Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

Alunos são destaque no XXI Seminário de Iniciação Cientifica da UESPI

Por Anny Santos

O XXI Seminário de Iniciação Cientifica da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), organizado pela Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP), contou com a apresentação de 450 trabalhos científicos de diferentes áreas do conhecimento, avaliando o 1°, 2° e 3° lugar em suas respectivas categorias.

O evento, que aconteceu juntamente com XXII Simpósio de Produção Científica e o I Seminário de Inovação Tecnológica entre os dias 09 e 11 de novembro de forma hibrida (presencial e online), contou com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) e da Fundação de apoio à Universidade (FUAPI).

O primeiro dia destacou trabalhos nas categorias Ciências Agrárias, Ciências Exatas e da Terra e Engenharias garantindo 1° lugar, nas respectivas áreas, para os trabalhos “Bactérias condicionadoras de solo como alternativa de manejo nutricional para cultura da soja em ambientes de produção”, da discente Maria Renata Fontenele de Araújo, do curso de Agronomia, em Parnaíba, sob orientação do professor Fernando Silva; e “Análise físico-química e microscópica do mel produzido no delta do Parnaíba” da discente Maria Madalena Cardoso da frota, do curso de Química também de Parnaíba, sob orientação do professor Francisco Artur e Silva Filho.

Já como representante da capital, na categoria de Engenharias, o trabalho “Desenvolvimento de rastreador solar para a otimização da produção de energia elétrica a partir de sistemas fotovoltaicos”, do discente Alisson mesquita da silva, do curso de Engenharia Elétrica, sob orientação do professor Juan de Aguiar Gonçalves, também conquistou o 1° lugar.

Alisson Mesquita acredita que o evento propicia oportunidade de aprender, divulgar e entender como está o desenvolvimento das pesquisas no Piauí e como elas podem contribuir para o desenvolvimento do estado. “A construção do rastreador solar e os testes mostraram a considerável diferença entre o sistema de geração com o Rastreador e sem o rastreador. A geração de energia elétrica pode aumentar em até 25% dependendo de alguns fatores climáticos, isso é uma justificativa plausível para a instalação do sistema de rastreador em sistemas solares de pequeno porte, mas que deve ser estudada mais profundamente”.

Segundo dia do evento

As categorias do segundo dia foram Ciências da saúde, Multidisciplinar e Biológicas, onde respectivamente concederam o 1° lugar, em suas áreas, aos trabalhos “Tendência e predição dos desfechos da sífilis no brasil: um estudo de séries temporais” de Thalis Kennedy, do curso de enfermagem em Parnaíba, sob orientação da professora Thatiana Araújo Maranhão; e  “Eficácia do extrato de alternanthera brasiliana (penicilina) no tratamento de dpoc” de Eduarda Rodrigues Lima, sob orientação de Luiz Martins Maia Filho e “Ciências biológicas: genética caracterização in silico da família gênica aaap (amino acid/auxin permease) em phaseolus vulgaria” de Luiz Pedro Rodrigues de Oliveira, sob orientação de Maria Fernanda Da Costa Gomes.

Thalis Kennedy destaca que sua pesquisa tinha como objetivo analisar o comportamento dos três desfechos da Sífilis no Brasil (Sífilis Adquirida, Sífilis em Gestante e Sífilis Congênita), procurando identificar suas tendências temporais e os perfis da população mais acometida pela infecção. Além disso, a parte mais inovadora do trabalho foi a utilização de técnicas estatísticas para realizar previsões de como esses desfechos se comportarão nos próximos anos.

“A iniciação cientifica mudou minha vida. Através dela descobri uma paixão que nem sabia que existia. Atualmente, não consigo imaginar um futuro sem a pesquisa, ser bolsista PIBIC-UESPI teve um grande impacto na minha formação que com certeza levarei para o resto da vida”.

Dessa forma, conhecendo o passado e o futuro da doença, é possível auxiliar na elaboração de estratégias preventivas e no direcionamento das ações assistenciais em saúde, facilitando assim a alocação de recursos para as localidades e populações mais vulneráveis.

Encerramento do evento

Para finalizar, o último dia do evento contou com as categorias Ciências Sociais Aplicadas, Linguística, Letras e Artes e Ciências Humanas, garantindo 1° lugar, nas respectivas áreas, para os trabalhos “Politização da justiça e lawfare: um estudo sobre a jurisdição de exceção e as suas consequências para a democracia brasileira”, de Wannya Priscila Alves Fortes de Melo, sob orientação de Clarissa Fonseca Maia; “Letras: narrativa infantil contemporânea: redes de palavras e imagens premiadas projetos do trabalho: o colecionador de chuvas, de andré neves: entrelaçamento de texto e imagem” de Jessica Nathalie Silva Lima, sob orientação de Diógenes Buenos Aires de Carvalho.

Na categoria Ciências Humanas, o trabalho “Atores privados na oferta educativa da rede pública estadual de educação do Piauí” de Tauana Tamires da Rocha Silva, sob Orientação de Samara de oliveira silva, garantiu o 1° lugar.

3° dia do XXII Simpósio de Produção Científica, XXI Seminário de Iniciação Científica e I Seminário de Inovação Tecnológica

Por Vitor Gaspar

Na manhã desta sexta-feira (11), aconteceu o 3º dia de atividades dos eventos integrados XXII Simpósio de Produção Científica, XXI Seminário de Iniciação Científica e I Seminário de Inovação Tecnológica, no auditório da Faculdade de Ciências Médicas (FACIME) da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) com transmissão ao vivo pelo canal da instituição no Youtube.

