Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

Grupo Matizes promove Cirandas que propõem debates referentes a diversidade

Por Anny Santos

A 16ª SEMANA DO ORGULHO DE SER, idealizada e desenvolvida pelo Grupo Matizes, grupo apoiado pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI) já iniciou suas atividades.

O encontro, que acontece entre 29 agosto e 06 de setembro, conta com o evento Cirandas do Matizes na UFPI: Por um Brasil de Cores, promovido pelo Núcleo de Pesquisas e Estudos Educação, Gênero e Cidadania (NEPEGECI) e coordenado pela Profa. Dra. Shara Jane Holanda Costa Adad (DEFE/CCE/UFPI).

As ações têm como objetivo problematizar, afetiva e criticamente, as questões das diversidades nos processos de re-eXistências e criação de um Brasil de cores desde as interseccionalidades de diferentes marcadores e redes de apoio a expressões artísticas e afetivas a favor da vida de todos. Serão cirandas presenciais na UFPI e on-line, conforme programação.

Segundo a Coordenadora do evento, Profa. Dra. Shara Jane, o evento está com inscrições abertas e gratuitas com direito à certificado de participação. “Esse é um convite afetuoso a comunidade uespiana. O evento Cirandas do Matizes da UFPI tem a proposição de problematizar as questões das diversidades nos processos de resistências e criação de um Brasil de cores. A atividade envolve orientadas/os e professoras/es vinculadas ao NEPEGECI que desenvolvem suas pesquisas sobre diversidades, diferenças e inclusão na educação”.

Para Weslley da Silva Rodrigues, participante do evento, destaca que as Cirandas se mostram relevantes em suas potenciais contribuições a uma compreensão mais abrangente das práticas sociais docentes em ambiente escolar, principalmente nas escolas públicas municipais e estaduais do Piauí. “Conforme preconizado na programação com a ampliação das discussões a respeito das diversidades, juventudes LGBTQIA+, corpos políticos, além do combate à discriminação, violência e preconceitos”.

A 16° Semana do Orgulho de Ser visa à desconstrução do preconceito e o enfrentamento da discriminação contra grupos excluídos se revestem de uma importância ímpar. O evento será uma ferramenta importante na luta por mais direitos e contra as opressões de que são vítimas LGBT, mulheres, negros e outros segmentos socialmente inferiorizados.

Realize sua inscrição

Confira a Programação: