Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

Veja o que é preciso para utilizar a pista de atletismo da UESPI

Por Arnaldo Alves

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI) estabelece critérios e procedimentos necessários para uso do Complexo Esportivo da pista de Atletismo do campus Poeta Torquato Neto – Teresina.

De acordo com o Coordenador da área de esportes da Pista de Atletismo e professor do curso de Educação Física da UESPI e professor do curso de Educação Física da UESPI, Moisés Mendes, as normativas de uso foram propostas pelo Colegiado do curso de Educação Física e aprovadas pelo Conselho Superior da instituição. “Importante destacar que as entidades, treinadores e demais pessoas autorizadas devem seguir rigorosamente as normativas. As práticas serão supervisionadas e em caso de algum eventual problema o uso da pista será suspenso. Todo esse cuidado é feito para que a gente possa manter a pista em condições de uso e evitar desgaste que vão além dos que já estão previstos”, explica.

Atletas durante a inauguração da pista de atletismo da UESPI |foto: Arnaldo Alves

Atletas durante a inauguração da pista de atletismo da UESPI |foto: Arnaldo Alves

Veja a seguir algumas regras e informações sobre a utilização da pista:

  • Quem pode usar a pista?

Podem utilizar a pista alunos e professores do curso de Educação Física da UESPI e demais instituições de ensino, entidades, treinadores e seus atletas, além dos responsáveis por eventos relacionados ao atletismo com padrão nacional e internacional. A pista não será liberada para personal trainer e também para fins de caminhada e atividades semelhantes da população.

  • Quais os procedimentos necessários para liberação?

O solicitante que se encaixa nos perfis de uso da pista deve dar entrada no protocolo da UESPI pelo e-mail: protocologeral@uespi.br , via ofício direcionado a coordenação do curso de Educação Física, informando os dias e horários pretendidos, a quantidade de pessoas, além de anexar uma cópia da carteira de identidade, cópia do diploma do curso de Educação Física e cópia da Carteira do Conselho de Educação Física.

  • Quais os horários e dias disponíveis? 

Durante o turno da manhã a pista é de uso exclusivo do curso de Educação Física da UESPI, para aulas e o desenvolvimento de pesquisas e projetos. Nos turnos tarde e noite, de segunda-feira a sexta-feira, a pista é cedida para as atividades dos demais representantes autorizados.

  • Como vai funcionar os projetos sociais da comunidade?

Os projetos sociais da comunidade serão classificados como projetos de extensão do curso de Educação Física, devidamente regulamentados na Pró-Reitoria de Extensão, Assuntos Estudantis e Comunitários – PREX e acompanhados por um professor do curso de Educação Física. Os treinadores desses projetos deverão abrir vagas para que a comunidade possa ser atendida.

Cidadão Olímpico – correndo na frente é o nome do primeiro projeto registrado no Conselho de Extensão e totalmente apto ao uso da pista. O projeto é coordenado pelo medalhista de prata no revezamento 4x100m da Olimpíada de Sidney, em 2000, Cláudio Roberto, e possui como público-alvo crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. As atividades estão previstas para começar ainda neste mês de agosto.

Integrantes do projeto Cidadão Olímpico – correndo na frente |foto: Arnaldo Alves

Integrantes do projeto Cidadão Olímpico – correndo na frente |foto: Arnaldo Alves

  • Como faço para entrar em contato em caso de outras dúvidas?

Se persistir alguma dúvida entre em contato com a coordenação do curso de Educação Física da UESPI ou com o professor Moisés Mendes através dos e-mails (coordeducacaofisica@ccs.uespi.br) e (moisesmendes@ccs.uespi.br). Confira também as resoluções de regulamento:

RESOLUÇÃO DO CONAPLAN Nº 004 DE 2020

RESOLUÇÃO_DO CONAPLAN Nº 005 DE 2021

Confira também o episódio #74 do UESPI podcast com o professor Moisés Mendes:

 

Pista de atletismo da UESPI beneficia projetos de atletas piauienses

Por Arnaldo Alves

Com a inauguração da pista de atletismo da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), nesta segunda-feira (12), vários projetos da instituição e da comunidade local poderão ser beneficiados com a pista de certificação internacional. Para isso, segundo o coordenador da pista e professor do curso de Educação Física, Moises Mendes, será feita uma reunião com treinadores e demais representantes do atletismo do Piauí para definir horários, trâmites, normativas e o que é necessário para utilizar o espaço.

