Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h-1

Da UESPI para o mundo: Conheça a trajetória do egresso João Paulo Sousa

Por Giovana Andrade

João Paulo Araújo de Sousa, egresso do curso de bacharelado Ciências Biológicas da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) ,  campus de Teresina, é mais um entrevistado do quadro “Da Uespi para o mundo”.

Terminou a sua graduação em 2019 e atualmente faz mestrado na Universidade Federal do Delta do Parnaíba, em Parnaíba.

Egresso de Ciências Biológicas, João Paulo Araújo de Sousa.

Ascom: Como e quando você ingressou na UESPI?

Ingressei através do ENEM, em 2015.

Ascom: Biologia sempre foi o curso dos seus sonhos?

Sempre tive uma grande admiração pela docência, como todo bom adolescente eu também tinha dúvidas sobre qual caminho seguir, mas sim a biologia foi minha primeira opção.

Ascom: Alguma situação marcou você dentro da UESPI?

Segundo período do curso, eu tive um quadro de ansiedade generalizada e depressão. Neste período mal conseguia ir as aulas, mas tive bastante apoio dos professores e colegas de turma, conseguindo concluir o período sem grandes atrasos.

 Ascom: O que lembra com saudades da época como aluno da UESPI? e dos professores?

Do clima ‘’família’’ que aquela universidade tem, todo mundo era muito acessível, eu conseguia trocar informação com professores sem muita burocracia. Tenho falta dos lanches no carioca junto dos amigos.

Ascom: Após a conclusão do curso, você seguiu para o mestrado? Onde foi?

Sim, já fui direto para o mestrado. Faço mestrado em Biotecnologia na Universidade federal do Delta do Parnaíba

Ascom: Para você qual é a importância da profissão em nosso país?

Sou muito ligado à docência, que para mim é o pilar de toda sociedade, pois exerce um papel importante na formação de todo cidadão.

Também estou conectado a pesquisa, principalmente durante a pós-graduação, sendo está a base de todo avanço científico e tecnológico da nação. Em países como o Brasil a pesquisa em universidades é basicamente oque sustenta todo nosso avanço científico.

Ascom: Atualmente onde você trabalha? quais foram suas dificuldades para chegar onde está?

Atualmente sou Bolsista da Capes e trabalho como pesquisador. A pós-graduação no Brasil é difícil, não recebemos grandes auxílios do governo e a saúde mental dos nossos estudantes é preocupante. Mas graças a todo apoio dos professores e esforço dos pesquisadores ela se torna encantadora, sendo um ambiente de nova descobertas e evolução pessoal e intelectual.

Ascom: Quais conselhos você daria para o aluno que está com dificuldades ou pensa em desistir?

Não desistam, as vezes tudo parece nebuloso e complicado. Mas você deve tentar, a estrada é difícil e cheia de percalços mas vale a pena.

Ascom: Gostaria que destacasse ao final, a importância que a Universidade Estadual do Piauí tem para a sua vida e como ela contribuiu para onde você chegou até hoje.

Eu sou UESPIANO de carteirinha, amo minha universidade, apesar de toda descaso que sofremos por parte do estado nos últimos anos. Resistimos e mostramos o quantos somos capazes, entregando grandes profissionais para sociedade.