Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

UESPI é representada em Congresso Internacional sediado nos EUA

O Prof.Dr. Jesus Abreu esteve na última semana no estado da Flórida, na cidade de Orlando nos Estados Unidos da América representando a Universidade Estadual do Piauí (UESPI) no “2022 Conference & MarketPlace” da Society For Vascular Ultrasound”.

Prof. Dr. Jesus Abreu (à direita) ao lado do Dr. Salles-Cunha e Dr.Polak. Divulgação: Instagram do Prof. Jesus

Segundo a divulgação do evento, a Conferência Anual do 45º Aniversário da SVU 2022, realizada em Orlando, se concentrou na jornada do paciente. Os participantes trocam experiências com profissionais vasculares de todo o mundo.

O Congresso reuniu profissionais da medicina entre médicos e paramédicos de todo o mundo, com mais de 1000 participantes, sendo o professor Jesus Abreu o único representante brasileiro. Durante o encontro foi apresentado o projeto de doutorado, publicado em uma revista internacional com o tratamento utilizando uma técnica inovadora para pacientes com esquemia através da Termografia Fotográfica.

A tese de doutorado intitulada de “Correlação entre índice-tornozelo braço e medidas de termografia em pacientes com doença arterial periférica” correlaciona o índice tornozelo braço (ITB) e a termografia fotográfica em pacientes com doença arterial periférica.

Segundo o professor Jesus Abreu, existem mais de 100 projetos semelhantes a este. Na sua pesquisa, desenvolvida junto com uma equipe de pesquisadores, entre eles o Prof.Dr. Rauirys Alencar da UESPI, ele conseguiu trazer novidades e um novo padrão de precisão.

Credencial de Congressista Palestrante

O professor ressalta o apoio fundamental da UESPI, tanto na questão da liberação para a participação no Congresso, como também no entusiasmo dos professores, dos alunos, dos funcionários com essa representatividade obtida no exterior.

“A marca da nossa Universidade fica cada vez mais forte e abre caminhos para ter convênios com instituições de fora do país, tornando a instituição conhecida. O fato de termos sido os únicos representantes brasileiros presentes no maior congresso internacional desse segmento coloca a UESPI na frente de todas as instituições do país com um trabalho que tem vigor científico e que foi muito aplaudido pela comunidade internacional”, finaliza.