Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

Estudante desenvolve pesquisa sobre ausência de políticas públicas em escolas do meio-rural do Piauí

Por Priscila Fernandes

As escolas do meio rural são, em sua maioria, desprovidas de infra-estrutura, carecem de professores e passam por um processo intenso de fechamento e de nucleação, obrigando os estudantes a percorrerem grandes distâncias, geralmente em situações de vulnerabilidade. A pesquisa desenvolvida pela estudante do curso de Pedagogia, Rhayra Almeida Lima, orientada pela professora Lucineide Barros, tem como principal objetivo dar subsídios para a incidência no planejamento e na elaboração de políticas públicas que alterem positivamente o quadro existente atualmente na realidade dos estudantes de Escolas do campo.

Intitulada Escolas do Meio Rural Piauiense e Infraestrutura de Apoio Tecnológico, a pesquisa está inscrita no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC 2020-2021). O projeto pretende levantar e analisar dados sobre a condição desse tipo de acesso, com base em informações do Censo Escolar e, assim, contribuir para a elaboração e realização de políticas públicas de superação dessa realidade.

A estudante Rhayra afirma que a pesquisa tem o papel de tornar público as necessidades e as deficiências na oferta dessa educação para uma população que necessita. “Buscamos contribuir no oferecimento de uma educação transformadora. Para mim como aluna da área da educação tem acrescentado bastante, compreender desde já essa indiferença, essa necessidade me permite ter o senso crítico e ter também a vontade que fazer diferente”, ressalta.

A professora Lucineide Barros, aponta que a falta de estrutura de apoio tecnológico nas escolas além de expressar uma realidade mais ampla, contribui para aprofundamento do fosso entre o direito e a condição de acesso à educação das populações rurais.

“A temática da Educação do Campo tem sua importância justificada na realidade de exclusão educacional das populações residentes no meio rural, território onde estão os mais elevados índices de analfabetismo do país e do Piauí e as mais baixas taxas de escolarização. A pesquisa situada no campo das investigações sobre políticas educacionais e os impactos dependem de como os resultados serão apropriados e utilizados pelos agentes diretamente relacionados às instituições de ensino”, explica.

A pesquisa encerra nesse semestre de 2021. Além da bolsista Rhayra Vitória Almeida de Sousa Lima, as professoras colaboradoras Lorena Raquel de Alencar Sales de Morais (professora da UESPI) e a professora Jullyane Frazão Santana (doutorada pela UNICAMP) e a graduanda em Pedagogia da UFPI (Maria Clara de Sousa Costa) também estão participando da realização da pesquisa.