação superior por todo o estado do Piauí,  a UAPI foi instituída no ano de 2016 e oferta o curso de Bacharelado em Administração nas três etapas do programa com corpo docente e pedagógico composto por profissionais da Universidade Estadual do Piauí. É um percurso que reforça a importância que a educação tem no desenvolvimento da sociedade.

Samara de Sousa é aluna da Terceira Etapa da UAPI, através do Polo de Arraial, que teve início em 2022. Ela conta que estava há mais de uma década sem contato com os livros, mas viu na oferta do curso de Administração a chance de voltar a estudar e conseguir um diploma de curso superior.

 

Samara de Sousa ingressou no Bacharelado em Administração através da oferta do curso na Terceira Etapa da UAPI

 

“A Universidade Aberta do Piauí, através da UESPI, veio para realizar meu sonho e de minha família de que eu tivesse acesso a um curso de ensino superior. Eu estava há mais de 10 anos sem ter contato com os estudos e me vi diante do desafio de voltar tudo de novo, com medo de não dar certo. Nesse meio tempo descobri que estava grávida, mas a vontade de me ver formada foi mais forte que todo o receio que tive, então prossegui com esse desafio de cursar o ensino superior e aproveitar essa oportunidade. A UAPI veio para retomar meus sonhos e já posso me ver formada em Administração pela UESPI”, relata a a futura administradora.

O discente Agenor Pereira é um dos exemplos de discentes que não poderiam migrar para outra cidade para cursar o ensino superior e viu na oferta do Bacharelado em Administração pela UAPI a oportunidade de alcançar essa meta. Ligado ao Polo de Pavassu, o discente comenta que terminou o ensino médio há mais de 26 anos atrás e ficou feliz com a expansão do ensino superior da UESPI por todo o Piauí.

 

O discente Agenor Pereira faz parte do Polo de Pavassu através da Terceira Etapa da UAPI

 

Terminei o ensino médio em 1996 e a UAPI, através da UESPI, me proporcionou a realização de uma meta que eu considerava muito distante da minha realidade por residir em uma cidade muito pequena sem acesso ao ensino superior presencial. A possibilidade de me mudar para outro lugar não era possível pois eu não queria deixar a minha estabilidade financeira alcançada aqui. Até que a UAPI chegou a minha pequena cidade do interior do sul do Piauí e abriu portas rumo à uma nova história para mim, possibilitando a realização do tão sonhado acesso ao curso de ensino superior”, comemora o discente Agenor Pereira.

Em dezembro de 2022 a UESPI, através da UAPI, entregou para a sociedade piauiense mais de 650 novos administradores em uma colação de grau híbrida com a participação de formandos em Administração dos 60 polos da primeira etapa do programa. A egressa Queren Próspero faz parte desse número de novos profissionais formados pela UESPI e relata como o processo de sua formação superior contribuiu para uma mudança em sua vida através da educação.

 

Solenidade de Colação de Grau de alunos aptos da Primeira Etapa da UAPI em dezembro de 2022

 

“Concluir um curso de ensino superior é um conjunto de sensações que misturam a gratidão pelo resultado dos esforços empenhados e felicidade em saber que somos capazes quando lutamos e não desistimos. Chegar ao final do curso de graduação foi a representação de uma grande conquista, uma vitória que será comemorada todos os dias da minha vida pois vou lembrar de todas as lutas que passei mas que não deixei ser vencida pelas dificuldades. A oferta do bacharelado em Administração proporcionou a abertura de novas portas, tanto que com o embasamento do curso já estou empreendendo com a produção e vendas no ramo de confecções. Eu acredito que vale a pena dedicar, apreciar e valorizar as oportunidades que a educação nos dá. A UESPI ultrapassou barreiras geográficas para nos proporcionar uma educação de nível superior”, relata a recém formada pela UESPI.

 

Queren Próspero faz parte dos mais de 650 novos administradores formados pela UAPI em 2022

 

Como instituição de ensino superior que busca seguir o tripé de Educação, Pesquisa e Extensão, a Universidade Estadual do Piauí reconhece que a educação fornece ferramentas que permitem a evolução da sociedade em que está inserida e a possibilidade de uma vida mais digna para aqueles que têm a oportunidade de ingressar em cursos de educação superior.

UAPI: oferta de PNEAD para a segunda etapa

A Universidade Aberta do Piauí (UAPI) comunica a oferta de PNEAD para os alunos matriculados na segunda etapa visando a recuperação de disciplinas pendentes no curso de graduação.

Serão ofertadas disciplinas dos blocos 1 e 6 e os alunos poderão escolher até cinco disciplinas por bloco.

O período de matrícula será de 23 a 27 de janeiro de 2023, com início das aulas em 23 de fevereiro de 2023.

UAPI: oferta de PNEAD para a terceira etapa

A Universidade Aberta do Piauí (UAPI) comunica a oferta de PNEAD para os alunos matriculados na terceira etapa visando a recuperação de disciplinas pendentes no curso de graduação.

Serão ofertadas disciplinas do bloco 1 e os alunos poderão escolher até cinco disciplinas por bloco.

O período de matrícula será de 23 a 27 de janeiro de 2023, com início das aulas em 23 de fevereiro de 2023.

UAPI: oferta de PNEAD para primeira etapa

A Universidade Aberta do Piauí (UAPI) comunica a oferta de PNEAD para os alunos matriculados na primeira etapa, visando a recuperação de disciplinas pendentes no curso de graduação. 

Serão ofertadas disciplinas dos blocos 1, 2, 6 e 7, com exceção das disciplinas Estágio I, Estágio II e Trabalho de Conclusão de Curso I.

O período de matrícula será de 23 a 27 de janeiro de 2023. Os alunos poderão escolher até cinco disciplinas por bloco com início das aulas em 23 de fevereiro de 2023.

