Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

Clóvis Moura: inscrições abertas para o I Seminário Sustentabilidade e Direito: um caminho para o futuro

Por Leonardo Dias

Acontece nos dias 23 e 24 de junho das 14 às 19h, na Universidade Estadual do Piauí (UESPI), campus Clovis Moura em Teresina, o I Seminário Sustentabilidade e Direito: um caminho para o futuro. O evento ocorre de forma presencial no auditório do campus.

O projeto de extensão tem como coordenadores as professoras mestres: Maria Cristiane Damásio Pereira Macambira e Hilziane Layza de Brito Pereira Lima. O objetivo principal é reunir estudiosos e pessoas da comunidade, interessadas em refletir acerca dos desafios enfrentados, na busca de cumprir as normas ambientais e realizar um desenvolvimento sustentável, visando atingir sua efetividade e consequentemente um meio ambiente possível para as presentes e futuras gerações.

O propósito dessa iniciação científica é tratar dos três pilares do desenvolvimento sustentável, econômico ambiental e inclusão social, bem como revelar sua importância no processo de produção do conhecimento, constituindo, em um fazer conjunto.

O I Seminário será desenvolvido em forma de painel e presencial, ministrado pelos professores da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), pelo Instituto Federal do Piauí (IFPI) e pela empresa “É Sol Compostagem”. Acompanhe quem já confirmou presença.

A professora Mestre Maria Cristiane Damásio Pereira Macambira fala que o enfoque é exclusivamente econômico do desenvolvimento. Ela destacou a importância da natureza para a sobrevivência do homem tendo como consequência a significativa degradação do meio ambiente e o início de uma crise ecológica.

“A busca pelo ideal do desenvolvimento e da modernização perseguido por várias nações interessadas no crescimento econômico, estimulou fortemente o incentivo à produção e ao consumo com vistas apenas à geração de riquezas. O direito fundamental ao meio ambiente ecologicamente equilibrado surge no final do século passado como expressão da incorporação de novos valores e anseios sociais na busca pela melhoria de vida, fazendo oposição à degradação ambiental e à filosofia desenvolvimentista baseada na perspectiva meramente quantitativa do crescimento econômico”, explica Maria Cristiane.

Participação

Para participar do curso o candidato deve preencher o formulário de inscrição disponibilizado pela coordenação do evento.  

O curso será disponibilizado para 150 (cento e cinquenta) vagas.