Uespi

Brasão_da_UESPI.512x512-SEMFUNDO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Brasao_Pi_h

Conecta ENADE: chegou a vez do curso de Jornalismo conhecer mais sobre o Exame

Por Vitor Gaspar

O Programa Conecta ENADE realizou na manhã desta quinta-feira (27), no laboratório do Pirajá, campus Poeta Torquato Neto em Teresina, uma palestra voltada aos professores e coordenadores do curso de Bacharelado ao Jornalismo trazendo dicas, detalhes e todas as informações relacionadas ao Exame previsto para acontecer em novembro.

Professores e alunos de Jornalismo reunidos no auditório

O curso de Bacharelado em Jornalismo é um dos selecionados a realizaram o exame no próximo mês. A proposta, de autoria da Administração Superior da Instituição, representadas pelo Prof. Dr. Evandro Alberto e o Prof. Dr. Jesus Abreu respectivamente, visa atender aos ciclos do Enade e ao Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), de modo permanente.

Tales Antão, diretor do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) e membro da equipe técnica conta que durante o encontro com os alunos concluintes do curso de Jornalismo foi apresentado o Programa e sobre o processo de avaliação da prova.

“Falamos da importância desse estudante concluinte em responder uma prova assertiva para que a gente possa manter a nota que hoje é 4 e quem sabe chegarmos ao 5 a partir dessa avaliação. Então falamos um pouco desse processo de avaliação e sobre o SINAES, que é Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior e posteriormente oferecemos uma oficina de Língua Portuguesa”.

Momento em que o Professor Tales Antão discursava no auditório

A professora Rosário Batista, integrante da equipe técnica destaca que o objetivo dessa oficina é fazer com que o aluno entenda a importância e o que ele pode contribuir em relação ao ENADE. “É importante que eles tenham conhecimento de toda a estrutura da prova, o tipo de questão, de asserção, e razão para que ele tenha uma noção da responsabilidade com relação ao Enade, além de tomar conhecimento que esse é um componente curricular obrigatório”.

Professor efetivo do quadro desde 2006, Américo Abreu se sente satisfeito estando na reunião que demonstra a preocupação da UESPI com o exame, pois segundo ele, é esperado que haja uma evolução, ressaltando que esse é o índice que proporciona uma série de políticas e estratégias para a instituição.

“Foi explicado aqui como é que funciona, quais são as fundamentações, para que esses alunos trabalhem bem e sejam exitosos na prova para que nos ajudem a construir mais esse curso, além de melhorarem ainda mais a nossa média para que futuramente os alunos de jornalismo ingressem em um curso nota 5.

Thiago Amorim, da equipe de Língua Portuguesa comentando sobre a estrutura da prova

O exame avalia a qualidade das instituições, com conceitos que variam entre 1 e 5, o estudante pode pesquisar e ingressar na Instiuição melhor avaliada. Dessa forma, ter uma nota alta no Enade beneficia tanto a IES quanto o aluno, pois o resultado é um qualificador da própria universidade, sendo assim estando registrado no histórico escolar do estudante.  

Atualmente o curso de Bacharelado em Jornalismo está avaliado com a nota 4 no ENADE e a meta de toda o corpo docente é evoluir ainda mais com a finalidade de que a nota máxima seja atingida. Trazendo a perspectiva dos estudantes, o discente Ricardo Claro, aluno no 7º Bloco ressalva que esse encontro foi importante para que se tenha esse preparo. “A maior parte das dicas passadas aqui foram de questões de interpretação, análise de texto, além dessa questão de gráficos, e também sobre a parte discursiva que apesar de serem poucas também são muito relevantes”, encerra o aluno.