Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h-1

Campus de Picos: curso de Enfermagem tem avaliação positiva

Por Géssica Feitosa

O curso de bacharelado em Enfermagem, Campus Professor Barros Araújo, Picos, foi avaliado nos dias 11 e 12 de janeiro, pelo Conselho Estadual de Educação. os principais pontos abordados pela Comissão foram os aspectos didático-pedagógicos, que estão de acordo com as diretrizes curriculares nacionais; a infraestrutura que, apesar de precisar de adequações, contempla o processo de ensino-aprendizagem. 

Avaliação do curso de enfermagem, no campus de Picos

Para a Professora e Coordenadora do curso de enfermagem, Gerdane Celene, a avaliação foi positiva e mesmo com algumas ressalvas quanto a estrutura, nada impede a troca de ideias e conhecimentos entre o corpo docente e discentes. Para a professora isso foi o ponto de destaque que chamou a atenção da equipe avaliadora. “O curso foi bem avaliado e é reflexo do trabalho e empenho dos professores e discentes. Os avaliadores ainda destacaram o corpo docente como ponto forte do curso, pois se mostraram coesos e empenhados para melhorar a qualidade do curso”, afirmou.

A avaliação de um curso superior trata-se de um ato administrativo para a revalidação do curso, o que significa conceder a permissão para continuar a oferta de vagas pela Instituição de Ensino Superior. Essa avaliação acontece a cada 5 anos e tem como objetivo fiscalizar a qualidade dos cursos universitários.

A preparação de todos que fazem parte do curso (administrativo, docentes, técnicos e discentes) para receber essa a Comissão Avaliadora é contínua, pois inclui todo um processo de trabalho inerente à dimensão didático-pedagógica, ao corpo docente e à infraestrutura. São disponibilizados dados do curso ao longo dos últimos anos, como informações dos alunos matriculados e daqueles que já concluíram, as produções científicas, número de projetos de pesquisas e extensão cadastrados, além do número de bolsistas, monitores e outras informações.

Além da Coordenadora do curso, Professora Doutora Gerdane Celene, participaram das reuniões a Diretora do Campus, Professora Doutora Mariluska Macêdo, o núcleo docente estruturante, os docentes e discentes do curso de enfermagem.

A aluna Gabriela Ferreira está no 2° período de enfermagem e participou de toda a avaliação do curso. Ela diz que é importante, mesmo ainda no início do curso, participar de eventos que podem ajudar no desenvolvimento do curso, além de saber um pouco da história, daquilo que já foi produzido antes dela chegar. “A avaliação foi positiva e a gente vê o empenho da instituição em buscar melhorias. A avaliação vai auxiliar todos que fazem parte do curso a buscar um caminhos de melhorias  e isso é importante para nós que estamos chegando. diz Gabriela.

Já Rayla Sousa já está do 7° período e mais próximo de finalizar o curso. Para ela foi muito relevante o curso receber uma avaliação positiva, porque isso vai repercutir no seu currículo e na boa imagem do curso para a sociedade.

“Na verdade, eu achei a avaliação muito boa. Fizeram muitas perguntas sobre o curso e eu senti que a Comissão estava muito dispostas a ouvir os discentes. Perguntaram muito sobre as nossas próprias demandas, como a necessidade de um laboratório para um casamento perfeito entre teoria e prática. Na minha percepção, nós conseguimos preencher muito dos requisitos que elas tinham comentado da gente com relação a iniciativa de projetos de extensão, de escrita científica, e do interesse mesmo dos próprios alunos, e dos professores. Foi importante essa questão do reconhecimento do curso, porque é um critério muito importante para nós em processos de seleção de mestrados e doutorado”, finalizou Rayla Sousa.