UAPI: aviso sobre colação de grau em separado e solicitações de diploma

A Coordenação Geral da Universidade Aberta do Piauí (UAPI) informa que as cerimônias de colação de grau em separado dos discentes da UAPI terão continuidade somente após formalização dos procedimentos a serem realizados para conceder grau ao formando junto à Pró-Reitoria de Ensino e Graduação (PREG). Essa formalização se faz necessária para que não haja nenhum equívoco ou erro que possa invalidar a diplomação dos discentes. Os discentes serão informados sobre todos os passos a serem seguidos para realizarem a cerimônia assim que a decisão for oficializada.

Aos discentes que já colaram grau e estão interessados em realizar a solicitação do diploma de graduação, o procedimento é feito junto à Universidade Estadual do Piauí. O aluno deve baixar o “Formulário do Aluno” no Protocolo Acadêmico Online, imprimir o documento de requerimento do diploma; preencher; digitalizar e enviar para o e-mail: diplomacao@preg.uespi.br, com o anexo do RG, CPF, nada consta da Biblioteca e declaração de entrega do TCC (emitida nas coordenações de curso), cópia certidão de casamento (apenas na mudança de nome). Os alunos dos polos que não possuem acesso à biblioteca ficam isentos da declaração de nada consta.

Caso solicite diploma para assumir concurso público ou ingresso em programas de pós-graduação (Mestrado e/ou Doutorado), envie também um documento de comprovação no ato da solicitação. Diante de necessidade, o discente pode solicitar junto à Coordenação de Curso ou à Coordenação Geral uma declaração de conclusão do curso para comprovação da sua graduação até que saia o diploma.

Normalmente, os diplomas solicitados pela UESPI têm previsão de entrega de 90 a 120 dias úteis. No entanto, por se tratar da primeira turma de formandos e pela necessidade do curso de graduação oferecido pela UAPI passar primeiro pela avaliação da comissão de aprovação do Conselho Estadual de Educação do Piauí (Portaria ADM/CEE/PI nº 173/2022), esse prazo pode ser prorrogado em mais dias, pois os processos de solicitação só poderão ir adiante após a conclusão da avaliação do bacharelado por parte do CEE/PI.

Retrospectiva 2022: UAPI tem ano marcado por conquistas do curso superior em todo Piauí

Por Ana Raquel Costa

A expansão do ensino superior da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), através da Universidade Aberta do Piauí (UAPI), vem levando a oportunidade aos piauienses de se profissionalizarem nas suas cidades de origem através dos polos espalhados por todo o Piauí. Nesta reportagem da Retrospectiva de 2022, falaremos sobre a universidade que impacta todos os municípios do nosso estado. 

Com a oferta do curso de Bacharelado em Administração, a UAPI possui 183 polos e atende a 224 municípios do Estado tendo como objetivo de expandir e interiorizar a educação superior.

Com o início das suas atividades em 2017 com a primeira etapa, a UAPI teve a abertura inicial de 60 polos. Em 2018 a segunda etapa levou a oferta do curso superior para mais 60 polos. No ano de 2022, com o início das aulas da terceira etapa em janeiro, a UAPI se consolidou com a oferta em mais 63 polos e mais de 3 mil estudantes matriculados.

Administrador Robert dos Santos Barbosa ministrou uma das palestras da aula inaugural representando o Conselho Regional de Administração do Piauí (CRA-PI)

 

Ainda em 2022, a UAPI inaugurou mais de 13 polos espalhados por diferentes cidades do interior do Piauí. Os polos foram entregues totalmente reformados e equipados, proporcionando todo suporte pedagógico e tecnológico aos discentes que vão aos polos nos dias de encontros presenciais da graduação. Os núcleos entregues em março de 2022 abrangem as cidades de Amarante, Brasileira, Buriti dos Montes, Campo Grande do Piauí, Capitão de Campos, Curral Novo do Piauí, Massapê do Piauí, Isaías Coelho, Parnaguá, Patos do Piauí, Bela Vista do Piauí, Prata do Piauí e Sigefredo Pachêco.

Alunos do Polo de Bela Vista do Piauí após a inauguração das novas instalações

 

Defesas dos Trabalhos de Conclusão de Curso

O ano de 2022 também foi ano de encerramento de etapas e conquistas dentro da UAPI. Com a chegada da reta final da primeira etapa, os discentes do Bacharelado em Administração defenderam seus Trabalhos de Conclusão de Curso nas bancas de defesas que foram acompanhadas diretamente pela Coordenação Pedagógica da UAPI e Coordenação de Curso da primeira etapa.

“Nossas primeiras defesas de TCC na UAPI podem ser vistas como uma conquista conjunta dos alunos, dos professores orientadores e das coordenações do programa. Durante as apresentações nas bancas de defesas tivemos trabalhos com excelência e rigor científico como resultados de meses de pesquisas e orientações, sejam eles artigos ou planos de negócios. Enquanto coordenadora pedagógica estamos muito felizes com a parceria bem sucedida entre os nossos discentes e os seus orientadores que foi extremamente necessária devido a grande quantidade de bancas que foram realizadas em virtude da extensão que possui a UAPI. Acreditamos que os trabalhos defendidos tem grande potencial de ir além da defesa, podendo inclusive serem publicados em meios científicos, uma amostra do grandioso resultado que pode ser colhido através do trabalho de ensino da UAPI, da dedicação dos nossos discentes e dos profissionais que integram o programa”, avalia a Professora Fabricia Gomes, Coordenadora Pedagógica da Universidade Aberta do Piauí.

A discente Liviane Silva, concludente do polo de Cabeceiras, integrou a equipe responsável pelo artigo científico “Limite das Cláusulas Exorbitantes nos Contratos Administrativos”, que foi orientado pela professora Ana Keuly Luz Bezerra e teve como objetivo refletir sobre os usos, as causas, as características, as espécies e limitações presentes em cláusulas exorbitantes de contratos administrativos. A discente relata que o sentimento de apresentar um Trabalho de Conclusão de Curso é satisfatório após se debruçar na pesquisa científica que resultou no trabalho científico defendido.

