Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h-1

Conecta Enade: UESPI realiza live de Lançamento do Programa

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI), através de uma live no canal do YouTube UespiOficial efetuou o lançamento do Programa Conecta Enade e do Portal do Enade para toda a Comunidade Acadêmica.

A proposta, de autoria da Administração Superior da Instituição, representadas pelo Prof. Dr. Evandro Alberto e o Prof. Dr. Jesus Abreu respectivamente, visa atender aos ciclos do Enade e ao Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), de modo permanente. O Enade 2022 será realizado no dia 27 de novembro, e os estudantes avaliados serão dos cursos de bacharelado de Direito, Administração, Ciências Contábeis, Jornalismo, Turismo e Psicologia.

O Programa Conecta ENADE surgiu da necessidade de tornar o programa mais visto pela comunidade acadêmica.

Ele é constituído de três componentes: equipe técnica (responsável pelas informações sobre o Enade e o SINAES); equipe de Língua Portuguesa (responsável pelas informações sobre a estrutura da prova do Enade – características do item, tipos de itens, gabaritos e distratores – e desenvolvimento de estratégias de leitura, interpretação e produção textual) e equipe pedagógica (responsável pelas informações dos conteúdos específicos de cada curso).

O Reitor da UESPI, Prof. Dr. Evandro Alberto, destaca que o Programa é uma novidade criada neste ano, com o objetivo de auxiliar concluintes de cursos de Bacharelado e Licenciatura selecionados a realizarem o Exame, em relação as questões do ENADE e a tudo o que circunda o Programa. “Para tal fim, a UESPI planejou diversas ações extensionistas com o intuito de formar o concluinte para a participação do ENADE e de melhor qualificá-lo. Tudo foi montado de forma bem específica para que se possa trabalhar todas as particularidades do certame”.

Momento de fala do Prof. Dr. Evandro Alberto

O Conecta ENADE terá ainda mais ações que se realizarão no formato de oficinas, workshops, seminários, palestras, debates, rodas de conversa e outras modalidades, nas quais serão enfocados temas como: UESPI e Enade, estrutura da prova, questões de cunho geral e específico, conteúdos específicos de cada curso, Plataforma UESPI, metodologias ativas, formação docente e currículo, além da ênfase nos Indicadores da Educação Superior (SINAES) na UESPI.

O Vice-Reitor da UESPI, Prof. Dr. Jesus Abreu, ressalva que o Exame é o fator que mais contribui com a nota da instituição, percebendo que dessa forma, existe uma necessidade de se dar mais importância a esse exame. “Foi constituída uma comissão, muito preparada para seguirmos em frente, com todos muito preparados e confiantes para essa peça que será fundamental e muito importante para a nossa Instituição”.

Fala do Prof. Dr. Jesus Abreu sobre o Programa

O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) avalia o rendimento dos concluintes dos cursos de graduação em relação aos conteúdos programáticos previstos nas diretrizes curriculares dos cursos, o desenvolvimento de competências e habilidades necessárias ao aprofundamento da formação geral e profissional, e o nível de atualização dos estudantes com relação à realidade brasileira e mundial.

Para falar sobre a questão da importância da avaliação da instituição, o Pró-Reitor de Ensino e Graduação, Prof. Paulo Henrique, falou sobre o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), programa nacional vinculado ao Ministério da Educação (MEC), que analisa as instituições, os cursos e o desempenho dos estudantes e onde o ENADE está inserido. Segundo ele, a ferramenta do Sistema é complexa e foi pensada a várias mãos, validada pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).

“Esse é um Sistema de Avaliação que foi amplamente discutido, ouvindo várias instituições, de diversos setores montado a imagem dessa discussão, portanto sendo um sistema extremante eficaz e eficiente e que a Universidade deve utilizar essa ferramenta de avaliação para a análise de seus próprios cursos e da sua própria prática”.

Prof. Paulo Henrique, Pró-Reitor da PREG falando sobre o SINAES

EQUIPE:

TÉCNICA:

Paulo Henrique da Costa Pinheiro

Maria Rosario de Fatima Ferreira Batista

Tales Antão de Alencar Carvalho

Mônica Maria Feitosa Braga Gentil

Márcia Edlene Mauriz Lima

LÍNGUA PORTUGUESA:

Márcia Edlene Mauriz Lima

Shirlei Marly Alves

Tarcilane Fernandes da Silva

Francisco Renato Lima

Thiago de Sousa Amorim

EQUIPE PEDAGÓGICA:

Docentes dos cursos avaliados

Segundo Márcia Edilene, assessora especial da Vice-Reitoria e integrante da equipe técnica, o trabalho está sendo realizado juntamente aos coordenadores de cursos que realizarão o ENADE em novembro, além de conectar o concluinte dos cursos da UESPI ao ENADE, de forma que o graduando compreenda que o Exame se tornou obrigatório e que a sua não realização implica no impedimento da colação de grau. Além disso, ela aproveita para destacar a quantidade alunos e os campi que serão contemplados.

