Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

Curso de Psicologia da UESPI está entre os melhores do país!

Por Vitor Gaspar

O curso de Psicologia da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), está entre os 15 melhores do Brasil, de acordo com o Conceito Preliminar de Curso (CPC) do Ministério da Educação (MEC).

O conceito preliminar de curso (CPC) é calculado no ano seguinte ao da realização do Enade, em cada área, e considera, além do desempenho dos estudantes, o corpo docente, a infraestrutura e os recursos didático-pedagógicos, entre outros itens, sendo um indicador prévio da situação dos cursos de graduação e uma referência de qualidade.

Dessa forma, o curso de Psicologia da UESPI apareceu no ranking justamente por atingir a nota 5 na última prova do ENADE. E para falar sobre isso, a coordenadora do curso, Rafaella Côelho Sá, aproveita para destacar a participação do corpo docente e discente na construção desse importante resultado. “Temos um corpo discente politizado, esforçado e que desde o primeiro bloco já é convidado a entender que o fazer da Psicologia é um misto continuo de teoria, dedicação, responsabilidade, prática, humildade e mais estudo sempre”, comenta.

Lista dos 15 melhores cursos de Psicologia segundo o MEC / Divulgação: estrategiasvestibulares – Instagram

No ENADE, a Comissão própria do Curso conta com equipe de 4 professores: Rafaella Coelho Sá, Dyego de Carvalho Costa, Nadja Pinheiro e Aline Sousa, trabalhando no suporte de rede de apoio a alunos, conseguindo até mesmo patrocínio de empresas particulares para confecção de camisas de identificação que estão sendo distribuídas para os alunos, do primeiro e dos últimos períodos, como também para os professores da Comissão que voluntariamente acompanharão os alunos nos locais de prova.

Segundo a Profa. Nadja Pinheiro, chefe da Comissão do Enade de Psicologia o curso é diferenciado pois, segundo ela, o trabalho enquanto corpo docente e discente acontece antes mesmo do ingresso do aluno. Ela ressalva ainda que o currículo é pensado considerando a responsabilidade Social em ser um curso que atualmente é considerado de Humanas, mas com histórico e representatividade na saúde e educação.

“Nossos alunos vivenciam a Psicologia em um contexto teórico sólido, com material orientador pautado em teóricos e pesquisadores pesquisadores, atualizado em acordo com a literatura da área. O respaldo teórico é vivenciado nas nossas atividades práticas desde o ingresso desse aluno. As referências éticas atendem os dispositivos legais que regem a profissão e também os dispositivos legais dos espaços nos quais estamos inseridos e públicos com os quais trabalhamos”, finaliza a professora.

Teresa Carvalho, estudante do 8º Bloco comenta o curso é bem amplo em relação a teoria, a grade curricular é organizada indo de conteúdos mais básicos primeiro para chegar aos complexos, nos quais os professores, que segundo a discente são extremamente qualificados se preocupam em dividir suas experiências profissionais e levar os estudantes para a prática, também sendo muito incentivados a participar ativamente das aulas, realizando pesquisas e projetos de extensão para complementar conteúdos que o ensino regular não permite e levando experiência à comunidade com responsabilidade social.

“Aprendemos sobre diversas áreas de atuação e abordagens psicológicas e como elas chegam a um objetivo em comum que é a prevenção de agravos em saúde mental, promoção e tratamento dessa saúde individual e coletiva. Acredito que é esse conjunto que fez e faz essa qualidade acontecer, sobretudo a luta diária e os afetos das pessoas envolvidas no curso, discentes, docentes e demais servidores”, encerra a discente.

Bacharelado em Psicologia

O Psicólogo atua em instituições educacionais, hospitais, clínicas e serviços de especialidades em saúde e consultórios privados; podendo ainda atuar em unidades básicas de saúde, centros de atenção psicossocial, centros de treinamento esportivo; prestar consultorias no desenvolvimento organizacional, desenvolvimento e capacitação de equipes de trabalho, atuar em empresas de seleção, acompanhamento e desenvolvimento de pessoas; em planejamento e execução de políticas públicas de cidadania, direitos humanos e prevenção à violência; nas avaliações psicológicas no sistema judiciário; na atenção psicológica a detentos e a familiares.