Liviane Silva e sua dupla, Amanda Lages, no dia da defesa de seu TCC.

“Há um sentimento de satisfação ao apresentar este TCC depois de momentos muito produtivos durante a execução de todo o trabalho feito para elaborar a pesquisa científica que resultou no artigo científico que eu e minha dupla apresentamos. Descobrimos o quanto nosso objeto de pesquisa era interessante e a cada passo concluído colhíamos mais resultados para as discussões. A defesa representou uma vitória diante de um processo desafiador. Depois disso reflito que, para mim, é muito importante não desistir de um sonho pois o final pode ser bem satisfatório”, relata Liviane Silva.

Com o Trabalho de Conclusão de Curso intitulado “Plano de Negócio ‘Studio D’Beleza'”, o discente Cleiton Alves, do polo de Avelino Alves, também teve seu trabalho aprovado durante a banca de defesa. O trabalho foi produzido por um grupo composto por mais três discentes, incluindo sua esposa, a concludente Dalete Alves, e foi orientado pelo Professor Márcio Sérgio Olímpio.

Grupo composto por Jâniva Próspero, Queren Próspero, Dalete Alves e Cleiton Alves durante sua defesa de TCC.

“A elaboração do plano de negócio ‘Studio D’Beleza’ é a prova de que o conhecimento adquirido durante o curso torna o aluno do Bacharelado em Administração ofertado pela UAPI habilitado para ser um bom administrador. A conclusão do curso representa um sonho para nós. Acredito que a educação é uma das chaves para o sucesso e aproveito para agradecer a UESPI pela oportunidade de poder cursar um curso de ensino superior, desejando que mais pessoas com essa vontade de ser graduado também tenham a oportunidade de cursar uma graduação”, finaliza Cleiton Alves.

Colação de Grau da Primeira Etapa

O ano de 2022 da UAPI encerra com chave de ouro com a consolidação da graduação de mais de 650 novos bacharéis em administração. A colação de grau dos discentes da primeira etapa do programa aconteceu de forma híbrida com uma cerimônia presencial no Centro de Convenções de Teresina e transmissão ao vivo para os demais 59 polos. O momento contou com a presença de representantes da UESPI, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí (FAPEPI) e da Secretaria de Estado da Educação (SEDUC), parceiros na realização do projeto da UAPI.

 

Formandos dos 60 polos da UAPI colam grau em cerimônia híbrida.

A Coordenadora Geral da UAPI, professora Ana Angélica Costa, relata que a colação de grau dessa primeira etapa se trata de um momento com muita alegria e com o sentimento de realização por poder entregar à sociedade piauiense novos profissionais habilitados a exercer a profissão de administrador, diplomados através da Universidade Estadual do Piauí (UESPI). “Acreditamos que esse é o primeiro passo para que possamos fortalecer mais ainda a UAPI dentro da Universidade Estadual do Piauí, um programa que vem trazendo um diferencial na formação de novos administradores do Estado”, finaliza a professora.

Com as três etapas da Universidade Aberta do Piauí, são mais de 10 mil discentes contemplados com a oferta de ensino superior através dos polos espalhados por todo o Estado. Em 2023 a UESPI, através da UAPI, continuará trabalhando para que novos profissionais sejam entregues à sociedade piauiense.

UAPI: mais de 650 novos administradores recebem grau pela UAPI/UESPI

Por Ana Raquel Costa

Em cerimônia emocionante realizada no Centro de Convenções de Teresina, a Universidade Estadual do Piauí (UESPI) outorgou grau de mais de 658 novos administradores que concluíram o curso de graduação ofertado através da Universidade Aberta do Piauí (UAPI). A solenidade aconteceu de forma híbrida, com evento acontecendo de forma simultânea em Teresina e acompanhado por transmissão ao vivo nos demais 59 polos da primeira etapa do programa. A solenidade contou com a presença de representantes da UESPI, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí (FAPEPI) e da Secretaria de Estado da Educação (SEDUC), parceiros na realização do projeto da UAPI.

 

Formandos representantes dos mais de 60 polos da UAPI se reúnem para solenidade de colação de grau.

“Eu espero que os frutos dessa graduação, ofertada através da UESPI, possam contribuir para o desenvolvimento da nossa cidade, Domingos Mourão. Por ser uma cidade pequena, o curso de administração acaba sendo pouco procurado, mas acreditamos no potencial que nosso município tem e buscamos essa graduação para poder nos capacitar com o intuito de colaborar no crescimento da cidade. Para mim, pessoalmente, foi uma conquista muito grande, superação e motivo de orgulho”, relata a mais nova administradora Maria Rodrigues.

As irmãs formandas Maria Angélica Rodrigues e Nara Angélica Rodrigues acompanhadas de seus familiares durante a solenidade.

Maria Rodrigues e sua irmã, Nara Angélica Rodrigues, colaram grau juntas e fizeram um plano de negócios de uma empresa de eventos como Trabalho de Conclusão de Curso. Nara ressalta que a Universidade Estadual do Piauí, através da UAPI, representou um abrir de portas para ela e sua irmã que hoje entregam alegria dupla para sua família, que esteve presente na solenidade. “Nós que moramos em cidades pequenas muitas vezes não temos como pagar uma faculdade particular e a UESPI, através da UAPI, foi fundamental no processo da nossa formação e na realização do sonho de obter a primeira graduação de ensino superior”, destaca a Nara Angélica.

Em sua fala, o reitor da Universidade Estadual do Piauí, professor Evandro Alberto, falou da alegria de poder entregar mais de 658novos administradores à sociedade piauiense e de sua certeza que os recém graduados serão agentes transformadores na vida de muitas pessoas atuando na profissão em que agora estão devidamente habilitados.

Professor Evandro Alberto, reitor da UESPI, proferindo discurso aos formandos e familiares.

