piripiri – Uespi

Aluno da UESPI desenvolve pesquisa sobre identidade LGBTQ+ e Capitalismo

Por Arnaldo Alves

O estudante Wullisses Oliveira, do curso de Direito da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), campus Antônio Giovanne Alves de Sousa – Piripiri, desenvolve uma pesquisa com o tema “Identidade LGBTQ+ e Capitalismo: uma análise histórico dialética sobre a cultura homofóbica nos espaços de poder”.

Sob orientação do professor Thiago Anastácio, o estudo do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Cientifica (PIBIC) consiste em analisar a origem e os fundamentos do pensamento homofóbico e suas consequências na vida de quem sofre homofobia.

Aluno Wullisses Oliveira

Aluno Wullisses Oliveira

De acordo com o autor da pesquisa, Wullisses Oliveira, discutir homofobia como um problema plural (que se perpetua de diversas formas) e enraizado na cultura brasileira é essencial para que possa pensar formas mais didáticas de combatê-la. Para o estudante, a luta contra a dominação do patriarcalismo está intrinsecamente ligada aos movimentos políticos de conquistas de direitos das últimas décadas e o movimento LGBTQ+ é um importante vetor de conquistas de direitos para as pessoas que se identificam com a sigla.

“Até o momento foi possível constatar que são numerosos os trabalhos acadêmicos que tratam dessa temática e que muitas pesquisas já foram realizadas. Em primeiro momento, no âmbito da pesquisa teórica sobre os mais variados temas ligados a temática LGBTQ+, questões como a adoção por casais homoafetivos, homofobia na escola e homofobia no trabalho, por exemplo, são temas bastante abordados. Também é possível constatar a existência de trabalhos quantitativos de entrevistas pessoais feitas a partir da pesquisa de campo. Por meio do desenvolvimento da pesquisa é possível também verificar que o discurso homofóbico no Brasil está enraizado culturalmente e se reverbera nos mais variados espaços sociais como um discurso normativo, onde as pessoas acham comum e se sentem confortáveis em verbalizar práticas homofóbicas”, ressalta o discente.

O estudo está em andamento, na fase de leituras que partem da pesquisa teórica, com destaque para a natureza qualitativa da pesquisa.

Apresentação do artigo no 1° Congresso Internacional de Direitos Culturais de Oeiras e publicação como capítulo de um livro pelos anais do congresso

Apresentação do artigo no 1° Congresso Internacional de Direitos Culturais de Oeiras e publicação como capítulo de um livro pelos anais do congresso