Público no auditório da FACIME/ Foto: Anny Santos

Na primeira parte do encontro houve uma palestra com o tema “Reflexões sobre a prática de escrita no contexto da iniciação científica”, com a participação da Profa. Dra. Bárbara Melo, diretora do Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (NUCEPE), a docente agradece a participação e ressalva a importância das práticas de escrita e leitura no ambiente acadêmico.

“No contexto da iniciação científica, que acredito que tenhamos um número significativo de alunos envolvidos, percebo a angústia e a dificuldade deles na hora de produzirem o relatório final. Ele é um texto produzido de forma mais restrita e que circula apenas dentro do contexto do sistema da Universidade, e alguém já se preocupou em ensinar como se escreve o relatório final?”, indaga a professora.

Palestra da Professora Bárbara Melo/ Foto: Anny Santos

A palestra sobre Bits e Neurônios: Conexões que afetam o nosso mundo foi ministrada pelo Prof. Dr. Thiago Assunção. Ele comenta que essa palestra foi idealizada em função de uma virada de chave do pesquisador. “Às vezes você começa pesquisando uma coisa e chega o tempo que você simplesmente muda e se apaixona por outro segmento. Nesse sentido eu venho fazendo um trabalho sobre como manifestam as causas materiais dos nossos comportamentos de consumo”, encerra.

Palestra do Professor Thiago Assunção/ Foto: Anny Santos

O encontro desta manhã marcou o encerramento do evento, organizado pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação (PROP) e contemplou as áreas do conhecimento de Ciências Humanas, Linguística, Letras e Artes, além de Ciências Sociais Aplicadas.

Para falar sobre Oportunidades de Internacionalização na Pesquisa e Inovação Tecnológica na UESPI.  O Professor do Curso de Jornalismo e Diretor de Relações Internacionais da Instituição, Prof. Dr. Orlando Berti explicou o que é internacionalização, os seus desafios, as vantagens e perspectivas. “Falar de internacionalização não significa somente você sair, pode ser também quando você traz essas pessoas com outras visões e outras perspectivas, quando a gente abre intercâmbios para que colegas possam intercambiar com vocês”, explica.

Palestra do Professor Orlando Berti / Foto: Anny Santos

Apresentações de pesquisas

Dentre as apresentações de pesquisas enquadradas na área do conhecimento do dia, tivemos estava o projeto “Rede Piauí sem Covid” após a segunda onda da pandemia. O trabalho é um estudo quantitativo dos impactos no Instagram em tentar conscientizar e refletir sobre a Covid-19, produzida pela aluna do 5º bloco do curso de Jornalismo Maria Clara Guimarães e orientada pelo Prof. Dr. Orlando Berti, a estudante conta que sua pesquisa foca na repercussão na rede social Instagram durante a 2ª onda da Covid.

“O meu artigo fala sobre o impacto da rede, entrando em um contexto geral do Instagram como uma fonte de combate à desinformação durante a pandemia, principalmente voltada a Rede Piauí sem Covid. Além disso, também temos uma parte que trata sobre fake news, vimos também que houve muita intolerância nos próprios comentários da página, ou seja, fizemos uma análise por completa, onde percebemos também que quando a Covid estava em alta a própria rede estava em alta”, explica a jornalista.

A estudante de Jornalismo e bolsista do PIBIC, Maria Clara Guimarães

A aluna de Licenciatura Plena em Pedagogia, do 8º Bloco, Lizane da Silva, esteve com uma pesquisa sobre o desenvolvimento da capoeira em Teresina. A pesquisa consiste em evidenciar sobre como começou a história social da capoeira na cidade de Teresina. Ela comenta que a fonte de pesquisa é o Instagram de um mestre de capoeira que  fez uma sequência de post sobre as primeiras rodas de capoeira na cidade de Teresina nos anos de 1980 até 1999.

“A importância da nossa pesquisa para produção científica se consolida por buscar novas formas de estudo dentro da academia e nos atentar para a história social dos sujeitos culturais da nossa cidade, nos atentando as suas memórias e vivências. Na minha formação enquanto estudante de pedagogia, estudar um assunto como a Capoeira, serve para consolidar ainda mais a necessidade de expansão sobre assuntos diversos que podemos englobar dentro da educação. Capoeira é uma formação cultural e história de um povo que lutou e luta muito no Brasil. Não é apenas uma dança, é uma representação e ação pedagógica nas rodas e nas ruas”, encerra a estudante.

Abertura das atividades do XXII Simpósio de Produção Científica, XXI Seminário de Iniciação Científica e I Seminário de Inovação Tecnológica

Por Anny Santos e Vitor Gaspar

Na manhã desta quarta-feira (09), ocorreu a abertura das atividades do XXII Simpósio de Produção Científica, XXI Seminário de Iniciação Científica e I Seminário de Inovação Tecnológica, eventos integrados, no auditório da Faculdade de Ciências Médicas (FACIME) da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) com transmissão ao vivo pelo canal da instituição no Youtube.

Prof. Dr. Evandro Alberto, do Vice-Reitor, Prof. Dr. Jesus Abreu, o Pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP), Prof. Dr. Rauirys Alencar e demais Pró-reitores

Prof. Dr. Evandro Alberto, do Vice-Reitor, Prof. Dr. Jesus Abreu, o Pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP), Prof. Dr. Rauirys Alencar e demais Pró-reitores

A cerimônia de abertura contou com a presença do Reitor da UESPI, Prof. Dr. Evandro Alberto, do Vice-Reitor, Prof. Dr. Jesus Abreu, o Pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP), Prof. Dr. Rauirys Alencar e demais Pró-reitores, docentes e discentes. Além disso, a Orquestra Sanfônica de Teresina trouxe um repertório regional e consolidou sua participação com o Hino Nacional.