“Tenho certeza que com esta emancipação que o ensino superior permite na vida de cada um, as vidas dos novos administradores e de suas famílias serão transformadas. Para que hoje esses formandos estivessem aqui foi preciso que houvesse pessoas realmente comprometidas com a educação, com a sensibilidade de abraçar esse projeto como a equipe comprometida com o projeto da UAPI abraçou. Nosso objetivo a partir de agora se volta para poder ofertar novos cursos, pois o Estado do Piauí merece cada vez mais esse compromisso. Que os novos administradores tenham orgulho do diploma que estão recebendo através da Universidade Estadual do Piauí, uma instituição forte que tem compromisso com a transformação de vidas em todo o Estado do Piauí e pertence a todos os piauienses”, coloca o reitor Evandro Alberto.

Dejanildes Cabral Ribeiro, juramentista da turma, é do polo de Palmeirais e comentou que foi uma honra ser escolhida para representar todos os formandos nesse momento tão especial na vida deles, sobre a importância da solenidade e a gratidão que tem a oportunidade de concluir um curso de ensino superior através da UESPI. “A Universidade Estadual do Piauí mudou a minha vida e a de todos os meus colegas que estão aqui hoje nesse momento. Estou muito realizada em estar colando grau em administração e, principalmente, por ser um diploma expedido através desta instituição”, comemora Dejanildes.

Dejanildes Cabral Ribeiro, juramentista da solenidade de colação de grau.

Com um discurso forte e cheio de emoção, o orador da turma, José Onecifro de Sousa, relatou sobre a grande emoção de conseguir entrar em um curso de graduação. Ele agradeceu a todos coordenadores, tutores, professores e todos os profissionais que trabalham com muita dedicação para que os sonhos de todos os novos graduados fossem realizados.

José Onecifro de Sousa, proferindo seu discurso de orador da turma.

É muito bom olhar para trás, lá em 2017, quando mais de 10 mil candidatos concorreram a 3 mil vagas ofertadas pela UAPI. A importância da graduação em nossas vidas é medida pela nossa felicidade em viver esse momento. Nós conseguimos aprender muita coisa e não custa deixar de lembrar da importância da Universidade no seu empenho em favorecer a universalização do Ensino Superior no Piauí. Isso é, para todos os piauienses, motivo de muito orgulho, assim como todas as políticas públicas que oferecem Educação como tem que ser: pública, gratuita, de qualidade, libertadora e propiciadora de autonomia. Nós sabemos e somos provas vivas de que a educação transforma”, relata José.

A Coordenadora Geral da UAPI, professora Ana Angélica Costa, comenta que esse foi um momento muito esperado por todos os coordenadores, professores, tutores e profissionais que fazem parte da Universidade Aberta do Piauí. 

Professora Ana Angélica Costa, Coordenadora Geral da UAPI.

“Estamos formando discentes dos primeiros 60 polos que receberam o curso de graduação em Administração da UESPI através da UAPI. São mais de 658 alunos nessa primeira colação de grau, incluindo os formandos que vieram a Teresina e aos que participaram da solenidade através da transmissão nos polos. Acreditamos que esse é o primeiro passo para que possamos fortalecer mais ainda a UAPI dentro da Universidade Estadual do Piauí, um programa que vem trazendo um diferencial na formação de novos administradores do Estado”, comemora a professora Ana Angélica.

Como unidade certificadora e responsável por toda parte pedagógica da UAPI, a Universidade Estadual do Piauí seguirá comprometida com a oferta de ensino do curso superior de graduação na Universidade Aberta do Piauí. A equipe de coordenadores, professores e profissionais da UESPI segue trabalhando para poder proporcionar aos demais discentes matriculados uma formação de qualidade, pública e gratuita.

Mais de 360 concludentes da 1ª etapa UAPI colarão grau nesta segunda-feira (19)

 

“Agradecer muito quem idealizou a UAPI, pois ajudou muita gente”, disse Hélio Guedes, 43 anos, do polo de Belém do Piauí, distante 385 km da capital, um dos concludentes do curso de Bacharelado de Administração das primeiras turmas a concluírem o curso da 1ª etapa da Universidade Aberta do Piauí (UAPI). A solenidade de colação de grau vai acontecer nesta segunda-feira,19, no Centro de Convenções de Teresina, em uma solenidade híbrida com a presença de autoridades, representantes de polos e transmitida pelo Canal Educação; Mais de 650 estão aptos a colar grau, sendo que mais de 360 estarão presencialmente e os demais acompanharão pelo Canal Educação do YouTube.

O projeto de universalização da educação superior tem sido realizado desde 2017 e a UAPI está presente em 183 municípios, além de vagas nas demais universidade públicas presentes no estado, que, juntas, cobrem os 224 municípios com vagas em universidades públicas.

 

 

O Hélio é parte de um perfil de estudantes que escolheram a UAPI como meio de ingresso ou mesmo o início de uma carreira na Administração com foco no empreendedorismo. Ele conta que mora em Picos e trabalha como vigilante e tem uma pequena empresa de entrega de água e gás. Em 2017, ficou sabendo da UAPI por meio das redes sociais e resolveu ingressar através do vestibular. “Fiquei classificado para o Polo de Santana do Piauí, que tinha 50 vagas e eu fiquei na posição 55. Quando fui chamado na lista de espera solicitei a remoção para o Polo de Belém do Piauí, que é mais próximo de onde trabalho”, explicou.

O concludente conta que foi um longo percurso de trabalhos, novos conhecimentos e acesso a materiais que o ajudaram a entender mais sobre como gerir seu negócio, mas além disso lhe permitiu olhar o horizonte de possibilidades que o ajudariam a pensar em fazer concursos públicos. “Recentemente eu fiz o concurso do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ) e aproveitei conteúdos que tinha visto no curso da UAPI”, disse o futuro administrador. Ele ainda falou que a UAPI dá a noção “para quem está cego e que não sabe nada sobre empreender. Os conhecimentos nos deixam com visão ampla de como funciona uma empresa ou organização e o que se deve fazer para ter sucesso e faturamento, saber como o mercado funciona, a parte fiscal e contábil, a área administrativa, marketing e todo o material vem completo”.

