Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

Outubro Rosa: estagiários promovem discussão sobre câncer de mama no NUTI

Por Maria Visgueira

A campanha, Outubro rosa é movimento mundial com a finalidade de esclarecer a população sobre a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama. Pensando nisso os extensionistas dos cursos de Medicina e de Educação Física proporcionaram, na última sexta-feira (28), uma palestra para conscientizar e prevenir as alunas do Núcleo de atividade física para a terceira Idade (NUTI).

Antes de dar início a palestra, as estudantes de medicina realizaram dinâmicas com as alunas no intuito de possibilitar diversão antes de adentrar em um assunto sério. Os palestrantes foram os estudantes de Medicina que desempenham trabalho de estagiários no NUTI, Natália Rebeca, Joana Macedo e Rafael Ribeiro.

O foco da palestra é na orientação de procurar um médico, caso o câncer de mama se diagnosticado precocemente ele tem maior hipótese de cura. Ano passado os extensionistas realizaram uma palestra ‘on-line’ com o mesmo tema, agora de forma presencial eles relatam a diferença. “Abordar esse tema de forma presencial é bem melhor! Porque apesar da ‘internet’ ajudar, pessoalmente conseguimos envolvê-las mais. A interação é melhor, conseguimos explicar aprimorar o conteúdo demostrar as coisas são mais proveitosos”, explica Natália Rebeca.

Rafael Ribeiro conta que está contente em poder auxiliar e informar outras pessoas sobre o assunto. “Sentimos muito feliz fazendo o nosso trabalho quanto estagiário, porque sabemos da importância, da consciência, a prevenção e o rastreamento do câncer de mama. Sinto-me fazendo o meu papel tanto como cidadão, quanto profissional de alertar sobre essa doença”.

A estudante Joana Macedo enfatiza sobre a relevância da discussão da temática dentro do ambiente do NUTI. “O câncer de mama ele atinge mais mulheres, mas homens também pode ter essa enfermidade. Nas mulheres eles ocorrem a partir de 35 até 75 anos. A mamografia, exame é indicado para mulheres nessa faixa etária é um raio x especializado, para encontrar alterações muitas vezes iniciais do câncer de mama”, relata Joana Macedo.

A discente do NUTI, Jucilene Chaves de 64 anos, ressalta que o tema foi proveitoso é relevante. “Estou levando experiência, informações que ainda não sabia. Para mim, foi um grande aprendizado, eu entendia um pouco sobre essa doença, mas agora compreendo mais. Procuro sempre me consultar, já realizei a mamografia e deu tudo certo”, conclui a estudante.

Confira registros do encontro: