Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

Alunos de Zootecnia irão apresentar trabalhos de pesquisa no Congresso Nordestino de Produção Animal

Por Clara Monte

Entre  quarta-feira (30) até sexta-feira (02), alunos de Zootecnia da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) irão apresentar seus trabalhos de pesquisa no Congresso Nordestino de Produção Animal (CNPA) em Fortaleza – CE.

O Congresso Nordestino de Produção Animal é um evento tradicional da grande área de conhecimento da Zootecnia e é realizado, anualmente, pela Sociedade Nordestina de Produção Animal. Desde a sua criação, em 1998, o CNPA reúne os principais representantes da área que atuam diferentemente no setor produtivo da pecuária do Estado.

Os discentes estão no sexto período do curso de Zootecnia da UESPI. Eles apontam como a participação em eventos contribuem nas suas carreiras acadêmicas. Marcos Vicente Vieira, um dos estudantes que irá apresentar o projeto, diz está muito feliz pela sua primeira oportunidade em um congresso tão importante. “Esse é o meu primeiro evento representando a instituição e fiquei muito feliz por ter sido aprovado”.

O evento contará com a presença de pesquisadores, professores, estudantes de graduação e pós-graduação, profissionais que atuam nos órgãos de gestão governamental e na indústria, além de empresários e produtores que buscam conhecimento e inovação tecnológica para melhorias na gestão.

Outro estudante, Jeremy Lorran da Silva, que tem como projeto o crescimento de fêmea da raça canela-preta associada a sua diversidade de plumagem, diz estar ansioso para o seu primeiro congresso. “ Irei apresentar um trabalho com um tema interessante para o Nordeste e isso tem uma importância muito grande, pois irei conhecer diversas pessoas da agrária, assistir palestras de temas que agrega para o meio e tudo isso vai contar muito para minha experiência e para o meu currículo acadêmico”.

Estudantes de Zootecnia Jeremy Lorran e Marcos Vicente

Setor de Avicultura da UESPI recebe melhorias para a prática dos alunos de Zootecnia

Por Vitor Gaspar

Alunos e professores do curso de Zootecnia da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) realizam ações para a disciplina de Avicultura durante a reativação do setor, no Centro de Ciências Agrárias (CCA).

Equipe reunida do setor de Avicultura

A reativação do setor tem como objetivo promover aos alunos a parte prática depois da teoria apreendida em sala de aula durante o andamento da disciplina de Avicultura.

O processo de reativação foi iniciado há 60 dias em toda a sua estrutura. Segundo a Prof. Débora Carvalho, titular da disciplina, as atividades já estão bem avançadas e existe a perspectiva de que nos próximos dias o setor já conte com a presença de alguns animais para as práticas dos estudantes. Além disso, a docente ressalva a importância dessa realização.

Trabalho sendo realizado

“Através desse setor, os alunos terão acesso direto aos animais, então eles vão conseguir fazer essa associação da teoria com a prática, aprender a manejar esses animais, entender as particularidades de acordo com cada fase de criação, compreender como é feita a limpeza e a desinfecção das instalações, dentre outros vários pontos”, comenta a docente.

Segundo Francivaldo Sousa, aluno do 8° Bloco e que está cursando essa disciplina, a realização desse trabalho gera um sentimento de satisfação e espera que a reativação do local proporcione o melhor aprendizado para os estudantes do curso. “Para a nossa turma a contribuição é enorme, já que quando estivermos formados vamos nos deparar com várias realidades, então quando a gente já sabe como funciona os procedimentos e, literalmente botando a mão na massa, temos a oportunidade de termos melhores tomadas de decisão”.

Mais uma imagem do trabalho de reativação sendo realizado

O que é Avicultura e qual sua importância para a economia brasileira?

A avicultura é uma atividade que se baseia na criação de aves com a finalidade de produzir alimentos, principalmente carne e ovos. O frango se destaca entre as principais espécies criadas, além de outros como perus, patos, gansos, codornas e avestruzes. Esta atividade se divide em áreas, estando entre as principais a Avicultura de corte e postura.