O concludente conta que não foi fácil, mas conseguiu concluir todas as etapas e recentemente apresentou seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) com o tema: “OS DESAFIOS DA CRIAÇÃO DE UM NEGÓCIO PRÓPRIO COM POUCOS RECURSOS FINANCEIROS”. Todo o processo foi finalizado e agora ele aguarda a solenidade de colação de grau.

OFERTA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DA UAPI    

A parceria entre Universidade Estadual do Piauí (Uespi), Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) tem o objetivo de universalizar o Ensino Superior em todo o Piauí e promover qualidade por meio da educação à distância, um dos eixos do PRO Piauí Educação. A UAPI iniciou ainda em 2017 com a primeira etapa e a abertura de 60 polos; em 2018, a segunda etapa com mais 60 polos; e a terceira etapa mais 63 polos totalizando 183 cidades piauienses.

UAPI: solenidade de colação de grau da primeira turma de administração acontece de forma híbrida

Por Ana Raquel Costa

O ingresso no ensino superior é considerado um sonho para muitos piauienses e a conquista do diploma do curso desejado se torna a consolidação dessa conquista. Na próxima segunda-feira (19) cerca de 500 discentes da Universidade Aberta do Piauí (UAPI) realizarão esse sonho ao receberem o grau de bacharel em Administração pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI). A cerimônia acontece a partir das 18h de forma híbrida.

Com polos espalhados por todo Piauí, a UAPI se prepara para o encerramento da sua primeira etapa através de uma solenidade de colação de grau que acontecerá no formato híbrido com o evento presencial na cidade de Teresina (PI) e participação simultânea dos demais polos por meio da transmissão ao vivo pelo YouTube do Canal Educação.

Dalete Alves é uma das concludentes do curso de ensino superior ofertado pela UAPI, através do polo de Avelino Lopes,  e expressa a profundidade que esta conquista representa para ela. Ela e o esposo, Cleiton Alves, cursaram juntos o curso de administração e apresentaram o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) através de uma equipe composta por mais dois integrantes. O TCC foi um plano de negócios para um estúdio de beleza e obteve nota máxima durante a banca de defesa.

Jâniva Próspero, Queren Próspero, Dalete Alves e Cleiton Alves durante sua defesa de TCC.

“Há um sentimento de vitória por ter conseguido chegar a essa etapa de conclusão do curso com a sensação de dever cumprido, fechando esse ciclo com a produção, apresentação e aprovação do TCC. Agradeço à UESPI/UAPI por ter criado esse projeto lindo de incentivo à educação e capacitação, onde muitos piauienses tiveram suas vidas impactadas e transformadas para melhor, assim como eu tive. Por fim, permanece a esperança de ter espaço no mercado de trabalho e, através do conhecimento adquirido durante o curso, poder gerar valor, contribuir para melhorias no mundo e poder ajudar a transformar a vida de muitas pessoas”, relata a futura administradora.

Atualmente a UAPI oferta o curso de Administração para 183 polos espalhados em todo o Estado cobrindo os 224 municípios do Piauí. O programa é fruto de uma parceria entre a Universidade Estadual do Piauí (UESPI), a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI).

UAPI: uso de máscara obrigatório nos polos de encontros presenciais

A Universidade Aberta do Piauí, por meio da Pró-Reitoria de Administração da Universidade Estadual do Piauí, informa sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras nos ambientes fechados dos polos de encontros presenciais. A medida está de acordo o DECRETO Nº 21.644, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2022, que determina o uso obrigatório de máscaras em todo o Estado do Piauí, em ambientes fechados, públicos ou privados como medida excepcional voltada para o enfrentamento da COVID-1 e, ainda, seguindo as recomendações dadas pelo Comitê de Operações Emergenciais (COE) do Estado.

UAPI: coordenação pedagógica promove abertura das defesas de TCC de discentes

 

A Coordenação Pedagógica da Universidade Aberta do Piauí (UAPI) convida os discentes para participarem da abertura de defesas dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) do curso de Bacharelado em Administração da primeira etapa da UAPI ofertado através da Universidade Estadual do Piauí (UESPI). Com objetivo de dar início ao calendário de bancas de TCC e incentivar os discentes, o momento acontece no dia 23 de novembro a partir das 19h00min com transmissão através do canal do YouTube da UESPI Oficial.

Na oportunidade será ministrada a palestra “A importância da pesquisa científica para a formação profissional” ministrada pela Profª Drª Kely-Anee Nascimento. Também estarão presentes a Reitoria da UESPI, Coordenação Geral da UAPI e Coordenação do Curso de Administração da UAPI para conversar com os alunos e repassar as orientações finais sobre as defesas dos trabalhos.

Link da Transmissão: https://www.youtube.com/watch?v=YUbJYGUTXYM

UAPI: comunicado sobre regularização das disciplinas Estágio I e Estágio II

 

A Coordenação Pedagógica, através da Coordenação Geral, informa aos alunos da Universidade Aberta do Piauí sobre a reabertura na plataforma do prazo para regularização das disciplinas Estágio I e Estágio II no prazo 03 a 11 de novembro de 2022. Os critérios aceitos para essa regularização são: 1) alunos com a documentação inicial deferida; 2) alunos com carga horária de estágio completa.

As documentações que serão aceitas para reenvio nessa reabertura de prazos são:

1) Documentação final preenchida e devidamente assinada por todos de direitos;

2) Cronograma de implementação e execução de estratégias finalizados;

3) Relatório simplificado de estágio finalizado;

4) Documentos enviados em PDF, apenas.

UAPI: aviso sobre as aulas do dia 29/10

 

A Coordenação Geral da Universidade Aberta do Piauí (UAPI) informa que, excepcionalmente neste sábado letivo (29/10), as aulas ocorrerão de forma remota com transmissão via YouTube do Canal Educação. A decisão se aplica apenas a esse final de semana em virtude das Eleições 2022.

