Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

UESPI recebe delegação de instituição de ensino pública de Moçambique

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI) recebeu a visita de representantes do Instituto de Educação Aberta e a Distância (IEDA) da República de Moçambique na manhã desta segunda-feira (26/09). O encontro aconteceu na Reitoria da UESPI e contou com a presença de membros da Universidade Aberta do Piauí (UAPI), Pró-Reitoria de Administração (PRAD), Pró-Reitoria de Planejamento e Finanças (PROPLAN), Diretoria de Relações Internacionais (DRI) e Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP).

 

Registro da reunião com a comitiva do Instituto de Educação Aberta e a Distância (IEDA) da República de Moçambique.

 

A visita teve como objetivo a troca de experiências entre as duas instituições de ensino acerca do ensino à distância através da mediação tecnológica tendo como principal observável o modelo de ensino que é utilizado na Universidade Aberta do Piauí (UAPI). De acordo com o Diretor Geral do IEDA (República de Moçambique) a escolha da UESPI se deu pela observação de que a UAPI possui êxito na execução desse modelo de ensino superior dando oportunidade a pessoas que estão em localidades uma instituição pública de ensino na modalidade presencial.

O Manuel Simbine, Diretor Geral do Instituto de Educação Aberta e a Distância (IEDA) da República de Moçambique, aponta que ao levar a mediação tecnológica para Moçambique vamos abrir oportunidade de ensino secundário e oportunidade de ensino superior. Ele conta que ao visitarem Coqueiro da Praia tiveram a oportunidade de ver como funciona a mediação tecnológica para o ensino superior e então nasceu essa necessidade de visitar a UESPI para perceber como é que funciona a universidade aberta na provisão desse curso e identificar as áreas de cooperação que podem ser úteis para Moçambique.

“Temos a necessidade de formação de técnicos na área de tecnologia, na área de mediação tecnológica e na área de produção de conteúdos digitais para oferecer uma formação através da tecnologia com material interativo e multimídia. Na Universidade Estadual do Piauí encontramos especialistas nessas matérias e penso que poderemos dar passos à frente para desenvolver programas de formação profissional da nossa equipe rumo a uma oferta de uma educação a distância utilizando a educação tecnológica. Este é o desafio que nós temos como país e Piauí vai continuar a ser referência para nós”, relata.

 

 

O Instituto de Educação Aberta e a Distância (IEDA) é uma instituição pública tutelada para área de educação pelo Ministro da Educação e para área financeira pelo Ministro de Economia e Finanças na República de Moçambique. Atualmente, o IEDA oferece um curso de formação de professores primários em exercício e um programa de ensino secundário à distância com recurso ao material impresso baseado no papel para a formação de professor e o primeiro ciclo do Ensino Secundário e para o Segundo ciclo do Ensino Secundário que é oferecido via Plataforma virtual MOODLE.

“Para nós é importante, de fato, estabelecer uma parceria com Moçambique. Nós somos irmão em língua e temos muita coisa para que possamos dividir dentro desse processo nesse contexto de cooperação educacional nas pesquisas, na extensão, dentre outras experiências. Nos colocamos a disposição para cooperar com Moçambique e, da mesma forma, de lá para cá, buscar como a gente pode fazer essa interação”, apontou o Reitor da UESPI, Prof. Dr. Evandro Alberto.

Para a professora Ana Angélica Costa, Coordenadora Geral da UAPI, a visita da equipe de Moçambique é muito importante no sentido de estabelecer futuras parcerias entre a UESPI no que diz respeito a mediação tecnológica e a internacionalização no âmbito da Universidade.

 

 

“A UAPI vem somar esforços para que nós possamos ampliar nossos horizontes em outros países através da troca de experiências sobre a educação através da mediação tecnológica. Trazer a experiência de Moçambique para o Piauí e levar a experiência do Piauí para Moçambique. Então estamos muito felizes com esse contato e acreditamos que será um sucesso essa parceria”, finaliza a professora.