Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

UAPI: Em Cocal de Telha, aluna é exemplo de superação

“Antes do curso de Administração da UAPI eu só trabalhava. Não tinha tempo para estudar. Eu trabalhei 26 anos como empregada doméstica e fui faxineira por muito tempo até chegar no curso”, diz Maria do Amparo de Sousa Oliveira, 45 anos, moradora de Piripiri e estudante do polo da Universidade Aberta do Piauí (UAPI), em Cocal de Telha.

 

Maria do Amparo de Sousa Oliveira, 45 anos, moradora de Piripiri e estudante do polo da Universidade Aberta do Piauí (UAPI), em Cocal de Telha.

 

Além de persistir em busca de um futuro melhor, Amparo entra para o grupo de piauienses que, por meio de uma educação de qualidade e ampla oferta, conquistam um curso superior.  A estudante finalizou o ciclo da educação básica em 1999 e, de lá para cá, precisou abrir mão do sonhado curso superior para criar os filhos e trabalhar, mas sempre com o sonho de poder entrar na universidade.

A vida como empregada doméstica nunca foi empecilho para que ela pudesse continuar os estudos. Maria explica que nunca desistiu de voltar para escola e, em 2016, com o incentivo da irmã administradora, resolveu buscar essa oportunidade, momento em conheceu a UAPI.

“Em 2017 resolvi fazer o ENEM e obtive uma boa nota, mas só dava para cursos de licenciatura e não era o que eu queria. Quando em 2018 surgiu o vestibular da UAPI, com essa proposta de poder estudar de casa por meio da plataforma e só comparecer no polo a cada 15 dias, percebi a oportunidade perfeita de entrar para o curso”, explica Maria, frisando que essa foi o empurrão que faltava para que, aos 43 anos, ela pudesse ingressar no curso de Administração.

 

Maria do Amparo junto à sua turma no polo de Cocal da Telha.

 

Ela decidiu cursar no polo UAPI de Cocal de Telha, pois a cidade era a mais próxima da sua naquele momento, com oferta de vagas. Cocal de Telha integrou a primeira etapa do programa, iniciado em 2017, e fez parte dos 60 primeiros polos do programa de expansão do Ensino Superior do Governo do Piauí.

Após 26 anos como empregada doméstica, ela conta que enfrentou muitos desafios, até mesmo a resistência do ex-marido para estudar após os 40 anos, mas que nada a desmotivou de alcançar seus objetivos. Desde o dia 15 de julho de 2022, cursando o 6º período de Administração, ela deixou de ser empregada doméstica e, com a ajuda da sua última patroa, foi contratada para administrar uma franquia de empréstimos localizada no centro de Piripiri.

“Essa família aqui em Piripiri sempre viu muito esse meu lado de dedicação, de muito esforço. Eles compraram uma franquia e me colocaram como administradora. Hoje, eu sou o nome que representa essa franquia aqui em Piripiri, eu sou a administradora desta franquia”, diz, orgulhosa, Maria do Amparo, que acrescenta “para mim, Maria do Amparo Oliveira, a UAPI foi a melhor coisa que poderia ter acontecido na minha vida”.