Para o Prof. Dr. Evandro Alberto a iniciativa marca novas perspectivas para ciência e inovação tecnológica no Piauí. Segundo ele é através da universidade, em parceria com outros órgão e instituições, que se torna possível alcançar um melhor desempenho e desenvolvimento nessas áreas imprescindíveis da sociedade.

“O mundo está mudando e a ciência também precisa evoluir. Temos que acompanhar esse desenvolvimento, valorizando e incentivando nossos pesquisadores. A Universidade está e continuará presente investindo na tríade ensino, pesquisa e extensão. Esperamos propiciar novos rumos e possibilidades para esses pesquisadores, auxiliando no desenvolvimento da ciência”, destaca.

Prof. Dr. Evandro Alberto

Prof. Dr. Evandro Alberto

Estes eventos, com cerca de 750 inscritos e 450 trabalhos que serão apresentados, têm como objetivo divulgar os resultados das pesquisas e inovações desenvolvidas pelos docentes, discentes e técnicos da UESPI vinculados ao Programa de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI).

Segundo o Pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP), Prof. Dr. Rauirys Alencar, as atividades são um marco para os alunos que realizam pesquisas por meio do PIBID e PIBIC da UESPI. “A iniciativa, além de mostrar para comunidade acadêmica e para a sociedade em geral o que a UESPI produz em termos de pesquisa, também proporciona o reconhecimento da importância que isso tem para o desenvolvimento de todo o nosso estado”.

Pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP), Prof. Dr. Rauirys Alencar

Pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP), Prof. Dr. Rauirys Alencar

Organizado pela PROP, com apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) e da Fundação de apoio à Universidade (FUAPI), o evento está previsto para acontecer até o dia 11 de novembro no formato híbrido.

Apresentações de pesquisas

Dentre as apresentações de pesquisas programadas para a abertura, o aluno do 8° bloco de Engenharia Elétrica, Alisson Mesquita, expõe a pesquisa “Desenvolvimento de rastreador Solar para Otimização da Produção de Energia Elétrica a partir de Sistemas Fotovoltaicos”, que visa melhorar a incidência de raios solares na placa solar com baixo custo.

Alisson Mesquita acredita que o evento propicia oportunidade de aprender, divulgar e entender com está o desenvolvimento das pesquisas no Piauí e como elas podem contribuir para o desenvolvimento do estado. “A construção do rastreador solar e os testes mostraram a considerável diferença entre o sistema de geração com o Rastreador e sem o rastreador. A geração de energia elétrica pode aumentar em até 25% dependendo de alguns fatores climáticos, isso é uma justificativa plausível para a instalação do sistema de rastreador em sistemas solares de pequeno porte, mas que deve ser estudada mais profundamente”.

Um rastreador é um equipamento que busca o sol, ou seja, o melhor índice de irradiação solar. A medida que o sol se desloca o rastreador faz com que a placa se movimente. Segundo o Orientador da pesquisa, Professor Juan de Aguiar, o Rastreador aumenta, significativamente, a produção de energia do módulo solar do sistema de energia solar fotovoltaica.

Rastreador ligado a placa de energia solar

Rastreador ligado a placa de energia solar

PROP: divulga a lista dos trabalhos e outras orientações para os eventos científicos

A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP) da Universidade Estadual do Piauí (UESPI)  divulga a relação dos trabalhos que farão as apresentações no XXII Simpósio de Produção Científica, o XXI Seminário de Iniciação Científica e o I seminário de Inovação Tecnológica.

Os eventos serão realizados nos dias 09  a 11 de novembro no auditório do Centro de Ciências da Saúde (CCS) e também de forma remota pelo canal do YouTube da Uespi Oficial.

PROGRAMAÇÃO_SIC_SPC_SIT_2022_VF

De acordo com o Prof. Dr. Gustavo Gusmão, Diretor de Pesquisa da PROP, os trabalhos que serão presenteadas na modalidade das Comunicações Orais devem observar algumas orientações. O Diretor explica também que os discentes que são dos campi de Teresina, (Torquato Neto, Clóvis Moura e CCS) e que irão apresentar na modalidade de pôster “farão de forma presencial, enquanto aqueles que são de outras unidades da UESPI farão por meio de video-pôster. Estes devem entrar no dia e horário no Google Meet para responderem aos questionamentos de alguma avaliador. Quem vai fazer por Comunicação Oral, de acordo com o Edital, tinha que ser presencialmente, mas em virtude de alguns trabalhos serem de campi fora de Teresina, então a Comissão optou por ser por vídeo conferência”.
COMUNICAÇÃO ORAL SIC_ORIENTAÇÕES

Trabalhos_Orais_e _Poster_SIC_SPC_SIT

 

PROP realizou bate-papo para tirar dúvidas sobre Simpósio de Produção Científica e Seminário de Iniciação Científica

Por Giovana Andrade

A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP) da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) promoveu um bate-papo, nesta quinta-feira (27). O objetivo foi tirar todas as dúvidas sobre os eventos concomitantes XXII Simpósio de Produção Científica, o XXI Seminário de Iniciação Científica e o I seminário de Inovação Tecnológica. A conversa está disponível no canal do Youtube UespiOficial

O Pró-reitor da PROP, Prof. Rauirys Alencar, destaca que estes eventos têm como foco principal divulgar os resultados das pesquisas e inovações desenvolvidas pelos docentes, discentes e técnicos da UESPI, vinculados ao Programa de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI), além de proporcionar a iniciação do discente na participação de eventos científicos, bem como promover a socialização de pesquisas de estudantes, professores e profissionais de outras IES.

