Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h-1

Retrospectiva 2022: eventos científicos e avaliação máxima nos cursos de Pós-Graduação

Por Vitor Gaspar

A Pró Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP) é a pasta responsável por comandar um tripé importante para a construção da Universidade: programas de pesquisas que impactam diretamente o desenvolvimento do Estado do Piauí, além da qualificação de profissionais que vão além da graduação,  como os programas de Mestrado e Doutorado.

Representada pelo Prof. Dr. Rauyris Alencar, o setor conta com um Departamento de Pesquisa, responsável pela divisão e planejamento de projetos, e pelo Departamento de Pós Graduação, que trata sobre Diplomação e Certificação.

EVENTOS CIENTÍFICOS

Em 2022, algumas realizações se destacaram no âmbito da pasta, entre elas a promoção do XXII Simpósio de Produção Científica, XXI Seminário de Iniciação Científica e I Seminário de Inovação Tecnológica.

O Encontro contou com a apresentação de mais de 450 Projetos de pesquisa desenvolvidos pela comunidade uespiana em parceria entre docentes e discentes.

Alisson Mesquita, estudante de Engenharia Elétrica desenvolveu um rastreador solar

Considerado o maior evento científico da UESPI organizado pela Prop, este ano, teve a novidade do I Seminário de Inovação Tecnológica. “Esse ano, tivemos três eventos em um com a temática voltada para inovação da tecnologia. A PROP está sensível em estimular dentro da Universidade, para que juntos possamos desenvolver pesquisas aplicadas, pesquisas voltadas a resolver problemas e gerar produtos que irão trazer grandes benefícios à comunidade”, afirmou o Pró-reitor.

Segundo o Diretor de Departamento de Pesquisas da UESPI, Prof. Dr. Gustavo Gusmão, foram 750 inscritos e 450 trabalhos apresentados tanto de forma presencial durante a ação, como também de forma on-line por vidêo-posterês.  “Cada vez mais a Universidade vem aumentando esse quantitativo de discentes e professores que vêm participando do Programa e que, consequentemente, estão elevando o nome da UESPI como instituição voltada para a pesquisa também”.

Para o Diretor de Pesquisa, Prof. Gustavo Gusmão, os eventos trouxeram trabalhos significativos para a UESPI e todo o Estado.

 

NOVOS PROGRAMAS PARA QUALIFICAÇÃO DOCENTE

O Prof. Dr. Rauyris Alencar ressalva a aprovação de dois novos programas de Mestrado.

A UESPI passou a integrar a Rede de Programa Nacional de Mestrado em Ensino da Física (MNPF), de caráter profissional e voltada para Professores de Ensino Médio e Fundamental, dando ênfase aos aspectos de conteúdo na área e que trata de uma inciativa da Sociedade Brasileira de Física.

A UESPI tem a missão de integrar e capacitar, em nível de mestrado, esses docentes. Hoje, está sediado  na cidade de Piripiri, interior do Estado, sob a coordenação do Prof. Dr. Agmael Silva. Segundo ele, este mestrado abriu um leque de colaboração regional com as Escolas do Ensino Básico, com as I.E.S, órgãos da administração pública, professores e especialistas, e a comunidade em geral, contribuindo com a qualificação profissional no Ensino de Física e integração com outras áreas do conhecimento. “A médio e/ou longo prazo teremos produções científicas que naturalmente irão impulsionar o surgimento de novos programas de Mestrado e/ou Doutorado para a região”, conclui.

Outrossim, o Programa de Mestrado Profissional em Educação Física em Rede Nacional (PROEF). A Coordenação nacional é da Universidade Estadual Paulista (UNESP), e a UESPI é uma das instituições parceiras para oferecer  a qualificação para os profissionais. A Coordenação é do Prof. José Carlos de Sousa. Para o professor, em 2022 houve uma conquista relevante aos profissionais de Educacão Fisica efetivos em exercício da rede de ensino básico no Estado do Piauí nas escolas públicas.

“A UESPI se torna a primeira instituição a oferecer o mestrado em Educação Física, cumprindo sua missão de formar, qualificar professores na melhoria do ensino no estado. O ProEF Polo UESPI, é o primeiro programa de pós graduação strictu sensu em Educação Física do Estado e tem como perspectiva gerar um impacto positivo e permanente na formação docente. O ProEF serão ofertadas 10 vagas para o primeiro periodo de 2023. Para a adesão e implantação do Mestrado em Educação Física recebeu todo apoio da administração superior na pessoa do nosso Reitor Prof. Dr. Evandro Alberto de Sousa”, comenta.

Em novembro, a UESPI divulgou a abertura das inscrições para o Mestrado em Educação Física

Bolsas Produtividade

As bolsas produtividade, concedidas pelo CNPq para pesquisadores de todas as áreas do conhecimento, possuem o objetivo de distinguir o trabalho e valorizar a produção técnica e científica de todo o país. Essas bolsas são concedidas por meia de editais, anualmente, seguindo critérios que avaliam a produção do docente, a sua participação na formação de recursos humanos, como a sua integração em programas de Mestrado e Doutorado e efetiva contribuição para a área da pesquisa.

Prof. Dra. Algemira Mendes, uma das contempladas com a Bolsa Produtividade

Em 2022, a Universidade conseguiu triplicar o número de professores contemplados com essas bolsas, estando entre eles os professores doutores do do Programa de Pós Gradução em Química Eduardo Luz, Laecio Cavalcante e Antônio Macedo; o Professor Lucas Ramos, de Biologia; a profa. Algemira Mendes e Silvana Santos, ambas de Letras.

NOVAS ESPECIALIZAÇÕES

O Pró-reitor, Prof. Rauyres Alencar, finaliza os destaques da pasta as propostas de especialização e cursos de aperfeiçoamento em fluxo contínuo em parceria com a FUAPI.

Pró Reitor de Pesquisa e Pós Graduação Rauyres Alencar

Foi criada a possibilidade da permanência do envio de projetos, sempre que o Professor, coordenador ou diretor de campus, sentir a necessidade de lançar um programa de pós-graduação a nível de especialização, ou a nível de aperfeiçoamento profissional, ele pode solicitar o projeto a PROP, com a possibilidade de que o mesmo tenha a gestão financeira em colaboração com a Fundação de Apoio a Universidade Estadual do Piauí (FUAPI), logo em seguida os projetos passam pela fase de aprovação pelo Colegiado de Curso e Conselho de Centro, eles são enviados e estando em concordância com todos os critérios estabelecidos são encaminhados para os Conselhos Superiores para que se inicie a turma.

Resultados positivos!

O Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Estadual do Piauí (PPGL/UESPI) alcançou 5 estrelas em resultado divulgado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), referente a Avaliação Quadrienal.

O PPGL/UESPI aumentou de nota 4 para 5, valor equivalente a pontuação máxima referente a mais de 90% dos indicadores analisados.

A Capes avalia, a cada quatro anos, o desempenho dos programas de pós-graduação das instituições de ensino superior públicas e privadas. O órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC) analisa indicadores relativos à qualidade dos programas, da formação e ao nível de impacto social da produção intelectual. Para o atual Coordenador do Programa, Prof. Dr. Franklin OIiveira, esse desempenho é um reflexo de um árduo trabalho de Autoavaliação do Programa e do esforço coletivo de professores, alunos e técnicos com a liderança dos Coordenadores que executaram um plano estratégico desde a última avaliação para que esse resultado tivesse êxito.

O Prof. Franklin Oliveira, coordenador do PPGL comemorou o resultado obtido

O desempenho do programa se mostrou satisfatório nos três quesitos da avaliação. Em relação à qualidade do programa, o curso se destaca por seu planejamento estratégico, pela produção intelectual, pelo nível de aprendizado do discente, pelas parcerias institucionais e pela atuação efetiva dos docentes e discentes no ensino, na pesquisa e na extensão.

Segundo o Coordenador da PROP, Prof. Dr. Rauirys Alencar, além do PPGL houve esse avanço na melhora da avaliação dos programas de mestrado profissional em Biologia e em História (ambos obtendo nota 5). “Destaco que é um avanço para a Pós-graduação da UESPI, bem como para a pesquisa, inovação e transferência de tecnologia, uma vez que esses programas têm dentro de seus objetivos o desenvolvimento de produtos. É o reconhecimento da qualidade do empenho e dedicação de todos que fazem esses programas de mestrado”.