Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

UESPI realiza campanha “Corrente Universitária” no Campus Dep. Jesualdo Cavalcanti

Por João Fernandes

No mês em que celebramos o Natal, discentes da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Campus Dep. Jesualdo Cavalcanti, em Corrente, se uniram para realizar uma ação beneficente de Natal em prol de famílias em situação de vulnerabilidade social. A ação intitulada “Corrente Universitária” tem como objetivo aproximar os acadêmicos à comunidade externa em prol do bem comum. 

A iniciativa é composta por alunos dos cursos de Agronomia, Biologia, Direito, Pedagogia e Zootecnia, do campus de Corrente. A iniciativa pretende arrecadar até o Natal alimentos não perecíveis e cestas básicas que serão entregues às famílias em situação de vulnerabilidade econômica da cidade. Os discentes destacam que houve uma junção de esforços para fazer com que essa ação pudesse frutificar, com a participação de outras atléticas e associações acadêmicas.

De acordo com os alunos serão recolhidos os seguintes itens: leite, arroz, feijão, roupas, calçados, além de itens de higiene. Com esta ação os discentes esperam promover consciência social junto à população para garantir o atendimento às famílias carentes. Para doar basta se dirigir a sede da UESPI em Corrente.

Keli Rocha, aluna do 9° bloco de Pedagogia e uma das organizadoras da ação, destaca que a iniciativa precisa acontecer em todas as esferas para que seja garantida a inclusão social das famílias. “A ação é de suma importância para ajudar famílias em situação de vulnerabilidade. Vamos atender àquelas que não possuem condições de arcar com as próprias despesas, além disso, buscando evidenciar a importância de se pensar no outro de forma coletiva e aproxima os alunos às causas sociais”.

Outras formas de doar. Chave pix: caesperancagarcia@outlook.com

Para mais informações (89)99929-8925

Veja como foi I Olimpíada Jurídica de Direito de Correntes

Por João Fernandes

 A primeira edição da “Olimpíada Jurídica do Extremo Sul Piauiense” promovida pelo curso de Direito, campus Dep. Jesualdo Cavalcante em Corrente, foi um sucesso. Uma competição saudável que teve como base o conhecimento e proporcionou entrosamento entre os discentes do curso e até mesmo com outras faculdades da cidade. 

As atividades aconteceram de 07 a 11 de novembro presencialmente no campus da cidade. A olimpíada foi dividida em quatro provas e um desafio bônus, em cada etapa os alunos foram desafiados em testes de capacidade de raciocínio logico, conhecimento gerais e articulação de ideias.

Lucas Vinicius, aluno do 6° Bloco e um dos finalistas da competição, elogia a organização da olimpíada e ressalta a importância de eventos que permitem o entrosamento entre alunos e docentes.

“A mensagem que fica é que o importante não é vencer todas as provas, mas sim, lutar por um curso com maior abrangência e que se preocupe com o valor social da educação, além disso reforça nossas ações em prol da cidadania”, declarou o aluno.

Em um dos desafios, os alunos alcançaram um feito surpreendente, arrecadando uma tonelada de alimentos não perecíveis que serão doados para instituições que promovem alguma ação social na cidade.

A aluna Maria Taislane, destaca que a olimpíada está sendo um evento inédito para o campus de Corrente, mas com grande potencial para se tornar tradição em todos os campi da UESPI.

“A olimpíada promoveu a integração entre discentes do Curso de Direito, nossa arrecadação de alimentos mostrou como a universidade pode impactar na sociedade local, além disso, a Olimpíada reforçou a importância do ensino e extensão da nossa instituição”, disse a aluna.

A última prova foi uma simulação de Júri, colocando os alunos a prova, sendo avaliados por personalidades de peso do judiciário da região. A Olimpíada encerrou com a vitória da equipe Rui Barbosa, seguida pela equipe Ellen Grace e equipe Luís Gama.

 

Direito Corrente: I Olimpíada Jurídica do Extremo Sul Piauiense

Por Anny Santos

O curso de Direito da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), campus Dep. Jesualdo Cavalcanti em Corrente, realiza a I Olimpíada Jurídica do Extremo Sul Piauiense. As atividades acontecem entre os dias 07 e 10 de novembro, de forma gratuita e presencial (com transmissão online das últimas etapas, através do canal do campus no Youtube).