Atualmente, segundo o EMPRAPA, o Brasil aparece na terceira posição na produção mundial de carne de frango e já há muitos anos é o maior exportador, sendo os principais destinos de produção para a Ásia, África e União Europeia. Além disso, a produção de ovos no país longo de 2020 chegou aos 47,2 bilhões de unidades.

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) e compilados pela Confederação da Agricultura e Pecuária no Brasil (CNA), essa atividade foi umas das maiores geradores de emprego, em 2020, com 5.993 vagas geradas ao longo do ano.

Bacharelado em Zootecnia

O Zootecnista atua na administração de propriedades rurais tais como fazendas, granjas e haras, podendo ainda atuar em empresas de projetos agropecuários, em agroindústrias (indústrias 44 de rações, produtos biológicos e outros insumos para animais), órgãos públicos como agente de desenvolvimento rural, empresas e laboratórios de pesquisa científica e tecnológica. Também pode atuar, de forma autônoma, em empresa própria ou prestando consultoria.

Uespi Corrente: Aula Magna com a ação Reitoria Itinerante

Por Anny Santos e Giovana Andrade

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI), campus Dep. Jesualdo Cavalcanti, realizou a Aula Magna do período 2022.1, com temática “Vida Universitária: a construção da Identidade Uespiana” na manhã desta quinta-feira (6).

A ação parte da iniciativa Reitoria Itinerante, que visa uma maior aproximação entre a Administração Superior e a comunidade acadêmica dos 12 campi da instituição. Os encontros visam levar o entendimento sobre o trabalho realizado, esclarecendo duvidas e observando possíveis necessidades de melhorias.

Estiveram presentes o corpo docente e discente da UESPI de Corrente e representantes da Administração Superior. Na oportunidade, a representante discente e aluna do curso de Pedagogia, Kelly França, pontuou a importância de ter sido escolhida para representar os alunos do campi e ressaltou sua passagem por diferentes programas oferecidos pela instituição.

“O que tenho a dizer para os calouros é que sejam bem-vindos. Espero que vocês possam participar ativamente dos projetos e programas que a UESPI oferece. Isso nos aproxima de outros cursos e possibilita uma boa comunicação dentro da universidade. Fiquem atentos ao PIBEU, PIBID e demais programas”.

O Reitor da nossa instituição, professor Dr. Evandro Alberto, esteve presente promovendo apoio ao trabalho que está sendo desenvolvido em Corrente. Para ele, a visita marca a atuação do projeto Reitoria Itinerante, promovendo avanços e melhorias. “Não tem sido uma tarefa fácil, mas estamos avançando. Temos que caminhar com os pés no chão, mas com palavra e compromisso. Hoje estamos com um quadro de 935 professores efetivos e isso é um avanço para a nossa universidade”.

Alcir Rocha, professor e Diretor do campi, reitera a motivação da ação ao tornar possível uma educação pública de qualidade. Segundo ele, o campus recebeu melhorias, com o apoio da reitoria, ao longo do seu período de atuação. Além disso, acredita que é importante que os campi demonstrem, através de uma melhor aplicação dos recursos e cuidados, os resultados do apoio que recebem.

“Nós iremos continuar trabalhando e esse é o meu compromisso. Conto com vocês para continuarmos fazendo um campus melhor e que os nossos cursos estejam bem acima dos índices da média do nosso Brasil”, finaliza o Diretor.

Novos equipamentos para o curso de Zooetecnica

Na ocasião o curso de zootecnia recebeu vários equipamentos entregues pelo Reitor Prof. Dr. Evandro Alberto.

O coordenador do curso, Hermógenes Santana, destaca a felicidade e satisfação do recebimento dos novos equipamentos.

” É uma grande satisfação as ações realizadas hoje, começando pelo projeto da Reitoria Itinerante, que possibilitou uma aproximação e um alinhamento do pensar administrativo. E hoje tivemos o prazer de receber os equipamentos finais  para o funcionamento do laboratório de nutrição animal, que irá atender o ensino em mais de 25 disciplinas com aulas praticas , projetos de pesquisa e extensão. Além disso o laboratório servirá para atender a comunidade e aos produtores rurais”.

Hermógenes Santana, coordenador do curso de Zootecnia

Reitoria Itinerante continua

Hoje (07), o Campus Dom José Vasquez Dias, da Universidade Estadual do Piauí, será a segunda cidade a receber a reitoria itinerante.