Por enquanto, o projeto Cidadão Olímpico – correndo na frente é o único devidamente regularizado para realização de treinamentos na pista de atletismo da UESPI.

Conheça o projeto

Criado pelo medalhista de prata no revezamento 4x100m da Olimpíada de Sidney, em 2000, Cláudio Roberto, o projeto Cidadão Olímpico – correndo na frente nasceu em 2013, na cidade de Jaú – São Paulo. Cinco anos depois a iniciativa foi transferida para o lugar onde Cláudio correu pela primeira vez em uma pista de tamanho oficial, na UESPI.

Atualmente, o projeto auxilia crianças e adolescentes da Fundação Nossa Senhora da Paz, localizada na zona Sudeste de Teresina. Marcos Vinicius, de 15 anos, é um dos estudantes agraciados. Ele participa do projeto Cidadão Olímpico – correndo na frente há cerca de quatro anos. Para Marcos, cada treinamento com o professor Cláudio é uma aprendizado novo. “Eu estou feliz demais com a entrega da pista, essa conquista representa muito para mim e para os outros atletas também”, agradece o jovem.

Integrantes do projeto Cidadão Olímpico - correndo na frente

Integrantes do projeto Cidadão Olímpico – correndo na frente |foto: Arnaldo Alves

Com o sonho de disputar competições na pista de atletismo da UESPI, o aluno João Michael faz parte da iniciativa do campeão olímpico desde 2017. “É muito bom participar do projeto do professor Cláudio. Ele sempre auxilia na minha corrida e no meu condicionamento físico. Estou feliz com a pista sendo inaugurada, vai ajudar muito”, ressalta.

A relação de gratidão de Cláudio com a UESPI

Era o ano de 1989, um jovem de 15 anos que estudava no bairro Dirceu Arcoverde, localizado na Zona Sudeste de Teresina, tinha contato pela primeira vez com uma pista de tamanho oficial. Assim começou a trajetória de Cláudio Roberto na pista de Atletismo da UESPI. Após vários treinamentos no terrão e na brita, o atleta conseguiu disputar competições internacionais. Sendo medalhista de prata na Olimpíada de Sidney e no Mundial de Atletismo de Paris em 2013, além do ouro em vários outros torneios.

O antes e depois de Cláudio na pista de atletismo da UESPI |2°foto: Arnaldo Alves

O antes e depois de Cláudio na pista de atletismo da UESPI |2°foto: Arnaldo Alves

Escute o áudio de Cláudio Roberto sobre sua relação com a UESPI:

Com a conclusão da obra, a intenção do professor Cláudio é abrir novas vagas para jovens em situação de vulnerabilidade social. A trajetória do medalhista olímpico pode ser ouvida na íntegra através do episódio sete do podcast Diretório Esportivo, formado por alunos do curso de Jornalismo da UESPI.

A cerimônia de inauguração da pista contou com a participação de vários atletas. Veja algumas fotos:

Projeto Cidadão Olímpico - correndo na frente |foto: Arnaldo Alves

Projeto Cidadão Olímpico – correndo na frente |foto: Arnaldo Alves

Claudio Roberto com atletas do projeto 4 F  (Força, Foco, Fé e Família)

Cláudio Roberto com atletas do projeto 4 F  (Força, Foco, Fé e Família) |foto: Arnaldo Alves

Alunos do projeto 4 F  |foto: Arnaldo Alves

Alunos do projeto 4 F  |foto: Arnaldo Alves