Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

Professor da UNATI fala sobre benefícios da prática de pilates na terceira idade

Por Mateus Rufino

Com o avanço da idade, dores na coluna, perda de equilíbrio e o enrijecimento das articulações são alguns dos problemas enfrentados pelos idosos. Objetivando proporcionar bem-estar e saúde, a Universidade Aberta à Terceira Idade (UNATI), realizou, na manhã desta terça- feira(10), a primeira aula de pilates ministrada pelo professor de educação física, Mateus Ibiapina.

alunos praticando o alongamento das articulações)

Alunos praticando o alongamento das articulações

O docente explica que a disciplina é importante para a reabilitação dos idosos. “O pilates para a terceira idade é desenvolvido para a reabilitação e é desencadeado em diversas modalidades e estruturas. Então, progressivamente, os idosos tendem a procurar mais essas aulas”, destacou.

As aulas de pilates conta com diversos exercícios que consequentemente ajudam a evitar o sedentarismo.
“Não existe exercício específico no pilates. Ele trabalha muito com valências, que quer dizer flexibilidade, mobilidade, força e resistência, que são as principais habilidades que os idosos necessitam no dia-a-dia”, conta Ibiapina.

Quando perguntado sobre os principais cuidados com alunos idosos no pilates, o educador físico relatou principalmente as patologias. Segundo ele, muitos alunos são diabéticos, hipertensos, apresentam quadros de bursite, hérnias de disco e outros problemas ortopédicos, no que dificulta a execução de alguns exercícios. “Tenho sempre o cuidado de analisar e observar a escala de percepção do esforço para não ultrapassar a limitação de cada um e não causar desconforto para eles”, finalizou ele.

Prática da flexibilidade e do equilíbrio

As aulas acontecem às terças-feira pela manhã, de 8 às 9:10, na Universidade Estadual do Piauí e conta com cerca de 40 alunos acima de 60 anos.