” Esse ano, teremos três eventos em um, com a temática voltada para inovação da tecnologia. Tema esse que a PROP está sensível em estimular dentro da Universidade, para que juntos possamos desenvolver pesquisas aplicadas, pesquisas voltadas a resolver problemas e gerar produtos. Produtos esses que vão além de uma publicação em uma revista, mas que gere uma nova tecnologia, para que beneficie a toda comunidade”.

Na ocasião, o Diretor de Pesquisa, prof. Gustavo Gusmão, também esteve presente tirando dúvidas sobre as inscrições e prorrogações de prazos.

” Os discentes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBIC/PIBITI) terão suas inscrições efetuadas automaticamente (gratuitamente). E para participar do XXII Simpósio de Produção Científica e o I Seminário de Inovação Tecnológica é preciso acessar o site oficial do evento para realizar a matricula que teve o prazo prorrogado até o dia 31 de outubro (segunda-feira)”.

Inscrições:

inscrições para o XXII Simpósio de Produção Científica e no I Seminário de Inovação seguem até 31 de outubro, exclusivamente no site do evento.

Inscrições para Ouvintes : até 05 de novembro, através do site do evento.

Inscrições para o XXI Seminário de Iniciação Científica: Os discentes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBIC/PIBITI) terão suas inscrições efetuadas automaticamente (gratuitamente), ao enviar o relatório final, referente ao PIBIC 2021-2022 no Sistema de Gerenciamento de Projetos de Pesquisa da UESPI– SIGPROP.

Confira o edital completo:

https://uespi.br/wp-content/uploads/2022/10/Edital-SICSPCSIT_2022_.pdf

PROP: live para tirar as dúvidas sobre Simpósio de Produção Científica e Seminário de Iniciação Científica

A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP) da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) vai estar, em uma live, tirando todas as dúvidas sobre XXII Simpósio de Produção Científica, o XXI Seminário de Iniciação Científica e o I seminário de Inovação Tecnológica.

A live vai acontecer nesta quinta-feira, no canal da UESPI Oficial no YouTube, das 18h às 18:30, com o Pró-reitor da PROP, Prof. Rauirys Alencar, e o Diretor de Pesquisa, prof. Gustavo Gusmão.

 

 

PROP: homologação do processo seletivo do MNPEF

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI), por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP), comunica as inscrições homologadas do Processo Seletivo do MNPEF/2023 para o preenchimento de 09 (nove) vagas para ingresso na 1a Turma do Curso de MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA – MNPEF, Polo 66 em Piripiri-PI. A Primeira Etapa – Prova Escrita Nacional será realizada dia 16/10/2022 às 13 horas (horário de Brasília), Local: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ – UESPI, Campus Professor Antônio Giovanne Alves de Sousa, Av. Marechal Castelo Branco, 180, Petecas, 64260-000, Piripiri-PI.

Documento PROP

XXII Simpósio de Produção Científica e XXI Seminário de Iniciação Científica

A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Estadual do Piauí torna pública a abertura de inscrições para participação no XXII Simpósio de Produção Científica e XXI Seminário de Iniciação Científica, que serão realizados de 09 a 11 de novembro de 2022.
Neste ano, as atividades do XXII Simpósio de Produção Científica do XXI Seminário de Iniciação Científica e do I seminário de Inovação Tecnológica ocorrerão no formato híbrido.

As palestras presenciais também serão transmitidas pelo canal do YouTube da Universidade Estadual do Piauí.

OBJETIVO

Estes eventos têm como foco principal divulgar os resultados das pesquisas e inovações desenvolvidas pelos docentes, discentes e técnicos da UESPI, vinculados ao Programa de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI).

Confira mais informações no documento abaixo:

Edital SIC&SPC&SIT_2022_

PROP divulga resultado final do Edital 002/2022 do PIBIC/PIBIT

Universidade Estadual do Piauí- UESPI, através da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP) e do Comitê Institucional de Pesquisa e Inovação Tecnológica (CIPIT), divulga o Resultado Final do Edital Nº 002/2022do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBIC-CNPQ, PIBIC-CNPQ-AF, PIBIC-UESPI-AC, PIBIC-UESPI-AF, PIBIC- FAPEPI-AC, PIBIC- FAPEPI-AF, PIBIC-Voluntário) 2020-2021 (PIBITI-UESPI, PIBITI-AC, PIBITI-Voluntário) 2022-2023.

A PROP informa aos proponentes (pesquisadores e discentes) com projeto(s) aprovado(s), sobre a obrigação de submissão dos seguintes documentos de adesão ao edital:

-Termo de compromisso do orientador (orientador).

Termo de compromisso do discente aluno (a) Bolsista ou voluntário (a).

-Declaração de não acúmulo de bolsas (apenas para os discentes, cujo projeto foi aprovado com bolsa).

Este processo deve ser realizado no período  de 08 a 15/09/2022 exclusivamente via sistema SIGPROP, na área restrita do discente e do docente. Observação: Docentes e discentes possuem acessos na plataforma do SIGPROP, cada um envia o seu termo. 


