Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

5 Estrelas! O Programa de Pós-Graduação em Letras tem nota 5 na CAPES

Por Vitor Gaspar

O Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Estadual do Piauí (PPGL/UESPI) alcança a nota máxima em resultado divulgado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), referente a Avaliação Quadrienal de 2021.

O PPGL/UESPI aumentou de nota 4 para 5, valor equivalente a pontuação máxima referente a mais de 90% dos indicadores analisados. Na instituição, o programa é vinculado a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Gradução (PROP) e para falar sobre isso, o Prof. Rauirys Alencar, titular da pasta, destaca que essa conquista é o fruto da dedicação de todos que fazem parte do programa.

“É uma conquista coletiva do Programa. Todos e todas sabem, reconhecem o valor e trabalham para melhorar a cada dia. É importante esse empenho, esse engajamento dos docentes, discentes e técnicos e, claro da Administração Superior, porque juntos temos mais força para conquistar a excelência no ensino, pesquisa e extensão. O programa está de parabéns, a UESPI está orgulhosa e vamos juntos e juntas buscar mais conquistas, porque isso se reflete em uma educação mais sólida e com mais qualidade”.

A Capes avalia, a cada quatro anos, o desempenho dos programas de pós-graduação das instituições de ensino superior públicas e privadas. O órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC) analisa indicadores relativos à qualidade dos programas, da formação e ao nível de impacto social da produção intelectual. Para o atual Coordenador do Programa, Prof.Dr. Franklin OIiveira, esse desempenho é um reflexo de um árduo trabalho de Autoavaliação do Programa e do esforço coletivo de professores, alunos e técnicos com a liderança dos Coordenadores que executaram um plano estratégico desde a última avaliação para que esse resultado tivesse êxito.

“A trajetória do PPGL é marcada pelas parcerias nacionais e internacionais e pela dedicação dos nossos docentes, discentes e técnicos.  O nosso Mestrado conquistou projeção nacional em pouco mais de 10 anos de sua criação. A excelência do programa está relacionada ao investimento em corpo docente formado por pesquisadores de alto nível, à proposta pedagógica e por nossa Autoavaliação. Nossa meta agora é conseguir o Doutorado. Estamos confiantes e motivados para ter um resultado positivo nesta submissão”.

Prof. Franklin Oliveira, atual coordenador do Programa

O desempenho do programa se mostrou satisfatório nos três quesitos da avaliação. Em relação à qualidade do programa, o curso se destaca por seu planejamento estratégico, pela produção intelectual, pelo nível de aprendizado do discente, pelas parcerias institucionais e pela atuação efetiva dos docentes e discentes no ensino, na pesquisa e na extensão.

Para a Prof. Dra. Algemira Mendes, ex-coordenadora do PPGL (2017-2020), o excelente resultado é fruto do esforço coletivo de todos que fazem parte do processo. ”Entendo que devemos agradecer à rede de cooperação que formamos entre os discentes, docentes, técnicos e o apoio da administração superior, que nos tem dado ao longo desses 12 anos de existência do programa e prestando o suporte  necessário para chegarmos ao resultado que obtivemos nessa avaliação quadrienal/2017/2021”.

Profa. Algemira de Macedo Mendes, ex-coordenadora do PPGL-UESPI 2017-2020)

O curso obteve conceito máximo no quesito de qualidade da formação, pela produção científica gerada pelos discentes, egressos e professores, pelo elevado envolvimento do corpo docente, pela adequação das dissertações às linhas e projetos de pesquisa e pelo alto número de artigos publicados em periódicos classificados pelo Qualis Capes.

A professora Dra. Bárbara Olímpia, ex-coordenadora do PPGL (2020-2022), também destacou o compromisso do corpo docente, discente e técnico, bem como da Administração Superior. “Agora nossa responsabilidade com a formação de recursos humanos altamente qualificados aumenta ainda mais. A UESPI merece nosso compromisso”.

Profa. Barbara Olímpia Melo, foi coordenadora entre 2020 e 2022

O PPGL-UESPI também obteve destaque por seu impacto econômico, social e cultural. De acordo com a Capes, a atuação em ações de extensão e produção de conhecimento, bem como de apoio a políticas públicas, além do desenvolvimento de atividades para solução de problemas regionais proporcionou a promoção de impactos econômico, social e cultural.