Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

Enfermagem UESPI: Egresso desenvolve Boletim Informativo em Parceria com o Hospital Tibério Nunes

Por Vitor Gaspar

Juan Victor, egresso do curso de Enfermagem e Maria Luzinete Rodrigues da Silva, Coordenadora do Curso de Bacharelado em Enfermagem da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), campus Josefina Demes em Floriano, participaram da construção do Primeiro Boletim Informativo do Núcleo de Segurança do Paciente do Hospital Regional Tibério Nunes.

Durante o estágio supervisionado no 9º bloco, a Coordenação iniciou o projeto sugerido pelas coordenações da qualidade e núcleo de segurança, junto a criação do QR Code em virtude do hospital ter dificuldades de registrar fisicamente os indicadores da qualidade e segurança do paciente. Dessa modo, o aluno se propôs em criar uma nova estratégia para monitorar as notificações importantes, como pré-teste e avaliação dessa nova ferramenta estando supervisionados pela coordenação.

O Boletim Informativo apresenta o perfil das notificações dos eventos adversos recebidos pelo Núcleo do Hospital, neste ano de 2022 e tem como objetivo divulgar os indicadores e identificar possibilidades de melhorias para agregar maior qualidade e segurança na assistência ao paciente.

Segundo, Adriana Barros, Coordenadora do Núcleo de Qualidade do Hospital, no início deste ano foi realizado a implantação do novo formato de notificação de eventos, incidentes e queixas técnicas. O novo formulário deixou de ser via manuscrita e passou a contar com uma versão eletrônica de acesso via QR Code disponibilizado nos murais de cada setor, resultado que segundo ela, foi possível graças a parceria o com Curso de enfermagem da UESPI em Floriano.

“Parabenizamos o idealizador do QR Code, o nosso egresso do Curso de Enfermagem Juan Victor, a coordenadora do Curso de Enfermagem Maria Luzinete pela receptividade, a coordenadora do NSP Mohema Duarte e a equipe por todo esforço e dedicação. Estamos muito felizes com essa parceria”.

A criação do QR Code possibilitou a adesão dos profissionais a notificarem eventos que acontecem dentro do hospital e interferem na qualidade e segurança do paciente.

Para a coordenadora do curso de Enfermagem da UESPI, em Floriano, Maria Luzinete da Silva, o uso do QRCODE é anônimo e prático, gerando maior confiabilidade ao profissional, por não criar estigmas relacionados a notificação, além de aproximar os setores assistência do núcleo de segurança.

“O boletim informativo visou a ampla divulgação do que é notificado e os profissionais terem a noção de quais eventos mais acontecem e quais medidas são implementadas para a sua extinção ou diminuição. Aproxima a atual gestão no sentido de melhorar a comunicação e divulgação de ações e projetos”.

No começo de 2022 o NSP (Núcleo de Segurança do Paciente) do Hospital Regional Tibério Nunes realizou a implantação do novo formato de notificação de eventos, incidentes e queixas técnicas. O novo formulário deixou de ser via manuscrita e passou a contar com uma versão eletrônica de acesso via QR Code, que foi disponibilizado nos murais de cada setor.

Segundo Juan Victor, esse resultado foi fruto da parceria do Hospital com o Curso de Enfermagem da UESPI-Floriano. Ele destaca que organizou um e-formulário, conforme orientações das profissionais do hospital, que pode ser acessado por meio de um Código QR, fator facilitador para a notificação por parte dos profissionais.

“A própria plataforma do formulário eletrônico já exportava os dados estatísticos em planilhas e gráficos, que serviram para construção do boletim informativo do Núcleo, contribuindo, assim, para a melhoria da assistência aos pacientes. O Boletim Informativo apresenta o perfil das notificações dos eventos adversos recebidos pelo NSP/HRTN neste ano de 2022”.

Juan Victor, idealizador do QR Code

Bacharelado em Enfermagem

O Enfermeiro atua na rede básica de serviços de saúde; em escolas e creches; em empresas; em hospitais gerais e especializados; em clínicas e ambulatórios; em órgãos de gestão, financiamento e 39 supervisão de saúde; poderá, ainda, atuar no atendimento em domicílio; em casas de parto; em consultórios de enfermagem. Também pode atuar, de forma autônoma, em empresa própria ou prestando consultoria, conforme os Referenciais Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação/Secretaria de Educação Superior.