As inscrições acontecem de forma online até o dia 02 de novembro, através do formulário de inscrição. Terá direito à participação qualquer discente de curso de Direito ou que tenha sua colação de grau fixada para uma data posterior à realização do evento. Cada discente deverá representar o semestre ao qual está matriculado, sendo vedada a participação de mais de 02 (dois) discentes do mesmo semestre.

De acordo com o professor Alcir Rocha, coordenador do curso de Direito e do evento, o principal propósito é fomentar o estudo e a pesquisa do Direito, a interação entre alunos, instituições e a ação social a ser desenvolvido pelos participantes e ouvintes. “O colegiado inova, propondo uma atividade dinâmica, interativa, solidária que pode se tornar um evento oficial a nível de todos os cursos de Direito da UESPI e até mesmo do Estado”.

Ao realizar a inscrição, o grupo criado deverá indicar um projeto social ou entidade filantrópica que receberá alimentos não perecíveis, os quais serão arrecadados pelas equipes no decorrer da Olimpíada. Para facilitar a comunicação entre a Comissão Organizadora do evento e os participantes, um membro deverá ser escolhido como representante e indicado no momento da inscrição. As equipes, totalizando 10, serão compostas de seis membros.

Para Naiara Ribeiro, discente do 9° período, eventos como esse ajudam na integração e fomentam o ensino, pesquisa e extensão. Segundo ela, existe uma mobilização em torno desse projeto, desde a organização até aqueles que vão formar suas equipes para competir. Para comunidade externa é uma forma de atrair olhares para o campus e também despertar o interesse de futuros alunos da instituição.

“A Olímpiada veio como uma forma divertida de testar conhecimentos. Para aqueles que estão quase saindo é como uma revisão geral do que já foi visto, já para os que estão chegando é ter uma prévia do que está vindo. É um tanto desafiador estar na organização desse projeto, mas é um desafio gostoso de encarar. Acompanhar a elaboração do regulamento e das provas é um incentivo para me dedicar ainda mais e dar sempre o meu melhor, não só por mim, mas pela a instituição que estudo e por aqueles que estão por vir. Espero que essa seja a primeira de muitas Olímpiadas e que os demais cursos também abracem essa ideia”, finaliza.

Uespi Corrente: Aula Magna com a ação Reitoria Itinerante

Por Anny Santos e Giovana Andrade

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI), campus Dep. Jesualdo Cavalcanti, realizou a Aula Magna do período 2022.1, com temática “Vida Universitária: a construção da Identidade Uespiana” na manhã desta quinta-feira (6).

A ação parte da iniciativa Reitoria Itinerante, que visa uma maior aproximação entre a Administração Superior e a comunidade acadêmica dos 12 campi da instituição. Os encontros visam levar o entendimento sobre o trabalho realizado, esclarecendo duvidas e observando possíveis necessidades de melhorias.

Estiveram presentes o corpo docente e discente da UESPI de Corrente e representantes da Administração Superior. Na oportunidade, a representante discente e aluna do curso de Pedagogia, Kelly França, pontuou a importância de ter sido escolhida para representar os alunos do campi e ressaltou sua passagem por diferentes programas oferecidos pela instituição.

“O que tenho a dizer para os calouros é que sejam bem-vindos. Espero que vocês possam participar ativamente dos projetos e programas que a UESPI oferece. Isso nos aproxima de outros cursos e possibilita uma boa comunicação dentro da universidade. Fiquem atentos ao PIBEU, PIBID e demais programas”.

O Reitor da nossa instituição, professor Dr. Evandro Alberto, esteve presente promovendo apoio ao trabalho que está sendo desenvolvido em Corrente. Para ele, a visita marca a atuação do projeto Reitoria Itinerante, promovendo avanços e melhorias. “Não tem sido uma tarefa fácil, mas estamos avançando. Temos que caminhar com os pés no chão, mas com palavra e compromisso. Hoje estamos com um quadro de 935 professores efetivos e isso é um avanço para a nossa universidade”.

Alcir Rocha, professor e Diretor do campi, reitera a motivação da ação ao tornar possível uma educação pública de qualidade. Segundo ele, o campus recebeu melhorias, com o apoio da reitoria, ao longo do seu período de atuação. Além disso, acredita que é importante que os campi demonstrem, através de uma melhor aplicação dos recursos e cuidados, os resultados do apoio que recebem.