Exclusivamente para os bolsistas CNPq, para efetivação da bolsa PIBIC/PIBITI/CNPq, PIBIC/PIBITI/CNPq-AF, além, do bolsista inserir o termo de compromisso na plataforma do SIGPROP, deverá responder o e-mail que receberá do CNPq (para aceitar e assinar o termo compromisso na plataforma do CNPq), entre os dias 08/09 e 15/09/2022. Portanto nesse período o bolsista deverá acompanhar diariamente o seu e-mail, sob pena de não ter sua bolsa efetivada.

Conforme edital, é de inteira responsabilidade do discente está com seu e-mail e Currículo Lattes atualizados, uma vez que é por meio dele que o CNPq mantém contato com os beneficiários para enviar o link para assinatura do termo de compromisso.

A indicação dos discentes com bolsas UESPI ou FAPEPI só será enviado ao respectivo setor financeiro após o mesmo atualizar os seus dados cadastrais e enviar o termode compromisso na plataforma do SIGPROP.  

Maiores informações entrar em contato com a PROP pelo e-mail gabinete@prop.uespi.br.

resultado_final_pibic (1)

resultado_final_pibiti

 

PROP: Prorrogado prazo para envio dos relatórios PIBIC/PIBITI

A Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação da UESPI comunica que a entrega dos relatórios finais do PIBIC/PIBIDI 2021-2022  foram PRORROGADOS até domingo, 04 de setembro, em função de uma instabilidade causada no sistema SIGPROP.

Após o prazo, o sistema do SIGPROP somente será reaberto depois que o Docente enviar uma justificativa via processo SEI para a PROP

 

PROP: EDITAL de seleção para o Programa de Pós Graduação em Letras

O Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Estadual do Piauí lançou hoje o edital de seleção de candidatos para formação da décima terceira turma do curso de Mestrado em Letras da Universidade Estadual do Piauí (UESPI). Ao todo estão sendo disponibilizadas 43 vagas para ingresso no primeiro período letivo de 2023.
O período de inscrições é de 01 a 28/09/2022, no site do Núcleo de Concursos e Formação de Eventos (NUCEPE/UESPI). No site do Nucepe você também acompanha todas as cinco etapas do processo seletivo: inscrição, análise documental, análise do pré-projeto de pesquisa, arguição e prova de títulos.
Confira as linhas de pesquisa:
1) Literatura e outros Sistemas Semióticos: estudos teóricos e críticos de produções literárias e culturais, suas relações com outros sistemas estéticos, midiáticos e culturais;
2) Literatura, Historiografia e Memória Cultural: estudo da produção e recepção literária, ficção e história, das relações de gênero e de etnia, com ênfase no contexto regional;
3) Estudos da Linguagem: descrição e ensino: estudos teóricos e empíricos de fenômenos da linguagem a partir de toda a sua complexidade como fenômeno de natureza sociocultural e histórica e sob diversas perspectivas teórico-metodológicas e diferentes aspectos (fonético-fonológico, morfológicos, sintáticos, semânticos, lexicais, pragmáticos e discursivos), além de suas relações com o ensino de línguas.
Confira o edital completo.

 

SEI_GOV-PI – 5255037 – Edital

PROP: Resultado Final do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação

A Universidade  Estadual do Piauí- UESPI, através da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP) e do Comitê Institucional de Pesquisa e Inovação Tecnológica (CIPIT), divulga o Resultado Final do Edital N.º 002/2022 do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica e do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBIC-CNPQ, PIBIC-CNPQ-AF, PIBIC-UESPI, PIBIC-UESPI-AF, PIBIC-Voluntário) 2022-2023 (PIBITI-CNPQ, PIBITI-UESPI, PIBITI-Voluntário) 2022-2023.

A PROP informa que nesse momento não será divulgado a modalidade de bolsa (PIBIC-CNPQ, PIBIC-CNPQ-AF, PIBIC-UESPI, PIBIC-UESPI-AF, PIBIC-Voluntário) ou  (PIBITI-CNPQ, PIBITI-UESPI, PIBITI-Voluntário), pois a instituição esta aguardando o resultado da chamada  CNPq Nº 21/2022 – Programa Institucional De Bolsas De Iniciação Científica (PIBIC),
Chamada CNPq N° 34/2022 – Programa Institucional de Iniciação Científica nas Ações Afirmativas (PIBIC-Af) e a  
Chamada CNPq N° 33/2022 – Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI)
, que visa selecionar  as propostas para concessão de cotas de bolsas de Iniciação Científica (IC)  para o período de 2022 a 2024. Conforme cronograma dessas chamadas, o prazo de divulgação será no mês de agosto do corrente ano. Assim que for divulgado e confirmado o quantitativo de bolsas do CNPq para a UESPI a PROP divulgará a relação completa dos projetos de pesquisas com a sua respectiva modalidade de bolsa, em conformidade com   Edital  PROP N.º 002/2022

Lembramos aos proponentes (pesquisadores e discentes) com projeto(s) aprovado(s), sobre a obrigação de submissão dos seguintes documentos de adesão ao edital: -Termo de compromisso do orientador (orientador), Termo de compromisso do discente (aluno (a) Bolsista ou voluntário (a) -Declaração de não acúmulo de bolsas (apenas para os discentes, cujo projeto foi aprovado com bolsa). Este processo deverá ser realizado exclusivamente via sistema SIGPROP , conforme os prazos que serão informados em breve.

