Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h-1

Retrospectiva 2022: UAPI tem ano marcado por conquistas do curso superior em todo Piauí

Por Ana Raquel Costa

A expansão do ensino superior da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), através da Universidade Aberta do Piauí (UAPI), vem levando a oportunidade aos piauienses de se profissionalizarem nas suas cidades de origem através dos polos espalhados por todo o Piauí. Nesta reportagem da Retrospectiva de 2022, falaremos sobre a universidade que impacta todos os municípios do nosso estado. 

Com a oferta do curso de Bacharelado em Administração, a UAPI possui 183 polos e atende a 224 municípios do Estado tendo como objetivo de expandir e interiorizar a educação superior.

Com o início das suas atividades em 2017 com a primeira etapa, a UAPI teve a abertura inicial de 60 polos. Em 2018 a segunda etapa levou a oferta do curso superior para mais 60 polos. No ano de 2022, com o início das aulas da terceira etapa em janeiro, a UAPI se consolidou com a oferta em mais 63 polos e mais de 3 mil estudantes matriculados.

Administrador Robert dos Santos Barbosa ministrou uma das palestras da aula inaugural representando o Conselho Regional de Administração do Piauí (CRA-PI)

 

Ainda em 2022, a UAPI inaugurou mais de 13 polos espalhados por diferentes cidades do interior do Piauí. Os polos foram entregues totalmente reformados e equipados, proporcionando todo suporte pedagógico e tecnológico aos discentes que vão aos polos nos dias de encontros presenciais da graduação. Os núcleos entregues em março de 2022 abrangem as cidades de Amarante, Brasileira, Buriti dos Montes, Campo Grande do Piauí, Capitão de Campos, Curral Novo do Piauí, Massapê do Piauí, Isaías Coelho, Parnaguá, Patos do Piauí, Bela Vista do Piauí, Prata do Piauí e Sigefredo Pachêco.

Alunos do Polo de Bela Vista do Piauí após a inauguração das novas instalações

 

Defesas dos Trabalhos de Conclusão de Curso

O ano de 2022 também foi ano de encerramento de etapas e conquistas dentro da UAPI. Com a chegada da reta final da primeira etapa, os discentes do Bacharelado em Administração defenderam seus Trabalhos de Conclusão de Curso nas bancas de defesas que foram acompanhadas diretamente pela Coordenação Pedagógica da UAPI e Coordenação de Curso da primeira etapa.

“Nossas primeiras defesas de TCC na UAPI podem ser vistas como uma conquista conjunta dos alunos, dos professores orientadores e das coordenações do programa. Durante as apresentações nas bancas de defesas tivemos trabalhos com excelência e rigor científico como resultados de meses de pesquisas e orientações, sejam eles artigos ou planos de negócios. Enquanto coordenadora pedagógica estamos muito felizes com a parceria bem sucedida entre os nossos discentes e os seus orientadores que foi extremamente necessária devido a grande quantidade de bancas que foram realizadas em virtude da extensão que possui a UAPI. Acreditamos que os trabalhos defendidos tem grande potencial de ir além da defesa, podendo inclusive serem publicados em meios científicos, uma amostra do grandioso resultado que pode ser colhido através do trabalho de ensino da UAPI, da dedicação dos nossos discentes e dos profissionais que integram o programa”, avalia a Professora Fabricia Gomes, Coordenadora Pedagógica da Universidade Aberta do Piauí.

A discente Liviane Silva, concludente do polo de Cabeceiras, integrou a equipe responsável pelo artigo científico “Limite das Cláusulas Exorbitantes nos Contratos Administrativos”, que foi orientado pela professora Ana Keuly Luz Bezerra e teve como objetivo refletir sobre os usos, as causas, as características, as espécies e limitações presentes em cláusulas exorbitantes de contratos administrativos. A discente relata que o sentimento de apresentar um Trabalho de Conclusão de Curso é satisfatório após se debruçar na pesquisa científica que resultou no trabalho científico defendido.

Liviane Silva e sua dupla, Amanda Lages, no dia da defesa de seu TCC.

“Há um sentimento de satisfação ao apresentar este TCC depois de momentos muito produtivos durante a execução de todo o trabalho feito para elaborar a pesquisa científica que resultou no artigo científico que eu e minha dupla apresentamos. Descobrimos o quanto nosso objeto de pesquisa era interessante e a cada passo concluído colhíamos mais resultados para as discussões. A defesa representou uma vitória diante de um processo desafiador. Depois disso reflito que, para mim, é muito importante não desistir de um sonho pois o final pode ser bem satisfatório”, relata Liviane Silva.

Com o Trabalho de Conclusão de Curso intitulado “Plano de Negócio ‘Studio D’Beleza'”, o discente Cleiton Alves, do polo de Avelino Alves, também teve seu trabalho aprovado durante a banca de defesa. O trabalho foi produzido por um grupo composto por mais três discentes, incluindo sua esposa, a concludente Dalete Alves, e foi orientado pelo Professor Márcio Sérgio Olímpio.

Grupo composto por Jâniva Próspero, Queren Próspero, Dalete Alves e Cleiton Alves durante sua defesa de TCC.

“A elaboração do plano de negócio ‘Studio D’Beleza’ é a prova de que o conhecimento adquirido durante o curso torna o aluno do Bacharelado em Administração ofertado pela UAPI habilitado para ser um bom administrador. A conclusão do curso representa um sonho para nós. Acredito que a educação é uma das chaves para o sucesso e aproveito para agradecer a UESPI pela oportunidade de poder cursar um curso de ensino superior, desejando que mais pessoas com essa vontade de ser graduado também tenham a oportunidade de cursar uma graduação”, finaliza Cleiton Alves.

Colação de Grau da Primeira Etapa

O ano de 2022 da UAPI encerra com chave de ouro com a consolidação da graduação de mais de 650 novos bacharéis em administração. A colação de grau dos discentes da primeira etapa do programa aconteceu de forma híbrida com uma cerimônia presencial no Centro de Convenções de Teresina e transmissão ao vivo para os demais 59 polos. O momento contou com a presença de representantes da UESPI, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí (FAPEPI) e da Secretaria de Estado da Educação (SEDUC), parceiros na realização do projeto da UAPI.

 

Formandos dos 60 polos da UAPI colam grau em cerimônia híbrida.

A Coordenadora Geral da UAPI, professora Ana Angélica Costa, relata que a colação de grau dessa primeira etapa se trata de um momento com muita alegria e com o sentimento de realização por poder entregar à sociedade piauiense novos profissionais habilitados a exercer a profissão de administrador, diplomados através da Universidade Estadual do Piauí (UESPI). “Acreditamos que esse é o primeiro passo para que possamos fortalecer mais ainda a UAPI dentro da Universidade Estadual do Piauí, um programa que vem trazendo um diferencial na formação de novos administradores do Estado”, finaliza a professora.

Com as três etapas da Universidade Aberta do Piauí, são mais de 10 mil discentes contemplados com a oferta de ensino superior através dos polos espalhados por todo o Estado. Em 2023 a UESPI, através da UAPI, continuará trabalhando para que novos profissionais sejam entregues à sociedade piauiense.