Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

Alunos são destaque no XXI Seminário de Iniciação Cientifica da UESPI

Por Anny Santos

O XXI Seminário de Iniciação Cientifica da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), organizado pela Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP), contou com a apresentação de 450 trabalhos científicos de diferentes áreas do conhecimento, avaliando o 1°, 2° e 3° lugar em suas respectivas categorias.

O evento, que aconteceu juntamente com XXII Simpósio de Produção Científica e o I Seminário de Inovação Tecnológica entre os dias 09 e 11 de novembro de forma hibrida (presencial e online), contou com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) e da Fundação de apoio à Universidade (FUAPI).

O primeiro dia destacou trabalhos nas categorias Ciências Agrárias, Ciências Exatas e da Terra e Engenharias garantindo 1° lugar, nas respectivas áreas, para os trabalhos “Bactérias condicionadoras de solo como alternativa de manejo nutricional para cultura da soja em ambientes de produção”, da discente Maria Renata Fontenele de Araújo, do curso de Agronomia, em Parnaíba, sob orientação do professor Fernando Silva; e “Análise físico-química e microscópica do mel produzido no delta do Parnaíba” da discente Maria Madalena Cardoso da frota, do curso de Química também de Parnaíba, sob orientação do professor Francisco Artur e Silva Filho.

Já como representante da capital, na categoria de Engenharias, o trabalho “Desenvolvimento de rastreador solar para a otimização da produção de energia elétrica a partir de sistemas fotovoltaicos”, do discente Alisson mesquita da silva, do curso de Engenharia Elétrica, sob orientação do professor Juan de Aguiar Gonçalves, também conquistou o 1° lugar.

Alisson Mesquita acredita que o evento propicia oportunidade de aprender, divulgar e entender como está o desenvolvimento das pesquisas no Piauí e como elas podem contribuir para o desenvolvimento do estado. “A construção do rastreador solar e os testes mostraram a considerável diferença entre o sistema de geração com o Rastreador e sem o rastreador. A geração de energia elétrica pode aumentar em até 25% dependendo de alguns fatores climáticos, isso é uma justificativa plausível para a instalação do sistema de rastreador em sistemas solares de pequeno porte, mas que deve ser estudada mais profundamente”.

Segundo dia do evento

As categorias do segundo dia foram Ciências da saúde, Multidisciplinar e Biológicas, onde respectivamente concederam o 1° lugar, em suas áreas, aos trabalhos “Tendência e predição dos desfechos da sífilis no brasil: um estudo de séries temporais” de Thalis Kennedy, do curso de enfermagem em Parnaíba, sob orientação da professora Thatiana Araújo Maranhão; e  “Eficácia do extrato de alternanthera brasiliana (penicilina) no tratamento de dpoc” de Eduarda Rodrigues Lima, sob orientação de Luiz Martins Maia Filho e “Ciências biológicas: genética caracterização in silico da família gênica aaap (amino acid/auxin permease) em phaseolus vulgaria” de Luiz Pedro Rodrigues de Oliveira, sob orientação de Maria Fernanda Da Costa Gomes.

Thalis Kennedy destaca que sua pesquisa tinha como objetivo analisar o comportamento dos três desfechos da Sífilis no Brasil (Sífilis Adquirida, Sífilis em Gestante e Sífilis Congênita), procurando identificar suas tendências temporais e os perfis da população mais acometida pela infecção. Além disso, a parte mais inovadora do trabalho foi a utilização de técnicas estatísticas para realizar previsões de como esses desfechos se comportarão nos próximos anos.

“A iniciação cientifica mudou minha vida. Através dela descobri uma paixão que nem sabia que existia. Atualmente, não consigo imaginar um futuro sem a pesquisa, ser bolsista PIBIC-UESPI teve um grande impacto na minha formação que com certeza levarei para o resto da vida”.

Dessa forma, conhecendo o passado e o futuro da doença, é possível auxiliar na elaboração de estratégias preventivas e no direcionamento das ações assistenciais em saúde, facilitando assim a alocação de recursos para as localidades e populações mais vulneráveis.

Encerramento do evento

Para finalizar, o último dia do evento contou com as categorias Ciências Sociais Aplicadas, Linguística, Letras e Artes e Ciências Humanas, garantindo 1° lugar, nas respectivas áreas, para os trabalhos “Politização da justiça e lawfare: um estudo sobre a jurisdição de exceção e as suas consequências para a democracia brasileira”, de Wannya Priscila Alves Fortes de Melo, sob orientação de Clarissa Fonseca Maia; “Letras: narrativa infantil contemporânea: redes de palavras e imagens premiadas projetos do trabalho: o colecionador de chuvas, de andré neves: entrelaçamento de texto e imagem” de Jessica Nathalie Silva Lima, sob orientação de Diógenes Buenos Aires de Carvalho.

Na categoria Ciências Humanas, o trabalho “Atores privados na oferta educativa da rede pública estadual de educação do Piauí” de Tauana Tamires da Rocha Silva, sob Orientação de Samara de oliveira silva, garantiu o 1° lugar.