Para acessar o resultado dos recursos, os docentes devem entrar na área restrita, da plataforma SIGPROP, selecionar o edital PIBIC 2022-2023 e verificar o julgamento dos recursos da planilha de produção científica e dos projetos de pesquisa

Resultado_Final_PIBITI_2022_2023

Resultado_Final_PIBIC_2022_2023

PROP: resultado final do processo seletivo nos cursos de Pós

A Pro-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da UESPI (PROP) torna público o resultado final da seleção dos candidatos inscritos nos cursos de Administração Financeira e Fisioterapia Traumato-Ortopédica Funcional.

RESULTADO FINAL DA SELEÃ_Ã_O DOS CANDIDATOS INSCRITOS NO CURSO DE ESPECIALIZAÃ_Ã_O EM ADMINISTRAÃ_Ã_O FINANCEIRA

 

RESULTADO FINAL DA SELEÃ_Ã_O DOS CANDIDATOS INSCRITOS NO CURSO DE ESPEC. EM FISIOTERAPIA TRAUMATO-ORTOPÃ_TICA

 

 

PROP: Resultado parcial do Pibic e Pibiti

A Universidade Estadual do Piauí, através da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP), informa que o Resultado Parcial do edital Nº 002/2022, referente ao Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e ao Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI) está disponibilizado, exclusivamente, na plataforma de gerenciamento de Projeto de Pesquisa SIGPROP: https://www.uespi.br/sigprop.

Para acessar o resultado parcial, os docentes devem entrar na área restrita, selecionar o edital PIBIC 2022-2023 e verificar o julgamento da planilha de produção científica e dos projetos de pesquisa.
Os recursos contra o resultado parcial, especificamente da planilha de produção científica e dos projetos de pesquisas, devem ser feitos, exclusivamente, de forma online, através da plataforma SIGPROP, entre os dias 11 e 12 de julho de 2022.
O resultado final será divulgado até o dia 29/07/2022.

PROP: prorrogação de prazo para inscrições nos cursos de Pós-graduação

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI), através da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP) divulga Aditivo ao Edital 004/2022.2, onde faz a PRORROGAÇÃO DE PRAZO do período  de inscrição  do respectivo Edital.

Confira o documento abaixo

ADITIVO DE PRORROGAÇÃO DE PRAZO DE INSCRIÇÃO – 03(1)

PROP: Aditivo ao Edital PROP/UESPI 004/2022.2

A Universidade Estadual do Piauí – UESPI, através da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROP, considerando a solicitação de prorrogação do período de inscrição pelos Coordenadores dos Cursos ofertados, RESOLVE alterar o ANEXO I CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO do EDITAL PROP/UESPI No 004/2022.2, relativo às inscrições para os Cursos do Programa de Pós-Graduação Lato Sensu, 2o semestre de 2022.2, a serem ofertados, conforme Resolução CONSUN no 006/2018.

ADITIVO DE PRORROGAÇÃO DE PRAZO DE INSCRIÇÃO

PROP: Processo Seletivo para ingresso nos Cursos de Especialização no período de 2022.2

A Universidade Estadual do Piauí – UESPI, através da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós- Graduação – PROP, torna público o Edital UESPI/PROP N° 004/2022 com as condições de habilitação às vagas oferecidas para os Cursos do seu Programa de Pós-Graduação Lato Sensu, para o 2o semestre de 2022, a serem ofertadas no Campus Poeta Torquato Neto, em Teresina (PI), conforme Resolução CONSUN no 006/2018.

Confira o documento:

EDITAL UESPI-PROP 004 – 2022 ESPECIALIZAÇÕES

 

Recorde: cinco professores da Uespi conseguem concessão de bolsa PQ2 do CNPQ

Por Arnaldo Alves

Cinco professores da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) conseguiram a concessão de bolsas PQ2 do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ).

O resultado é considerado um recorde no número de bolsas de nível 2 concedidas para Uespi. De acordo com o pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação (PROP), Rauirys Alencar, entre os critérios para a concessão do CNPQ estão a produção científica, a participação na formação de recursos humanos e a efetiva contribuição para a área de pesquisa.

“Essa conquista representa uma melhora da quantidade e principalmente na qualidade da produção científica desenvolvida pelos professores da UESPI. É ainda um reconhecimento nacional pelo trabalho desenvolvido por eles. Isso implica em melhora nos indicadores de qualidade da UESPI, refletindo na melhor formação dos nossos alunos, sejam eles da graduação ou da pós-graduação, e nos possibilita pleitear novos programas stricto sensu”, ressalta.

Foram contemplados os docentes:

• Geraldo Luz e Laecio Cavalcante (ambos do curso de Química e do Programa de Pós-Graduação em Química – PPGQ);

• Lucas Ramos (do curso de Biologia e do Mestrado Profissional em Ensino de Biologia em Rede Nacional -PROFBIO);

• Algemira de Macedo e Maria Pantoja dos Santos (ambas do curso de Letras e do Programa de Pós-graduação em Letras – PPGL);

Confira os nomes dos professores e pesquisadores de todo Brasil contemplados.

 

 

PROFMAT divulga convocação de candidatos classificados no ENA 2022

A Coordenação Institucional do Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional – PROFMAT da Universidade Estadual do Piauí – UESPI torna público a convocação dos seguintes candidatos classificados no Exame Nacional de Acesso do PROFMAT/UESPI 2022, conforme EDITAL 12 – ENA – PROFMAT e conforme chamada de Reclassificação para ingresso nas vagas remanescentes do Profmat turma 2022, publicado em 24 de janeiro de 2022 no site do PROFMAT.

