Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

Dia da Consciência Negra: Uespi tem maior representatividade de professores entre pretos

Por Giovana Andrade e João Fernandes

No mês da Consciência Negra, a Universidade Estadual do Piauí (UESPI) vem reforçar um dos pontos centrais da sua missão institucional, que é a contribuição para o desenvolvimento social do Brasil. Vencer o racismo e todas as formas de exclusão é uma bandeira que a UESPI defende. Seja por meio de políticas inclusivas, programas de bolsas ou ações de extensão, a UESPI busca a integração de todos e todas em seus campi.

Segundo o último censo da Educação Superior, divulgado pelo Ministério da Educação (MEC), a UESPI conta com 750 professores autodeclarados negros e pardos.

O Reitor da UESPI, Prof. Doutor Evandro Alberto, chama a atenção para o acolhimento e a reflexão no mês de novembro, mês da consciência negra. Ele afirma que essa reflexão deve ser diária para que o racismo deixe de fazer parte de qualquer ambiente e comunidade.

Audio do Reitor da UESPI

 

Para o coordenador de Ciências contábeis, Prof. Domingos Sávio, sua própria trajetória demonstra que é possível o negro, a negra conquistar o seu espaço. Segundo ele, o Dia da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro, é uma forma de  chamamento  para não estar indiferente com o que acontece no entorno da própria realidade.

“Muitas vezes, pessoas negras não conseguem atingir seus objetivos  por pensar que esse espaço não lhe cabe, que era inatingível se não fosse a lei de cotas raciais. Nós podemos conquistar o que desejamos e queremos.  Já fui cabo do exército brasileiro, tendo ido para reserva apto a 3°  Sargento, já fui Encarregado do Crédito, cadastro e cobrança na Fundição Brasil S.A, em São Paulo, chegando no Piauí, fui Diretor e Contador da INSOPISA, indústria de Soro do Piauí S.A, na época, um dos acionista era o Governador do Piauí. Eu também fui Diretor do Colégio Dinâmico, Professor da  Faculdade CEUT durante 18 anos, Professor da Faculdade FAP durante 13 anos. Nestas faculdades onde ministrei aulas sempre fui bem avaliado e recebi alguns reconhecimentos. Hoje, sou Professor efetivo e Coordenado do Curso  de Ciências Contábeis da UESPI. Durante toda essa minha trajetória, eu, em momento algum, não percebi nem um ato de racismo”.

 

Domingos Sávio, coordenador de ciências contábeis.

Para o professor, a luta é diária e a resistência do povo negro não pode ser deixada de lado. Ele também destaca a educação como meio para o combater qualquer discriminação ou preconceito. A resistência também é destaque nas palavras do professor Alcir Rocha, coordenador do curso de Direito e diretor do campus de Corrente.
Para ele a data reforça o empenho que negros ainda têm que fazer para ocupar espaços. Além disso, para o professor a representatividade negra na UESPI demostra o empenho da comunidade em ocupar espaços relevantes em nossa instituição.

“Ser melhor em sua atuação. Escrever melhor. Dirigir melhor. Falar melhor. Ser melhor nos conduzira para uma perspectiva de que podemos como comunidade, ir mais longe, e servir de referência para que os outros da nossa cor, enxerguem a possibilidade dos que por muito tempo foram marginalizados, se tornarem protagonistas da sociedade. Viver para negro já é um ato de resistência. Ser melhor, em qualquer coisa, é superar os paradigmas”, declarou o professor.

Alcir Rocha, Diretor do campus de Corrente.

Coordenadores de cursos relatam a importância de serem o elo entre os alunos e as instâncias administrativas

Por Giovana Andrade

Joelson Almeida, Coordenador de Enfermagem, em Parnaíba, destaca que o que estimulou a ocupar o cargo foi poder contribuir ainda mais para o avanço do curso de Enfermagem, que têm 25 anos de existência formando profissionais de excelência. “Como egresso do curso de Enfermagem da UESPI, formado em 2018.2 nesta casa, aceitei o desafio de conduzir o curso junto com docentes e discentes. O   apoio incondicional dos colegas e alunos deixam essa missão mais leve e eficiente no atendimento. Hoje, posso dizer que tenho uma visão ampliada do que é gerir um curso, suas demandas e desafios encontrados no processo de gestão educacional. Sou grato pela oportunidade dada a mim”.

Pró-Reitora de Administração e Recursos Humanos (PRAD) divulgou o Edital com o Regimento Eleitoral para  Coordenador de Curso. A escolha para o cargo  será realizada por eleições diretas, em votação secreta, de forma eletrônica, para um mandato de dois anos, sendo permitida uma única reeleição.

O Coordenador do curso de Enfermagem em Parnaíba, Prof. Joelson Almeida, com discentes do curso em um evento.

Leonardo Ribeiro, Coordenador de Biologia, em São Raimundo Nonato, relata que é sua segunda gestão como Coordenador e para ele é gratificante poder colaborar com a formação dos estudantes dando apoio e zelando para que os direitos dos discentes sejam sempre atendidos.

“Nós coordenadores somos o elo entre os alunos e as instâncias burocráticas e administrativas. Executamos as ações ou encaminhamos solicitações à Teresina para que as demandas de alunos e professores sejam solucionadas. Além disso, realizamos as matrículas de alunos com pendências, organizamos as disciplinas a serem ofertadas nos semestre acadêmicos, elaboramos grade semanal de horários, analisamos e encaminhamos ao Colegiado processos de reintegração de curso,  etc. Presidimos a elaboração e atualização do Projeto Pedagógico do Curso,  organizamos a pauta de reuniões de colegiado e núcleo docente estruturante e somos Membros nato no Conselho de Unidade. São muitas atividades relevantes para que um curso consiga consiga seu destaque “.