“O Programa atenderá 819 alunos, distribuídos nos campi de Teresina, Parnaíba, Piripiri, Picos, Floriano, Bom Jesus e Corrente, e cada um deles receberá uma visita da equipe técnica e de Língua Portuguesa com o intuito de realizar as oficinas com os alunos concluintes que farão o Enade, igualmente com os professores e coordenadores e diretores”.

O Cronograma de visitas inicia no dia 04 de outubro e encerra no dia 15.

A Pró-Reitora Adjunta de Ensino e Graduação, Profa. Dra. Mônica Gentil, aproveita para fazer um complemento sobre a visita aos campi, onde serão apresentados exemplos para prepararem os alunos. “Serão mostradas questões de diferentes tipos, com materiais prontos para mostrar o direcionamento de como elas devem ser compreendidas”.

A Procuradora Institucional da Comissão Própria de Avaliação (CPA), Maria Rosário Batista, ressalva que o trabalho da comissão é feito por 4 integrantes, trabalhando sempre da melhor maneira possível visando atender, toda a comunidade acadêmica que os procuram. “Eu penso que a Equipe Pedagógica vai fazer um bom trabalho, em relação a isso, pois sempre foi pedido em relação aos coordenadores, e agora temos um ganho significante com a implantação desse programa”.

Da esquerda para a direita: Prof. Maria Rosário, Prof. Dra. Mônica Gentil e Prof. Marcia Edilene

O Prof. Tales Antão, membro da Comissão Técnica do ENADE e diretor do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT), apresentou o Portal do Enade, uma ferramenta de comunicação e de integração, onde pode pode ser desenvolvida uma grande base de dados, para que os alunos se sintam acolhidos. “Integrar também, todos os participantes do Programa, juntamente as equipes pedagógicas, técnicas, como os demais professores e alunos que estarão participando dos ciclos”.

Prof. Tales Antão apresentando o Portal do ENADE

Confira todas as informações no novo Portal do Enade:

enade_uespi

 

UESPI promove o II Seminário de Curricularização nesta quarta-feira, 28

Por Vitor Gaspar

Nesta quarta-feira (28), acontece o II Seminário de Curricularização da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) de 14h até 18h de forma on-line com transmissão do canal do Youtube UespiOficial.

Promovido pela Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis e Comunitários (PREX) e pela Pró-Reitoria de Ensino e Graduação (PREG), o seminário conta com discussões importantes sobre Atividades Curriculares de Extensões dentro do Ensino Superior e a sua importância. O principal objetivo do encontro virtual é fornecer informações, esclarecer dúvidas e outros fatores importantes relacionados ao tema, de forma que toda a comunidade acadêmica possa ter acesso.

Segundo a Diretora do Departamento de Programas e Projetos de Extensão (DAP), setor vinculado a PREG, Roselis Machado, a realização do Seminário tem sido muito solicitada pelos Núcleos de Docentes Estruturantes (NDE) de cada curso que estão trabalhando atualmente na reformulação dos Projetos Pedagógicos de Curso. Ela ressalva que uma das grande novidades nesse processo, é a inserção das Atividades de Curricularização da Extensão (ACE).

“Agora esse processo é obrigatório. 10% da carga horária de todos os cursos devem corresponder a Atividade Curricular de Extensão, então é necessário que possamos discutir mais sobre como implantar da forma mais conveniente e mais correta, dentro desses novos currículos. Percebemos durante o decorrer de todo o ano, os NDEs vem nos trazendo indagações a respeito, sobre qual a melhor forma de fazer, o que é permitido, e dessa forma vimos que agora esse é um momento de generalizar mais, para termos uma conversa mais ampla, com todos os cursos ao mesmo tempo”, encerra.

Estão convidados a participar do encontro como palestrantes, professores e representantes de outras instituições de Ensino Superior para falar sobre a experiência do programa aplicado em suas respectivas Universidades.

A Curricularização é o processo de inclusão de atividades de extensão no currículo dos Cursos, considerando a união do ensino e da pesquisa. Também pode ser chamada de integralização da Extensão. Segundo a Prof.Dra. Ivoneide Alencar, titular da PREX, o Seminário visa atender a necessidade de alguns professores que tenham dúvidas sobre todos os procedimentos, estando convidados representantes que possam dar essa experiência da aplicação do programa em outras instituições. A Pró-Reitora ressalta que todo o processo acontece junto a PREG, e essa parceria precisa estar afinada para que tudo se desenvolva da melhor forma.