“Nós iremos continuar trabalhando e esse é o meu compromisso. Conto com vocês para continuarmos fazendo um campus melhor e que os nossos cursos estejam bem acima dos índices da média do nosso Brasil”, finaliza o Diretor.

Novos equipamentos para o curso de Zooetecnica

Na ocasião o curso de zootecnia recebeu vários equipamentos entregues pelo Reitor Prof. Dr. Evandro Alberto.

O coordenador do curso, Hermógenes Santana, destaca a felicidade e satisfação do recebimento dos novos equipamentos.

” É uma grande satisfação as ações realizadas hoje, começando pelo projeto da Reitoria Itinerante, que possibilitou uma aproximação e um alinhamento do pensar administrativo. E hoje tivemos o prazer de receber os equipamentos finais  para o funcionamento do laboratório de nutrição animal, que irá atender o ensino em mais de 25 disciplinas com aulas praticas , projetos de pesquisa e extensão. Além disso o laboratório servirá para atender a comunidade e aos produtores rurais”.

Hermógenes Santana, coordenador do curso de Zootecnia

Reitoria Itinerante continua

Hoje (07), o Campus Dom José Vasquez Dias, da Universidade Estadual do Piauí, será a segunda cidade a receber a reitoria itinerante.

A ação está sendo realizada pela primeira vez em 36 anos da história da Universidade. O objetivo principal é aproximar a administração superior da comunidade uespiana em todos os campis da Uespi.

A programação do projeto contará com reuniões com coordenadores, docentes e servidores, além de oficina Enade para a coordenação e discentes do curso de Direito. A equipe também se reunirá com toda comunidade discente para tratar sobre cada pasta da administração superior e tirar dúvidas.

 

 

 

PREX: resultado preliminar para estágio não obrigatório no campus de Corrente

A Universidade Estadual do Piauí, por meio da Pró-Reitoria de Extensão, Assuntos Estudantis e Comunitários – PREX e do Departamento de Assuntos Estudantis e Comunitários – DAEC, torna público Resultado Preliminar do Processo Seletivo para Estágio Não Obrigatório do Curso de Bacharelado em Zootecnia, para atuar no Laboratório de Caprinovinocultura, Bovinocultura Leiteiro e Campo Agrostológico, em Corrente – PI, conforme Edital UESPI/PREX/DAEC no 18/2022.

RESULTADO PRELIMINAR – LABORATORIO ZOOTECNIA CORRENTE

#UESPI35ANOS: “Somos mais que uma universidade, somos uma família”, diz aluno sobre estudar na UESPI

Por Arnaldo Alves

Com mais de 18 mil alunos, a Universidade Estadual do Piauí (UESPI) completa 35 anos nesta quarta-feira (28). Através do Ensino, da Pesquisa e da Extensão, esses discentes estão transformando suas vidas e de muitas pessoas por meio de 29 cursos ofertados em 12 campi.

Qualidade no ensino

Natural de Tocantins, a estudante Daniela Andrisia, atualmente no 10° período, conta que um dos fatores que o levaram a escolher a instituição, foi sempre ter ouvido falar muito bem do curso de Odontologia da UESPI em Parnaíba.

Evento Sorriso vai à Praça |foto tirada antes da pandemia

Evento Sorriso vai à Praça |foto tirada antes da pandemia

“Além de uma universidade, encontrei uma segunda casa e família. Na UESPI temos excelentes professores. Sem dúvidas foi a melhor escolha que fiz. Sou extremamente grata a UESPI por minha trajetória na Faculdade de Odontologia no Piauí (FACOE/UESPI). Aqui temos a oportunidade de participar de vários projetos de extensão como o UESPI ODONTO, Prevenção de Câncer de Boca e Prevenção de Candidíase, participar dessas ações ressignificou muitas áreas da minha vida e aumentou meu amor pelo curso”, aponta.

Proximidade e afeto

Vinícius Coutinho, estudante do curso de Jornalismo do campus de Picos, escolheu a UESPI por ser a mais próxima de sua cidade natal (Patos do Piauí) e por ter laços de afeto com a instituição – sua mãe é formada na UESPI.

Apresentação de um dos artigos publicados

Apresentação de um dos artigos publicados

Atualmente no 6° período, o discente possui 12 artigos publicados, diversas participações em eventos nacionais e projetos da UESPI, além de passagens como estagiário em rádio, Ongs e agência de marketing.

