Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

Colóquio sobre Alfabetização no processo de escolarização dos alunos destaca os dez anos do PIBID UESPI

Colaboração: Yasmim Cunha / Orientação: Profa  Sammara Jericó

O I Colóquio do PIBID do Campus Dom José Vásquez Díaz ocorreu no dia 02 de julho e teve como tema a “Alfabetização na perspectiva do Letramento:  a base do processo de escolarização dos alunos”.

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência tem como objetivo estreitar os laços entre o programa e a comunidade universitária do campus, ele é uma proposta de valorização aos futuros docentes durante o processo de formação e tem como objetivo o aperfeiçoamento da formação de professores para a educação básica e a melhoria da qualidade da educação pública brasileira.

 I Colóquio do PIBID do Campus Dom José Vásquez Díaz

I Colóquio do PIBID do Campus Dom José Vásquez Díaz

O PIBID busca proporcionar aos discentes, na primeira metade do curso de licenciatura uma aproximação prática com o cotidiano das escolas públicas de educação básica e o contexto em que elas estão inseridas, o programa concede bolsas a alunos de licenciatura, participantes de projetos de iniciação à docência desenvolvidos por instituições da educação superior em parceira com as redes de ensino, na Universidade Estadual do Piauí o programa foi implantado em 2011 e desde a instituição tem participado de todas as edições, no campus Dom José Vásquez Díaz o PIBID foi implantado na última edição, no ano de 2020, com um núcleo composto por oito bolsistas, uma supervisora, uma escola e dois coordenadores na área da alfabetização ligado ao curso de pedagogia.

Participaram do Evento o Reitor Prof. Dr. Evandro Alberto, a coordenadora do PIBID, Márcia Edilene, o diretor do Campus Prof. Dr. Gasparino de Sousa e os Coordenadores do projeto do PIBID, o professor Marcos Melo e a professora Dryelle Patrícia.

“O PIBID é uma ferramenta importante, ele é o passaporte para os extramuros da universidade, hoje esses programas de iniciação e a extensão levam o campus para próximo da sociedade, nesse caso, das escolas. A UESPI mudou muito nos últimos dez anos, e para melhor. É através desses programas que a instituição tem mostrado a sua cara dentro e fora do campus”, disse o Diretor do campus.

Participação do reitor no evento

Participação do reitor no evento

O Reitor também comentou a importância de programas de extensão como o PIBID: “ é muito bom ouvir relatos como esse, de alguém que é fruto da nossa UESPI, encontros como esse entre o criador e a criatura, no bom sentido da academia, me deixa orgulhoso”. Ele reforçou ainda como é importante ter exemplos como o Marcos Melo, que é egresso da instituição e agora professor e coordenador do programa.

A convidada especial do evento, Professora Doutora Francisca Maria da Cunha conta o que levou a escolha do tema: “A defesa que tenho feito dentro da alfabetização dentro do processo de escolarização dos alunos vem sendo a base desse processo, eu tenho debruçado o meu olhar, os meus estudos e a minha pesquisa na formação continuada de professores e a minha atuação do residência pedagógica é mais atuação profissional nessa defesa, de que é preciso se pensar no formação cuidadosa e sólida para o professor que vai alfabetizar as crianças, da mesma forma em que é preciso políticas educacionais para formar o professor alfabetizador que está lá na escola e para dar condições reais e materiais de trabalho. O espaço na qual eu falo, é o espaço da escola e com muito compartilho que também sou egressa da UESPI, deixei a educação básica para me dedicar totalmente a ela, esse é o meu espaço”.

Um dos coordenadores do projeto, o Professor Marcos Melo, explicou a importância do projeto para a formação de professores. “O PIBID busca uma formação de qualidade e efetiva, e também estabelecer e estreitar com as escolas, sobretudo com as escolas da rede pública, o PIBID tem uma proposta extremamente interessante e significativa de proporcionar esse contato inicial do graduando na primeira metade do curso com a escola e o espaço da docência, sua vivência, a sua rotina, os desafios e principalmente a sua experiência, um dos aspectos primordiais é a gente vivenciar as experiências que já são exitosas e que acontecem nas escolas e também contribuir no seu aprimoramento, a realidade concreta da educação acontece nas escolas, assim nossa contribuição ocorre de forma articulada, ativa e sintonizada, contribuir com projetos de forma conjunta, com experiências e saberes e assim provocar transformações, tanto para os graduandos quanto para as escolas, principalmente em uma área que tanto necessita  de reflexões e contribuições, como a área da alfabetização, essa é a nossa primeira experiência com o PIBID, isso nos honra e nos desafia mas estamos confiantes e dispostos a aproximar a universidade com a escola’’.

Os Dez anos do PIBID UESPI

O Reitor Evandro Alberto fala sobre os dez anos do PIBID na UESPI: “Comemoramos dez anos de PIBID na nossa universidade, agradeço as contribuições, a ajuda na formação na socialização de conhecimento, esse evento de hoje, o primeiro ciclo do PIBID em Bom Jesus, mostra que pela primeira vez o campus de Bom Jesus apresenta-se como protagonista do projeto, então parabenizamos aqui de forma dupla: ao campus e ao programa”, finalizou.