Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h-1

Roda de conversa sobre “A vida pede equilíbrio” acontecerá no Torquato Neto

O Núcleo de Apoio Psicopedagógico (NAPP), da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) informa que a roda de conversa sobre “A vida pede equilíbrio”, no dia 25, amanhã, irá acontecer no Auditório de Artes, campos Torquato Neto, próximo das lanchonetes do CCSA.
O horário permanece às 9h.

Já no dia 27 de janeiro, o evento permanece no Hall do Centro de Ciências da Saúde (CCS), às 15h.

O encontro vai trazer uma breve história daCampanha Nacional Janeiro Branco, que trata sobre a importância da valorização da saúde mental das pessoas com a participação dos professores João Damasceno, Hadassa Santiago, Patrícia Moreira, Rafaella Sá e Périsson Dantas

Janeiro Branco: UESPI oferece serviço dedicado aos cuidados com a saúde mental

Por João Fernandes

O mês de janeiro foi escolhido pelos profissionais da Área da Psicologia como período para sensibilizar sobre os cuidados com a saúde mental. Com isto, a campanha Janeiro Branco surgiu no Brasil, em 2014, e seu lema é “o mundo pede saúde mental”. O objetivo da campanha é chamar atenção dos indivíduos, das instituições, da sociedade e das autoridades para as necessidades relacionadas à saúde mental.

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI) mantém um trabalho constante de manutenção e expansão de dispositivos que auxiliam a comunidade acadêmica a lidar com questões relacionadas a essa temática. O Serviço de Psicologia da UESPI é  conduzido pelas psicólogas Mariane Siqueira, Juma Alves e Sara Noara com atendimentos disponibilizados para acolher estudantes, servidores, técnicos e docentes da Universidade.

Para Mariane Siqueira, especialista – psicóloga, a Campanha Janeiro Branco é importante já que acontece no primeiro mês do ano, época em que as pessoas estão mais reflexivas acerca de suas vidas, de suas relações, dos sentidos que possuem, sobre os acontecimentos que viveram e novos projetos para o ano que se inicia. “A campanha busca atuar como um chamado para os cuidados para além de sua saúde física. Além disso, a campanha possibilita reduzir preconceitos e sensibilizar a população sobre temáticas importantes”, destaca.

Apesar de ser uma data importante para a conscientização geral da população em prol da saúde mental, a especialista lembra que a sociedade não deve lembrar dos cuidados somente no Janeiro Branco ou Setembro Amarelo. ” As datas nos ajudam a conscientizar a população sobre o tema, porem, é de suma importância que as pessoas, as instituições e profissionais da área estejam cada vez mais dispostos a estarem atentos aos cuidados necessários”, acrescenta a psicóloga.

De acordo com dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde, publicados em 2019, quase um bilhão de pessoas, incluindo 14% dos adolescentes do mundo vivem com algum transtorno mental, situação agravada pela pandemia de Covid-19. O estudo ainda faz varias recomendações de ações para estimular a mudança de atitudes em relação à saúde mental, com foco em “aprofundar o valor e o compromisso que damos à saúde mental”.

Com foco na Campanha Janeiro Branco, o serviço de psicologia da Universidade oferece apoio emocional e orientações para que os indivíduos possam ter uma visualização real das situações que irão vivenciar no novo ano, ajudando-os no enfrentamento de crises, contribuindo para o bem estar emocional e a promoção da saúde mental da equipe acadêmica.

“O serviço de psicologia é aberto à nossa comunidade, com atendimentos e  promoção de projetos e ações voltados para a conscientização da saúde mental, como por exemplo Janeiro Branco e Setembro Amarelo. As ações envolvem palestras e intervenções para chamarmos atenção sobre a importância desse tema”, finaliza.

Atendimentos

O Serviço de Psicologia situa-se no Campus Poeta Torquato, em Teresina, atuando em três modalidades, começando por atendimentos presenciais, aconselhamento individual, agendado através do WhatsApp e com grupos terapêuticos. Os agendamentos para atendimentos on-line e presencial, seguem a ordem de uma lista de espera.  Número para agendamentos: (86) 99498-5419

Os atendimentos são realizados de segunda a sexta de 07:30 a 13:30. Nas salas de Psicologia da UESPI (Palácio Pirajá)