“Essa parceria veio diante de uma necessidade de uma realidade do Brasil. A PREX é responsável pela homologação dos Projetos de Extensão, que são os professores que precisam fazer e cadastrar, para depois, partimos para o outro momento que é a questão da certificação, nós temos como premissa o recebimento desses cursos de extensão, que serão inseridos nos Projetos Pedagógicos do Curso e nas disciplinas dos professores, nos quais foram escolhidos nos campi, junto a coordenação”, finaliza.

Acompanhe através do link:

PIBEU 2022: Tire suas dúvidas com relação ao lançamento do edital

Por Vitor Gaspar

Uma boa oportunidade para a comunidade acadêmica da Universidade Estadual do Piauí! Através da Pró-Reitoria de Extensão, Assuntos Estudantis e Comunitários (PREX), a UESPI organiza uma live com a finalidade esclarecer dúvidas e destacar os principais pontos relacionados ao lançamento do edital do Programa Institucional de Bolsas em Extensão Universitária (PIBEU).

O edital lançado para a seleção de propostas de projeto de extensão, oferta 70 vagas com bolsas no valor de R$ 400,00 tendo duração de 12 meses.  A Extensão é uma das funções sociais da Universidade, realizada por meio de um conjunto de ações voltadas à sociedade, que devem estar vinculadas ao Ensino e à Pesquisa.

Para falar sobre isso, a Pró-Reitora da PREX, Prof. Dra. Ivoneide Alencar, destaca que a equipe se reuniu para ajudar professores e alunos que queiram esclarecer dúvidas estando de portas abertas para esclarecer esses questionamentos. “Nesse programa, professores e alunos estarão juntos, no sentido de dar a movimentação que a pesquisa é necessária”.

Prof. Dra. Ivoneide Alencar apresentando o programa e a sua importância para a comunidade acadêmica

De acordo com o diretor do Departamento de Programas e Projeto de Extensão, Lucídio Carvalho, esse edital conta com uma novidade que foi a retirada do relatório parcial. Segundo ele, essa mudança dará mais liberdade ao professor, na condução do PIBEU. “Com essa modificação, a gente espera que durante o relatório final podemos colher melhoras na construção desse relatório”, finaliza.

A live contou com a participação de membros do departamento ligados ao programa

A Universidade lança o edital para submissão de projetos de extensão todos os anos, sendo que o mesmo deve ser submetido por um professor orientador. Para este ano as 70 vagas são destinadas a 7 Áreas do Conhecimento, sendo:

04 vagas para o curso de Ciências Agrárias

10 vagas para Ciências da Saúde

07 vagas para Ciências Exatas e da Terra

16 vagas para Ciências Humanas

19 vagas para Ciências Sociais Aplicadas,

04 vagas para Engenharias e Tecnologias

10 vagas para Linguística, Letras e Artes

Segundo o chefe da Divisão de Programas Socioculturais, Sr. José Ramalho, o programa proporciona ao aluno o contato na prática do que ele vivenciou em sala de aula, e dessa forma faz com que a Universidade trabalhe diretamente com a comunidade. Além disso, ele destaca a importância do incentivo financeiro aplicado ao bolsista.

“O incentivo para os bolsistas é importante, pois são eles que estão diretamente ligados ao programa e que vão fazer os relatórios que serão enviados para avaliação e quem vão participar do seminário relatando tudo o que aconteceu durante a extensão”, encerra.

Os principais critérios para a participação no PIBEU sendo apresentados via slide e explicados pelo chefe da Divisão de Programas Socioculturais

Alguns dos critérios necessários para o programa são: de atendimento a área temática e linha de extensão, natureza extensionista da proposta, relação com a proposta pedagógica de curso, relação com a sociedade, contexto e justificativa das propostas, clareza de objetivos e metas, dentre outros pontos prescritos no edital.

Os interessados ainda podem enviar suas dúvidas para o endereço de e-mail dpsc@prex.uespi.br, ou entrando em contato com Ramalho Leite através do número (86) 99932-5072.

Confira o edital completo: SEI_GOV-PI-5337485-Edital

Encontro de Formação – Piauí acontece amanhã (12) no canal do Youtube da UESPI

Por Vitor Manoel

O Encontro de Formação Piauí com o tema “Relato de prática: fazer, dizer, transformar”, no dia 12 de abril às 15h, de forma virtual com transmissão do canal no Youtube da Uespioficial. A live acontece em parceria com a Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC), Ministério da Educação (MEC), a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).