Jaqueline Torres, Coordenadora de Jornalismo em Picos, destaca que desde seu ingresso na UESPI, no campus de Picos, exerceu o cargo de Coordenadora 3 vezes: no ano de 2007; entre 2010 à 2012 e entre 2015 e 2016 e, atualmente, exerce sua quarta gestão. Ela ainda relata que em cada uma delas obteve experiências e aprendizados diferentes.

“Nesse percurso nós aprendemos muito. Acredito ser valioso tanto pessoal quanto profissionalmente que, nós docentes, passemos por um período na coordenação de seus respectivos cursos, porque só assim compreendemos a complexidade que é uma coordenação. A cada ciclo são discentes, professores, administração, processos e procedimentos diferentes “.

Jaqueline Torres, coordenadora de Jornalismo em Picos.

Cronograma das Eleições:

16/11 – Lançamento do Edital

17/11 – Recursos contra o Edital

18/11 – Resultado dos Recursos contra o Edital

21/11 – Solicitação de Desincompatibilização

23 a 25/11 – Inscrições das Chapas

28/11 – Resultado Preliminar das Inscrições

29 e 30/11 – Recurso contra o Resultado Preliminar das Inscrições

01/12 – Resultados dos Recursos e Homologação das Inscrições

02/12 a 08/12 – Período da Propaganda Eleitoral

09/12 – Período de Votação

12/12 – Resultado Preliminar da Apuração

13/12 – Recursos contra o Resultado Preliminar da Apuração

14/12 – Resultado dos recursos

14/12 – Resultado Final

Para mais informações acesse o espaço virtual.

PRAD divulga o Regimento Eleitoral para a escolha dos Coordenadores de Curso

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI), por meio da Pró-Reitora de Administração e Recursos Humanos (PRAD) divulga o Edital com o Regimento Eleitoral de Consulta para Escolha de Coordenador de Curso.

A votação acontece no dia 09/12 estando aptos a votar os professores e todos os alunos do curso, independente do período no qual eles estejam inseridos. Vale destacar, que em caso de chapa única o processo acontece normalmente e caso nenhuma chapa se candidate a nomeação será feita pela Reitoria da Instituição.

A escolha para o cargo de Coordenador de Curso será realizada por eleições diretas, em votação secreta, de forma eletrônica, para um mandato de dois anos, sendo permitida uma única reeleição. Além disso, as eleições serão coordenadas por uma Comissão Eleitoral Central, nomeada pela Reitoria que será assessorada por Comissões Eleitorais Locais (representadas pela Direção de Centro correspondente a cada curso).

A Pró-Reitora Adjunta da PRAD, Rosineide Candeia de Araújo comenta que esse é um momento muito importante que a Universidade vive, onde os alunos e professores tem a possibilidade escolherem o dirigente de seu curso.

“Acredito que a força de qualquer curso depende muito dos coordenadores, então nós pedimos a todos os professores que concorram, contribuam, pois essa é uma forma de todos nós fazermos o nosso papel e contribuir com o crescimento da Universidade, eu acredito que o papel do professor de fazer essa integração que a Instituição precisa”, finaliza.

São considerados aptos a participar das eleições os docentes da Carreira de Magistério Superior pertencentes ao quadro permanente em efetivo exercício, conforme Lei nº 061/2005 e suas alterações, os estudantes regularmente matriculados nos Cursos de Graduação, em Regime Regular, e os técnicos administrativos do quadro permanente da Universidade em efetivo exercício de suas funções.

Poderão concorrer aos cargos os professores do quadro permanente em efetivo exercício.  Além disso, o candidato à Coordenação de Curso deverá estar lotado na respectiva Coordenação e ter formação básica na área correspondente ao curso e a disponibilidade dos candidatos o Regime de Trabalho de Tempo Integral.

As inscrições serão requeridas às Comissões Eleitorais Locais e são feitas chapas com apenas um nome para Coordenador de Curso, no período de 23 e 25 de novembro. Os candidatos devem apresentar os seguintes documentos:

A) Declaração de que aceitam o disposto no presente Regimento;

B) Comprovante de desincompatibilização, caso necessário;

C) Ficha funcional emitida pelo Departamento de Gestão de Pessoas;

D) Fotocópia de Diploma de Graduação para candidatos à Coordenação de Curso;

E) Plano de Gestão vinculado às ações do PDI e à função do cargo.

Cronograma das Eleições:

16/11 – Lançamento do Edital

17/11 – Recursos contra o Edital

18/11 – Resultado dos Recursos contra o Edital

21/11 – Solicitação de Desincompatibilização

23 a 25/11 – Inscrições das Chapas

28/11 – Resultado Preliminar das Inscrições

29 e 30/11 – Recurso contra o Resultado Preliminar das Inscrições

01/12 – Resultados dos Recursos e Homologação das Inscrições

02/12 a 08/12 – Período da Propaganda Eleitoral

09/12 – Período de Votação

12/12 – Resultado Preliminar da Apuração

13/12 – Recursos contra o Resultado Preliminar da Apuração

14/12 – Resultado dos recursos

14/12 – Resultado Final

 

Foi criado um espaço virtual para que todas as informações sobre o processo de eleição estejam unificadas.