prop – Uespi

PROP: Aditivo ao Edital PROP/UESPI 004/2022.2

A Universidade Estadual do Piauí – UESPI, através da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROP, considerando a solicitação de prorrogação do período de inscrição pelos Coordenadores dos Cursos ofertados, RESOLVE alterar o ANEXO I CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO do EDITAL PROP/UESPI No 004/2022.2, relativo às inscrições para os Cursos do Programa de Pós-Graduação Lato Sensu, 2o semestre de 2022.2, a serem ofertados, conforme Resolução CONSUN no 006/2018.

ADITIVO DE PRORROGAÇÃO DE PRAZO DE INSCRIÇÃO

PROP: Processo Seletivo para ingresso nos Cursos de Especialização no período de 2022.2

A Universidade Estadual do Piauí – UESPI, através da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós- Graduação – PROP, torna público o Edital UESPI/PROP N° 004/2022 com as condições de habilitação às vagas oferecidas para os Cursos do seu Programa de Pós-Graduação Lato Sensu, para o 2o semestre de 2022, a serem ofertadas no Campus Poeta Torquato Neto, em Teresina (PI), conforme Resolução CONSUN no 006/2018.

Confira o documento:

EDITAL UESPI-PROP 004 – 2022 ESPECIALIZAÇÕES

 

Recorde: cinco professores da Uespi conseguem concessão de bolsa PQ2 do CNPQ

Por Arnaldo Alves

Cinco professores da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) conseguiram a concessão de bolsas PQ2 do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ).

O resultado é considerado um recorde no número de bolsas de nível 2 concedidas para Uespi. De acordo com o pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação (PROP), Rauirys Alencar, entre os critérios para a concessão do CNPQ estão a produção científica, a participação na formação de recursos humanos e a efetiva contribuição para a área de pesquisa.

“Essa conquista representa uma melhora da quantidade e principalmente na qualidade da produção científica desenvolvida pelos professores da UESPI. É ainda um reconhecimento nacional pelo trabalho desenvolvido por eles. Isso implica em melhora nos indicadores de qualidade da UESPI, refletindo na melhor formação dos nossos alunos, sejam eles da graduação ou da pós-graduação, e nos possibilita pleitear novos programas stricto sensu”, ressalta.

Foram contemplados os docentes:

• Geraldo Luz e Laecio Cavalcante (ambos do curso de Química e do Programa de Pós-Graduação em Química – PPGQ);

• Lucas Ramos (do curso de Biologia e do Mestrado Profissional em Ensino de Biologia em Rede Nacional -PROFBIO);

• Algemira de Macedo e Maria Pantoja dos Santos (ambas do curso de Letras e do Programa de Pós-graduação em Letras – PPGL);

Confira os nomes dos professores e pesquisadores de todo Brasil contemplados.

 

 

PROFMAT divulga convocação de candidatos classificados no ENA 2022

A Coordenação Institucional do Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional – PROFMAT da Universidade Estadual do Piauí – UESPI torna público a convocação dos seguintes candidatos classificados no Exame Nacional de Acesso do PROFMAT/UESPI 2022, conforme EDITAL 12 – ENA – PROFMAT e conforme chamada de Reclassificação para ingresso nas vagas remanescentes do Profmat turma 2022, publicado em 24 de janeiro de 2022 no site do PROFMAT.

Confira:

PROFMAT- convocação

O candidato listado deve enviar a documentação para o e-mail Institucional da Coordenação (profmat@uespi.br), digitalizada, em formato PDF, até o dia 03/02/2022, para solicitação de matrícula neste Programa.

Documentos necessários para a solicitação de matrícula institucional no PROFMAT/UESPI:I. Diploma e histórico de curso graduação devidamente registrado no Ministério da Educação;
II. Declaração do Diretor da escola, com data anterior máxima de 30 dias, que o candidato se encontra atuando na docência de Matemática na Educação Básico;
III. Carteira de Identidade;
IV. Cadastro de Pessoas Físicas – CPF;
V. Título de Eleitor;
VI. Prova de estar em dia com as obrigações eleitorais: Certidão de Quitação Eleitoral, fornecida pelos órgãos da Justiça Eleitoral ou obtida pela página www.tse.gov.br, ou comprovantes de votação em todos os turnos da última eleição;
VII. Prova de estar em dia com as obrigações relativas ao serviço militar, para os candidatos do sexo masculino;
VII. Currículo da Plataforma de Educação Básica.
Todos os documentos originais deverão ser apresentados posteriormente na Coordenação para conferência.

 

UESPI inicia aulas da primeira turma do Mestrado Interdisciplinar em Sociedade e Cultura

Por Priscila Fernandes

O programa de Pós-graduação em Interdisciplinar em Sociedade e Cultura (PPGSC) realizou uma aula inaugural hoje (2) para receber a turma de 2022.1. O encontro aconteceu no palácio Pirajá, no campus Poeta Torquato Neto.