Reitoria Itinerante: administração superior realiza ações em Uruçuí

Por Ana Raquel Costa

A Reitoria Itinerante começou com uma conversa com toda a comunidade, na Câmera dos Vereadores

 

Na manhã desta segunda-feira (24) a Administração Superior deu início às atividades do projeto Reitoria Itinerante, no Campus Uruçuí da Universidade Estadual do Piauí (UESPI). Durante o encontro a equipe teve um momento com toda a comunidade acadêmica do campus para explicar sobre os objetivos do projeto.

 

Prof. Dr. Evandro Alberto em diálogo com a comunidade acadêmica

 

A diretora do campus da UESPI em Uruçuí, professora Anarlete Ursulino, comenta a importância das atividades da reitoria para a universidade no interior do estado e explica que a presença do ensino superior no município impacta positivamente na sociedade uruçuiense.

“A visita da administração superior através do projeto ‘Reitoria Itinerante’ é um momento muito esperado por toda a comunidade acadêmica para reforçar esse apoio que a Reitoria tem dado ao campus de Uruçuí durante sua administração. Toda a comunidade acadêmica foi mobilizada para esse encontro com reuniões para tratarmos de assuntos relacionados a diversas áreas do conhecimento”, relata a professora Anarlete Ursulino.

 

Participação da comunidade acadêmica da UESPI de Uruçuí

 

Wesley Sales, discente do bacharelado em Agronomia da Universidade Estadual do Piauí, campus de Uruçuí, avalia positivamente a iniciativa do projeto direcionado ao interior do estado e comenta a importância da reunião com a comunidade discente.

“Como aluno tenho as melhores expectativas em relação à vinda presencial da administração superior para esse contato mais direto com nosso campus onde poderemos esclarecer a atuação de cada pró-reitoria, o que pode oferecer para a comunidade acadêmica através de suas ações e, basicamente, reforçar os conhecimentos sobre cada uma delas e estreitar os diálogos com a reitoria da universidade”, relata o discente.

 

Reitoria e Pró-Reitorias da UESPI representadas nas ações do projeto “Reitoria Itinerante”

O coordenador do curso de bacharelado em Agronomia, professor Francisco Leonardo, comenta a importância da UESPI fornecer profissionais qualificados para o mercado de trabalho e como ações como do projeto “Reitoria Itinerante” chegam para a fortalecer a a qualidade do tripé ensino, pesquisa e extensão no interior do estado.

“Nós estamos localizados em uma localidade muito propícia para se desenvolver a agricultura com uma área muito produtiva onde o agronegócio atua de forma expressiva no município. Nosso objetivo principal é qualificar o máximo nossos estudantes para que eles estejam preparados  com um bom nível de conhecimento para atuar no mercado. Estamos tentando cada vez mais melhorar a qualidade do profissional formado pela nossa universidade que, atualmente, é referência na formação desses profissionais [de agronomia] na região de Uruçuí”, destaca o professor Francisco Leonardo.

A programação da “Reitoria Itinerante” no campus de Uruçuí tem momentos de diálogos direcionados para cada público da comunidade através de reuniões agendadas com docentes e técnicos-administrativos, coordenadores de curso e com todos os discentes do campus.

“Estamos apresentando, em cada campi, as ações da reitoria e das pró-reitorias em diferentes temas, como ensino, pesquisa, administração, extensão e também tecnologia e investimentos.  Ao mesmo tempo, ouvimos e tiramos dúvidas que são muito específicas de cada campus. Mais uma vez,  aqui em Uruçuí, o contato com toda a comunidade ueapiana nos motiva ainda mais para um trabalho responsável e incansável. Somos apaixonados pela UESPI e vamos manter nosso compromisso com a Universidade, com a sociedade e com o Piauí “, finalizou o reitor.

Reunião da Adm. Superior com os docentes e técnicos

 

UAPI: aviso sobre as aulas do dia 01/10

 

A Coordenação Geral da Universidade Aberta do Piauí (UAPI) informa que, excepcionalmente neste sábado letivo (01/10), as aulas ocorrerão de forma remota com transmissão via YouTube do Canal Educação. A decisão se aplica apenas a esse final de semana em virtude das Eleições 2022.

UESPI recebe delegação de instituição de ensino pública de Moçambique

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI) recebeu a visita de representantes do Instituto de Educação Aberta e a Distância (IEDA) da República de Moçambique na manhã desta segunda-feira (26/09). O encontro aconteceu na Reitoria da UESPI e contou com a presença de membros da Universidade Aberta do Piauí (UAPI), Pró-Reitoria de Administração (PRAD), Pró-Reitoria de Planejamento e Finanças (PROPLAN), Diretoria de Relações Internacionais (DRI) e Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP).

 

Registro da reunião com a comitiva do Instituto de Educação Aberta e a Distância (IEDA) da República de Moçambique.

 

A visita teve como objetivo a troca de experiências entre as duas instituições de ensino acerca do ensino à distância através da mediação tecnológica tendo como principal observável o modelo de ensino que é utilizado na Universidade Aberta do Piauí (UAPI). De acordo com o Diretor Geral do IEDA (República de Moçambique) a escolha da UESPI se deu pela observação de que a UAPI possui êxito na execução desse modelo de ensino superior dando oportunidade a pessoas que estão em localidades uma instituição pública de ensino na modalidade presencial.

O Manuel Simbine, Diretor Geral do Instituto de Educação Aberta e a Distância (IEDA) da República de Moçambique, aponta que ao levar a mediação tecnológica para Moçambique vamos abrir oportunidade de ensino secundário e oportunidade de ensino superior. Ele conta que ao visitarem Coqueiro da Praia tiveram a oportunidade de ver como funciona a mediação tecnológica para o ensino superior e então nasceu essa necessidade de visitar a UESPI para perceber como é que funciona a universidade aberta na provisão desse curso e identificar as áreas de cooperação que podem ser úteis para Moçambique.