Confira:

PROFMAT- convocação

O candidato listado deve enviar a documentação para o e-mail Institucional da Coordenação (profmat@uespi.br), digitalizada, em formato PDF, até o dia 03/02/2022, para solicitação de matrícula neste Programa.

Documentos necessários para a solicitação de matrícula institucional no PROFMAT/UESPI:I. Diploma e histórico de curso graduação devidamente registrado no Ministério da Educação;
II. Declaração do Diretor da escola, com data anterior máxima de 30 dias, que o candidato se encontra atuando na docência de Matemática na Educação Básico;
III. Carteira de Identidade;
IV. Cadastro de Pessoas Físicas – CPF;
V. Título de Eleitor;
VI. Prova de estar em dia com as obrigações eleitorais: Certidão de Quitação Eleitoral, fornecida pelos órgãos da Justiça Eleitoral ou obtida pela página www.tse.gov.br, ou comprovantes de votação em todos os turnos da última eleição;
VII. Prova de estar em dia com as obrigações relativas ao serviço militar, para os candidatos do sexo masculino;
VII. Currículo da Plataforma de Educação Básica.
Todos os documentos originais deverão ser apresentados posteriormente na Coordenação para conferência.

 

UESPI inicia aulas da primeira turma do Mestrado Interdisciplinar em Sociedade e Cultura

Por Priscila Fernandes

O programa de Pós-graduação em Interdisciplinar em Sociedade e Cultura (PPGSC) realizou uma aula inaugural hoje (2) para receber a turma de 2022.1. O encontro aconteceu no palácio Pirajá, no campus Poeta Torquato Neto.

Abertura do encontro contou com a presença da Administração Superior

 

Essa é a primeira turma do programa. A seleção dos alunos contou com mais de 500 inscritos, sendo desses, 20 selecionados. A coordenadora do PPGSC, Cristiana Rocha, afirma que as expectativas para o início das aulas são as melhores.

“Daremos prosseguimento às nossas aulas de forma remota. Essa turma é muito diversificada, temos alunos dos cursos de Direito, Letras/Português, História, Geografia, dentre outros. Aqui teremos uma troca muito importante entre pesquisadores. Nesse primeiro momento, estamos organizando os grupos de pesquisa, as áreas e na execução de muito trabalho. A expectativa é que o programa se consolide e fomente a pesquisa interdisciplinar no estado do Piauí e no Brasil”, aponta.

A Giana Duarte Ferreira é egressa do curso de História da UESPI, campus Poeta Torquato Neto, e anima-se em estar de volta. Para ela, é mais uma forma de contribuir com a extensão e a pesquisa dentro e fora da universidade. “Dentro da minha graduação tive muitas oportunidades. Participei do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica , o PIBIC, e sempre tive essa relação próxima com a pesquisa. O momento é de muita felicidade e a consolidação de um sonho que cultivei lá na graduação! Hoje retorno para a universidade para uma pós-graduação”, ressalta.

Professores e alunos tiveram a oportunidade de acompanhar a palestra do professor Euripedes Funes

 

Para contribuir com suas experiências na Universidade Federal do Ceará (UFC), o professor Eurípedes Funes fez uma palestra na aula. A sua apresentação teve como tema “Interdisciplinaridade, História Oral e Ética”.

“Estive acompanhando os processos de elaboração do plano da pós-graduação. Hoje, estar na aula inaugural é muito gratificante. Desejo que esse programa seja amplo e fomente a área de pesquisa Interdisciplinar, que é muito importante, porque hoje um pesquisador caminha por todas as áreas ao mesmo tempo que concilia com a sua”, conta.

Além da palestra, os alunos contaram com a apresentação cultural do artista Wagner Ribeiro.

Em sua apresentação com música e poesia, o artista falou sobre o sertão do Piauí

 

 

 

 

 

 

Workshop sobre bolsa de produtividade em pesquisa foi destaque hoje na UESPI

Colaboração: Yasmim Cunha / Orientação: Profa  Sammara Jericó

A PROP – Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Estadual do Piauí realizou, na manhã desta terça-feira , o Workshop das Chamadas do CNPq de Bolsa de Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora – DT (Nº003/2021) e da Bolsa de Produtividade em Pesquisa – PQ (Nº 004/2021) pelo canal do YouTube da UESPI. 

O reitor destacou a importância da pesquisa para a UESPI e para a sociedade

No evento foram abordados os seguintes temas:  os critérios de elegibilidade e execução dos projetos das bolsas de produtividade (PQ/DT), os relatos de execução de pesquisas financiadas com os fomentos CNPq, como funcionam as submissões das propostas integradas na plataforma Carlos Chagas – PQ/DT, o potencial do projeto para a produção tecnológica e a inovação – DT todos com objetivo de estimular a produção do conhecimento científico.

Além da Pró-Reitora da PROP, Professores Dra. Ailma do Nascimento, e do Reitor, Prof. Doutor Evandro Alberto,   os professores  Doutores Geraldo Eduardo, Pró-reitor Adjunto da Prad – Pró-reitoria de Administração,  Laécio Santos Cavalcante,Vanessa Nunes, que é Diretora do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) e a Profa. Bárbara Olímpia.  Todos relataram suas experiências enquanto pesquisadores e reforçaram a importância da ciência, da divulgação científica e do conhecimento para a sociedade. 

‘’Esse evento vai de encontro das políticas de incentivo a pesquisa na nossa UESPI, que tem como papel estimular a produção do conhecimento científico a cultura e a inovação tecnológica’’, afirmou a Profa. Ailma.

