Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

Professor da UESPI é finalista nacional do Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora

Por Anny Santos

Projeto de fomento à cultura empreendedora no Ensino Superior, Carnaúba Valley,  desenvolvido pelo professor Dr. Rodrigo Baluz do curso de Ciência da Computação da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), campus de Parnaíba, está entre os finalistas nacionais do Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora 2021.

Professor Rodrigo Baluz

Professor Rodrigo Baluz

O Projeto de cultura empreendedora, desenvolvido junto a estudantes da área de Tecnologia, tinha o objetivo de fomentar a educação empreendedora a partir da conexão de atores do ecossistema de inovação local com o cenário nacional e a promoção de ações de fomento ao nascimento de novos negócios.

“É importante proporcionar aos estudantes a oportunidade de adquirir habilidades e competências que são externas a sua formação técnica. Quando trabalhamos a educação empreendedora proporcionamos a esses jovens o desenvolvimento dessas habilidades. É muito importante que a UESPI esteja conectada a isso”, destaca o professor Dr. Rodrigo Baluz.

Concorrendo ao lado de educadores de todo o país, o projeto foi vencedor da etapa estadual do prêmio realizada em dezembro de 2021. A etapa nacional, que reúne os 10 principais projetos de todo o Brasil, terá a cerimônia de premiação no próximo dia 12 de maio, na cidade de São Paulo, durante a programação da Bett Educar Brasil, maior evento de educação e tecnologia da América Latina.

Segundo o professor Rodrigo Baluz, o projeto deu vida a Comunidade de Startups, Tecnologia e Empreendedorismo da região norte do Piauí, a Carnaúba Valley. A missão é fomentar o desenvolvimento de negócios, transformando pessoas e promovendo o avanço econômico, social e cultural da região norte do Piauí por meio de tecnologia, inovação e criatividade.

“Trabalhar educação empreendedora não é formar empresários. É permitir desenvolver as habilidades e competências necessárias para o novo mercado de trabalho. Todos os indivíduos são capazes de alcançar, basta estimular. E o empreendedorismo é uma forma de proporcionar novos futuros a estes jovens. Podemos transformar o cenário de desenvolvimento de uma região e impactar diretamente na sociedade”, finaliza.

Através do projeto os jovens são estimulados a transformar ideias inovadoras e projetos de pesquisas em negócios. Com o uso de metodologias e programas de pré-aceleração são criadas novas startups. Dentro da comunidade, estes negócios alcançam oportunidades para serem acelerados em vários locais do Brasil ou a editais de fomentos com investimentos iniciais para construção e operação das soluções.