A formação será ministrada pela docente formadora da Olimpíada de Língua Portuguesa Prof. Dra. Shirlei Marly Alves da Universidade Estadual do Piauí (UESPI). O evento faz parte da Olimpíada de Língua Portuguesa e do Programa Escrevendo o Futuro do Ministério da Educação e a live é parte da programação de formação de professores das escolas públicas. O principal objetivo é de discutir a escrita do gênero relato de prática pelos professores, como uma estratégia para registrar e refletir sobre as práticas pedagógicas com o foco voltado para o ensino de Língua Portuguesa.

A formação que está sendo ofertada, no dia 12 será focada no relato de prática dos professores que vivem um processo de formação continuada. Segundo a docente formadora, professora Shirlei Marly o programa visa promover uma melhoria da qualidade das práticas de ensino, de leitura e escrita nas salas de aula da educação básica, especificamente na área de Língua Portuguesa. Ela explica que apesar do nome olimpíada estar inserido no programa isso não significa que isso se trata apenas de um concurso ou de uma competição.

“Esse é um amplo programa de formação de professores, no seio do qual se insere também um concurso de textos. Desde a edição passada em 2021, a Olimpíada vem dando realce aos relatos de prática produzidos pelos professores, a partir de suas ações pedagógicas, de suas reflexões em um grande partilhamento de conhecimento e saberes entre os professores, então observando a importância desse registro, dessas reflexões que os professores possam fazer a partir desse gênero textual é que em todo o Brasil, a rede de ancoragem da olimpíada promove essa formação”, comenta a docente.

Segundo uma das participantes do evento, a professora Patrícia Calheta no primeiro encontro formativo do Piauí, todos os professores e professoras terão a singular oportunidade de compreender o gênero relato de prática, no contexto do Programa Escrevendo o Futuro, e as ações previstas para 2022. Ela entende que por meio de discussões e experiências, será destacado aspectos do relato e seu potencial para a prática em sala de aula.

“O relato de prática é um texto reflexivo sobre as vivências de cada docente com sua turma de estudantes e, nesse sentido, participar da formação ampliará o olhar do professor sobre as experiências pedagógicas, com vistas à análise de fragilidades e fortalezas do processo. Ao produzir esse relato, a análise do vivido promoverá uma condição mais qualificada de ação e de reflexão. É fundamental fortalecer boas práticas e ressignificar modos de promover a construção de conhecimentos e, por isso, a formação merece todo destaque”, comenta a professora.

O programa inicia em nível estadual nesse mês de abril com futuros encontros regionais programados para os meses de maio, junho e no segundo semestre em outubro. A live terá duração de duas horas e para os organizadores é uma oportunidade imperdível para quem busca fortalecer o fazer pedagógico. Acompanhe através do canal no Youtube da UESPI. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ContaPraGente: aluna da Uespi mostra detalhes de livro sobre práticas de linguagem

Por Arnaldo Alves

Na manhã desta quarta-feira (06), aconteceu mais uma live do projeto Conta Pra Gente, no canal do YouTube da Uespioficial.

Nesta edição, a estudante Ana Beatriz Sobrinho, do 8° período do curso de Letras Português, da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), campus de Parnaíba, contou os detalhes do e-book “A (des) articulação das práticas de linguagem no livro didático de Língua Portuguesa”.

Live no canal da Uespioficial

Live no canal da Uespioficial

Segundo a discente Ana Beatriz, o livro reúne uma série de artigos produzidos por cada aluno da turma com orientação do professor Jailson Almeida.

“Percebi que ao longo da produção existia uma importância muito grande de debatermos o livro didático. No e-book em si, nós produzimos artigos com aporte teórico para análise de materiais didáticos utilizados na educação básica. Com o livro conseguimos observar e analisar várias práticas de linguagem: oralidade, produção textual, análise semiótica, linguística, escrita e também a leitura”, explica.

Você pode assistir a Live completa no canal do YouTube da Uespioficial. O livro foi lançando recentemente, na editora diálogos.

#ContaPraGente: levantamento de dados do vetor que causa Leishmaniose

Por Liane Cardoso

No dia 1º de dezembro, quarta-feira, às 13h, acontecerá mais uma Live #ContaPraGente no canal do Youtube: UESPI Oficial. O bate-papo será com o aluno Cleanto Luiz Maia Silva, discente do 7º período do curso de Ciências Biológicas da Universidade Estadual do Piauí, que avalia o vetor transmissor da Leishmaniose em Teresina.