Na última edição de chamadas do CNPq para bolsistas de produtividade a UESPI teve doze professores com o mérito científico reconhecido, apesar dos cortes nos gastos de fomento e incentivo a pesquisa ficaram de fora na concessão das bolsas, porém os números já falam por si, o número de professores já é representativo, endossa e fortalece o avanço da pesquisa dentro da instituição, complementou a Pró-reitora.

O Workshop foi um espaço de discussão, esclarecimento e explicação e, principalmente, incentivar os docentes da UESPI de todas as áreas a submeterem projetos de pesquisa aos editais que estão aberto. A professora Vanessa Nunes, que é diretora do Núcleo de Inovação da UESPI, reforçou que promover o empreendedorismo científico é uma das missões das universidades e é a partir da divulgação desses editais que têm com foco o desenvolvimento tecnológico e a extensão inovadora que essa cultura é fomentada.

A Coordenadora do NIT destacou o empreendedorismo na universidade

‘’Essa é uma oportunidade NIT e PROP atuarem em conjunto, serem parceiros no sentido de fomentar a cultura do empreendedorismo científico e da inovação, bem como a questão da gestão da propriedade intelectual que serão objetos e produtos dos professores, pesquisadores e extensionistas da universidade, nós nos colocamos a disposição para fazer esse elo entre a instituição e o mercado, no sentido de transferir essa tecnologia que será criada dentro da universidade para o mercado. Um meet entre o setor produtivo e a UESPI, uma relação que todos sairão ganhando’’ explicou a diretora.

Essa parceria é importante para o desenvolvimento da universidade bem como para realizar a missão de entregar para a sociedade respostas que resultem no avanço social e econômico do estado. O reitor da UESPI reforçou a importância da pesquisa e produção científica para a instituição como para as relações pessoais dentro da universidade. “A UESPI apoia e acredita na ciência e na pesquisa científica, nós temos a honra de poder realizar constantemente eventos com temáticas tão importantes como o de hoje, a pesquisa científica, que é tão relevante e necessária para todos nós. A investigação acadêmica contribui para o aperfeiçoamento dos professores, permite a inclusão de novos conhecimentos para a atuação na prática. Através de novas pesquisas podem ser formulados novos métodos de ensino e aprendizagem e melhorar a relação entre docentes e discentes. Nós temos acompanhado de perto e vibrado por todos aqueles que estão se destacando através da nossa instituição. Fico realizado em ver o compromisso e dedicação da nossa comunidade acadêmica. Este evento dialoga com os critérios de observação, criação, execução e retorno social que a universidade deve ter. a PROP está de parabéns’’, explicou Evandro Alberto.

A professora Bárbara Melo, Coordenadora do Programa de Pós – Graduação em Letras da UESPI, participou do evento e representou os colegas docentes da instituição.Para a Professora, o apoio da Gestão é fundamental para que as pesquisas aconteçam de forma satisfatória e isso acontece na UESPI. ‘’Sou grata a administração superior da UESPI e principalmente ao nosso reitor, que não mede esforços para apoiar nosso desenvolvimento e a nossas pesquisas. O CNPq é muito importante, ele fortalece as pesquisas, e valoriza a ciência, apesar de todos os prós envolvidos quando se trata de ciência, eu creio que tudo passará, e o que ficará serão as pesquisas, o conhecimento que adquirimos, o conhecimento que repassamos, e assim com o órgão, nós ficaremos ainda mais fortalecidos. Minha história com o CNPq é longa, comecei com a iniciação científica, essa é importante em vários vieses, mas principalmente pela da fixação em ver a universidade cumprindo seu propósito e fortalecendo seu papel em relação à pesquisa e a extensão. Já são três anos seguidos com o apoio e financiamento do CNPq”, explicou a professora.

O professor Antonio Macedo relembrou o seu passado como estudante e como foi importante e continua sendo as bolsas científicas para o incentivo e crescimento das pesquisas na universidade.  ‘”Quando cheguei na UESPI em 2012, eu lembro que fui um dos primeiros a ser comtemplado com as bolsas de iniciação científica, desde então nunca paramos. É gratificante ver o quanto a instituição evoluiu e continua evoluindo no âmbito da pesquisa científica. Nós precisamos de recursos e mais que isso, precisamos correr através deles, eventos assim são de extrema relevância e importância’’.

Prof. Laécio Cavalcante, que também é professor da instituição, reforçou a chamada para as bolsas de produtividade e destacou que essas chamadas são importantes tanto para a realização pessoal e profissional dos professores quanto para expansão da universidade através dos recursos advindos das bolsas a expansão das pesquisas científicas se torna uma realidade e assim ocorre o avanço da ciência, da tecnologia e da inovação.

A Importância da pesquisa científica
A ciência é o meio de desenvolvimento das pessoas, de emancipação delas, e uma forma de desenvolvimento sustentável do país e da população. É de extrema importância e relevância que as pesquisas científicas sejam transformadas em inovação e tecnologia para atuarem no mercado, é necessário que os resultados dessas pesquisas se expandam para além dos muros da universidade, realizando assim a sua missão e agregando o seu valor para todos. A produção intelectual beneficia a todos, é uma via de mão dupla. Somente com a produção, desenvolvimento e compartilhamento do conhecimento que poderemos avançar para o futuro, avançar na ciência, no ensino e na educação. Dar respostas a sociedade é um dos papéis mais importantes das universidades e é preciso colocar isso em prática em todas as áreas do conhecimento. É necessário cooperação e ações de apoio e incentivo as pesquisas científicas, esses editais representam isso.