“Temos a necessidade de formação de técnicos na área de tecnologia, na área de mediação tecnológica e na área de produção de conteúdos digitais para oferecer uma formação através da tecnologia com material interativo e multimídia. Na Universidade Estadual do Piauí encontramos especialistas nessas matérias e penso que poderemos dar passos à frente para desenvolver programas de formação profissional da nossa equipe rumo a uma oferta de uma educação a distância utilizando a educação tecnológica. Este é o desafio que nós temos como país e Piauí vai continuar a ser referência para nós”, relata.

 

 

O Instituto de Educação Aberta e a Distância (IEDA) é uma instituição pública tutelada para área de educação pelo Ministro da Educação e para área financeira pelo Ministro de Economia e Finanças na República de Moçambique. Atualmente, o IEDA oferece um curso de formação de professores primários em exercício e um programa de ensino secundário à distância com recurso ao material impresso baseado no papel para a formação de professor e o primeiro ciclo do Ensino Secundário e para o Segundo ciclo do Ensino Secundário que é oferecido via Plataforma virtual MOODLE.

“Para nós é importante, de fato, estabelecer uma parceria com Moçambique. Nós somos irmão em língua e temos muita coisa para que possamos dividir dentro desse processo nesse contexto de cooperação educacional nas pesquisas, na extensão, dentre outras experiências. Nos colocamos a disposição para cooperar com Moçambique e, da mesma forma, de lá para cá, buscar como a gente pode fazer essa interação”, apontou o Reitor da UESPI, Prof. Dr. Evandro Alberto.

Para a professora Ana Angélica Costa, Coordenadora Geral da UAPI, a visita da equipe de Moçambique é muito importante no sentido de estabelecer futuras parcerias entre a UESPI no que diz respeito a mediação tecnológica e a internacionalização no âmbito da Universidade.

 

 

“A UAPI vem somar esforços para que nós possamos ampliar nossos horizontes em outros países através da troca de experiências sobre a educação através da mediação tecnológica. Trazer a experiência de Moçambique para o Piauí e levar a experiência do Piauí para Moçambique. Então estamos muito felizes com esse contato e acreditamos que será um sucesso essa parceria”, finaliza a professora.

NETUR: pesquisa avalia aderência do público em eventos presenciais pós-vacina

Por Ana Raquel Costa

 

O Núcleo de Estudos, Pesquisas e Projetos em Turismo (NETUR) vinculado à Universidade Estadual do Piauí (UESPI), em parceria com Observatório Potiguar do Turismo (OPOTUR) e com a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), publicou uma pesquisa que avalia a mensuração do nível de confiança dos turistas em eventos presenciais no período pós-vacina. O estudo teve entrevistados de vários estados do país e diversas idades.

O levantamento dos dados foi resultado da abordagem indireta junto aos participantes que estiveram presentes durante o VI Encontro da Rede Brasileira de Observatórios do Turismo/RBOT e o I Fórum Nacional ABBTUR, realizados no Centro de Convenções, na cidade de Natal/RN, durante os dias 06 a 08 de julho de 2022.

A professora Ana Angélica Costa explica como aconteceu a estruturação da pesquisa. De acordo com ela, utilizou-se o questionário semiestruturado como instrumento de coleta, auxiliado pela ferramenta de formulário digital, elaborado no Google Forms, cujo link foi disponibilizado durante todo o evento, através de QRCode, disponível nos totens eletrônicos, que foram acessados pelos participantes no saguão dos auditórios, em que se realizavam a programação do evento.

“Diante do cenário da pandemia de COVID-19, o retorno dos eventos coorporativos e científicos ainda trazia um certo receio. No entanto, após o período de vacinação, o mercado do viagens, turismo e eventos tornaram-se mais seguros para a saúde coletiva. Assim, o NETUR e OPOTUR observaram a oportunidade de identificar o nível de confiança dos turistas e participantes de eventos presenciais pós-vacinas do covid-19. Essa pesquisa faz parte de uma série de outras publicações que temos organizado em virtude dessa parceria com a UERN, firmada desde 2020, com o compromisso de troca de experiências científicas entre ambas IES, o que tem gerado grandes e valiosos resultados, com retorno para a sociedade que, através desses dados, conhecem de forma qualitativa a realidade do turismo pós-pandemia”, relata a professora.

Professora Ana Angélica Costa durante o evento que coletou os dados da pesquisa.

 

O professor Dr. Sidcley Alegrini, Coordenador do OPOTUR (UERN), relata que a pesquisa disponibiliza, de forma inédita, um material consultivo para empresas e entidades públicas do turismo, dados estratégicos a respeito de como os eventos turísticos estão ocorrendo no período pós-vacina. Além disso, o resultado das análises permite visualizar como os eventos devem ser pensados e entender os elementos basilares para sua execução.

“A referida pesquisa foi pensada através de uma demanda do mercado de eventos nacional. Neste contexto, o NETUR (UESPI) e o Observatório Potiguar de Turismo da UERN foram elencados pela Associação Brasileira de Turismólogos e Profissionais do Turismo e pela Rede Brasileira de Observatórios de Turismo para a realização do referido estudo, uma vez que já era sabido, por parte destas entidades, da cooperação técnica entre o NETUR e o OPOTUR, assim como suas capacidades de pesquisa no âmbito turístico e seus expertises para atender a solicitação demandada”, explica o Professor Sidcley Alegrini.

Os indicadores que foram analisados na pesquisa incluem a quantidade de doses tomadas pelos participantes; o uso de máscara, álcool em gel e demais cuidados preventivos em relação ao COVID-19; a realização ou não de viagens; o nível de confiança dos participantes em viajar e o nível de euforia em estar participando de um evento presencial. Além disso a pesquisa também perguntou aos participantes se já tiveram ou não COVID-19.

