Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

Pesquisadores da UESPI participam de evento sobre mudanças climáticas

Por Vitor Gaspar

Pesquisadores da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) participam do VIII Semeares, evento que trata sobre o impacto das mudanças climáticas entre os dias 23 e 26 de novembro.

O evento acontece na Universidade Federal do Piauí (UFPI) e estão convidados a participarem do encontro docentes da UESPI, entre eles, o Prof. Werton Costa, do curso de Licenciatura Plena em Geografia, e Tatiana Oliveira do curso de Licenciatura Plena em História.

Segundo a organização, neste ano, o tema será a “Ação contra a mudança global do clima”, que visa proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da Terra e deter a perda da biodiversidade.

A UESPI já desenvolve, a partir de seus pesquisadores, um trabalho pioneiro na questão da climatologia geográfica e, atualmente, conta com dois pesquisadores que trabalham, entre eles o Prof. Werton, do campus Clóvis Moura, e a Prof. Suzete Feitosa, do campus Poeta Torquato Neto, ambos de Teresina. As duas linhas de pesquisa possuem suas características próprias, no entanto, ambas convergem para emponderar as pessoas com informações estratégicas, principalmente, na informação acerca dos riscos e dos desastres socio-naturais.

Para o Prof. Werton Costa, que foi convidado a dar uma palestra sobre o tema a “Ética, mudanças climáticas e desenvolvimento territorial”, o foco do trabalho é que os alunos sejam sensibilizados sobre o papel que o clima exerce na economia e na vida das pessoas de forma geral e que eles possam ser multiplicadores dessa cultura preventiva de riscos.

“Quando nós falamos de mudanças e emergências climáticas, observamos que no cenário atual de intensificação de fenômenos severos e extremos, sabemos que os mais penalizados são os mais vulneráveis, então, a Universidade cumpre, de forma ampliada, a sua função social, tendo a compreensão de que o papel do professor é um papel cidadão buscando conscientizar o seu entorno para construir uma resiliência e uma capacidade de adaptação e de resistência”, completa o climatologista.

Professor da UESPI, Werton Costa, especialista em Climatologista

Mudanças climáticas

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) as mudanças climáticas se referem a transformações de longo prazo nos padrões de temperatura e clima. Essas alterações podem ser naturais, mas, desde o século XVIII, as atividades humanas têm sido a principal causa, principalmente por causa da queima de combustíveis fósseis (como carvão, petróleo e gás), que produzem gases que retêm o calor.

Entre as principais consequências que esse fenômeno causa estão temperaturas mais altas, tempestades mais severas, aumento da seca, um oceano cada vez mais quente e maior, perda de espécies, desabastecimento, riscos para a saúde, pobreza e deslocamento.

Para discutir essas questões está acontecendo em Sharm El Sheikh no Egito a 27ª conferência do clima da Organização das Nações Unidas (ONU), a COP 27, reunindo líderes mundiais em busca de uma parceria entre todos os países do mundo a fim de desacelerar o impacto que essas mudanças vão gerar em todo o globo.