Abertura do encontro contou com a presença da Administração Superior

 

Essa é a primeira turma do programa. A seleção dos alunos contou com mais de 500 inscritos, sendo desses, 20 selecionados. A coordenadora do PPGSC, Cristiana Rocha, afirma que as expectativas para o início das aulas são as melhores.

“Daremos prosseguimento às nossas aulas de forma remota. Essa turma é muito diversificada, temos alunos dos cursos de Direito, Letras/Português, História, Geografia, dentre outros. Aqui teremos uma troca muito importante entre pesquisadores. Nesse primeiro momento, estamos organizando os grupos de pesquisa, as áreas e na execução de muito trabalho. A expectativa é que o programa se consolide e fomente a pesquisa interdisciplinar no estado do Piauí e no Brasil”, aponta.

A Giana Duarte Ferreira é egressa do curso de História da UESPI, campus Poeta Torquato Neto, e anima-se em estar de volta. Para ela, é mais uma forma de contribuir com a extensão e a pesquisa dentro e fora da universidade. “Dentro da minha graduação tive muitas oportunidades. Participei do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica , o PIBIC, e sempre tive essa relação próxima com a pesquisa. O momento é de muita felicidade e a consolidação de um sonho que cultivei lá na graduação! Hoje retorno para a universidade para uma pós-graduação”, ressalta.

Professores e alunos tiveram a oportunidade de acompanhar a palestra do professor Euripedes Funes

 

Para contribuir com suas experiências na Universidade Federal do Ceará (UFC), o professor Eurípedes Funes fez uma palestra na aula. A sua apresentação teve como tema “Interdisciplinaridade, História Oral e Ética”.

“Estive acompanhando os processos de elaboração do plano da pós-graduação. Hoje, estar na aula inaugural é muito gratificante. Desejo que esse programa seja amplo e fomente a área de pesquisa Interdisciplinar, que é muito importante, porque hoje um pesquisador caminha por todas as áreas ao mesmo tempo que concilia com a sua”, conta.

Além da palestra, os alunos contaram com a apresentação cultural do artista Wagner Ribeiro.

Em sua apresentação com música e poesia, o artista falou sobre o sertão do Piauí

 

 

 

 

 

 

Workshop sobre bolsa de produtividade em pesquisa foi destaque hoje na UESPI

Colaboração: Yasmim Cunha / Orientação: Profa  Sammara Jericó

A PROP – Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Estadual do Piauí realizou, na manhã desta terça-feira , o Workshop das Chamadas do CNPq de Bolsa de Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora – DT (Nº003/2021) e da Bolsa de Produtividade em Pesquisa – PQ (Nº 004/2021) pelo canal do YouTube da UESPI. 

O reitor destacou a importância da pesquisa para a UESPI e para a sociedade

No evento foram abordados os seguintes temas:  os critérios de elegibilidade e execução dos projetos das bolsas de produtividade (PQ/DT), os relatos de execução de pesquisas financiadas com os fomentos CNPq, como funcionam as submissões das propostas integradas na plataforma Carlos Chagas – PQ/DT, o potencial do projeto para a produção tecnológica e a inovação – DT todos com objetivo de estimular a produção do conhecimento científico.

Além da Pró-Reitora da PROP, Professores Dra. Ailma do Nascimento, e do Reitor, Prof. Doutor Evandro Alberto,   os professores  Doutores Geraldo Eduardo, Pró-reitor Adjunto da Prad – Pró-reitoria de Administração,  Laécio Santos Cavalcante,Vanessa Nunes, que é Diretora do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) e a Profa. Bárbara Olímpia.  Todos relataram suas experiências enquanto pesquisadores e reforçaram a importância da ciência, da divulgação científica e do conhecimento para a sociedade. 

‘’Esse evento vai de encontro das políticas de incentivo a pesquisa na nossa UESPI, que tem como papel estimular a produção do conhecimento científico a cultura e a inovação tecnológica’’, afirmou a Profa. Ailma.

Na última edição de chamadas do CNPq para bolsistas de produtividade a UESPI teve doze professores com o mérito científico reconhecido, apesar dos cortes nos gastos de fomento e incentivo a pesquisa ficaram de fora na concessão das bolsas, porém os números já falam por si, o número de professores já é representativo, endossa e fortalece o avanço da pesquisa dentro da instituição, complementou a Pró-reitora.

O Workshop foi um espaço de discussão, esclarecimento e explicação e, principalmente, incentivar os docentes da UESPI de todas as áreas a submeterem projetos de pesquisa aos editais que estão aberto. A professora Vanessa Nunes, que é diretora do Núcleo de Inovação da UESPI, reforçou que promover o empreendedorismo científico é uma das missões das universidades e é a partir da divulgação desses editais que têm com foco o desenvolvimento tecnológico e a extensão inovadora que essa cultura é fomentada.

