PROFHISTÓRIA realiza primeira defesa de dissertação – Uespi

PROFHISTÓRIA realiza primeira defesa de dissertação

O Mestrado Profissional em Ensino de História (PROFHISTÓRIA) da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) promove nesta quarta-feira, dia 25 de maio, a primeira defesa de dissertação do programa, por meio do mestrando Eldan Soares dos Reis, com o tema “A influência do ENEM no ensino de história no Piauí (2018 a 2019)”.

Sob orientação do Prof. Dr. Radamés de Mesquita Rogério, da nossa UESPI, e coorientação do Prof. Dr. Marcos Antônimo de Oliveira (IFRR), a dissertação de Eldan Reis analisa como a adesão da UFPI e UESPI ao SISU, que usa a nota do ENEM como critério de seleção, afetou o ensino de história do Piauí no ensino médio.

Eldan Reis afirma estar muito feliz por ter sido o primeiro a qualificar e a defender a dissertação no PROFHISTÓRIA. Segundo ele, em sua dissertação, os vestibulares da UFPI e UESPI sempre cobravam a história do Piauí, as provas traziam questões sobre a temática e isso obrigava as escolas de ensino médio a trabalharem os conteúdos regionais em sala de aula.

“Com o fim desses vestibulares as escolas foram progressivamente retirando a disciplina de história do Piauí da grade curricular do ensino médio, pois a prova do ENEM não cobra a história regional. Das 50 escolas pesquisadas, nenhuma delas mantém mais a disciplina de história do Piauí na grade curricular do ensino médio”, ressalta o mestrando.

O PROFHISTÓRIA tem como objetivo proporcionar formação continuada stricto sensu aos docentes de História atuantes na Educação Básica, garantindo qualificação certificada para o exercício da profissão e contribuindo para a melhoria da qualidade do ensino no país. Além disso, o programa busca a formação voltada para a inovação na sala de aula.

Para o Prof. Dr. Felipe Ribeiro, Coordenador Acadêmico do PROFHISTÓRIA, é muito importante e gratificante ter essa primeira defesa do programa. “Ver nosso primeiro mestrando defendendo sua dissertação é uma alegria imensa, principalmente por haver uma diálogo profundo entre a universidade, através do tema da dissertação, e a educação básica. Estamos contentes de ver os primeiros frutos desse trabalho coletivo que é de fundamental importância”, finaliza.