Durante a transmissão o acadêmico irá explicar como a pesquisa é realizada e quais são os principais objetivos do projeto que desenvolve no Laboratório de zoologia e Biologia Parasitária, coordenado pela Professora Simone Mousinho.

O estudante destaca que o levantamento de dados é necessário para que haja a prevenção da disseminação do vetor. “Trabalhamos na atualização dos registros acerca da presença do vetor da leishmaniose visceral. Isso é importante porque a confirmação do vetor em determinado local da cidade, aciona um alerta aos profissionais do Centro de Zoonoses”, informou o aluno.

Os resultados desse projeto serão utilizados como base para que as autoridades conheçam a situação dos bairros mais vulneráveis, e assim, realizem a promoção de políticas de ações preventivas.

Veja também: Pesquisadores avaliam a disseminação do vetor que causa Leishmaniose em bairro da Zona Norte de Teresina

Debate para cargo de reitor da UESPI será retransmitido no canal UespiOficial no Youtube nesta sexta (26)

Nesta sexta-feira (26), às 19h, será realizado o debate para o cargo de reitores da Universidade Estadual do Piauí. O momento é organizado pela ADCESP (Sindicato dos Docentes da Universidade Estadual do Piauí) com a previsão de duração máxima de 2h. A transmissão será ao vivo pelo canal do sindicato no Youtube, com retransmissão para o canal do Youtube Uespioficial.

Assessoria de Comunicação da UESPI (ASCOM) destaca que este é um momento importante para toda comunidade acadêmica conhecer as propostas dos candidatos ao cargo de reitor e vice-reitor.

Assista, nesta sexta-feira (26), às 19h.

#ContaPraGente: autoras da cartilha de exercícios comentam sobre as consequências do sedentarismo

Por Liane Cardoso

No início da tarde desta quarta-feira (24) aconteceu mais uma Live do #ContaPraGente no canal do Youtube da UESPI. As discentes Larissa Nunes e Maria Vitória Lacerda, responsáveis pela produção da cartilha de exercícios, comentaram sobre o sedentarismo e como o material produzido pode auxiliar a população.

As jovens são estudantes do 7º período do curso de Educação Física e participam da Residência Pedagógica, programa que possibilitou a produção e publicação da cartilha.

A transmissão teve início às 12h30

A acadêmica Maria Vitória afirmou na Live que o sedentarismo está relacionado à falta de atividade física e aos longos períodos que uma pessoa passa sentada. “No caso dos adolescentes essa situação é ainda mais preocupante, pois em virtude das novas tecnologias, eles ficaram muito mais inativos”, disse a futura educadora física.

“Por causa do sedentarismo, os governos gastam muito com assistência médica. Esse fato poderia ser revertido se houvessem propostas de conscientização para a prática de atividades físicas”, esclareceu a residente Larissa Nunes.

Na Live, as estudantes ainda destacaram os desafios na educação escolar e como a cartilha pode ser útil na vida de pessoas de todas as idades.

#ContaPraGente: cartilha auxilia na prática de atividades físicas em casa

Nesta quarta-feira, dia 24, às 12h30, acontecerá mais uma Live do #ContaPraGente no canal do Youtube UESPI Oficial. As alunas Larissa Nunes e Maria Vitória Lacerda, do curso de Educação Física da Universidade Estadual do Piauí, campus Torquato Neto, responsáveis pela produção de uma cartilha sobre a prática de atividades físicas em casa, participarão da transmissão.

As estudantes estão no 7º período do curso e atuam no Programa de Residência Pedagógica. A cartilha de exercícios visa promover a conscientização dos adolescentes sobre a importância da prática de atividades voltadas para a saúde do corpo.

Conforme explica uma das autoras da proposta, o material possui instruções práticas e simples para a realização de atividades físicas. “Nosso projeto tem como objetivo incentivar e conscientizar sobre a prática de Exercícios Físicos – com o acompanhamento necessário, seja em casa ou em outros ambientes, e mostrar a importância disso para a manutenção da saúde”, destaca Maria Vitória.

A acadêmica Larissa Nunes também enfatiza que a Live será uma oportunidade para incentivar a produção de mais projetos como esse. “Essa ação da Universidade contribui para valorizar o trabalho dos discentes do curso e, através dessa divulgação, outras pessoas poderão vê o trabalho e quem sabe a partir disso desenvolver outros projetos que visem contribuir para a educação escolar, para a prática de exercícios físicos e despertar maior cuidado das pessoas com a saúde”, frisou a jovem estudante.

No momento da transmissão, o público poderá interagir enviando perguntas (relacionadas ao tema) na aba Chat ao vivo.