Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

UESPI promove apoio a 16° Semana do Orgulho de Ser

Por Anny Santos

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI) promove apoio a 16° Semana do Orgulho de Ser, com temática “Vote por um Brasil de cores e a gente faz um País melhor”, idealizada e desenvolvida pelo Grupo Matizes, prevista para acontecer entre o período de 29 de agosto a 06 de setembro em diversos espaços de Teresina, de forma presencial.

A Semana do Orgulho de Ser é realizada pelo Grupo Matizes desde 2005 com o objetivo de levar o debate sobre direitos humanos e diversidades para um público variado formado por estudantes, professores, servidores públicos, militantes do movimento social e, especialmente, LGBT (Lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais). Cada um dos participantes possui liberdade de montar sua programação de acordo com afinidade dos temas e disponibilidade de horários.

Em sua programação, a semana abriga um cardápio variado de atividades gratuitas como oficinas, palestras, mostras de filmes, shows, lançamento de livros, eventos esportivos etc. Todas essas ações têm como foco a promoção de direitos de grupos discriminados, especialmente a população LGBT de Teresina.

De acordo com a Vice-Coordenadora do Grupo Matizes, Marinalva Santana, o evento é reputado como de maior importância pelo Grupo, dentre as ações realizadas ao longo do ano. “É um evento que mobiliza a cidade e possui em leque variado de atividades. A gente consegue fazer parcerias com instituições de ensino, organizações da sociedade civil, sindicatos, etc. Para nós é motivo de alegria, a realização da Semana, e esperamos que esse ano seja ainda mais pulsante e provocativa do que das edições anteriores”.

As ações serão realizadas em diversos locais, dentre eles universidades, escolas, teatros, quadras esportivas, órgãos públicos, praças e parques. Esse formato descentralizado facilita a participação das pessoas, pois a Semana do Orgulho de Ser objetiva ir aonde elas estão.

O movimento visa à desconstrução do preconceito e o enfrentamento da discriminação contra grupos excluídos se revestem de uma importância ímpar. O evento será uma ferramenta importante na luta por mais direitos e contra as opressões de que são vítimas LGBT, mulheres, negros e outros segmentos socialmente inferiorizados.