O resultado da pesquisa deu origem à publicação de um relatório que conta com detalhes sobre a análise dos resultados encontrados através da coleta de dados.

UAPI: alunos podem submeter ideias em programa de financiamento de projetos

Por Ana Raquel Costa

 

A Universidade Estadual do Piauí informa que, no dia 24 de agosto, os organizadores do Programa Centelha promoverão um evento online gratuito onde os interessados poderão tirar suas dúvidas sobre como participar do projeto. O encontro acontece a partir das 19h00min através do Google Meet.

As inscrições no programa, que visa incentivar a criação de negócios inovadores e disseminar a cultura empreendedora no Brasil, estão abertas até às 18h00min do dia 31 de agosto. Para os projetos selecionados, o programa oferece até R$ 53 mil por projeto, além de treinamento e outros tipos de apoio para impulsionar a transformação de ideias em negócios de sucesso.

Os alunos do programa Universidade Aberta do Piauí que tenham propostas inovadoras podem submeter seus projetos no programa. Para mais informações sobre como participar da seleção o aluno também pode conferir o edital do Centelha ou acessar a página do Piauí no site do programa.

 

Link para participação do encontro: https://meet.google.com/coa-gidb-mqa

UAPI: aviso sobre a reabertura de prazos

Por Ana Raquel Costa

 

Os e-mails das secretarias são:

UAPI I: secretariaadmuapi@nead.uespi.br

UAPI II: secretariauapi2@nead.uespi.br

UAPI III: secretariauapi3@nead.uespi.br

Aviso de ponto facultativo: 15 de agosto

Devido ao feriado referente ao dia de Teresina, no dia 16 de agosto, a Universidade Estadual do Piauí informa que na segunda-feira (15), que antecede o feriado, será PONTO FACULTATIVO de acordo com o Decreto n° 21.473, do Governo do Estado do Piauí.

Na quarta-feira (17) retornaremos ao funcionamento normal das atividades administrativas.

UAPI: Em Cocal de Telha, aluna é exemplo de superação

“Antes do curso de Administração da UAPI eu só trabalhava. Não tinha tempo para estudar. Eu trabalhei 26 anos como empregada doméstica e fui faxineira por muito tempo até chegar no curso”, diz Maria do Amparo de Sousa Oliveira, 45 anos, moradora de Piripiri e estudante do polo da Universidade Aberta do Piauí (UAPI), em Cocal de Telha.

 

Maria do Amparo de Sousa Oliveira, 45 anos, moradora de Piripiri e estudante do polo da Universidade Aberta do Piauí (UAPI), em Cocal de Telha.

 

Além de persistir em busca de um futuro melhor, Amparo entra para o grupo de piauienses que, por meio de uma educação de qualidade e ampla oferta, conquistam um curso superior.  A estudante finalizou o ciclo da educação básica em 1999 e, de lá para cá, precisou abrir mão do sonhado curso superior para criar os filhos e trabalhar, mas sempre com o sonho de poder entrar na universidade.

A vida como empregada doméstica nunca foi empecilho para que ela pudesse continuar os estudos. Maria explica que nunca desistiu de voltar para escola e, em 2016, com o incentivo da irmã administradora, resolveu buscar essa oportunidade, momento em conheceu a UAPI.

“Em 2017 resolvi fazer o ENEM e obtive uma boa nota, mas só dava para cursos de licenciatura e não era o que eu queria. Quando em 2018 surgiu o vestibular da UAPI, com essa proposta de poder estudar de casa por meio da plataforma e só comparecer no polo a cada 15 dias, percebi a oportunidade perfeita de entrar para o curso”, explica Maria, frisando que essa foi o empurrão que faltava para que, aos 43 anos, ela pudesse ingressar no curso de Administração.

 

Maria do Amparo junto à sua turma no polo de Cocal da Telha.

 

Ela decidiu cursar no polo UAPI de Cocal de Telha, pois a cidade era a mais próxima da sua naquele momento, com oferta de vagas. Cocal de Telha integrou a primeira etapa do programa, iniciado em 2017, e fez parte dos 60 primeiros polos do programa de expansão do Ensino Superior do Governo do Piauí.

Após 26 anos como empregada doméstica, ela conta que enfrentou muitos desafios, até mesmo a resistência do ex-marido para estudar após os 40 anos, mas que nada a desmotivou de alcançar seus objetivos. Desde o dia 15 de julho de 2022, cursando o 6º período de Administração, ela deixou de ser empregada doméstica e, com a ajuda da sua última patroa, foi contratada para administrar uma franquia de empréstimos localizada no centro de Piripiri.

“Essa família aqui em Piripiri sempre viu muito esse meu lado de dedicação, de muito esforço. Eles compraram uma franquia e me colocaram como administradora. Hoje, eu sou o nome que representa essa franquia aqui em Piripiri, eu sou a administradora desta franquia”, diz, orgulhosa, Maria do Amparo, que acrescenta “para mim, Maria do Amparo Oliveira, a UAPI foi a melhor coisa que poderia ter acontecido na minha vida”.

Comunicado sobre certificados do “Ciclo de Palestras sobre Gestão de Indústrias Criativas”

 

A coordenação do “ Ciclo de Palestras sobre Gestão das Indústrias Criativas” informa que os certificados serão emitidos pela Pró-Reitoria de Extensão, Assuntos Estudantis e Comunitários (PREX) da Universidade Estadual do Piauí (UESPI).

As listas de frequência serão enviadas para a PREX que se encarregará de confeccionar os certificados que devem ser enviados para os participantes através do e-mail que preencheram nas listas. Só receberá o certificado quem preencheu a frequência mínima de 5 palestras. A coordenação solicita aos participantes que aguardem pois todo o processo de confecção e envio leva em torno de algumas semanas.

O projeto foi idealizado pelos professores e alunos do curso de Administração do campus Clóvis Moura da UESPI em parceria com a PREX UESPI, UAPI e DATAmérica contando com mais de 2.739 inscrições e mais de 11 mil visualizações.