A ação está sendo realizada pela primeira vez em 36 anos da história da Universidade. O objetivo principal é aproximar a administração superior da comunidade uespiana em todos os campis da Uespi.

A programação do projeto contará com reuniões com coordenadores, docentes e servidores, além de oficina Enade para a coordenação e discentes do curso de Direito. A equipe também se reunirá com toda comunidade discente para tratar sobre cada pasta da administração superior e tirar dúvidas.

 

 

 

Alunos de Zootecnia realizam atividade de Nutrição Animal na zona rural de Teresina

Por Vitor Manoel

Alunos do 5º Bloco do curso de Bacharelado em Zootecnia da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), realizaram um trabalho entre os meses de junho e julho para a disciplina de Nutrição Animal I na Fazenda Escola Santo Afonso, localizado no Povoado Soinho, zona rural de Teresina-PI.

Prática de mensuração biométrica, procedimento que medem a altura, comprimento e profundidade do corpo do animal

Os alunos Antônio Neto, Karol Alves, Rodolfo dos Santos, além da professora e coordenadora do curso Dinnara Silva, estiveram na propriedade de Padre Andrade, que cedeu o espaço do terreno e auxiliou os discentes, proporcionando assim uma troca de conhecimento entre ambos.

A finalidade da ação foi avaliar a nutrição animal de 40 ovinos, através de medidas biométricas, pesos, análise da alimentação, nos quais foram observados erros com gastos excessivos nos insumos.

Ovinos na Fazenda Escola Santo Afonso

Segundo a discente Karol Alves, foi proporcionado uma organização ao pequeno produtor, agregando a base nutricional dos animais em suas localidades que foram a partir disso, enviados para a análise bromatológica. Ela comenta que além de aprender na prática como ocorre cada etapa do procedimento alimentar em uma fazenda, foi possível observar todos o processo desde os gastos ao consumo de animal, além do retorno ao produtor.

“Esse trabalho além de envolver conhecimentos teóricos adquiridos na matéria, envolveu a prática do diálogo entre produtor e aluno, além de uma troca de conhecimento que gerou dois projetos de pesquisa para ajudar pequenos produtores como o abordado nessa fazenda, ajudando também na organização, alimentação, e desenvolvimento desse produtor, podendo assim contribuir com a comunidade futuramente”, encerra.

O trabalho proporcionou aos discentes a construção de dois resumos dirigidos ao CNPA (Congresso Nordestino de Produção Animal) em Fortaleza-CE.

Aluna mostrando os dados do trabalho para o produtor

Bacharelado em Zootecnia

O Zootecnista atua na administração de propriedades rurais tais como fazendas, granjas e haras, podendo ainda atuar em empresas de projetos agropecuários, em agroindústrias (indústrias 44 de rações, produtos biológicos e outros insumos para animais), órgãos públicos como agente de desenvolvimento rural, empresas e laboratórios de pesquisa científica e tecnológica. Também pode atuar, de forma autônoma, em empresa própria ou prestando consultoria.

Oportunidade: professores e alunos de Zootecnia da UESPI podem participar do “IV ZOOMAPI” em novembro

A Comissão Organizadora do IV ZOOMAPI convida os alunos de Bacharelado em Zootecnia da UESPI para o IV Encontro de Zootecnistas do Maranhão e do Piauí entre os dias 21 e 23 de novembro, em Bom Jesus.

O evento promove o reencontro dos cursos de graduação entre os dois estados possibilitando a presença de zootecnistas e acadêmicos do curso de forma presencial, após o período pandêmico. A ação acontece a cada dois anos e com alternâncias de sedes, dessa vez com o Piauí recebendo o encontro.

Para um dos organizadores do encontro, Professor Stelio Bezerra esse evento será importante por vários motivos: será o primeiro grande evento presencial da área na região, com palestrantes nacionais e locais que abordaram diversos temas. “Nos cabe ressaltar também que esse evento abordará a relação da zootecnia com os objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU”, encerra.

A Professora Dinara Silva destaca que os docentes do curso da UESPI estarão presentes, inclusive como palestrantes e ressalta a importância da participação dos alunos de todos os blocos do curso. “É o momento de juntarmos força da Zootecnia dos dois estados com essa parceria. Vai ter palestras, minicursos, ações de extensão, o que vai proporcionar um momento muito bom para os nossos discentes”, enfatiza.