“Inicialmente eu não teria condições de ingressar no ensino privado e também seria complicado ir para um lugar muito distante. A UESPI me trouxe a possibilidade de estudar mais perto de casa o curso que queria e também abriu as portas para várias oportunidades. Hoje trabalho no setor público e continuo realizando minhas atividades acadêmicas de ensino e pesquisa, defendendo que a UESPI esteja cada vez presente no Estado”, relata.

Vinícius no campus Prof. Barros Araújo | foto tirada antes da pandemia

Vinícius no campus Prof. Barros Araújo 

Humanização

A humanização dos egressos da UESPI foi um ponto observado por Juan Victor da Silva antes de ingressar no curso de Enfermagem do campus de Floriano. Segundo ele, essa característica foi fundamental para sua escolha.

“Estou no bloco IX do bacharelado em Enfermagem da UESPI. Tenho muita segurança em dizer que a graduação em Enfermagem mudou a minha vida para melhor. Ensinou-me a olhar o mundo de uma forma mais humana, educou-me para encarar um mundo de incertezas, mas sempre com empoderamento. A graduação de Enfermagem me proporciona momentos incríveis, de muitos aprendizados, de muitas causas e conquistas. De fato, hoje posso dizer que o impacto da graduação em Enfermagem, por meio da UESPI, foi positivo e que minha devoção como profissional honrará essa profissão e a instituição que proporcionou essa conquista”, agradece.

Juan (de óculos) e colegas de estágio | foto tirada antes da pandemia

Juan (de óculos sem a pasta) e colegas de estágio | foto tirada antes da pandemia

Realização profissional

Com premiações e dois livros produzidos, Felipe Oliveira, acadêmico de Administração do campus Poeta Torquato Neto (Teresina), faz parte de um seleto grupo de pesquisadores da área de gamificação no Piauí.

“Estudar na UESPI para mim é mais que um sonho, é a possibilidade de realizar o que eu almejo profissionalmente. Ingressei na universidade em 2018.1, fiquei muito animado com tudo que eu estava conhecendo, eu me sinto muito acolhido por todos os professores, técnicos, profissionais e colegas da UESPI. Somos mais que uma universidade, somos uma família. Gostaria de parabenizar a UESPI por mais um aniversário, que ela possa impactar ainda mais pessoas”, salienta.

Felipe com a camisa do curso de Administração da UESPI

Felipe é pesquisador de Gamificação e representa a UESPI em diversos eventos

Experiências pessoais

A estudante Valtécia Marques, do campus de Corrente, caminha para finalização do seu segundo curso na UESPI, tendo produzido atividades, ações e pesquisas nos programas do PIBEU, PIBID e Residência Pedagógica.

“A UESPI faz parte da minha vida não apenas no sentindo de formação profissional, mas no meu crescimento como pessoa, e na minha evolução como ser humano. Lugar onde tenho adquirido grandes experiências, de aprendizado, formação, e onde tenho conhecido pessoas magníficas, colegas, professores e amigos. Sou formada em Engenharia Agronômica e me encontrei como profissional na Pedagogia. Dentro do curso ampliei meus horizontes e toda a minha visão a respeito do mundo que me rodeia”, disse.

Ação realizada em uma escola de Corrente

Ação realizada em uma escola de Corrente |foto tirada antes da pandemia

Logísticas e qualidade do curso

No último período do licenciatura, o discente Igo dos Santos Reis, atua no Laboratório de História do campus Ariston Dias Lima, de São Raimundo Nonato. Para ele, logística e qualidade do curso foram determinantes para o seu desenvolvimento na licenciatura.

“A minha trajetória na UESPI foi riquíssima, o conhecimento construído ao longo desses anos é para toda uma vida. Os diálogos com professores, colegas, as produções acadêmicas, tudo isso gera um impacto extremamente positivo para mim enquanto futuro mediador do conhecimento no ambiente escolar”, acrescenta.

Igor (camisa polo) com colegas de curso durante o evento UESPI Negra

Igor (camisa polo) com colegas de curso durante o evento UESPI Negra|foto tirada antes da pandemia

Com 35 anos de existência, esse são exemplos de estudantes que escolheram a UESPI para fazer parte da sua trajetória acadêmica e de vida. Eles fazem parte de uma instituição com maior capilaridade do Piauí e que acredita o capital humano como maior transformador da educação pública no Brasil.