Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h-1

Série “A Educação que transforma”: UESPI comemora o Dia da Educação com matérias especiais

Por Vitor Gaspar

Instituída pela Organização das Nações Unidas em 2018, o Dia Internacional da Educação é comemorado no dia 24 de janeiro e tem como significado comemorar o papel da educação para a paz e o desenvolvimento. Em alusão a data, essa primeira reportagem de uma série vai trazer um pouco do trabalho realizado pela Pró- Reitoria de Ensino e Graduação (PREG), da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) dentro de suas atribuições e contribuições com o ensino.

A PREG está entre as principais pastas vinculada à Administração Superior da Instituição. Ela é responsável pela organização acadêmica da Universidade, que contempla cerca de 15.000 alunos, em 11 campi e em 183 polos através da Universidade Aberta do Piauí, no que se refere ao ensino de graduação, com funções que vão desde a organização dos cursos e da vida acadêmica dos estudantes, como também propõe políticas de ensino e fixa normas sobre currículos e programas.

A pasta também contempla diversos projetos através da Diretoria de Programas e Projetos Educacionais Especiais (DPPEE), como o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera), o Programa Institucional de Fomento e Indução da Inovação da Formação Inicial Continuada de Professores e Diretores Escolares (PRIL), o Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (PARFOR), o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), o Programa de Residência Pedagógica (PRP) e as Universidades Aberta do Piauí (UAPI) e Aberta do Brasil (UAB).

A Pró Reitora de Ensino e Graduação, Prof. Mônica Gentil, afirma que neste dia há o que celebrar, pois segundo ela, muitos avanços já aconteceram, porém,  que ainda é possível avançar ainda mais. “Nós sabemos que a Educação é o meio para todo o desenvolvimento pessoal e para o desenvolvimento integral do ser humano. E nós aqui da PREG da Universidade Estadual do Piauí, estamos trabalhando pra que essa educação chegue cada vez mais de qualidade junto aos nossos discentes dos doze campi da UESPI”, afirma a professora.

Professora Mônica Gentil

Professores como construtores do ensino

O Reitor, Prof. Dr. Evandro Alberto de Sousa, que também atua como docente de Jornalismo, no campus de Picos, afirma que os professores plantam uma semente e que o florescimento dela depende de cada um, mas que chega um momento que é próprio da árvore dar aquele fruto. Ele também comenta que todos se sentem realizados com esse trabalho que busca orientar e que ele pode transformar. “Em cada aluno você se sente espelhado. Quando você direciona o trabalho, você faz a orientação, acaba criando e refletindo uma ação que gostaria de ver implementada na sociedade do dia a dia. Tudo isso faz com que se crie um laço e essa liga reflete no melhoramento, em ações que transformarão a sociedade, sendo espelho de suas ações para que os alunos possam também replicar tudo isso”.

O Reitor, Prof. Dr. Evandro Alberto

 

Segundo o educador pernambucano, Paulo Freire (1921-1997), o papel do professor é estabelecer relações dialógicas de ensino e aprendizagem, em que professor, ao passo que ensina, também aprende. Juntos, professor e estudante aprendem juntos, em um encontro democrático e afetivo, em que todos podem se expressar. A UESPI conta com um corpo docente de grande qualidade e que constroem, diariamente, um ensino de qualidade na Instituição.

Para falar sobre isso, o professor de Jornalismo da UESPI, Prof. Dr. Orlando Berti, comenta que o Dia Internacional da Educação faz lembrar da importância dessa área de revolução social que, diariamente, ajuda a construir uma sociedade melhor. Segundo o docente é através da Educação que se edifica o cidadão e a sociedade consegue evoluir.

“A Educação está no cerne de tudo isso, ela forma o professor, o médico, o engenheiro, transforma, inclusive, as pessoas que estão em cargos de menor reconhecimento social para uma transformação social maior na sociedade, nos seus ambientes de trabalho, nos seus ambiente sociais, em suas famílias e, principalmente, promovendo melhores dias, por isso que comemorar essa data e reconhecer o potencial da educação realmente transformadora é um dos pontos que as instituições de ensino devem ser reconhecidas pela própria sociedade”, encerra.

Além de professor do curso de Jornalismo, Orlando Berti também atua na Administração Superior como Diretor de Relações Internacionais

Entre os diversos projetos vinculados a Pró-reitoria de Ensino de Graduação (PREG) está o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), que é um programa nacional, vinculado ao Ministério da Educação. O PIBID oferece bolsas de iniciação à docência aos alunos de cursos presenciais que se dedicam ao estágio nas escolas públicas e que, quando graduados, se comprometam com o exercício do magistério na rede pública.

Para a Profa. de Biologia do campus de Corrente e Coordenadora do PIBID na UESPI, Kelly Santos, o projeto possui imensa contribuição na valorização da Educação em nosso Estado. Segundo ela a intenção do programa é unir as secretarias estaduais e municipais, juntamente com as Universidades públicas para favorecer e melhorar ainda mais o ensino.

“São vários objetivos que pretendemos alcançarmos nesse programa, entre eles estão a de elevar a qualidade da formação inicial dos professores nos cursos de Licenciatura, promovendo a integração entre a educação básica e superior; incentivar a formação dos docentes em nível superior; inserir os licenciandos no cotidiano das escolas; contribuir na valorização do magistério e, principalmente, fazer uma maior articulação entre a teoria e a prática”, finaliza.