Curso de Zootecnia promove Projeto de Extensão destinado a alunos do Ensino Médio

Por Vitor Manoel

O curso de Zootecnia da UESPI no campus Poeta Torquato Neto, promove o Projeto de Extensão “Zootecnia 4.0: itinerários formativos aproximando a educação agrária do ensino superior com o ensino médio”, de forma presencial com alunos do 3° ano do Ensino Médio na Unidade Escolar Joel Ribeiro, no bairro Matadouro, zona norte de Teresina.

Discentes do curso e voluntários do curso de Agronomia estiveram presentes na ação

O projeto é desenvolvido pelo Professor e Coordenador Francisco Cardozo, juntamente com a discente e bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Extensão Universitária (PIBEU), Patricia Lima do 5º bloco, responsável pela execução na escola, com auxílio de discentes voluntários da turma de Agronomia.

A ação tem como objetivo divulgar o curso e o profissional zootecnista para alunos do 3° ano do Ensino Médio criando espaços, com tempos de diálogo, rodas de conversa e apresentação de temas a respeito do curso de forma didática.

A professora do curso e colaboradora na ação, Dinara Silva comenta que esse projeto é de suma importância para que haja uma maior divulgação do profissional da área. Segundo ela, difundir é apresentar a sociedade a importância desse profissional que tanto faz a diferença no agronegócio no Brasil e no Piauí.

“O Piauí tem como característica histórica ser um estado em que a pecuária se fez presente desde a sua colonização, então essa disciplina anda junto com o desenvolvimento do Piauí no sentido de criação agropecuária e de difusão de todo conhecimento da produção animal. Então esse projeto é de suma importância para divulgar o curso, pois são nessas escolas agrícolas que muitos dos nossos alunos saem, então eles podem ter a continuidade seus estudos em um nível de graduação aqui na nossa UESPI aqui em Teresina”, finaliza.

Alunos da Unidade Escolar Joel Ribeiro acompanhando as palestras

Para a aluna e bolsista Patricia Lima do 5º Bloco, muitos alunos do ensino médio desconhecem a profissão, dessa forma o graduando irá estimular a sua participação como mobilizadores das potencialidades comunitárias, motivando a descoberta de novos futuros profissionais que darão continuidade ao que é proposto para a Ciência Zootécnica.

“De acordo com a comissão Nacional de Educação em Zootecnia, a divulgação do curso deve ser premissa básica de ações na instituições de Ensino Superior e órgãos governamentais, com o objetivo de criar espaços para discussões e articulações com os diversos segmentos da sociedade, assim fortalecendo o crescimento e consolidação dessa área nas distintas regiões do Brasil”, encerra.

Os encontros acontecem semanalmente às segundas-feiras a partir de 10:20 na Unidade Escolar Joel Ribeiro. Para mais informações, os organizadores divulgam todas as ações em um perfil no Instagram @zootecniaemfoco_uespi e no site da disciplina.

 

PREX: resultado preliminar para estágio não obrigatório no campus de Corrente

A Universidade Estadual do Piauí, por meio da Pró-Reitoria de Extensão, Assuntos Estudantis e Comunitários – PREX e do Departamento de Assuntos Estudantis e Comunitários – DAEC, torna público Resultado Preliminar do Processo Seletivo para Estágio Não Obrigatório do Curso de Bacharelado em Zootecnia, para atuar no Laboratório de Caprinovinocultura, Bovinocultura Leiteiro e Campo Agrostológico, em Corrente – PI, conforme Edital UESPI/PREX/DAEC no 18/2022.

RESULTADO PRELIMINAR – LABORATORIO ZOOTECNIA CORRENTE

Projeto Zooday: curso de Zootecnia realiza debate com profissionais da área

Por Arnaldo Alves

O curso de Zootecnia da Universidade da Estadual do Piauí (UESPI), campus Poeta Torquato Neto, realizou, nesta manhã (14), o projeto Zooday, no auditório do Núcleo de Ensino a Distância (NEAD).

A programação do evento contou com palestras e debates com professores e profissionais zootecnista e de áreas afins, em alusão ao dia do Zootecnista, comemorado nesta sexta-feira.

De acordo com a professora do curso de Zootecnia e coordenadora da ação, Dinara Sousa, o projeto Zooday veio para mostrar a importância da Zootecnia para o agronegócio do Piauí.

“Nós saímos de dois anos de aulas remotas e esse contato presencial acabou sendo perdido um pouco. Esse momento de juntarmos todo mundo é de suma importância para o aluno ingressante no curso ter esse contato com os profissionais da área”, ressalta.

Professora Dinara (camisa branca) com a palestrante do evento

Professora Dinara (camisa branca) com a palestrante do evento

Para a estudante do 5° período do curso de Zootecnia e organização do evento, Michele Morais, o projeto Zooday aproxima a comunidade acadêmica dos profissionais do mercado de trabalho.

“O nosso evento reúne professores, profissionais e estudantes de Zootecnia e Agronomia. A gente enxerga isso como um momento importantíssimo de debate e confraternização entre toda comunidade acadêmica”, ressalta.

Estudante Michele Morais (camisa azul) ao lado da professora Dinara e amigos de sala de aula

Estudante Gabriela Carvalho (camisa azul) ao lado da professora Dinara e amigos de sala de aula

O evento também contou com a participação da egressa Michele Morais, além do professor e diretor estadual da Associação Brasileira de Zootecnia (ABZ), Daniel Biagiotti.

Público presente no evento

Público presente no evento

Projeto Zooday: projeto em alusão ao Dia Nacional do Zootecnista

Por Vitor Manoel

Em referência ao dia Nacional do Zootecnista, comemorado na próxima sexta-feira (13), o curso de Zootecnia da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) do campus Poeta Torquato Neto em Teresina promove o Projeto Zooday, no dia 13 de maio de forma presencial no auditório do Núcleo de Ensino a Distância (NEAD) durante a manhã de 9h às 12h.

O evento vai contar com palestras e debates com profissionais zootecnistas atuantes na região, além da participação de egressos do curso no formato de mesas de discussões entre eles. O objetivo da ação é propiciar um  momento de integração entre os docentes e discentes. De acordo com a Professora do curso de Zootecnia da UESPI, Dinara Silva, organizadora do evento,  toda a comunidade acadêmica que tenha interesse sobre Ciências Agrárias e Agronegócio pode participar.

O profissional da área atua em conjunto com a produção animal, no melhoramento genético, educação, nutrição animal, agronegócio e em muitas outras áreas, com seu trabalho refletindo diretamente no Produto Interno Bruto (PIB) e no desenvolvimento econômico do Brasil. Além disso, também existe um debate sobre a sustentabilidade e a qualidade de vida desses animais.

Para a Professora Dra. Dinara Silva a expectativa é apresentar aos alunos do curso de Zootecnia a importância de estar contribuindo com o agronegócio do Estado. “O evento é de sua importância para identificação dos alunos com o curso e a profissão, para exemplificar atuação dos profissionais na região e como é importante para o desenvolvimento do agronegócio do Piauí”, comenta a discente.

A egressa do curso Nagila Araújo destaca que a zootecnia é a ciência que alimenta o mundo, e o papel do profissional hoje é muito importante no desenvolvimento e melhoramento de manejo dentro de uma fazenda, indústria de ração e até mesmo na preservação da nossa fauna, juntamente com o tripé da nutrição, do manejo e da genética, sempre muito atentos ao bem estar.

“No 13 de maio, é o dia em que comemoramos o dia do Zootecnista. O que se torna importante para o reconhecimento do valor e mérito do profissional mais qualificado para promover a criação animal em todos os seus aspectos e ramos da atividade produtiva ou de conservação fazendo com que a pecuária nacional seja competitiva e eficiente. A importância do evento, Projeto Zooday, é agregar ainda mais conhecimentos e experiência passada de um profissional à outro e entender como é o dia a dia de um profissional no campo”, finaliza.

O curso de Zootecnia da UESPI em Teresina propicia eventos em prol da produção animal sustentável no Estado.O evento é aberto para o público em geral e para participar do encontro deve ser realizada a inscrição com direito a ganho de certificado de participação.