A Coordenadora do NIT destacou o empreendedorismo na universidade

‘’Essa é uma oportunidade NIT e PROP atuarem em conjunto, serem parceiros no sentido de fomentar a cultura do empreendedorismo científico e da inovação, bem como a questão da gestão da propriedade intelectual que serão objetos e produtos dos professores, pesquisadores e extensionistas da universidade, nós nos colocamos a disposição para fazer esse elo entre a instituição e o mercado, no sentido de transferir essa tecnologia que será criada dentro da universidade para o mercado. Um meet entre o setor produtivo e a UESPI, uma relação que todos sairão ganhando’’ explicou a diretora.

Essa parceria é importante para o desenvolvimento da universidade bem como para realizar a missão de entregar para a sociedade respostas que resultem no avanço social e econômico do estado. O reitor da UESPI reforçou a importância da pesquisa e produção científica para a instituição como para as relações pessoais dentro da universidade. “A UESPI apoia e acredita na ciência e na pesquisa científica, nós temos a honra de poder realizar constantemente eventos com temáticas tão importantes como o de hoje, a pesquisa científica, que é tão relevante e necessária para todos nós. A investigação acadêmica contribui para o aperfeiçoamento dos professores, permite a inclusão de novos conhecimentos para a atuação na prática. Através de novas pesquisas podem ser formulados novos métodos de ensino e aprendizagem e melhorar a relação entre docentes e discentes. Nós temos acompanhado de perto e vibrado por todos aqueles que estão se destacando através da nossa instituição. Fico realizado em ver o compromisso e dedicação da nossa comunidade acadêmica. Este evento dialoga com os critérios de observação, criação, execução e retorno social que a universidade deve ter. a PROP está de parabéns’’, explicou Evandro Alberto.

A professora Bárbara Melo, Coordenadora do Programa de Pós – Graduação em Letras da UESPI, participou do evento e representou os colegas docentes da instituição.Para a Professora, o apoio da Gestão é fundamental para que as pesquisas aconteçam de forma satisfatória e isso acontece na UESPI. ‘’Sou grata a administração superior da UESPI e principalmente ao nosso reitor, que não mede esforços para apoiar nosso desenvolvimento e a nossas pesquisas. O CNPq é muito importante, ele fortalece as pesquisas, e valoriza a ciência, apesar de todos os prós envolvidos quando se trata de ciência, eu creio que tudo passará, e o que ficará serão as pesquisas, o conhecimento que adquirimos, o conhecimento que repassamos, e assim com o órgão, nós ficaremos ainda mais fortalecidos. Minha história com o CNPq é longa, comecei com a iniciação científica, essa é importante em vários vieses, mas principalmente pela da fixação em ver a universidade cumprindo seu propósito e fortalecendo seu papel em relação à pesquisa e a extensão. Já são três anos seguidos com o apoio e financiamento do CNPq”, explicou a professora.

O professor Antonio Macedo relembrou o seu passado como estudante e como foi importante e continua sendo as bolsas científicas para o incentivo e crescimento das pesquisas na universidade.  ‘”Quando cheguei na UESPI em 2012, eu lembro que fui um dos primeiros a ser comtemplado com as bolsas de iniciação científica, desde então nunca paramos. É gratificante ver o quanto a instituição evoluiu e continua evoluindo no âmbito da pesquisa científica. Nós precisamos de recursos e mais que isso, precisamos correr através deles, eventos assim são de extrema relevância e importância’’.

Prof. Laécio Cavalcante, que também é professor da instituição, reforçou a chamada para as bolsas de produtividade e destacou que essas chamadas são importantes tanto para a realização pessoal e profissional dos professores quanto para expansão da universidade através dos recursos advindos das bolsas a expansão das pesquisas científicas se torna uma realidade e assim ocorre o avanço da ciência, da tecnologia e da inovação.

A Importância da pesquisa científica
A ciência é o meio de desenvolvimento das pessoas, de emancipação delas, e uma forma de desenvolvimento sustentável do país e da população. É de extrema importância e relevância que as pesquisas científicas sejam transformadas em inovação e tecnologia para atuarem no mercado, é necessário que os resultados dessas pesquisas se expandam para além dos muros da universidade, realizando assim a sua missão e agregando o seu valor para todos. A produção intelectual beneficia a todos, é uma via de mão dupla. Somente com a produção, desenvolvimento e compartilhamento do conhecimento que poderemos avançar para o futuro, avançar na ciência, no ensino e na educação. Dar respostas a sociedade é um dos papéis mais importantes das universidades e é preciso colocar isso em prática em todas as áreas do conhecimento. É necessário cooperação e ações de apoio e incentivo as pesquisas científicas, esses editais representam isso.