Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h-1

Laboratório de Neurociência da Uespi contribui em live sobre rastreameto ocular em neurociência cognitiva

Por Clara Monte 

Nesta segunda-feira (23), o curso de psicologia da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), abrirá uma Live sobre contribuições do rastreamento ocular em neurociência cognitiva, linguagem e aprendizado.

Organizador do encontro, o professor e psicólogo Eleonardo Rodrigues, explica que os focos da Live serão voltados na cognição pra progressão de pensamento, memória, atenção, percepção, a tomada de decisão e raciocínio, que são chamados os processos psicológicos básicos do cérebro. A proposta é que os alunos entendam como estudar esses processos dentro da perspectiva da neurociência, associando com a psicologia.

“A Live faz parte do grupo de estudo que temos de neurociência no laboratório de neurociência cognitiva da UESPI, que apesar de não ter um lugar fixo, faz parcerias com outras instituições, e pertence ao CCS. Esse laboratório foi criado justamente pra desenvolver grupo de estudo que possa capacitar os alunos do curso a compreender melhor e aprofundar os estudos em psicologia e neurociência. Desenvolvi pesquisas associadas ao comportamento cerebral que refere-se a associação dos estudos da cognição. Essas pesquisas propõem estudar a neurobiologia da mente especificamente pra gente entender as suas contribuições para a psicologia.”

Dra. Elis Texeira, cientista e professora do departamento de letras vernáculas da UFCE, coordenadora do laboratório de ciências cognitivas e psicolinguística, e doutora em linguística pela UFCE é a palestrante oficial do encontro e afirma que durante a transmissão vai explicar o que é rastreamento ocular, quais suas técnicas, e qual sua metodologia.

“Essa área tem uma relação com a neurociência cognitiva porque é uma metodologia que a gente chama de online, pois ela regista os movimento oculares dos participantes enquanto eles estão realizando uma atividade cognitiva, ou seja, quando o cerébro é capaz de perceber, raciocinar e armazenar as informações captadas pelos sentidos”.

A palestrante ressalta que durante sua aula de rastreamento ocular, irá falar sobre suas contribuições em pesquisas sobre corpos de leitura, além de estudos relacionados ao autismo e condição de sinestesia.

A Live será transmitida as 19:30 no instagram da @labonc_uespi